História Love and Speed (Terminada) - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Ally, Ashley Benson, Camila Cabello, Camren, Camreng!p, Demi Lovato, Dinah, Fifth Harmony, Harry, Larry, Lauren Jauregui, Laureng!p, Louis, Nick Jonas, Normani, Norminah, Saylor, Semi, Shay Mitchel, Trolly, Vercy
Exibições 482
Palavras 3.881
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Policial, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 25 - 25| FINAL


- Camila Cabello -

- Camila! - Sair correndo do quarto e Lauren veio atrás. - Eu vou te matar! - Desci as escadas gargalhando e vir minha família ali.

- Oi família! Tchau família! - Corri pra parte de trás onde ficava a piscina. Antes de me esconder na casinha onde ficava as coisas pra limpar o quintal e a piscina Lauren me puxou pelo braço fazendo me virar e colidir com seu corpo.

- Você não deveria ter feito o que fez. - Falou estridente e eu como uma ótima pessoa gargalhei dela.

- Não foi por eu quis. - Deixa eu explicar o que aconteceu.

Flashback on

- Filha porquê a Lauren está demorando a descer? - olhei pra clara e sorri.

- Eu não sei mais vou já saber. - Pisquei pra ela e pra minha mãe que riram.

Subir as escadas indo pro meu quarto e vir Lauren ainda dormindo de bruços, eu já tinha chamado ela mais ela voltou a dormir.

Ela estava com sua calça moletom e de top branco, a barra da sua cueca estava amostra que no caso é uma rosa porque eu comprei e ordenei ela a usar.

Me aproximei da cama e sentei em seu bumbum e beijei sua bochecha.

- Amor acorda. - Ela nem se mexeu. - Lolo eu falei pra você levantar, todo mundo ta lá em baixo. - se mexeu.

- Deixa eu dormir Camila. - Me empurrou de cima dela me jogando ao lado. A olhei incrédula mesmo ela não vendo.

- Você que pediu. - Então mordi sua nadega direita.

- Puta merda! - se levantou e eu em seguida. - Camila! - Ela me olhou incrédula.

Flashback off

- Ah não fez porque não quis é? - Ela sorriu de lado.

- Amor... Lauren! - Ela me jogou sobre seu ombro e gargalhou.

- Você vai pagar Karla! - Então foi rápido, Lauren pulou na piscina e eu prende a respiração e de longe ouvir o grito de Mand.

Quando voltei a superfície segurei nos ombros de Lauren que me olhou divertida olhem pra porta e vir que todos estavam rindo.

- Eu não acredito. - Lauren arregalou os olhos mais foi tarde de mais pra ela fugir segurei em sua cabeça e a afoguei.

- Cam...- Fiz o mesmo processo. - Eu..- De novo. - Ar. - Parei e ela voltou me olhando. - Merda...- tentou controlar sua respiração e todos gargalhavam até mesmo a mim.

- Você tá bem? - Segurei seu rosto e ela em minha cintura.

- Sim eu só precisava de ar. - Riu e me beijou. - Bom dia linda. - Sorri.

- Bom dia meu amor. - A abracei e ouvimos um coro de "Awn".

Depois de trocarmos de roupa e descer pra almoçar com a família, Lauren e Vero se trancaram no escritório e ficaram lá falando não sei do quê.

- Me fale como está o trabalho querida? - estamos na varanda de casa reunidas apenas as mulheres já que os homens estão conversando sobre jogo menos a Lauren e Vero que ainda estão no escritório.

- Tudo bem semana que vez vai ter aquela coletiva de imprensa pra divugar mundialmente a empresa. - Sorri abertamente por lembrar que a empresa cresceu bastante e que está chegando no topo das melhores empresas de advocacia do mundo.

- Isso me deixa muito feliz. Vocês estão realizando o sonho de vocês. - Sorri.

