História Last 12 Calls - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Aaron Carpenter, Ariana Grande, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jacob Whitesides, Lucy Hale, Magcon, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Rowan Blanchard, Sabrina Carpenter, Sasha Pieterse, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Personagens Aaron Carpenter, Ariana Grande, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack and Jack, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Jacob Whitesides, Lucy Hale, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Personagens Originais, Rowan Blanchard, Sabrina Carpenter, Sasha Pieterse, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Aaron Carpenter, Ariana Grande, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack And Jack, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Jacob Whitesides, Lucy Hale, Magcon, Mahogany Lox, Matthew Espinosa, Nash Grier, Rowan Blanchard, Sabrina Carpenter, Sasha Pieterse, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Exibições 63
Palavras 2.405
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura monamus <3

Capítulo 29 - Perfect


KATRINA

Estou encostada no carro, Jacob já estava lá fazia 2 horas, quando ele sai eu começo a tremer, não consigo interpretar a expressão que estava no rosto dele.

-Os documentos estão feitos.

-E?

-Auto-defesa. -ele diz baixinho, sorri e me abraça. -eu sabia que você era a melhor chance que eu poderia ter. -eu rio e agradeço. -É uma pena que o mundo de advogados não terá você.

-Pois é.

Enttramos no carro e mando uma mensagem no grupo dizendo que está tudo bem e que Jacob é um cara livre. Meu celular trava já que todo mundo comemorava ao mesmo tempo.

M. Espinosa.
Então hoje é dia da gente ir no clube de festas do tio do Cameron, pergunta pro Jacob se ele quer ir, não podemos quebrar a tradição.

Cassandra Whitesides
Temos que iniciar o Jacob no squad de novo.

Tay Caniff
Ah Cassie não inventa.

Cassandra Whitesides
Só to dizendo.

-Você quer ir pra uma festa?

-Hã? Agora?

-É, por que? Vai fazer alguma coisa?

-Não.

-Otimo então. -sorrio mandando uma mensagem confirmando e bloqueio o celular, vou guiando Jacob até o local digo que sou a amiga do Cameron e eles nos deixam passar direto para a area vip.

Quando chegamos todo mundo que estava lá fica em silêncio e olham pro Jacob até que a Cassie que estava aparentemente bebada grita “JACOB ESTÁ DE VOLTA.” e todo mundo em volta começa a gritar e fazer um circulo pulando com Jacob ao som de Closer.

LETICIA

Avisto Cameron conversando com uma garota, me sinto desconfortável, mas não posso fazer nada, Cam chama atenção e além do mais pode ser algo inofensivo como uma fã, a garota começa a rir escandalosamente, mesmo que não desse pra ouvir nada por causa da música alta, mas de qualquer jeito Cam era um cara engraçado, a garota quase se joga em cima de Cam, e essa foi a gota d'agua, sinto a tristeza dominar meu corpo enquanto eu tento não chorar. Observo ele sendo cuidadoso com ela e levando ela até um banquinho, já vi ele fazendo isso algumas vezes, imagino que ele estava perguntando se ela esta bem e vejo ele voltando finalmente com seu copo de vodka e sentando ao meu lado, vira pra se falar com Jacob e atualizar sobre o que aconteceu nos ultimos tempos.

[…]

-O que foi Let? Você não falou nada a noite inteira. -Cameron me pergunta e eu dou de ombros. -fala comigo.

-Aquela garota tá bem?

-Ah meu Deus Leticia, para de besteira.

-Parar de besteira?

-É, essa insegurança toda pra nada.

-Essa insegurança toda porque você foi o único garoto que eu consegui amar em toda a minha vida. -ele me encara em silêncio confuso.

-O que você disse?

-Eu disse que você é o único, você é a pessoa que eu mais amo e eu não sei se vai ser possível eu sentir isso de novo por outro alguém, se eu perder você eu perco tudo. -ele não me responde, apenas me puxa pra mais perto e me beija.

-Você não vai me perder. -ele segura minha mão e toca no meu anel. -Fica aqui, eu já volto.

