História Love and Speed (Terminada) - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Ally, Ashley Benson, Camila Cabello, Camren, Camreng!p, Demi Lovato, Dinah, Fifth Harmony, Harry, Larry, Lauren Jauregui, Laureng!p, Louis, Nick Jonas, Normani, Norminah, Saylor, Semi, Shay Mitchel, Trolly, Vercy
Exibições 306
Palavras 1.375
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Policial, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 24 - 24


Fanfic / Fanfiction Love and Speed (Terminada) - Capítulo 24 - 24

- Lauren Jauregui -

- Amor vamos! - Camila chegou no quarto sorrindo.

- Calma amor já vamos. - Sorri de volta.

Camila está muito alegre por ir no orfanato, ela vem fazendo isso a um bom tempo, ela falou que lá é lindo e que gosta muito das crianças. Ela começou a ir quando alguns clientes quiseram adotar um criança então desde então ela começou a visitar-las, e agora Camila se apegou a esse menino que ela chama de Matt. 

- Pronto. Vamos? - Ela sorriu e assentiu descendo as escadas praticamente correndo. - Amor calma. - Rir dela enquanto abria porta do carro.

- Eu to calma. - Me deu um selinho e entrou dei a volta e entrei no banco do motorista. - Só não estranha muito se o Matt te estranhar e não querer ir pro seu colo.

- Porquê? - Desviei o olhar da pista pra olha-la rapidamente.

- Bom ele foi encontrado em um beco e lá podia ser ouvido barulhos de tiros, pessoas que não prestam e ele é traumatizado. - Suspirou e eu coloquei minha mão em sua coxa fazendo um carinho ali.

- Tudo bem Camz. - Ela sorriu e beijou minha bochecha.

Chegamos na frente do orfanato e descemos do carro. Entramos e vir uma moça conversando com uma garotinha que parecia chorar, me aproximei junto com Camila e quando a menina nos viu se escondeu atrás das pernas da mulher.

- Bom dia Vanessa. - a mulher sorriu e abraçou Camila.

- Olá Camila como vai?

- Bem e você?

- Tudo bem.

- Essa aqui é minha noiva Lauren. - Estava olhando a pequena em minha frente que também me olhava mais desviava o olhar. - Amor?

- Ahm? - Olhei pra ela que sorriu.

- Essa é a Vanessa, ela que cuida daqui. - Sorri e apertei a mão da mulher.

- Prazer em conhecê-la.

- O prazer é todo meu senhora.

- Por favor me chame de Lauren. - Ela assentiu. - Quem é? - Me referir a menina atrás dela.

- Essa aqui é a Jasmine. - Me abaixei ficando a altura da menina. 

- Olá meu nome é Lauren Jauregui. - Estiquei minha mão mais ela não pegou.

- Diga olá pra moça Jasmine.

- Olá.- falou baixinho. Seus cabelos eram ruivos, seus olhos um azul lindo, sua pele branquinha e tinha sardas, a coisa mais linda que já vim. Depois de Camila e Mand claro.

- Você é bonita Jas. - Ela corou. - Posso te chamar assim certo? - Ela assentiu. - Quantos anos você tem?

- Cinco. - Mostrou seus dedos fazendo o número cinco.

- Eu tenho uma filha de cinco anos também. 

- Você tem filha? - Me olhou saindo de trás das pernas de Vanessa.

- Sim o nome dela é Madison.

- Legal. - Sorriu.

- Porquê estava chorando? - Seus olhos lacrimejaram novamente e ela me abraçou no começo fiquei surpresa mas logo retribuir. Vir que Vanessa nos olhava com os olhos arregalados e Camila não estava diferente.

- Eles me chamavam de aberração...- Falou baixinho. Me afastei pra olha-la.

- Porquê te chamavam assim? - Limpei suas lágrimas.

- Porque eu tenho um piu piu, falam que eu nunca vou ter uma família. - Voltou a chorar e eu deixei lágrimas silenciosas caírem. Ali está eu revendo meu passado, me sentir na obrigação de cuidar dessa menina.

- Não acredite no que eles falam. Você é linda e preciosa. - beijei sua testa. - Eu também tenho um piu piu. - Ela me olhou.

- Tem? - Assentir.

- E me encaixei no mundo, foi difícil mais conseguir, tenho uma família enorme, tenho minha noiva e tenho uma filha linda. - Ela sorriu meio triste. - Tenho certeza que alguém vai lhe levar pra casa e te amar muito.

- É.- Sussurrou. Olhei pra Camila que estava limpando suas lágrimas e Vanessa não estava diferente.

- Amor vamos conhecer o Matt? Você quer vim Jasmine? - A menina sorriu pra Camila.

- Eu conheço o Matt. - Camila olhou meio confusa pra Vanessa.

