História Larga Tudo & Vem Comigo - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Azul é a Cor Mais Quente, Como Eu Era Antes de Você, Lucas Santos
Personagens Lucas Santos, Personagens Originais
Tags Carlos, Lucas
Exibições 31
Palavras 1.025
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Crossover, Festa, Orange, Romance e Novela, Saga, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente! Mais um capítulo novo! Não deixem de comentar oque acharam! Beijos!

Capítulo 8 - Somente Nós Dois


Fanfic / Fanfiction Larga Tudo & Vem Comigo - Capítulo 8 - Somente Nós Dois

      Logo deu 09:00 e a mãe do Carlos estava no sofá da sala dormindo, ela também estava exausta depois de ter aplicado aquele "castigo" em Carlos, colocou ele pra ensaiar e cantar a noite toda, daí ela acordou assustada devido ao barulho do despertador e quando viu o horário que já era correu pra porta do quarto de Carlos pra mandá - lo pro colégio, porém quando ela destrancou a porta do quarto e entrou Carlos não estava lá. Ela estranhando aquilo começou a falar:

- Carlos seu moleque! Aparece aqui agora! Não é porque você passou a noite ensaiando que não vai pro colégio agora de manhã! Anda Carlos! Chega de brincadeira! Carlos? Ai meu Deus! Carlos! Carlos! Meu filho!
 
   A mãe de Carlos revira o quarto todo achando que Carlos estava escondido, olhou em todos os lugares menos no guarda roupa, ela logo pensou que ele estaria ali dentro mais se desesperou mais ainda quando viu que as roupas do filho também não estavam lá, daí ela logo pensou:
Mais é claro! Aquele moleque ingrato só pode ter ido pra casa do outro garoto! Eu vou agora mesmo pra lá!
    A mãe do Carlos pegou o carro e saiu em alta velocidade, e quando chegou lá bateu na porta quase a derrubando, aí a mãe de Lucas atendeu já perguntando:

- Você? Oque faz aqui? Porquê não tocou a campanhia? Se você quebrasse a minha porta ia pagar outra!
- E eu lá quero saber de porta? Eu quero mesmo é saber onde está ele? O meu filho!
- Seu filho?
- É o meu filho lembra? Aquele que estava na cama com a sua praga!
- Você não fala assim do meu filho! E se é só isso vá embora! O seu filho não tá aqui!
- E onde é que está o seu filho posso saber? Afinal ele pode muito bem estar escondido com o meu aí dentro do quarto dele não é?
- Meu filho está dormindo! Não dormimos durante a noite e eu não quis deixar ele ir pro colégio! Mais por via das dúvidas é melhor verificar!
- É bom mesmo! Preciso pôr o Carlos pra ensaiar daqui a pouco pois já não dá mais tempo pra ele ir pro colégio!
(A mãe de Carlos e a mãe de Lucas vão até o quarto, depois de muito baterem na porta e não obter resposta elas empurram a porta, e pra surpresa da mãe de Lucas não tinhan ninguém ali)
- Ai meu Deus! Cadê o meu filho?!
- Abre o guarda roupa e a comôda!
- Pra quê sua tonta? Não tá vendo que eu tô preocupada?
- Olha! Eu já disse! Assim eu vou ter certeza de algo!
(A mãe de Lucas faz oque a mãe de Carlos pediu e pra surpresa das duas as roupas de Lucas também não estavam lá)
- Ai meu Deus! Meu filho fugiu com o seu filho!
- Ai não! O meu Carlinhos nesse mundão cruel!
- A culpa é toda minha! Eu devia ter aceitado ele como ele é! Agora ele está por aí!
- Tudo culpa sua!
- Culpa das duas! Nossos filhos estão na rua sem ter onde dormir! Vamos procurá - los! Talvez dê tempo de achá - los!
(As duas saem pela rua desesperadas à procura de Lucas e Carlos)
- Carlos! Meu filho volta! A mamãe nunca mais vai te obrigar a ensaiar!
- Filho! Lucas! Perdoa a mamãe, perdoa! Volta filho que eu e o seu pai prometemos nunca mais brigar!
- Ai meu Deus! Filho volta!!

  Enquanto isso Carlos e Lucas já haviam chegado na estação onde passam os trens de carga, voltaram a ficar alegres, afinal estavam um com o outro e nada podia separá - los agora, andavam de mãos dadas e não tinham vergonha de nada, porém eles estavam cheios de malas e não iam conseguir andar muito assim, eles pararam um pouco pra esperar o trem e Lucas falou:

- Pronto amor! Chegamos! Agora só resta esperar um trem!
- Lucas, você sabe que aqui só passam trens de carga não é?
- Sim! Minha idéia parece até idéia de filme, vamos pular em uns daqueles vagões que quase sempre estão vazios e vamos pegar uma carona ótima e clássica!
- Eu sempre tive vontade de fazer isso! Mais e depois oque faremos?
- Bem, eu trouxe umas economias minhas!
- Eu também trouxe!
- Então deve dar pra nós nos hospedarmos num hotel!
-  Amor, até agora eu tô amando a idéia mais me explica pra onde vamos? Vamos pular no vagão do trem mais não temos um destino certo!
- O primeiro lugar que o trem parar pra entregar a carga a gente também desce antes que os funcionários descubram que estamos aqui!
- Então tá! Se prepara que lá vem o trem!
- Já? Então agarra as malas e se prepara, me dá a mão e quando eu pular você me acompanha!

  O trem vinha vindo e aparentemente ele ia pra alguma cidade grande longe de São Paulo, Carlos agarrou a mão de Lucas e quando chegou o momento perfeito os dois pularam no vagão, ele era bastante espaçoso e a carga que tinha dentro era feno, como os dois estavam cansados devido à longa noite que tiveram se deitaram bem abraçadinhos no feno e começaram a conversar:

- Até que esse vagão veio à calhar!
- É mesmo Carlos! Sabe eu tava pensando como a gente é sortudo, nosso amor e a nossa amizade sempre vence barreiras!
- Sabe que você fica lindo sorrindo sabia?
- Hahahá! Eu te amo!
(Os dois se beijam)
- Eu também te amo!
- Carlos, você me faz um favor? Pega a minha coberta? Tá ficando frio!
- É melhor! Daqui a pouco anoitece! Pode dormir à vontade amor, eu vou ficar vigiando!

 Carlos cobriu Lucas e os dois se beijaram mais um pouco. Logo Lucas dormiu e Carlos ficou vigiando pro caso de o trem parar em alguma cidade ou alguém vir olhar o vagão e descobrir que tem gente dentro.

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...