História Last Chance For Love - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lucero Hogaza León, Manuel Mijares
Tags Hogazamijares, Lucero Mijares
Exibições 7
Palavras 2.819
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom a ideia de escrever esse One Shot #HogazaMijares surgiu,atraves de um sonho que tive,espero que gostem
e a primeira vez que faço um One Shot.

Capítulo 1 - El Privilegio de Amar


Fanfic / Fanfiction Last Chance For Love - Capítulo 1 - El Privilegio de Amar

 

 

                                           El Privilegio de Amar ♪♫

Era mais um dia normal para Lucero,  que por sinal já estava com todas as malas arrumadas  para mais um evento,dessa vez ,no lugar onde seu único e verdadeiro amor se encontrava,aquela dúvida se o encontraria por lá começava a surgir .
Optando por uma roupa casual confortavel ela desce as escadas de sua casa ,onde morava com Kuri e seus bens mais preciosos frutos do seu amor com Mijares ,os encontra tomando um delicioso café.Kuri havia saído cedo ,tinha reunião na empresa ,mais já estava ciente da viajem de sua noiva ,porém não estava gostando nada disso,mais fingia ter uma boa reação sobre tal acontecimento.
Apesar de terem discutido muito na noite anterior ,sorte que os filhos estavam em um acampamento da escola .

Flash back **

-Eu sei que ainda o ama,porque não corre para os bracinhos do seu ex marido ein? -dizia Kuri irritado ao extremo
-Nao fala besteira ,eu estou com você não estou?-dizia ela já aos prantos e trêmula 
-Está mais isso não significa nada Lucero, NADA. 
-para com isso Kuri eu tô com você e quero ficar com você
-Você só está comigo para tentar esquecer ele ,nós não temos nenhum contato físico, há 2meses, e quando vou pra te tocar você recusa 
-Kuri eu só não estou bem ok? Relacionamento não é só sexo 
-Eu não satisfaço você é isso? -diz se aproximando beijando seu pescoço 
-Para com isso ,me solta -diz saindo de perto dele

Flash back off**

Lucero balança a cabeça tentando esquecer e afastar aquela lembrança de seus pensamentos e desce .

- Bom dia meus tesouros-diz ela beijando cada um na bochecha
-Bom dia mami -diz a mini cópia de Lucero 
-Bom dia mãe, já está de saída? -pergunta o mais velho percebendo algo diferente na mãe
- vou tomar café com vocês e vou pro aeroporto pra ir para Londres -diz ela comendo uma torrada com geléia 
-você vai ver o papai?-pergunta a pequena com um semblante triste 

Lucero só olha e se lembra da última vez que falou e viu Mijares. 

Há 3anos atrás no aniversário de Lucerito....

Mijares e Lucero estavam sentados num canto e ele segura em sua mão  

-Lu preciso que me escute- dizia ele tranquilo
-ta me deixando tensa e com medo Manuel - dizia o olhando com um certo receio do que ouviria
-Então quero dizer que ,estou indo embora do México, vou pra Londres, e quero pedir que continue fazendo o que sempre fez de melhor ,que é cuidar de nossos filhos ,ficarei um tempo fora ,tive a certeza de que eu não posso te ter de volta ,e vou te deixar livre,ninguém nunca ocupará seu lugar ,mais você precisa ser feliz -diz a abraçando em seguida.

Pensamento off **

Os filhos  a chamavam e a mesma obtinha lágrimas nos olhos e lembrando de tal fato ,havia se passado tanto tempo .

-Mamãe? Ouu? - chamavam em coro
-han? Oi?desculpa o que diziam?- dizia voltando a realidade  .
-Ta no mundo da lua né? - dizia a pequena Lucerito num tom divertido
-Para sua boba a mamãe tá chorando não tá vendo?- dizia num tom bravo
-Ei meu amor não fale assim com sua irmã,  e não tô chorando - diz passando a mão no rosto e sorrindo.

Eis que passa 1hora ,e depois de ficar um tempinho com seus dois tesouros ,Lu se despede e segue para o aeroporto .

No caminho ela se pega cantarolando no carro atrás a música  "Cuatro veces amor" ,com um sorriso bobo nos labios até chegar no aeroporto, então passa as bagagens e segue para Londres, a cada minuto que passava era um aperto que sentia em seu peito ,por um minuto se sentiu livre como um pássaro, olhava as nuvens e se sentia leve ,em paz. Então encosta a cabeça na poltrona e ali adormece.

