História Last Day - Capítulo 40


Escrita por: ~ e ~_annahlu

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Magcon, The Vamps
Personagens Aaron Carpenter, Ashton Irwin, Bradley Simpson, Calum Hood, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Connor Ball, Hayes Grier, Jack Gilinsky, Jack Johnson, James McVey, Luke Hemmings, Matthew Espinosa, Michael Clifford, Nash Grier, Shawn Mendes, Taylor Caniff, Tristan Evans
Exibições 15
Palavras 1.463
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


GENTEEEEM
APROVEITEM
E LEIAM AS NOTAS FINAIS
BEIJOSSSS

Capítulo 40 - Forgive me, i'm an asshole


Fanfic / Fanfiction Last Day - Capítulo 40 - Forgive me, i'm an asshole

 

~Leticia On~

Eu voltei para dentro junto com o Cam e o resto da manhã foi relativamente normal, considerando que absolutamente nenhum ser vivo dentro daquela casa era normal, nem os cachorros e gatos. Taylor chegou com Aaron e os Jacks e para minha surpresa o Gilinsky não ficou muito amoroso comigo, ficou próximo a mim o tempo todo, e agiu normal, mas nada mais, acho que ele não quer mais confusão por enquanto, já que Ashton estava la.... todos já tinham terminado de comer e com a ajuda de todo mundo um pouco, a louça estava lavada e guardada, deixando uma cozinha completamente limpa e arrumada, e com isso, fomos todos lá para fora, já que o dia estava ensolarado e quente, ligamos o som e ficamos todos numa boa ali, conversando aleatoriamente, dançando um pouco, e incrivelmente ninguem estava se matando, eu tirei um breve momento para olhar em volta e refletir sobre tudo isso, sobre todos ali, eu via Cameron conversando com  Milena e já me imaginava no casamento daqueles dois, no outro lado do jardim Taylor claramente dava em cima da Gabriela, que eu sabia que estava com vergonha, mas mesmo assim nunca deixava transparecer, mas para mim e para as meninas que já sabiam cada detalhe uma da outra, era fácil reconhecer, me virei e vi Calum fazendo esquesitices para fazer  a Amanda rir, olhei os meninos conversando e rindo entre si que nem um bando de animais, e eu sorri sozinha com aquilo, eu queria tirar uma foto daquele momento, para poder lembrar para sempre disso, dessas pequenas coisas que me faziam sorrir. Eu senti algo vibrar em meu colo e quando fui ver, era o Hayes me ligando, eu respirei fundo e me levantei para ir atender.

-Vai onde? –Aaron perguntou quando sai do lado dele

-Já volto –disse apontando para o celular, enquanto atendia a ligação, respirei fundo e tomei meus 20 segundos de coragem para fazer tal coisa.

-Alô? –pude ouvir sua voz e um sentimento bom surgiu em meu coração, as lembranças de quando ficamos, daquela noite, onde eu estava me sentindo um lixo, mas então ele veio com sua carinha de bebê e ficou conversando comigo por horas até eu me esquecer do porque estava triste.

-Oi.... –o respondi com uma voz calma, sem nenhuma raiva a carregando.

-Precisamos conversar....

-É, eu sei

-Pode ser agora? –ele perguntou e eu cruzei meu braço livre por minha cintura enquanto olhava para as pessoas todas em meu quintal, elas estavam bem por enquanto, me virei novamente de costas a eles antes de responder

-Ahm... claro

-Então sobre no seu quarto... –ele disse e antes mesmo que eu pudesse questiona-lo sobre isso, ele desligou

-Já volto!!! –gritei para o povão enquanto entrava na cozinha indo em direção as escadas para ir de encontro a meu quarto. Chegando no mesmo, abro a porta e me deparo com um Hayes sentado em minha cama, quando eu entro ele se levanta na mesma hora e me olha, pareci estar nervoso- Como você chegou aqui? –foi a primeira coisa que perguntei enquanto fechava a porta atrás de mim

-Bom, os meninos me chamaram, e Aaron disse que deixou a porta destrancada para mim

-Aquele viado! –disse fingindo estar com raiva, nós dois rimos fraco meio sem graça e então nos olhamos sérios novamente, dava para apalpar a tensão que estava no ar –Hayes eu.... –quebro o silencio entre nós, mas ele logo me interrompe.

