História L'air sent l'amour - Capítulo 13


Escrita por: ~

Exibições 30
Palavras 326
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Escolar, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Ooiiiiii, estou a esforçando me o maximo, pra vocês terem um capítulo de boa qualidade pra ler.


Boa leitura e esqueçam aquelas bostas dos bons apetites.






😂. S2. S2. S2. S2

Capítulo 13 - Ladybug triste


Depois que a tal ambulância chegou, a ladybug , ainda estava ajoelhada ao lado de chat. Ele não parou de a olhar, enquanto o levavam e ela também não. A ladybug, parecia de estar paralisada pois, a ambulância já se tinha ido e ela não  saia dessa pose. Os fotógrafos, como poucas vezes tinham o chance de entrevistar essa famosa heroína, não esperaram muito pra começar as perguntar. Eles perguntavam : 

— você se chama Marinette quê ?— disse uma senhora . Depois disse outra : 

— é uma adolescente?

— estuda? 

— você gosta de chat noir?

.......................................................

Eram muitas mais as perguntas, mas sempre com a resposta de sim. Ela não aguentava mais e disse com a voz calma, triste e impaciente: 

— sim. podiam me deixar, resumir bem o que aconteceu hoje?— perguntou ela baixando a cabeça .

Ninguém respondeu mas, mais ninguém lhe perguntou nada.

Tom e sabine, viam o que se passava e ouviam o que lhe perguntavam. Quando sabine houviu alguém a perguntar " você se chama  Marinette quê?" Ela vai até o quarto de sua filha, e vê que ela não estava lá. Ela voltou a correr, e viu que nas notícias estavam a filmar ladybug, que estava muito triste. Ela via que ela era perfeitamente igual a sua filha no visual. Ela disse : 

— tom isso é a nossa filha!!!— disse ela quase desacreditando de suas palavras.

— como......sabes........ — disse ele pensativo.

— olha nossa filha e Ladybug, elas são iguais.

— verdade.  mas sobre ela ser a ladybug não acredito.

— pois mas deves acreditar. Eu vou buscar nossa filha.

Sabine depois de um bom tempo estar a procura de sua filha, vê - a finalmente. Enfrente da torre Eiffel ainda ajoelhada, pálida e com olheiras, de tanto chorar.sabine senta ao pé dela e a abraça mas, ela não o retribuiu, ela empurrou - a de leve e começou a saltar de peredieo em predio.

Contiunuaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa amanhã se quiserem. Aqui já sao 01:25 então boa noiiitttteeeee.


Notas Finais


Espero que gostem. Estou com preguiça de fazer até as notas finais( sinceramente)S2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...