Espero alguns minutos e Cameron volta com todo mundo, nós saimos do clube e todos parecem tão confusos quanto eu, menos Taylor e Jacob.

-Ok, aqui estão o meu carro, o de Jacob e o de Taylor. Cassie, Yane, Let, Fran, Lox, Mari, Kat vão com o meu. -ele joga a chave do carro que tinha oito assentos para Yane. -Shawn, Nash, Hayes e Matt vão com Taylor. Jacks, Aaron e eu vamos com o Jacob.

-Vamos pra onde?

-Mando o endereço do que eu achar pra Yane, é só jogar no gps.

-Hã, ok?

-Ok. Vamos. -Cameron parecia muito animado. -Temos um casamento para organizar.

Quando eu noto o que ele disse eu dou um gritinho e pulo nele distribuindo beijos pelo seu rosto.

[…]

Yane estaciona em uma loja de roupas para casamento, a loja estava literalmente fechada, mas havia uma garota ali dentro folheando uma revista e mascando um chiclete. Cassie bate na porta sendo indelicada e a garota aponta para a placa que diz “Fechado”, sento na calçada e mando uma mensagem para Cameron perguntando aonde ele estava enquanto Cassie e Mari xingavam a atendente.

Logo o carro de Jacob estaciona e o de Taylor logo em seguida.

-Por que demoraram? -Yane praticamente berrou. -Estamos congelando aqui fora a quinze minutos.

-Bem, se você não tivesse corrido estariamos aqui juntos. -Taylor retruca.

-O FAROL TAVA AMARELO, AMARELO, A M A R E L O.

-NÃO SOU SURDO YANE.

-Pois é, nem a gente. -Cam reclamou.

-AH. MEU. DEUS. EU JÁ DISSE QUE ESTAMOS FECHADOS. -A atendente mal educada berrava, graças a Deus, o vidro abafou sua voz. -SOCORRO. Aaron Carpenter. -ela suspirou e caminhou até a porta abrindo a mesma e abraçando Aaron.

-Hã... Oi?

-Oi.

-Então, meus amigos e eu precisamos de algumas coisas.

-Ah sim, claro. Não vou ter problemas, minha mãe é dona da loja. -Cassie quase avança na garota mas Hayes a segura.

A menina não desgrudou de Aaron por um segundo, os meninos foram pra sessão masculina e já tinham entrado no provador, as meninas já vagavam e a maioria achavam os seus vestidos, o único padrão que definimos era que teria de ser rosa claro, a minha cor favorita. Mas eu não achei o vestido perfeito para noiva, apenas nada parecia do jeito que teria de ser, acho que a única que notou isso foi Kat que sentou do meu lado com três vestidos rosas o que me fez rir.

-Está tudo bem?

-Ah, acho que sim.

-Incertezas sobre o casamento?

-Não... Não sobre o cara que eu vou casar pelo menos. -sorrio. -Mas é que está sendo tudo tão corrido.

-Olha, eu te entendo, eu tenho toc desde que eu me entendo por gente, mas eu vejo como Cameron olha pra você e como você olha pra ele, isso é amor verdadeiro e eu tenho certeza disso, nunca achei que iria dizer isso, mas se hoje não vai ser perfeito, bem, dane-se, se você quiser um dia a gente refaz tudo isso do jeitinho que você quiser, mas hoje vai ser um dia lindo você usando qualquer coisa, sei que não é o ideal, ouvi minha mãe dizendo a minha vida inteira que o casamento é feito para ser especial, e preparado com calma, mas vendo você e Cam, consigo perceber que casamento não é sobre coisas fúteis como um vestido, ou um salão incrivel, quero dizer, isso seria maravilhoso também, mas ao decorrer do tempo as pessoas foram perdendo a noção do que isso realmente é sobre. Amor. Então você vai escolher um vestido, entrar na igreja e enfim, você vai se casar.

-Eu vou me casar. -estou quase chorando. -Obrigada Kat.

