História Land Of The Dead - Capítulo 7


Escrita por: ~

Exibições 14
Palavras 1.145
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Peço desculpas pela demora, eu estava focada na volta de uma fic minha, agora vou postar regularmente...
Então amores estão bem? Espero que sim.
sem mais delongas, desculpa algum erro, espero que gostem, e boa leitura <3

Capítulo 7 - Against truth.


Fanfic / Fanfiction Land Of The Dead - Capítulo 7 - Against truth.

                                         P.O.V Emma Collins

Escureceu de pressa, tomei  um banho e coloquei uma roupa conforme o clima lá fora, procurei Jack por todo canto, até quando as meninas arrumaram a mesa, para jantarmos, o encontrei na varando, sentado em uma cadeira velha, olhando para o nada.
-Por que voltou?- Sua pergunta foi direta, depois de um tempo.
- Por que senti sua falta, me preocupei com voce.- Repondi baixinho.
-Não minta, nem se importa comigos, com todos aqui.- Retrucou irritado.
-Não fala assim.- Pedi.- Eu tive que ir embora, não tive escolha, sabe disso!- Falei obviamente.- Eu queria voltar, mas precisava de um tempo sozinha.
-E voce pensou na Liz?- Ele perguntou e neguei.- Deixou ela sozinha, ela precisava de voce.
-Eu sei mas...- Tente me defender, e ele interrompeu.
-Mas nada, Emma não reconheço voce, eu tentei ajudar voce, mas não era o que queria.
- Não sabe o que diz.- Apontei o dedo na sua cara.
-Quantas vezes disse que te amava, e voce mesmo assim foi embora?- Perguntou e pestanejei, ele tinha razão, e eu me corroía de raiva, eu estava arrependida, ele adentrou a cozinha e e fui jantar, Holly esposa de Maison pediu que levasse comida para Liz, e depois voltei para jantar, um pouco de gente ficou em cada mesa, já que eram pequenas, comemos em silencio, Pepper sentou ao meu lado, junto a Lance e Nick, até que o mesmo se pronunciou.
-Onde esta Jack, Pepper?- Questionou.
-No quarto, não quer jantar.- Disse comendo um pedaço de carne, ele assentiu.
-Vamos logo fazer a patrulha Lance, Enzo e Bryan, já estão indo.- Lance assentiu terminando de comer.
-Precisam de ajuda?-Perguntei.
-Não.- Respondeu Lance rispidamente, Nick o xingou mas não fez diferença, comi um pouco e fui para o quarto.

