História Lagoa Azul - Jungkook - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Jhope, Jimin, Jin, Jungkook, Lagoaazul, Rapmonster, Suga
Exibições 144
Palavras 1.360
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Romance e Novela, Survival, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


olaaaaaaaaa
cheguei
aproveitem
beijos

Capítulo 7 - Passado


Fanfic / Fanfiction Lagoa Azul - Jungkook - Capítulo 7 - Passado

- Está sujo aí – ele aponta para meu rosto e começo a tentar limpar em várias áreas, mas ele ria – não sua boba, deixa que eu limpo – ele larga a manga que comia no canto e se coloca na minha frente, um pouco inclinado, leva sua mão no canto da minha boca e começa a limpar, meus olhos vão direto ao seus e sinto minhas bochechas queimarem, assim que termina ele olha em meus olhos como se pedisse autorização e eu continuo calada sem dizer nada, então sua mão que estava na minha boca vai direto para minha nuca, jungkok havia me puxado para outro beijo. Começamos normalmente, mas logo estava mais intenso que na lagoa, sinto jungkook impulsionando meu corpo para baixo, ele estava em cima de mim, minhas costas se encontram com o colchão improvisados que aviamos feito.

Depois de alguns minutos...

-Jungkook espera... – o paro antes da parte crucial de onde estávamos

- É sua primeira vez, não é? – Afirmo com a cabeça – serei cauteloso – ele volta a me beijar e assim aconteceu... tive uma primeira vez maravilhosa, com carinho, do jeito que todo mulher deseja, ele não me maltratou em nenhum momento e ainda no final dormimos abraçados...seria o início de um novo amor?

 

(..)

Acordei um pouco depois de Jungkook, ele havia preparado um café para ambos, tinha algumas frutas e um pouco de agua. Após o que passamos ontem acredito que ele tenha mudado, até agora tem sido um amor, me dando vários selinhos até quando estou mastigando, fica fazendo carinho...algo que yoongi nunca fez

- Mas me conte sua história rainha do baile – ele diz terminando de comer e vindo me abraçar

-Não tem nada de muito extraordinário nas coisas que eu vivi – digo o olhando e o mesmo me rouba um selinho em seguida dando início a um longo beijo. Sem calma alguma jungkook enfia sua língua na minha boca sem pedindo passagem, nossas línguas começaram a lutar por espaço, uma mistura calorosa que estava deixando o ambiente mais quente do que nunca. Jungkook começou a tentar me deitar, mas eu o impedi – EI... você não queria ouvir minha história? – Pergunto rindo e o mesmo afirmar se afastando porem seus braços ainda me rodeavam

-Sabe emma, eu sempre fiquei pensando quando nos veríamos de novo e também quando seria a minha oportunidade de te beijar, faz tanto tempo isso...

- Como assim? A gente se conheceu a um 1, nem é tanto tempo assim

- Pelo visto você não se lembra...bom, eu contarei minha história hoje

JungKook P.O.V on

Flashback On

Eu era um aluno do primeiro do ensino médio como todos os outros, tinha meu amigo, facilidades, dificuldades e aquela coisa clichê chamada de minha amada. Desde meus 11 anos precisamente sou apaixonado pela garota estrangeira de olhos azuis e cabelos loiros e longos, minha paixão por ela começa na aula de matemática onde ela tinha muita facilidade, já eu era péssimo.

- Oi jungkook, o professor disse que é para mim te ajudar – tirei meus olhos do desenho que eu havia feito sobre a mesa e direcionei meu olhar para a voz que vinha a minha frente, e lá estava ela, sorrindo para mim esperando que eu a chamasse para se sentar ao meu lado a fim de fazer os exercícios – Nossa que desenhos linda – ela dizia enquanto sentava – foi você? – Ela pergunta e eu afirmo – Posso colocar só mais um detalhe? – Lhe entrego o lápis e ela apaga a arma que havia na mão do homem em meu desenho, no lugar da arma ela havia feito uma rosa – apenas bata nas pessoas com flores – ela disse sorrindo me devolvendo o lápis, rio com seu ato e foi dessa maneira que ela me conquistou. A partir deste dia, ela me ajudava em varias aulas.