Quem trabalha na empresa comigo e Lauren é a Vero, Dinah, Troy. Demi e Selena são professoras de educação física, Keana e Chris estão no ramo de engenharia, Taylor e Sofi são médicas, Ash e Shay são atrizes mesmo ocupadas estão aqui ao nosso lado. Ally é a melhor professora de música que alguém poderia ter. Austin casou com a Beck e agora eles tem as melhores empresas automotivas do país, Harry e Louis são os mais novos modelos que vivem nas capas de revistas como "O casal mais shippado do mundo", Mani como era seu sonho seguiu o ramo de moda e se deu bem pois suas roupas estão fazendo muito sucesso. Shawn e Nick abriram uma gravadora e isso significa que os dois estão fazendo um sucesso descobrindo cantores pelo mundo.

- Voltei! - Lauren me deu um selinho e se sentou ao meu lado. Mand correu e sentou no colo de Lauren.

- O que tanto conversavam lá dentro? - Fiz carinho na bochecha de Lauren.

- Você não estava tentando agarra minha mulher né Jauregui? - Lucy fez cara de desconfiada e todos rimos.

- A Vero não é o meu tipo. - Deu de ombros e Vero a olhou incrédula.

- Ah é? Lá dentro não era isso que estava falando. - Rimos mais ainda. - Mand vai lá com o vovô. - Mand saiu correndo pra onde seus avôs estavam.- Ah...Vero você é muito melhor que a Camila! - Vero começou a "gemer" e Lauren estava vermelha. - Oh isso! - Fingia da tapas em sua bunda. - Nossa que raba! Gostosa! - Rimos mais ainda.

- Cala a boca! - Tacou uma almofada em Vero que riu e se ajeitou no sofá perto de Lucy.

- Agora é sério o que estavam fazendo lá? - Vero olhou pra Lauren e sorriram cúmplices.

- Surpresa. - Bufamos e deixamos pra lá já que elas não iriam falar.

- Lauren Jauregui -

- Já Vero? - Entrei na sala de Vero e ela riu.

- Calma mamãe. - Se levantou e pegou sua bolsa. - Vamos lá. - Sorri e praticamente sair correndo da sala e Vero veio rindo atrás.

- Eu vou avisar a Camila que estou saindo mais volto logo.

- Tá bom eu vou ligar pra Lu. - Assentir. Lucy está viajando já que ela teria um sessão de fotos pra fazer.

- Posso entrar? - Olhei dentro da sala de Camila e ela estava concentrada em alguns papéis mais assim que me viu sorri.

- Pode amor. - Ela levantou e me deu um selinho. - Está tudo bem?

- Sim eu só vim avisar que vou sair rapidinho mais volto pra cá. - Ela me olhou.

- Pra onde vai? - pensei um pouco.

- Ela vai sair comigo. - Entrou na sala dando um beijo na testa de Camila. Ela olhou desconfiada pra gente que sorriu.

- Tudo bem mais não demora eu preciso de ajuda com isso. - Me mostrou alguns papéis e eu assentir.

- Não vamos demorar tia turbina. - Camila jogou uma bolinha de papel em Vero.

- Volto logo. Eu te amo. - beijei ela e ouvir Vero zoando.

- Vou vomitar....Eca! - Camila riu.

- Também te amo Lo. - Sorri e Vero abraçou ela.

- Como está? - Entramos em meu carro e logo dei partida.

- Nervosa, ansiosa você acha que a Jas e o Matt vão querer?

- Eles são loucos por você então relaxa. - Suspirei.

Já fazia alguns meses que eu vou até o orfanato, Camila vem também mais as vezes não por ela ter muitos processos pra resolver. Eu sempre dou uma fugidinha pra vim vê-los, me apeguei muito nos dois e já os amo, eu resolvi conversar com Vero pra tratar do meu pedido de adoção, ela me chamou de louca no começo mais quando foi visitá -los se apegou à ele e ainda a uma garotinha muito lindinha.

Eu conversei com Vanessa sobre isso no começo ela falou que Jasmine não iria mais se separar de Matt e por sua condição então eu falei que queria os dois e não só a Jas e ela ficou surpresa, me fez prometer que iria cuidar dos dois e sempre que possível iria levá-los pra ela vê-los, prometi que iria levá-los mais falei pra ela ir em nossa casa também.

