História Lágrimas Que Caem Sobre o Papel


Escrita por: ~


Sinopse:
" Ne kitto eru kai kokoro ga kietero to subete to hibiku
Kugutsue dashite sekai no hatte ni aranai ga no koru

Ei, você está me ouvindo?
Ouço o eco do coração que já se foi.
O que resta no fim do mundo,
Que está desmoronando? "
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Conflito, Drama, Gabriel, Inferioridade, Solidão
Exibições 19
Comentários 2
Palavras 1.625
Terminada Sim

Fanfic / Fanfiction Lágrimas Que Caem Sobre o Papel
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Mistério, Musical (Songfic)
Avisos: Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
Capítulo Único
2
19
1.625

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por ~Henti
Capítulo 1 - Capítulo Único
Usuário: ~Henti
Usuário
Olá, Dy!

Quanto tempo? Bastante mesmo...

Eu queria sacanear e dizer que meu comentário vai ser esnobe e clichê. Mas... Há dois pontos que quero ressaltar, e já explico eles:
1a: Ao começar com a "reflexão", eu entendo, o melhor jeito de viver é saber levar a vida aos poucos, não deve se jogar de cabeça, porque muitos questionamentos sobre auto existência e sentimentos, misturado com monotonia, não é legal, romantizar tudo isso é igual pólvora e fogo! É uma loucura. Algumas coisas devem permanecer intocadas, infelizmente. E em parte está certo em se questionar - é uma atividade que todos deveriam tentar. Agora beirar a insanidade por causa da angústia não se compara a intensidade de ser auto destrutivo...

2a (e última): ''O Mundo não é aquele tão sonhado mar de rosas'', com certeza não é! Viver é uma sucessão de erros e acertos, por vezes um tanto sem sentido, embora sempre oportunos para o nosso próprio conhecimento. Não precisamos entender o porquê da vida, nos basta viver inteiramente, querer plenamente, ser completamente. Problemas existem para serem resolvidos e superados, não para que se tornem companheiros inseparáveis, atrelados numa dependência existencial.

Descobri o amor por histórias originais quando percebi que elas são as mais poéticas e carregadas de sentimentos... Não somos necessariamente uma representação do que cada um é ou gostaria de ser. Não o tempo todo, pelo menos.

É isso. Meus parabéns, gostei muito da vontade do personagem em passar a própria experiência. Acredito que a nossa experiência de vida, por mais que seja menor em tempo do que muita gente, ganha na intensidade. Cada um sabe quão fundo pode ir a alma, né? Não deixe a sua morrer...
Postado por ~SnrtMargarete
Capítulo 1 - Capítulo Único
Usuário: ~SnrtMargarete
Usuário
;-; Por favor, devolva meus sentimentos!
Amei o texto >…< Não sei oq falar, ainda estou pensando nele, ainda mais se inspirando nessa banda, eu não lembrava que ela existia ^^ a primeira vez que ouvi foi na 6° serie/ 7°ano e por isso eu estou nostalgica <3