-Não Leticia.... deixa eu falar primeiro... –ele diz meio cabisbaixo e eu apenas assinto enquanto me dirijo até ele e me sento a seu lado em minha cama, vejo ele respirar fundo e fechar os olhos, como se estivesse tomando coragem para falar o que tinha para falar. –Me desculpa... por tudo, pra começar eu não devia nem ter ficado contigo –ele começa a dizer e eu o olho meio assustada, o que ele quis dizer com isso? –Não! Não, não foi isso que eu quis dizer, é que... você meio que estava ficando com o Matt ou sei lá... mas vocês estavam brigados e eu me aproveitei disso... eu não devia ter feito isso, eu sabia que ele gostava de você, ele tinha contado isso para todos nós, na verdade ele não parava de falar sobre você, era meio irritante até –ele continuou e riu um pouco- mas é que, você é tão linda... –ele disse e pude sentir que eu corei com isso- você é! E é tão divertida e engraçada, e o jeito como o Matt fala de você, faz você se apaixonar junto a ele, sabe? –ele dizia e eu podia sentir que uma lagrima escorreu de meus olhos, caralho Hayes cala a boca eu vou morrer aqui!- bom... eu acho que fui egoísta no dia que fiquei com você, e eu não devia ter feito isso.... não que não tenha sido bom... porque foi maravilhoso, acredite –ele riu e eu ri junto a ele, mas continuava calada, não queria atrapalhar ele, ele estava indo tão bem, que tinha medo de estragar tudo se falasse, então deixei ele terminar – mas não era o certo a fazer, e eu fiz mesmo assim porque eu fiquei com muito fogo no cu essa é a verdade –nessa hora os dois gargalharam um pouco – pode rir mas é verdade, e eu quero que me desculpe por ser egoísta assim, porque além de fazer com que o Matt brigasse comigo depois disso, eu só te compliquei mais ainda... eu sei disso, e eu quero que me desculpe, e quero que me perdoe por ainda ter te machucado depois disso, eu sei que  Kaytlin não presta, mas acho que eu fiquei tão mal por você ter entrado em coma, que comecei a me sentir muito culpado por ter feito tudo isso, você é uma ótima amiga e a melhor companhia para qualquer conversa a qualquer hora, e quando soube que não teria mais isso por sei lá quanto tempo, eu fiquei bem mal, então acho que a Kaitly foi um jeito fácil e nada convencional para tentar me fazer esquecer disso... eu já terminei qualquer coisa que eu tinha com ela, já conversei com o Matt sobre tudo isso também, então, só faltava vir aqui, te pedir mais uma vez, será que você pode me perdoar por ser um idiota completo? –ele parece que finalmente terminou, já que me olhava de uma maneira fofa e sua cara estava estampado um medo em forma de interrogação, eu sorri largo e o abracei forte, tão forte que nós dois caímos na cama, eu percebi que o estava molhando todo, mas eu nem mesmo sabia que estvaa chorando daquela maneira, eu nem percebi.

-Ai meu deus, me desculpa –eu dizia em meio a pequenos risos enquanto nós dois nos ajudávamos a se levantar e a voltar a se sentar na cama- eu nem sei o que dizer, nossa....

-Só responde a minha pergunta....

-É claro que eu te perdoo menino bobo! –rio enquanto fazia uma cara no estilo ‘’fala serio né’’, um sorriso que parecia que rasgaria sua cara ao meio surgiu em seus lábios e eu não contive minha risada, que apenas aumentou enquanto ele pulou e me abraçou novamente, e assim foi, ficamos um tempinho ali, simplesmente nos abraçando e rindo um pouco, feito os dois retardados que somos. – Bom, acho melhor nós irmos, vão achar que eu abandonei eles –digo rindo me levantando da cama

-É melhor mesmo –ele assentiu e assim fomos os dois descendo juntos e fazendo palhaçadas até chegar la fora, era bom não ter mais clima estranho entre nós, eu gostava de como estava agora.

-Nossa, quem é viva sempre aparece né não! –Aaron dramático como só foi o primeiro a se pronunciar quando me viu passando pela porta da cozinha

-Carpenter, você merece um oscar pela sua atuação em drama –eu digo rindo da cara dele enquanto Hayes foi cumprimentar todos

-Eu tive uma ótima professora, né dona Bellinati? –ele sorriu sarcástico e eu ri falso para ele enquanto me sentava a seu lado novamente, vi Luke se levantar e vir em minha direção e sem avisar, deitou sua cabeça em meu colo e ficou me encarando

-Você nem é folgado né não? –pergunto o olhando enquanto ria e passava uma de minhas mãos em seus cabelos loiros e macios

-Aposto que ele aprendeu isso com você também! –Aaron se intrometeu e eu dei um tapa em seu braço –AAAI! Doeu sua feia

-Cala a boca seu mala –disse enquanto ria do bico que ele fazia

-Ele está certo sabia?

-Cala a boca você também Hemmings!

-HÁ HÁ HÁ –ouvi Aaron rir de modo falso e sarcástico, apenas o olhei feio e bufei, enquanto Luke apenas ria de tudo isso.

~Let Off~

 


Notas Finais


MEUS AMORES
ME
PERDOEM
eu sei que faz sei lá
mais de um ano que não atualizo
me perdoem
serio
eu não queria
mas é que eu fiquei sem inspiração alguma por mt tempo
e com o tempo eu perdi a vontade de escreveer tambem.... a fic perdeu mt leitor e os comentarios tinham baixado muito, então eu ainda fiquei meio dow w não me deu muita vontade de escrever, mas eu quero muito voltar
eu nem sei se vcs ainda leem isso
mas se vc leem
por favor comentem
seus comentarios são muito importantes para mim serio
desculpem se tem algum erro
não deu tempo de revirar
eu nem queria postar esse cap agora pq ainda não fiz o proximo
nem sei ao certo o que vai rolar
mas eu prometo tentar escrever logo
nao me matem
eu não vou sumir mais assim
serio
me falem o que acharam e me falem quem vcs querem On
beijos
COMENTEM
AMO VCS XOXOXOX


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...