- Chegamos. - Avisei assim que parei na frente do orfanato.

- Ai minha bunda já estava doendo. - Revirei os olhos.

- Você é pior que a Camila. - Ela saiu do carro batendo a porta com força. - Da próxima vez eu vou bater a porta na tua cabeça. - Ela deu de ombros e entramos no orfanato e assim que passamos pela recepção sentir um pequeno corpo colidir contra o meu e vir que era Jas. - Minha garotinha. - Peguei ela no colo que logo me abraçou.

- Oi Lorén. - Rir e beijei sua bochecha. Vanessa se aproximou com Matt em seus braços.

- Garotão! - Deixei Jas no chão e peguei o pequeno que logo soltou uma gargalhada. - Como vocês estão?

- Bem. - sorri pra ela.

- Oi ruivinha. - Jas olhou pra Vero que abriu um sorriso pra Jas.

- Tia Vero! - Vero se abaixou e abraçou a pequena.

- Olá pequena. - Beijou a testa de Jasmine. - Você viu a pequena Diana?

- Ela está...- Não terminou de falar pois a pequena apareceu.

- Velo! - Diana tem três anos é uma linda garota de olhos azuis e cabelos pretos.

- Amorzinho! - pegou a pequena em seus braços e sorriu. - Como você está?

- Bem. - Rir dela. - Lolei. - rir e beijei sua bochecha.

- Oi neném. - Ela ficou emburrada. Segundo a mesma ela não é bebê.

- Velo...- Fez manha pra Vero que me deu um tapa no braço.

- Deixa minha menina. - Rir.

- Eu quero conversar com vocês dois.- Falei pra Jasmine e Matt.

- Tudo bem vamos sentar ali. - Apontou pro sofá. Nós sentamos lá e olhei pra Jasmine.

- Você lembra que eu falei que iria cuidar de você?

- Sim de mim e do Matt. Você não vai mais? - Seus olhos lacrimejaram.

- Vou eu sempre vou cuidar e é por isso que estou aqui pra pergunta...- Ela me olhava atentamente e Matt brincava com meu cabelo. - Vocês querem ir pra casa comigo? Vocês querem fazer parte da nossa família? Ser nossos filhos? Fazer parte da minha vida e da Camila? Querem ter minha filha como irmã de vocês? - Ela deixou lágrimas caírem pelo seu rosto. Matt olhou pra ela e tocou seu rosto.

- Você não vai me abandonar ne? - Sorri.

- Eu nunca faria isso. - Ela sorriu e me abraçou mais não muito forte por Matt está em meu colo.

- Sim eu quero fazer parte da sua família.

- Agora é a nossa família. - Sorrimos. - E você garotão vai comigo? - Ele riu e me abraçou.

- Isso é um sim. - Jas disse e Rimos.

- Ai será que podemos ir? - Ela estava com uma bolsa rosa nos braços e Diana pendurada em sua perna direita.

- De quem é essa bolsa? - Ela sorriu e Dinah apareceu atrás dela com alguns papéis na mão.

- Oras de quem, da filha dela. - Arregalei os olhos.

- Filha?

- Sim filha. Dinah me ajudou. - Ela estava com os olhos vermelhos, chorou a frouxa.

- Eu estou tão feliz por você. - A abracei forte e ela retribuiu.

- Ai jesus! - Olhamos pra Dinah que estava espantada com um garotinho que abraçou sua perna.

- Oi lindo. - Vero falou pro menino que mostrou língua pra Vero. - Mais gente...

- Gostei dele. - Rimos de Dinah que Acariciou os cabelos do menino.

- Vero você falou com a Lucy sobre a Diana? - Olhamos pra ela que bateu em sua testa.

- Droga eu esqueci. Mais ela vai amar a Di. - Sorri pra menina que sorri pra mesma.

- Vamos fazer uma surpresa pra Camila? - Perguntei a Jasmine.

- Sim! - Ela correu até Vanessa que abraçou a mesma. - Eu volto pra visitar você tia Van. - Beijou a bochecha de Vanessa que sorriu com lágrimas nos olhos.