                                                         P.O.V  Lia Badder

Acordei assustada novamente, passei as mãos no rosto suado, tentando tirar o pesadelo da minha cabeça, os pais de Anne sendo mortos na minha frente, odiava lembrar do dia em que Cayla cortou a garganta de Erin e deu um tiro em Reese, e logo em seguida molhou a mão com o sangue deles e fez um “W” na testa, era doentio, balancei a cabeça ainda com medo de tudo voltar, olhei para o lado, onde Abner dormia, ele estava com a expressão serena, e a respiração pesada, dormia tão bem que dava inveja.
- Terceira serie.- Chamei ele pelo apelido, e me dei conta do quanto aquilo soava besta, sorri involuntariamente. - Abner acorda.- Sussurrei baixinho, o mesmo nem ao menos se mexeu.- Abner.- O balancei, seus olhos abriram rápido e ele se sentou ao meu lado assustado, colocando os óculos.
-O que aconteceu? Invadiram aqui?- Perguntou cochichando, o encarei por alguns segundos até que ele se deu conta do assunto.- Droga.- Esbravejou  baixinho. - Teve um pesadelo?- Perguntou e assenti.- Lia, foi só um pesadelo, tenta voltar a dormir.- Pediu ele acariciando meu rosto.- Por favor amor.- Ele disse se deitando de volta, levantei e sai no gramado, fechando a barraca e deixando ele dormir, a fogueira estava acesa, Christopher não tinha ido dormir ainda, ele esta sentado mexendo em alguma coisa pequena em suas mãos com a chave de fenda, me aproximei sentando ao seu lado.
-Sem sono?- Perguntei.
-Não consigo dormir.- Falou baixinho apertando os parafusos.
-Por que?- Perguntei curiosa, ele me olhou e ficou em silencio, logo escutei alguns murmúrios e alguém falando alto, pedindo ajuda, a voz era familiar.- Essa voz é da...- Ele me interrompeu, arrumando aquela caixinha que mais parecia um porta musica.
-É sim.- Afirmou, desviando o olhar.
-Por que não a acordou?- Perguntei incrédula, Anne tinha pesadelos, mas as vezes não falava alto, não pedia ajuda como hoje, talvez tudo tinha voltado com Emma.
- Cada um tem que enfrentar seus pesadelos Lia.- Disse serio, bufei e fui até a barraca de Anne, abri e encostei em seu ombro.
-Ei, ei. Acorda.- Falei balançando ela que abriu os olhos e logo os arregalou, cheios de agua, ela parecia com medo.- Ei Anne, esta tudo bem.- Afirmei.- Volte a dormir, só foi um pesadelos.- Falei seria.- Volte a dormir.- Pedi e ela deitou a cabeça e dormiu novamente, sai da sua barraca e fui em direção a minha.
-Vai dormir Christopher.- Ordenei, entrando na barraca e tentando voltar a dormir. O sol já tinha chegado com força total quando acordei, Abner já tinha saído da cama, me vesti e sai atrás de um café, abri a barraca e me espreguicei, Christovan  passou por mim com uma panela com leite quente, o mesmo olhou Anne encarando o nada, com uma cara de pensativa.
-Bom dia.- Disse ele baixinho, ela levantou o olhar e encarou.
- Mau dia.- Disse suspirando.
-O que a noite de sono não foi boa?- Perguntou curioso, apenas observei, Christopher sair da barraca dele, com uma camisa preta de moletom e calça jeans.
- Eu espero que tenha sido, por que eu não consegui dormir.- Disse em um tom áspero, Anne encarou ele confusa, ela nem se lembrava de noite passada, aproximei e sentei na mesa improvisada para tomar o café, todos nós se servimos.
-Logo Liz volta.- Comentou Christovan sorrindo.
-Nossa, vou vomitar.- Coloquei a mão na boca, fingindo tal ato, Anne e Christopher me encararam sérios.
-Esta gravida?- Perguntou o mesmo, Anne cuspiu o café rindo.
-Lia não é burra.- Disse em um tom obvio, Christopher revirou os olhos e continuou tomando café.- Ou é?- Perguntou e arqueei uma das sobrancelhas.
- Não estou gravida.- Afirmei.- E não é burrice ter um filho.- Falei tão convicta que Christovan suspirou.-  É nojento ver Christovan e Liz juntos.
-Concordo.- Disse Christopher saindo da mesa, e pegando sua arma, Anne terminou o café.
-Vai fazer a ronda?- Perguntou e assenti.
-E voce?- Perguntei andando até a barraca.
- Vou sair com Holly e Drew atrás de mantimentos.- Respondeu  indo para sua barraca, assenti, arrumei os colchonetes, e as roupas que precisavam ser lavadas, Kieth e Pepper fizeram o almoço, e todos foram para casa almoçar, arrumei tudo antes de voltarem, peguei meu rifle e do acampamento pude ver  Nick indo para o portão,  Bryan já viria para fazer a ronda comigo, da porta da frente saíram Anne, Holly, Drew. Anne veio em minha direção, já estava com a mochila nas costas.- Estou indo nessa.- Avisou, a abracei.
- Se conseguir, traga algum doce para comermos.- Pedi e ela riu me soltando.
-Vou procurar.- Disse sorrindo, e saiu, no portão Anne deu tchau a Christovan e Lance.
-Esta melhor?- A  voz grossa de Abner ecoou em meus ouvidos, e me virei encarando ele, que usava uma jaqueta preta e uma calça jeans por cima de uma camiseta verde suja.
- Aham.- Murmurei sorrindo e dando um beijo demorado em seus lábios.- Melhor tirar essa camiseta para lavar.- Peguei o rifle e fui atrás de Bryan fazer a ronda.
 


Notas Finais


Então gostaram?
Então até o proximo capitulo, bjs da UNIII <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...