-Sempre que precisar... Ah, e Mari quer saber se ela pode usar o all star em vez de salto. -ela disse me fazendo rir.

-Quer saber? Pode ter certeza.

Me levanto para procurar um vestido e avisto um vestido comprido, ele era reto e continha alguns brilhinhos em uma faixa na cintura, dali pra baixo ele era solto, com algumas faixas em rosa claro muito sutis, e pra cima era justo, pego aquele e experimento, saio do provador e pergunto pras meninas o que elas acharam, vejo os queixos delas cairem e eu sorrio cada vez mais.

-É esse, absolutamente. -Lox disse.

-Nossa você fez um bom trabalho escolhendo isso em quarenta minutos, eu preciso das suas dicas.

-Nós já escolhemos também, acho que devemos ir, os meninos devem estar pirando já, do jeito que são exagerados.

-Ah com certeza. Só deixa eu... -olho em volta na prateleira de véus e vejo um que estava enrolado me uma coroa de flores rosas que combinava com o vestido das meninas. -Prontinho.

-Taylor deixa um cobertor no porta malas, eu vou pegar, pra que Cameron não te veja.

-Tudo bem.

Ela sai e volta depois de quinze minutos com o cobertor, eu me enrolo no mesmo e deixo meu cabelo solto, já que não vou fazer nada demais nele.

Quando chegamos no corredor vejo os meninos quase dormindo e todos com cara de tédio.

[…]

Cameron insiste em pagar mesmo que todo mundo começasse a discutir, e então depois a garota perguntou se tinhamos certeza se queriamos as roupas sem ajustes e todo mundo começou a discutir de novo, e enfim, depois de meia hora conseguimos sair da loja, quando olho no relógio era uma meia, mas mesmo assim acho que conseguiriamos chegar em vegas a tempo.

Quando finalmente voltamos pro carro, ficamos conversando sobre casamento.

-Let, ai Deus.

-O que?

-Sua mãe.

-Meu deus, ela vai me matar. -levo minha mão a minha cabeça e começo a tentar solucionar isso.

-Não posso me casar, não posso fazer isso.

-Mas ela não sabia que você estava noiva? -Cassie pergunta.

-Sabia mas...

-Eu tenho certeza que ela vai entender.

-Mas está dando tudo errado, Carter está na Europa, meus pais no Brasil e ah, a Sky e o Nicholas. -tento me controlar para não chorar novamente.

-Eles vão entender. Olha pra mim, Cam já falou com Carter. Nós vamos gravar tudo, aqui pega meu celular, e liga pra ela, você acha que está tudo dando errado? Você achou um cara maravilhoso, um vestido lindo, e claro, as melhores madrinhas e padrinhos, seus sogros que te adoram vão estar lá e Cam conseguiu um horário pras quatro horas e como está sem transito conseguiremos chegar de boa. Vai dar tudo certo.

Respiro fundo e pego o celular de Cass.

“Mãe?”

“Querida, são três horas da manhã no Brasil, o que foi? É algo urgente?”

“Hã, eu vou me casar.”

“Ah eu sei Leticia, você nos contou isso há semanas atrás.”

“Eu vou me casar hoje e agora”

“O que você quer dizer?”

“Mãe, isso é algo que eu preciso fazer” Sinto as lágrimas rolarem pelo meu rosto, eu fico surpresa por ter esperado tanto tempo pra desabar.

“Querida, você tem certeza disso?”

“Eu tenho, mais do que tudo na minha vida mãe.”

“Vá em frente.”

“Está falando sério?”

“Quando você nasceu Let, você era tão preciosa, e eu não consigo pensar que você cresceu e virou essa mulher maravilhosa, e eu não estou pronta pra entregar para um homem, acho que nunca vou estar mas, eu quero que antes de tudo você seja feliz.”

“Muito obrigada mãe, isso significa o mundo”

“Eu sei anjinho, boa sorte, e me mande os videos.”

“Mandarei. Boa noite.”

“Bom casamento!”