- Eu vou está aqui esperando você minha princesa. Lauren? - olhei pra ela. - Cuida bem dos dois.

- Prometo que vou cuidar. - A abracei. - Meninas Vamos? - Olhei pra Vero que sorriu e assentiu. - Dinah? - Olhei sem volta vendo onde ela estava e encontrei ela brincando com o garotinho que estava aguardado a ela. - Dinah?

- Sim? - Me olhou e sorriu.

- Temos que ir. - Ela suspirou e falou algo para o menino que assentiu e lhe abraçou. - Até qualquer dia Vanessa.

- Até mais. - Saimos do orfanato com as malinhas das crianças e colocamos no carro.

- Eu vou colocar o Matt na cadeirinha e a Jas atrás você pode levar a Di no colo? - Perguntei a Vero.

- Dá sim.

- Dinah? - Ela olhava pro orfanato.

- Desculpa o que disse?

- Você vai pra empresa?

- Eu vou pra casa falar com a Mani. - Sorri sabendo do que ela iria falar.

- Boa sorte. - Vero abraçou Dinah e eu fiz o mesmo.

- Se precisar de uma advogada eu estou aqui. - Ela sorriu.

- Vou procurar você. - Sorrimos e e logo entramos no carro, eu e Vero com as crianças indo pra empresa e Dinah pra casa.

- Vamos passar na escola pra buscar a Mand?

- Vamos sim. - Fomos pra escola buscar Mand.

- Mãe! - me abaixei e a peguei no colo.

- Amor meu. - Enchi seu rosto de beijo. - Lembra da Jas e do Matt?

- Lembro sim. - Abrir a porta de trás e ela logo sorriu pra ele. - Oi! - exclamou e abraçou Jasmine e logo depois Matt.

- Eles estão indo pra casa com a gente.

Pra sempre? - Sorri.

- Pra sempre. - Ela comemorou e depois falou com Vero e Diana. Fomos pra empresa conversando com a crianças. Quando chegamos na mesma as pessoas ficaram olhando já que além de Mand estamos com Diana, Matt e Jasmine. Jasmine apertou minha mão e ficou de cabeça baixa já que as pessoas estava olhando , parei e me abaixei em sua frente. - Ei lindinha não fiquei com medo ok? Eu estou aqui pra proteger vocês. - Ela assentiu. - Vamos la. - Entramos no elevador e Matt riu quando o mesmo começou a subir.

- Matt fala Vero. - Ele olhou pra Vero e começou a rir. - Menino fala Vero. - Riu mais ainda. - Ah desisto. - rimos dela e logo a porta do elevador foi aperta d vimos Camila falando com sua secretária. Todos olharam pra gente e logo Camila olhou e arregalou os olhos. Coloquei Matt no chão.

- Olha só quem tá ali. - Ele olhou pra frente e sorriu.

- Mama! - Gritou e eu Arregalei os olhos. Ele saiu correndo até Camila que estava chorando e se abaixou pra pegar o pequeno. Todos estavam olhando espantados por saberem que nossa filha era apenas Mand.

- O meu Deus. - Apertou o menino em seus braços que riu.

- Mãe? - Tocou meu rosto e eu sair do transe.

- Você me chamou do que? - Me abraçou.

- Você é minha mãe. - Sorri e deixei minhas lágrimas caírem.

- Eu amo você. - A apertei.

- Eu também quero abraço. - Rir e peguei a Madison como eu pude no colo junto com Jas.

- Amor...- Sorri e ela se aproximou. - Você...

- Agora eles são nossos meu amor. - Ela sorriu me beijou.

- Nossa Família. - Vero apareceu com Diana.

- Ai temos mais essa aqui. - Camila olhou pra pequena.

- Vero...

- Essa é Diana Iglesias. - Camila arregalou os olhos mais ainda.

Depois de choros, abraços, beijos, Matt chamando Camila de mama, Camila resolveu ir pra casa curtir nossos filhos.

Nossos filhos. Isso soa bem.

- Narradora gostosa -

Nervosas. Essa é a palavra que eu posso dizer sobre Lauren e Camila.

