História Lake (japan line - twice) - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias TWICE
Personagens Mina, Momo, Sana
Tags 2na, Japan-line, Mimo, Mina, Momo, Sana, Twice
Exibições 38
Palavras 728
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), FemmeSlash, Ficção, Fluffy, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Lágrimas


 Ao ver o garoto sair, Momo volta à mesa e cutuca Mina, esperando uma reação da mais nova que continuou a encarar o copo sobre a mesa.


– Mina, o que aconteceu? - a garota se manteve em silêncio - Mina me responde, por favor!


Momo começou a sacudir a garota, até ter a atenção direcionada pra si.


– O que houve? O que aquele garoto disse para você?


– Que eu devo abrir meus olhos. - falou lentamente - Ele sabe que estávamos seguindo ele, sabe sobre minhas suspeitas e o mais importante de tudo ele sabe o que aconteceu com a minha Sana.


Mina começa a chorar e é rodeada pelos braços de Momo que passa a acariciar o cabelo da mais nova. Ren volta do banheiro e se põe ao lado da irmã segurando as mãos da garota.


– O que aconteceu? 


– N-não se preocupe, - a menor suspira enquanto tenta enxugar o rosto - eu estou bem.


– Ela está sentindo falta da Sana, é isso. - disse enquanto pegava um lenço, entregando para a menor em seguida - Não se preocupe.


Ren suspira e abraça a irmã que volta a chorar.


– Hey, vai ficar tudo bem. Eu entendo que seja difícil pra você, mas chorar não vai mudar as coisas.


– E o que mais eu posso fazer? - encarou o mais velho - O que você quer que eu faça? Nós tínhamos um futuro juntas, mas ela se foi, alguém a tirou de mim e não há nada que eu posso fazer, porquê estou em um beco sem saída. Quem parece saber de algo simplesmente esconde a verdade, oculta o que eu mais preciso saber. Eu passei essas semanas me fazendo de forte, fingindo estar bem, mas nada está bem, entende? Eu não sei mais o que fazer.


– Mina, os policiais já disseram que ela cometeu suicídio.


– ELA NÃO FARIA ISSO! VOCÊ NÃO CONSEGUE ENTENDER? 


Os outros clientes voltaram a encarar a mesa em que estavam. Ren não sabia como responder a irmã, então se manteve em silêncio.


– Momo, vamos? - suspirou - Eu quero sair daqui.


– Eu também já vou pra casa, você pode vir comigo. - Ren passou a encarar o chão - Eu só vou pagar a conta e podemos ir.


– Eu não vou pra casa. - disse e agarrou uma das mãos de Momo - Posso dormir com você hoje?


A mais velha assentiu e acenou para Ren em sinal de despedida. 


As duas começaram a andar silenciosamente pelas ruas pouco movimentadas.


– Você acha que pode ter sido o Hiroki? 


– Ele disse que não foi ele, mas quem mais seria? Eu não sei mais no que acreditar.


– Os amigos da Sana se afastaram dela, você acha que algum deles poderia ter sido capaz de fazer isso?


– E-eu não sei. - apertou a mão da maior - Tenho que pensar claramente sobre isso.


– Você tem que descansar. - sorriu - Quando chegarmos em minha casa, você vai tomar banho, comer algo e dormir, você está precisando.


– Estou mesmo. - esboçou um pequeno sorriso


As duas andaram durante alguns minutos até chegarem na pequena e aconchegante casa dos pais de Momo, entraram e cumprimentaram os mais velhos, indo rapidamente até o quarto da loira.


– Pegue, tome um banho e vista, é mais confortável. - disse enquanto entregava o pijama e uma toalha para a menor - Quando você terminar eu vou fazer o mesmo.


– Obrigada Momo, por tudo.


  A mais velha apenas sorriu e se sentou na cama, Mina se dirigiu ao banheiro e tomou um banho demorado, sentindo todo o cansaço acumulado pesar em suas costas. Ao sair do banheiro voltou ao quarto, vendo Momo se levantar e sair do cômodo indo se banhar como havia esperado durante o dia inteiro.

  Mina se sentou e passou a encarar as paredes do quarto, que diferente das suas, eram vazias e desbotadas. Uma mesa no canto do cômodo chamou sua atenção, abarrotada de papeis e livros de tamanhos e cores diferentes, se levantou e caminhou até o móvel passando os dedos por cima das pilhas que pareciam estar prestes a cair. Só parou ao ver um caderninho embaixo de uma pequena pilha, tirou os livros de cima e apanhou o objeto, passando a acariciar a capa colorida até ouvir os passos de Momo dentro do quarto e estão se virou e encarou a loira.


— Por que o diário da Sana está aqui?




Notas Finais


Voltei cof cof
Me desculpem pela demora e por esse capítulo ruim :(


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...