Os anos foram se passando e ela ia ficando cada vez mais bonita, sua pele clareava a cada vez mais fazendo com que seus olhos tomassem um brilho próprio e seus longos cabelos loiros de sempre vinham completar aquela obra de arte. Durante nossos 11 a 15 anos, não nos desgrudávamos, sempre íamos um na casa do outro, nossos pais se conheciam e sempre ficavam falando em nossas cabeças sobre como seriamos um bom casal, todo dia tirávamos uma foto e ela guardava em uma caixinha enquanto dizia ‘’ temos que registrar o quanto estamos mudando até nos formar’’, e foi assim que minha paixão pela fotografia surgiu. Na faixa dos meus 14 anos, ela havia perdido seu Bv com um menino valentão de nossa sala, mas como pose de melhor amigo eu sempre apoiava e estava la ‘’ sorrindo’’. Minha amada contava-me sempre sobre suas relações e sobre seus novos ‘’ peguetes ‘’, dizia como era bom beijar e falava para que eu me declarasse para a menina que eu tanto gostava, mal sabia que era ela. Assim que entramos no ensino médio, nossa aparência havia tido uma mudança gigantesca, os olhares de paixão que ela recebia antes se tornaram de malicia, e ela se afastou de mim, fez novos amigos e se apaixonou por aquele que tirou seu bv, nos esbarrávamos as vezes pelos corredores, mas ela não olhava mais para mim, meus pais me perguntavam sobre ela então tinha que inventar desculpas que se mudou e evitar encontros inesperados. E assim foi meu ensino médio, tive que me acostumar a ficar longe da pessoa mais essencial para mim, porem eu sempre estava lá em suas vitorias em jogos escolares, prêmios da matemática estaduais, apresentações, eu sempre estava lá a assistindo do fundo. Seu namorado havia a traído diversas vezes com diversas mulheres, eu queria o socar e contar para mesmo o que estava acontecendo, mas será que ela lembrava de meu nome?

3 ano do ensino médio, estamos no formando. Um baile de formatura o mais esperado daquele ano, você podia ir sozinho ou acompanhado. Pude ver o pedido de seu namorado na frente de todo refeitório e sentia vontade de vomitar vendo tanta falsidade, mas se tinha algo que eu sabia ela ainda era pura, não havia dado a liberdade para ele de a tocar. Como sabia? A conheço a tempo suficiente para entender que ela só irá fazer isso com a pessoa que significa muito para ela, que a deixe confortável e passe segurança, ela não o ama... ela só está com ele por sua popularidade. A rainha e rei do baile, a hora mais esperada por diversas garotas, ela foi anunciada. Os dois eram os vencedores como o esperado de todos, e mais uma vez lá estava eu para a aplaudir, em cima daquele palco eles tiram uma foto onde ela diz dizia ‘’ temos que registrar o quanto estamos mudando até nos formar na faculdade ‘’ eles sorriem e se beijam, me retiro do baile enfurecido, ela realmente havia me deixado de lado, me esqueceu, chego em casa chutando as coisas que apareciam na minha frente, soquei as paredes e quebrei outras coisas. Sentado no chão frio e chorando, eu realmente havia a perdido, qual era a chance de nos encontrar novamente? Uma em um milhão. Naquele dia eu havia me decidido mudar de cidade, fazer meu curso de fotografia em outro lugar, esquecer tudo e todos, eu mudaria. Antes dela aparecer eu era um jungkook frio, que não deixava ninguém se aproximar pois não queria se magoar, mas ela aparece e faz um grande rebuliço me mudando dos pés a cabeça e no final cá estou eu querendo ser quem eu era antes dela.

Flashback off

-E é isso – olho para emma ela estava com os olhos cheio d’ agua e me abraça – o que foi ???

- Me perdoa jungkook...eu não tinha te esquecido, você nunca saiu da minha cabeça, em nenhum momento, eu não sei porque me afastei...as coisas mudaram depois de algumas pessoas terem aparecido

-Está tudo bem... hoje eu tenho você...depois de todos esses anos – selo nossos lábios – eu sabia que seria comigo, eu sabia...por isso estou muito feliz – ela ri e me beija – vem vamos nadar um pouco!

A puxo pela mão levando ate a praia onde começamos a nos divertir na agua 


Notas Finais


tan tan tannnnnnn
e ai o que acharam ???
ate quarta


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...