-E então? -Lox pergunta quando eu desligo o celular.

-EU VOU ME CASAR EM LAS VEGAS! -grito junto com as meninas.

[…]


Cassie termina de arrumar minha maquiagem que havia borrado, eu e Cameron já tinhamos assinado um tipo de contrato, e mesmo que seja improvisado, o salão de qualquer jeito estava lindo.

Os pais de Cam, já haviam chegado, as madrinhas e os padrinhos já estavam posicionados, Taylor está do meu lado, ele me da o braço.

-Está pronta pequena Let?

-Sim.

A música começa a tocar e Tay abre as portas pra mim. E caminhamos até o altar, o padre improvisado do local estava meio confuso sobre o que falar, era visivel em seu rosto, mas eu não me importava na verdade.

Os olhos de Cameron se enchiam de agua a cada passo que eu dava, era naquele homem que eu me concentrava, meu sorriso ia de orelha a orelha, e eu tenho certeza que eu aparentava ridícula mas eu não ligava pra essa bobagem superficial.

Quando eu subo no altar e tropeço acidentalmente, rio fraco, porque se fosse antigamente eu teria pirado, seguro na mão de Cam e ele sussurra que eu estou linda, me fazendo corar. Os nossos amigos vão para os banquinhos deixando eu, Cameron e o padre improvisado no altar.

-Bem, vocês estão aqui para a reunião de duas almas que compartilham o sentimento mais puro desse mundo, o amor. Eu suponho que vocês tenham preparados os votos? -Eu e Cam nos entreolhamos e começamos a rir. -Nada? Sério?

-Relaxa, eu posso improvisar. -Cam diz e me olha nos olhos. -Eu tinha vinte anos sabe, e eu vivia a minha vida como se tivesse dezesseis, eu era irresponsavel e um babaca, eu nunca pensei que eu iria me importar com outra pessoa que não fosse eu mesmo, tanto quanto eu me importei com você, eu posso te garantir que sempre que você chora, uma parte de mim se quebra. Eu espero que você se lembre, porque um tempo atrás eu jurei que eu ia te fazer a garota mais feliz do mundo. E eu vou cumprir isso, nem que seja a ultima coisa que eu faça. E hoje eu tenho mais uma promessa, para nós lembrarmos daqui a alguns anos, eu juro Leticia, que eu vou te amar até o ultimo dia da minha vida.

-Bem, parece que a Cassie teve o trabalho de consertar minha maquiagem pra nada. -digo rindo já que eu tinha lágrimas por todo o meu rosto. -Olha, eu não consigo achar palavras o suficientes para descrever o que eu estou sentido, talvez seja porque eu estou muito nervosa, mas eu tenho quase certeza que é porque nenhuma palavra feita pelo ser humano pode descrever algo tão puro como isso, hoje é um dia especial pra mim, e eu não mudaria nada, absolutamente nada em você. Eu estava enganada Cam, eu não preciso de uma aparencia perfeita, um lugar perfeito ou de um noivo perfeito, tudo que eu preciso é de você, de suas imperfeições. E hoje eu vou te entregar algo que eu nunca pensei que eu conseguiria, a minha confiança, ela é toda sua Cam, porque eu sei que você não faria nada para me machucar e é por isso que eu te amo. Porque você é você. E é por você que eu me apaixonei.

-Cameron Dallas, aceita casar com Leticia Lopes?

-Eu aceito.

-Leticia Lopes, aceita Cameron Dallas como marido?

-Eu aceito.

-Então, pode beijar a noiva.

Ele me puxa para perto e me beija, e eu não sinto como se fosse a primeira vez, porque nós dois crescemos e amadurecemos, fizemos bem um pro outro, e tenho certeza de que ainda termos muito para progredir, mas quem liga? Eu estarei do lado dele, é isso que importa pra mim. Pro resto da minha vida.


Notas Finais


AAAAAAAAA GENTE
esse é o penúltimo capitulo e o ultimo já ta escrito.......... ai meu core
All the love
xxEllie @ywourstruly


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...