História Lamúria - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 13
Palavras 218
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Poesias
Avisos: Sadomasoquismo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Sua amada mentira


Fanfic / Fanfiction Lamúria - Capítulo 1 - Sua amada mentira

                                              Cada sorriso seu é como uma agulha

                                          Que costura meus pecados em minha pele.

 

                                                        Cada palavra sua

                                       É como arsênico que me mata aos poucos

                                                 Torturando lentamente

 

                                                 Quisera eu, bom Deus.

                            Jamais ter posto meus olhos sobre tão bela criatura

                                              Com sua beleza angelical

                                              Mas de aura tão obscura.

 

                                       Minha mente possuía a verdade

          Porem eu queria acreditar apenas na ilusória mentira de meu coração.

 

                                       Coração esse, covardemente ferido.

                 Pela cruel verdade que um dia se mostrou tão presente

                                   Que não podia mais ser ignorada.

 

                                          Seu amor era uma mentira

                     Todos os gestos, ações, palavras, de nada valiam.

 

                      Uma mentira que apenas tolos acreditariam

                                        E eu fui um desses tolos.

 

O único tolo que conseguiu fugir de sua teia de meias verdades e sentimentos frívolos.

                  O único que mesmo com a alma estilhaçada em pedaços

                                                Por sua cruel atuação

                               Teve a coragem de lhe encarar nos olhos.

 

     E enquanto, o sangue escorria vagarosamente pela adaga que lhe furava o coração.

                         O tolo contemplou a maldade em seus olhos  

                                         Sua única amada em vida

                                              E agora em morte.

 

                                                    E o Tolo?

                                     O tolo lamuriava-se pela verdade

                                        Que jamais quis acreditar.

 

                                Pois a mentira era o que o fazia feliz

                                                  O falso amor

                                       Aquele que jamais existiu

                                Apenas um sentimento platônico.

 

                                  A verdade era agora seu algoz

                                         Sua cruel lamúria.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...