Hoje é um dos dias mais felizes de suas vidas. Hoje elas iram se casar o que pra muitos é só um casamento, mais pra elas é o dia em que elas iram mostra para o mundo que estarão juntas para sempre, se amando e mostrando que mesmo com altos e baixos elas, Lauren Jauregui e Camila Cabello estão juntas para enfrentar.

- Será que ela vai está lá? - A latina que terminava de colocar seus saltos olhou para sua mãe e seu pai em sua frente.

Suas amigas estavam com ela naquele quarto, as duas decidiram casar em Paris o que deixou os avós de Lauren feliz. Camila Também ficou feliz em casar ali, era seu sonho casar em Paris com o amor da sua vida. Seus pais amaram a idéia e seus amigos também.

- Querida ela vai está lá. - Riu do nervosismo da sua filha.

- Mais e se ela não tiver? - Dinah que estava sentada levantou e foi até sua amiga segurando o rosto da mesma.

- Chancho ela vai tá lá eu tenho certeza. - A amiga sorriu.

- Tudo bem. Cadê Matt? - perguntou já que Madison e Jasmine estava no quarto com elas.

- Não se preocupe ele está com Lauren. - A latina suspirou e virou para o espelho.

- Com eu estou? - Ainda estava olhando seu reflexo no espelho.

- Você está linda mamãe. - A latina sorriu para a pequena ruivinha que esta sentada.

- Você está uma princesa mamãe. - Latina deixou uma lágrima escorre.

- Ah não Camila, não chore agora. - Mani limpou a lágrima do rosto da amiga.

- Não é minha culpa ok?! - Riram.

- Vai contar pra branquela quando estiver fazendo os votos? - Vero perguntou. A mulher brincava com sua filha no colo. Lucy quando voltou de viagem encontrou sua esposa com uma linda menina brincando em sua sala e logo de cara se apaixonou por ela. Depois que soube que sua esposa adotou a pequena pulou no colo de Vero e agradeceu aos céus por dá uma família perfeita para ela.

- Não. Vamos fazer melhor. - Sorriu pra Dinah.

- Em vez de jogar arroz nelas vamos jogar os testes que ela fez. - Dinah conseguiu junto a Mani à adotar o pequeno Lucca ele é branquinho com os olhos verdes o que resultou em muitas pessoas falando que era filho de Lauren. - Aqui. - Mostrou a caixa com mais de cem testes.

- Onde conseguiu fazer tudo isso? - Demi perguntou espantada.

- Ontem depois da minha despedida de solteira. - Todos riram.

Em quanto isso no lugar onde séria o casamento.

- Filho não. - Lauren segurou a mão do filho que estava querendo pegar o copo da mão de seu tio Troy. - Troy joga isso.

- Ué porquê? - Perguntou sem entender a amiga.

- Matt tá querendo e Ally não vai gosta de ver você bebendo. - Ele assentiu e jogou o líquido fora.

- Como se sente filha? - Pegou o neto dos braços da filha que suspirou.

- Nervosa, ansiosa, com medo...

- Medo porquê? - Shawn pergunto abraçando o namorado pelo os ombros.

- E se ela não aparecer? Ou fala não? - Ela estava desesperada. Pegou sua bombinha e espirrou aquele remédio em sua garganta.

- Ainda usa isso? - Nick franziu o cenho.

- Sim ainda tenho ataques de asma as vezes. - Eles assentiram.

- Não fique nervosa Laur ela vai aparecer e dizer sim. - A mulher sorriu para o irmão.

- Eu espero.- Suspirou e voltou a conversar com os homens ali.

- Lauren Jauregui -

- Filha está na hora. - Sorrir e me posicionei em meu lugar. - Apenas fique acalma.

- Eu to calma papai. - falei tão rápido que até me assustei.

- Filha fique apenas calma. - Mamãe riu e beijou minha bochecha e sorriu com Matt em seu colo.

- Ela é a de branco. - Harry ajeitou meu paletó e eu sorri.

- É a de branco no final do tapete. - Louis acrescentou e todos riram.

- Obrigada...de verdade. - Eles sorriram e foram pro seus lugares.