Se passando exatamente 10 horas e 57 minutos de vôo 
Lucero aterriza em Londres, deixa aquela brisa bater em seu rosto e da um sorriso ,pega suas bagagens e com o carrinho para um táxi e segue para um dos melhores hotéis de Londres.

Lucero havia viajado pra Londres para fazer um show,ela aproveita a folga que tinha naquele dia para turistar ,só não imaginaria que teria uma surpresa no caminho.

Ela caminhava pelas ruas ,até que vai no central park que tinha ali ,e resolve dar uma corrida ja que estava com uma roupa apropriada ,ate que com seu jeito afobado ou desastrado acaba trombando em alguém 

-Ai me desculpe 

-Tudo bem, não tem problema

Ambos reconhecem a voz um do outro,e Lucero so sente uma corrente elétrica atravessando seu corpo instantaneamente 

-Ma....Manuel? -diz sem acreditar no que via

Ele estava parado em sua frente e parecia gravar cada detalhe dela,quanto tempo não se viam ,ela havia mudado nada ,continuava a mesma ,mais seu olhar era diferente,parecia carregar dentro de si algo difícil de se explicar, ela parecia triste ,com uma falsa alegria e aquilo o preocupava .

-Ola Lu, quanto tempo - diz dando um sorriso e dando um beijo em sua bochecha
- que bom te ver ,tá tudo bem?-diz tentando quebrar um clima tenso que pairava no ar
-tudo sim ,mais vejo que você não está bem não é? Ou estou enganado?

Nossa como ele a conhecia bem,bastava somente um olhar e ele sabia se ela estava bem ou não. 

Ela só o encara por uns longos segundos...

- Estou sim ,estou ótima - diz tentando encurtar o assunto
-Não minta pra mim eu te conheço e sabe disso
-Esta bem ,eu discuti com o Kuri  ontem a noite ,foi isso

Mijares revira os olhos...

-Ele machucou você? -diz num tom preocupado
-Não ,não , eu tratei de sair de perto para nao piorar a situaçao.
-Será que poderíamos conversar? 
-Claro ,claro que sim sem problemas 
-então vamos almoçar tá quase na hora e como a senhorita estava correndo deve estar faminta ou estou errado?-diz num tom brincalhão 
-esta certíssimo, estou com fome mesmo- diz  soltando um leve sorriso

Como já era perto da hora do almoço ambos seguem para o restaurante mais próximo. 

Mijares puxa a cadeira para ela se sentar e fazem o pedido .

-Lu, eu sempre desejei te encontrar aqui depois daquele dia que nos vimos pela última vez
- Manuel eu...
-Deixa eu falar ,não me corta, então eu nunca te esqueci ,não me esforcei para esquecer ,pois você foi e sempre será a  mulher da minha vida
-Eu...Você...-diz meio nervosa
-Eu sei que você é noiva agora ,mas não posso negar pra você o que sinto ,meu amor por você não morreu ,e não morrerá nunca ,não é assim ,não desse jeito ,você pediu pra eu deixar o caminho livre pra você ,pra eu te esquecer ,eu posso até tentar te esquecer, mas jamais vou deixar de te amar e ele jamais vai ate amar como eu te amo
-Eu jamais deixei de te amar Manuel -dizia já com lágrimas nos olhos 
-Eu sei disso ,tá estampado no seu olhar -diz secando seu rosto e ela só fecha os olhos sentindo seu toque .
-Não posso....Não posso-diz levantando mais ele a segura
-Você tem medo?medo de me amar outra vez?medo de nos dar uma segunda chance?
-Nao...É...Não sei-dizia confusa e levanta dali as pressas e toma um táxi e volta pro hotel 


Ela fica ali deitada na cama pensando em tudo que Manuel havia lhe falado ,e como um filme passando em sua cabeça vem as lembranças, e ali mesmo acaba dormindo ,a corrida no parque a havia cansado de certa forma.
Não  demora muito e a noite cai, e era a hora do show ,Lucero se arrumava no hotel ,estava tensa ,mais do que antes. Exatamente 1hora depois alguém bate na porta e era uma entrega pra ela .

