História Last Chance - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~kittenhazz

Postado
Categorias Naruto
Tags Mpreg, Naruto, Sasunaru, Yaoi
Exibições 531
Palavras 531
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá

A Kittenhazz e eu vamos escrever juntas. Na verdade ela vai escrever mais, eu vou só dar os pitacos.
Então o crédito vai para ela.
Espero que gostem.

Capítulo 1 - Prólogo


Sou Naruto Uzumaki, tenho 23 anos, mas a historia contada a seguir será de quando eu era bem mais  novo, para ser mais preciso no meu aniversario de 17 anos. Era a primeira vez que eu ia em uma boate, nunca tinha estado nesses lugares já que morava, e ainda moro, bem afastado da cidade grande. 

Mas mesmo assim, meu amigo Gaara achou que seria ótimo ideia nós comemoramos meu aniversário lá, eu não estava muito de acordo com isso, mas eu fui mesmo assim, afinal, era meu aniversário e eu tinha que aproveitar.

Quando chegamos na festa eu já pensava em dar meia volta. A música era muito alto, o cheiro forte de cigarro me causava ânsia, estava muito cheia, afinal, era final de ano.
 

Então decidi falar com meu amigo — ga, acho que vou embora. Não gostei do lugar. — tive que praticamente gritar para que ele me ouvisse. 

O ruivo me olhou como se eu tivesse nascido um terceiro olho no meio da testa.

—Claro que não Naru, nos acabamos de chegar — ele saiu me puxando no meio da multidão — vamos beber alguma coisa.

Eu nunca havia colocado uma dose de álcool na boca, minha mãe nunca permitiu e eu ainda sou de menor. Mas, não queria ser o estraga prazer, meu amigo tinha pagado caro nos  ingressos e não queria magoa-lo colocando defeitos em tudo.

Gaara estava irradiando alegria — como sempre — confesso que até me sentia bem vendo ele assim. 

Chegava a ser contagiante. 

Quando chegamos lá eu avistei um homem muito lindo— de tirar o folego— sentado em um dos bancos. Dava para notar que ele era bem alto, seus cabelos eram um pouco longos , seus olhos negros como a noite , tinha uma sorriso ladino, tão sedutor que que fiquei de pernas bambas. 
Jesus, ele era tão lindo.

Parecia um anjo. Mas um anjo do mal, que  me fazia querer pecar, cometer as mais possíveis loucuras. Eu fiquei tanto tempo olhando, que nem percebi que ele estava me olhando, ele sorriu para mim e eu quase morri. 

Eu não queria olhar para ele e tinha certeza que estava vermelho. Mas não tive opção quando ele andou lentamente até mim, com um copo de bebida em uma das mãos e um sorriso cafajeste nos lábios.

Eu olhava para os lados procurando o gaara, mas o ruivo  tinha sumido das minhas vistas.

Ele pigarreou na minha frente e isso me forçou a olhar para cima. Seus olhos eram ainda mais bonitos de perto, eram tão intensos que me senti vulnerável diante deles, como se desvendasse qualquer  segredo meu. 

—Prazer, Sasuke Uchiha. — ele se abaixou para falar próximo de mim, o cheiro dele era maravilhoso e sua voz quase me fez cair.

— S.asuke — não sei o porquê de ter falado seu nome novamente, mas soou tão bem na voz dele, que senti vontade de repetir. 

Como eu era patético.

Ele deu uma gargalhada linda, tombando sua cabeça para trás — Não, eu sou o Sasuke e você é?
— Naruto — respondi envergonhado.

Ele beijou minha bochecha e sorriu olhando nos meus olhos.
Eu soube naquele momento estava perdido. 


Notas Finais


Obrigado por lerem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...