Então começou a música, meu coração errou uma batida assim que eu vir aquela linda Latina que eu tanto amo vindo com seu pai em minha direção, sentir lágrimas molharem meu rosto.

Ela está tão linda. Seu vestido branco e cabelos soltos como ela preferi a noiva mais linda de todo o mundo.

- Não preciso pedir que cuide dela certo? - Alejandro me olhou sorrindo e me abraçou.

- Eu cuidarei dela. - Ele assentiu e beijou a testa de Camila indo para o lado esquerdo onde estava Sinu. - Você está linda Camz.

- Você está mais Lolo. - Sorrimos e ajudei ela se posicionar ao meu lado.

- Hoje estamos aqui reunidos para junta Lauren jauregui e Camila Cabello....- Então assim começou aquele momento mais do que especial. Foras minutos longos ali, minha mão entrelaça a de Camila, nossos pais chorando junto com nossos amigos e irmãos, convidados sorrindo. Nesse momento no final do tapete vermelho vejo Jasmine, Madison, Matt e Diana vindo até nós, Matt está segurando a mão de Madison e Diana segurando a mão de Jasmine. Jasmine me entregou a aliança em que colocaria no dedo anelar de Camila. - Filha você irar colocar a aliança no dedo de Camila e ira dizer seus votos ok? - Assentir.

- Sabe, quando eramos mais jovens eu me via como uma aberração, me via como um monstros eu achava que não podia ser amada mais advinha eu conheci você e foi o dia em que eu acreditei que paixões a primeira vista existe e...eu me apaixonei como nunca e você me amou,corridas altas e baixas. - Riram. - E o que eu tenho a dizer é muito obrigada. Pela vida que eu nunca imaginei que ia ter um dia, pelo amor que eu nunca imaginei que fosse capaz de sentir e pela família que eu nunca imaginaria ter…Eu, Lauren Jauregui, te recebo como minha esposa. Prometo ser fiel, te amar e te honrar na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza todos os dias das nossas vidas. - Coloquei a aliança em seu dedo. Camila chorava e sorriu em minha direção e pegou a aliança de Madison e Matt.

- Não existe a menor possibilidade de eu não te amar. Não existe a menor possibilidade de não te fazer feliz. Porque eu nasci pra te amar. Você foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida eu devo te agradecer pelos filhos maravilhosos que você me deu. - Olhou para nosso filhos que sorriram. - Te agradecer por mim amar e por me fazer feliz todos os dias da minha vida. Você é tudo o que estava faltando na minha vida, e eu espero sinceramente poder ser o mesmo pra você. Eu, Camila Cabello, te recebo como minha esposa. Prometo ser fiel, te amar e te honrar na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza todos os dias da nossa vida. - Colocou a aliança em meu dedo.

- É com extrema felicidade que eu vós declaro mulher e mulher? - Todos riram e o padre sorriu para nós. -  Pode beijar a noiva. - Então me aproximei e à beijei. Como eu amava essa mulher e vou amar por muito tempo.

- Camren! - Todos olharam pra Dinah e logo nossos amigos começaram a gritar.

- Camren! Camren! Camren! - Rimos. Alexa chegou no ouvido de sua noiva Keana e sussurrou algo que ela sorriu e falou no ouvido de Selena mais nem me importei.

Descemos do altar e fomos caminhando pelo tapete vermelho, só que em vez de jogarem arroz jogaram outra coisa. Olhei pra Camila que riu e eu olhei para o chão e vir que eram testes de gravidez, me abaixei e peguei um vendo que estava positivo. Fiquei olhando aquele teste por um tempo ate cair a real. Gravidez...Camila! Me virei pra Camila e ela sorriu seu rosto está banhado a lágrimas.

- Grávida? - Ela assentiu e sorriu. Comecei a chorar e a abracei. Todos bateram palmas. - Eu te amo tanto. - nos beijei.

- Parabéns mamãe. - sorrimos.

~ FIM ~


Notas Finais


AAAAAAAAHHHHH NÃO! ACABOU? EU TO NO CHÃO! O QUE ACHARAM?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...