-Quem é Vanessa?-pergunta ela terminando a maquiagem
-Mandaram essas flores pra você Lu -diz com um buque de rosas das mais diversas cores e coloca num vaso com água
-Tem cartão? -pergunta ela um tanto curiosa
-Tem sim toma

Ela lia linha por linha e deixa escapar um sorriso bobo dos lábios 

-Que sorriso e esse?E de quem Mulher?Já sei o Kuri  mandou né? 
-Não ,não foi ele ,foi o Manuel,agora vamos se não vou me atrasar-diz fugindo do interrogatorio que a amiga provavelmente faria

Ambas seguem para o hall do hotel e pegam um carro e vão para o local do show.
Não demora muito e Lucero entra no palco ,e começa cantando Cuentame, para dar uma animada,  em seguida Pecado Original ,Duena de tu amor, Ay Amor, No Pudiste amar asi , e outras mais ,mas quando chega em Evidências, eis que ela avista alguém na platéia, sim era ele ,ela dá um sorriso acanhado e continua,após duas horas eis que o show termina ,para alegria dela ou não, ela logo sai do palco e adentra no seu camarim e rapidamente ele surge na porta e como ela tava de costas comendo uma das frutas que tinha ali é surpreendida por um abraço  e um beijo no rosto .

-AII Manuel! Que susto!-diz com a mão no peito
-desculpe não queria te assustar ,só vim te parabenizar pelo show ,tava tudo lindo como sempre ,e quero saber de uma coisa , gostou das flores que mandei?
-Aah Obrigada, sim são lindas -diz meio sem jeito 

Não havendo ninguém ali ele age rapidamente e tranca a porta
-Agora ninguém  pode nos interromper -diz sentando com ela no enorme sofá 
-O que tá fazendo ,eu eu...-diz meio nervosa
-Ei se acalma tá tudo bem ,só quero continuar aquela conversa 
-Esquece isso Manuel eu estou noiva -diz mais uma vez fugindo do assunto
-Eu sei que você não o ama de verdade ,sei que esta com ele pra tentar me esquecer, mais também sei que isso não vai acontecer ,pois você ainda me ama ,eu vejo isso nos seus olhos Lu, não negue, de uma chance pra nós, pro nosso amor reflorescer, vamos ser uma família de novo por favor-diz praticamente implorando com lágrimas nos olhos

Ela simplesmente abaixa a cabeça e chora ,ela tinha medo,medo de largar Kuri e ele reagir mal a isso,dele fazer algo com Mijares ou com os filhos dela.

-Não sei se posso ou se devo ,eu tenho uma família agora ,eu nao posso acabar com tudo assim ,desse jeito- dizia com a voz embargada  esfregando as maos em sinal de nervosismo.
-Não pode ou não quer ?Eu sei que essa chama ainda arde e queima aí dentro Lucero, se permita viver tudo que vivemos outra vez ,se permita ser feliz de novo -diz levantando seu rosto delicadamente e aproximando -se dela

Ela encara aqueles olhos que tanto a fascinavam e a deixava desorientada,ele sentia sua respiração pesada 
-Eu....Ainda te amo ,mas...Eu não posso fazer isso -diz desviando o olhar


Ele não a deixa dizer mais nada ,e rapidamente captura seus lábios levemente avermelhados e a beija intensamente, ela no início tenta resistir ,mais logo se entrega ,aaah quantas saudades ambos sentiram um do outro,estava estampado para qualquer um ver ,que eles ainda se amavam e se mereciam.


-Eu preciso voltar pro hotel -diz ela se afastando e levantando do sofá
-Deixa eu ficar contigo hoje?-diz segurando sua mão
-Não, não é o certo 
-Por favor sinto tanto sua falta Lu -dizia quase implorando
-Me encontre daqui 1hora -diz saindo rapidamente dali e vai pro carro
-Nossa demorou, aonde se meteu? Ninguem te achava mulher - diz a amiga

-Eu tava descansando um pouco ,vamos pro hotel.

Ambas seguem pro hotel e Lucero tira toda aquela roupa e coloca um pijama de frio confortavel e deita na  cama coloca seus óculos e lê um livro até que seu celular toca.

-Alô? - dizia meio nervosa
-Abre a porta pra mim

- Nao acredito veio mesmo?

-E claro ne ,eu disse que sentia sua falta 


Lucero levanta e abre a porta .E Mijares fecha a porta e a abraça por tras 

- Sinto tanto sua falta Lu,meus dias nao sao mais completos sem voce comigo,nada faz sentido

- Nao fala assim- diz tentando resistir a tudo que sentia,em seu estomago parecia voar milhares de borboletas

- Voce é tudo pra mim,ainda nao se deu conta disso?

