História Lágrimas na chuva. - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 10
Palavras 810
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Harem, Hentai, Romance e Novela, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Bom, terceiro capítulo, atrasou algumas horinhas, heh heh, sorry.

Capítulo 3 - Recomeço? Hum, que ingenuidade.


Fanfic / Fanfiction Lágrimas na chuva. - Capítulo 3 - Recomeço? Hum, que ingenuidade.

Saiu do banho, uma toalha e roupas estavam em cima da sua cama, vestiu-se, não penteou o cabelo. Saiu do quarto, a porta do banheiro estava aberta, desceu as escadas e chegou na sala, aonde Ellen e Susie estavam sentadas no sofá. Ellen olhava para as mãos cruzadas sobre as pernas. Susie estava apoiada no braço do sofá, com cara de quem estava entediada. Olharam pra ele quando ele chegou. Ele estremeceu. Susie começou a falar:

- Ron, onde esteve nos últimos 2 anos, e por que voltou repentinamente? Pra onde foi depois que fugiu da clínica? Por que não nos avisou?

Ela falou em tom sério. Ele sentou no sofá na frente das duas garotas.

- Eu já tinha causado problemas demais, não queria incomodá-las, eu fui um incômodo a vida inteira, desde que seu pai me adotou… Eu estava cansado de atrapalhar.

- Mas você poderia ter avisado, uma carta, uma mensagem, qualquer coisa, você nos deixou preocupadas.

Ellen continuou olhando para as mãos, aborrecida. Ver ela assim doía, ainda não tinha esquecido as palavras dela.

- Eu estava confuso, não estava pensando direito.

Ela não engoliu bem o que ele falou.

- Eu… Eu… Eu sei que errei, que magoei vocês duas. Não posso falar onde estava. Mas voltei pois senti a necessidade de explicar tudo, não poderia fugir disso pra sempre, eu sei que sou covarde e patético, e vocês não tem nenhuma obrigação de me perdoar nem me aceitar aqui, porém, eu só queria esclarecer as coisas, e pedir seu perdão… Se não me quiserem aqui, e não me perdoarem, eu partirei hoje, e pararei de de atrapalhar… suas... vidas.

Após esse grande discurso um silêncio permaneceu, ambas pareciam pensativas. O que ele esperava? Que elas o perdoariam? Um egoísta patético igual ele?

- Eu entendi, já incomodei demais.

Após isso levantou porém enquanto fazia o ato, Ellen falou em tom baixo com sua voz doce e delicada:

- Não… Você pode ficar…

Susie olhou rapidamente com uma expressão aterrorizada para Ellen.

- Ellen… Você tem certeza disso?

- Sim… eu acho… ele meio que está aqui desde que tinha 9 anos… essa casa… também pertence a ele.

Ele se assustou com as palavras dela, ouvir aquilo o deixou feliz, esperava que depois do jeito que ele sumiu ela o odiaria, ainda mais com a reação dela antes… Estava muito confuso... Quando percebeu lágrimas cobriam seu rosto. Aquilo era o que ele mais queria ouvir porém ainda o deixava surpreso. Ele caiu de joelhos no chão e pôs-se a chorar:

- Obrigado, obrigado mesmo, me desculpe por ter causado tanta... dor *soluço*.

Ellen levantou, também estava chorando, foi em direção a ele e o abraçou forte, sentiu sua mão em seus cabelos. Enquanto isso seus braços estavam soltos no chão, como quem tinha perdido os movimentos. Estava extasiado, era tão bom sentir aquele abraço de novo. Aquele cheiro. Susie também estava chorando, ela sorriu.

- Nós ficamos tão preocupadas seu idiota…

Ela sorriu mais uma vez, seu rosto estava coberto de lágrimas.

- Estávamos com tanta saudade...

Ela se aproximou e abraçou os dois…

- Por favor, nós… devemos…  ficar juntos…

E as duas irmãs e o garoto adotado estavam chorando no meio da sala, ficaram lá, abraçados por alguns minutos… até que os três levantaram, lentamente foram para seus lugares e Susie começou a falar:

- Precisamos resolver algumas situações…

- S-sim.

- Aonde você estava? Parou de estudar?

Ele suspirou e começou a falar:

- Victória. Eu continuei estudando, alguns amigos… Amigos? Tem certeza que essa é a palavra? Conseguiram um jeito de eu entrar sem problemas…

Ela suspirou.

- Canadá? Entendi, quero saber mais detalhes sobre isso depois. Hum, se continuou a estudar deve estar no mesmo ano que Ellen...

Ellen olhou rapidamente pra Susie.

- Você não está pensando em...

- Estamos em março, sim, ele pode perfeitamente estudar com você.

Ellen pareceu aterrorizada. Ele não sabia o que pensar sobre isso.

- Mas…

- Agora vocês dois vão para seus quartos.

- Espera, Su, você vai simplesm…

- Vocês dois já causaram problemas demais por hoje, e eu tenho muitas coisas para fazer, até amanhã.

Ellen pareceu que ia explodir, ela ia começar a falar porém Susie olhou para ela de um jeito, fazendo com que ela fosse em direção as escadas com passos pesados, ela subiu rapidamente e fechou sua porta com força. Os dois permaneceram ali em baixo, ele olhou para ela e falou…

- Susie… Desculpe e... Obrigado por tudo.

Ela lançou um olhar de relance para ele, ele não entendeu direito o que aquilo significava. Subiu as escadas, entrou em seu quarto, dessa vez tirou as coisas de cima da cama, deitou, como estava cansado, aquele dia foi… longo… Era sua primeira noite naquela casa em 3 anos… Aquela cama o trazia boas… lembranças… com ela.


Notas Finais


Não sou muito bom e fazer esse tipo de cena, mas vou tentar melhorar. Espero que tenham gostado, tentarei postar um episódio por dia, entre 11 horas e meia-noite. No próximo capítulo haverão mais explicações em relação aos personagens, <3.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...