- Quando encontramos Matt naquele beco a Jasmine estava com ele. Ela cuidou dele até vimos pra cá. - Camila assentiu e abraçou Jasmine.

- Você é um anjo sabia. - Jas sorriu.

- Amor vai na frente com a Jas e eu já encontro vocês lá. - Camila assentiu e me deu um selinho.

- Estou impressionada...- Lhe olhei. - Jasmine não deixava ninguém se aproximar dela. Você foi a única, ela foi adotada mais quando souberam que ela é diferente das outras meninas não quiseram mais ela. As únicas pessoas que se aproximaram dela foram eu, o matt e agora você.

- Ela não deixa ninguém se aproximar?

- Não. Por favor se você for vim aqui e depois não aparece mais apenas não se aproxime muito dela. Eu amo muito essa pequena e não quero vê-la chorando novamente. - Lhe olhei por um tempo.

- Eu não faria isso com ela. - A mulher assentiu e foi atrás de Camila.

- Camila Cabello -

Assim que eu entrei no quarto onde Matt dormia com outros bebês, Jasmine correu até ele e o abraçou e ele fez o mesmo com ela.

Me aproximei deles e quando Matt me viu veio correndo meio desajeitado até mim e eu me abaixei para abraça-lo.

- Oi meu anjo. - Beijei sua bochecha e ele sorriu. Matt não falava nada mesmo tendo dois anos. Nunca disse uma palavra segundo Vanessa, eu sempre tento arrancar algumas palavras dele mais nada sai ao não ser gargalhadas. - Como está hoje? - Ele me olhou e sorriu.

- Amor? - Olhei pra Lauren que estava na porta. Assim que Matt viu ela saiu correndo e se escondeu atrás de Jasmine.

- Entra amor. - Ela entrou e ficou ao meu lado. - Ele é assim mesmo.

- Posso tentar falar com ele? - Assentir.

- Matt vem aqui anjo. - Ele me olhou sem ao menos se mexer. - Eu estou aqui e não vou deixar ninguém machucar você. - Ele olhou de novo até sair de trás de Jasmine. Ele se aproximou devagar e olhou pra Lauren parando no meio do quarto e olhou pra Jasmine que assentiu. Ele continuou andando até parar em minha frente. - Matt essa é minha noiva Lauren. - Ele olhou pra Lauren que sorriu.

- Oi garotão. - Ele se assustou quando ela esticou sua mão pra ele. - Calma eu não vou machucar você.

- Amor esse é o Matthew. - Matt olhou pra mão dela e depois pra mim. - Pode pegar anjo. - Ele chegou devagar perto de Lauren e tocou seu rosto e eu arregalei os olhos quando ele a abraçou.

- Oh. - Falou assim que ele fez ela cair sentada e sentou em seu colo ainda abraçado a ela. 

- Ele gostou de você. - Falou sorrindo pra Lauren. Puxei Jasmine para sentar em meu colo.

- Ele é lindo Camz. - Sorriu pra mim. 

- Ele é. - Sorri e olhei pra Jas. - Você também é garotinha. - Beijei sua bochecha e ela abraçou meu pescoço.

Ficamos ali conversando e brincando. Matt se acostumou tão rápido com Lauren, ele nunca chegou assim em alguém mais Lauren foi diferente e isso me surpreendeu muito.

Jasmine é um amor, ela é simplesmente a garota que eu adoraria ter como filha se não tivesse tido Madison, e eu estou completamente apaixonada por ela. 

- Amor temos que ir.- falou meio triste assim que voltou já que alguém ligou pra ela.

- Porquê?

- A Mand está com febre. - Como assim? - Me levantei rapidamente com Matt em meu colo.

- Calma a Dinah já resolveu isso mais a Mand quer que a gente vá busca-la. - Suspirei. - Voltamos outro dia pode ser?

- Tudo bem.- olhei pra Matt. - Eu volto logo meu anjinho. - Beijei sua bochecha e ele riu me abraçando. Lauren está se despedindo de Jasmine.

- Promete de dedinho? - Lauren sorriu e encaixo seu dedo no dela.

- Prometo ruivinha. - Elas sorriram e se abraçaram. - Garotão? - Esticou seus braços para o mesmo que logo se jogou sobre ela. - Eu volto pra brincar com você ok? - Matt sorriu e abraçou Lauren. 

- Já estão indo? - Vanessa perguntou sorrindo quando pegava Matt e segurava a mão de Jasmine.

- Sim mais voltamos. - A mulher sorriu mais ainda. 

- Irei esperar vocês. - Sorrimos e nos despedimos saindo dali e indo pra casa.


Notas Finais


OOOOOOHHHHHH XANAINA!
Falta apenas um capítulo pra acabar (eu acho) E EU JÁ TO SOFRENDO!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...