Ela o encara por um curto tempo e esquece tudo, e so precisava viver aquilo,aquele momento que era esperado por ambos. Ela entao passa uma das maos em seu rosto e sente o cheiro de seu perfume que exalava , e ele rapidamente segura em seu rosto e captura seus lábios , e ambos se entregam ,e ele a vai conduzindo ate a cama descendo seus beijos para seu pescoço,ate que tira sua blusa a deixando de lingerie e olha em seus olhos

- O que foi? -pergunta ela

- To olhando e tendo a certeza de que voce é extremamente linda e que eu te amo mais que a mim

Lucero da uma risadinha, e ele tira sua roupa agora a deixando com a lingerie completa e a senta na cama ,e massagea seus ombros beijando seu ombro ,e ela apenas fecha os olhos sentindo cada toque,a boca quente de Mijares causava arrepios em seu corpo,so com os beijos ela poderia jurar,que gozaria ali mesmo,sem ele nem ter tocado nela como deveria,e assim ele prossegue ,ate que a deita na cama com delicadeza ,disfrutando de cada parte de seu corpo,beijando cada canto ,ate que sobe pra sua boca novamente e enquanto isso massageava seu clitoris ainda por cima da calcinha ,e ele provocava varias reaçoes nela,a fazendo se contorcer por inteira.

-Para com isso nao me torture assim,faça o que quer fazer - diz com a voz falhada

- Tem certeza disso?- diz receoso 

- Tenho ,tenho certeza- diz passando segurança pra ele no que dizia

Ele entao continua e tira sua calcinha com delicadeza ,e explora o local com a boca ,e ela segurava nos lençois da cama com força e remexia o quadril,ate que ela mesma retira o sutia ,fazendo com que Mijares parasse o que fazia e sugasse um de seus seios com certa voracidade ,arrancando gemidos de sua amada

- Eu ....eu nao vou aguentar-diz segurando em seu cabelo,e ele desce novamente para seu sexo ,e dava leves chupadas ali,e ja escorria um liquido onde ele suga tudo rapidamente,e percebe que ela estava  pronta pra ele ,entao o mesmo tira sua calça ,juntamente da cueca box branca e a penetra,arrancando um grito abafado da mesma

-Aaaaah Manuel,hummm-diz gemendo contorcendo ainda mais seu corpo

-Isso ,geme pra mim,eu sei que sentia falta disso,ele nao causa tudo isso em voce como eu causo

-Ai,humm....isso assim,eu to ...quase....

Ele acelerava o ritmo das estocadas ,ate que ele acaba gozando ali ,sem dar tempo de retirar seu sexo de dentro dela, e ambos relaxam seus corpos e ele a deita sobre seu peito e acaricia seus cabelos

- Te amo tanto minha pequena- diz a beijando 

- Senti tanta falta disso,de te sentir assim-diz sorrindo 

- E nós Lu?

- Eu ja decidi Manuel

- O que decidiu?

- Eu quero voce,quero nossa familia de volta,eu voce ,Lucerito e Manuelito

Ele nao podia acreditar no que estava ouvindo e a abraça.

- Quando eu voltar quero que volte comigo,e eu vou romper com o Kuri

- Serio isso? nao esta brincando comigo ne?

- Nao meu amor ,e verdade-diz rindo

- Do que me chamou?e isso mesmo que ouvi?

- Sim meu unico e verdadeiro amor

-Ultima chance para o nosso amor,obrigado

Entao ambos cansados acabam dormindo ,e amanhecem ali abraçados na cama onde fizeram amor na noite passada. Eles acordam cedo e vao para o aeroporto e Kuri estava a espera de Lucero no aeroporto do México. Kuri ao ver Mijares se enfurece

- O que significa isso Lucero?

Os filhos avistam o pai e correm ate ele para abraça-lo  e Lucero se distancia com Kuri

-Me explica isso agora,porque esse imbecil veio com voce?

- Nao fala assim,ele e pai dos meus filhos exijo respeito

Ele so segura fortemente no braço dela

- Quero uma boa explicaçao agora-diz nervoso 

- Na vida, quando algo vai bem, temos que aproveitar, porque nada  dura para sempre. E quando algo dá errado, não se preocupe, não é difícil também.E acontece que nós nao somos nós ha tempos Kuri,e eu nao posso suportar isso mais,nosso relacionamento acaba aqui ,e espero que entenda 

- O que? ja sei voce foi pra cama com aquele idiota?

- Fui ,sim eu fui e tive a certeza de que é com ele que quero ficar ,e construir minha familia novamente,e minha felicidade nao é e nunca sera ao seu lado,mais sim ao lado do pai dos meus filhos diz tirando a aliança de noivado do dedo e entrega pra ele.Entao ela vai ate MIjares e os filhos e sai do aeroporto abraçado com eles como uma verdadeira familia.


Notas Finais


♥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...