História Last time - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Rafael "CellBit" Lange
Personagens Personagens Originais, Rafael "CellBit" Lange
Tags Cellbit, Drama, Romance
Exibições 65
Palavras 639
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


E como muitos pedidos
Ai está o Hot de vocês

Capítulo 32 - Hot


   O Rafa segurou meu queixo levantando cautelosamente minha cabeça e iniciou um beijo calmo, ele pediu passagem e então cedi, o beijo foi esquentando ficando mais rápido e ele me senta em cima dele cruzando minhas pernas em sua cintura, ele desceu os beijos para o meu pescoço e joguei minha cabeça para trás, ele foi dando chupões me fazendo arfa e o mesmo soltar uma risadinha, ele voltou a me beijar e passando suas mãos pela minha cintura e ir até minha bunda trazendo mais para ele e fazendo roçar em seu membro onde já tinha volume, então ele me pegou pelos cabelos e inverteu as posições me dando um beijo veloz e depois sua língua foi escorrendo pelo meu pescoço até chegar no sutiã (para quem lembra ela já estava sem blusa) onde me olhou

- Não quero fazer nada que você não queria

- Rafa... eu quero

- Certeza?

- Absoluta

- Sua primeira vez? (Eu corei e assenti o fazendo rir e me dar um beijo demorado)

- Então irei fazer direito... e tentar não te machucar

   Então ele dai de cima de mim e depois do quarto fico sentada na cama encarando a porta e ele volta com uma cesta grande na mão onde de encontrava, gelo, chocolate, morango, caramelo, vinho e rosas vermelhas

- Eu já estava preparando 1 semana atrás então...

    Ele se calou e ficou me encarando

- Assim não dá

   Ele falou e largou tudo no criado mudo e veio para cima de mim passando seu braço por minhas costas e me beijou, e beijo profundo e romântico, ele me pois em seu colo novamente e decidi tomar iniciativa, sem quebrar o beijo comecei a rebolar em seu membro o fazendo gemer entre o beijo, ele me vira de costas a ele e beija meu pescoço depois tira o meu sutiã e beija minhas costas, ele pois algo gelado em minhas costas que presumo ser gelo e foi passando até chegar no meu seio direito onde deixou o gelo cair no chão e pois a mão nele e a outra tirava o meu short. Como eu estava de costas para ele ele começou a me encostar por trás me dando uma sensação de prazer, me virei e o deitei na cama ele me olhou enquanto tirava suas partes de baixo revelando seu membro já ereto e duro, sorri de lado e bem devagar comecei a mastuba-lo vendo sua cara de reprovação e pois a mão em minha cabeça indo mais rápido.
   Depois ele inverteu as posições e foi tirando a minha calcinha sem tirar os seus olhos azuis de mim, senti uma dor insuportável na minha parte genital me fazendo dar um gritinho e logo ele parou depois continuou indo e voltando bem devagar até aquela sensação de dor sumir e dar lugar a o prazer, comecei a me movimentar e ele entendeu indo mais rápido e depois mais rápido até nossos corpos estarem soados, ele me pois sobre o peito dele e me deu um beijo na testa

- Nem usamos as oitras coisas... durma meu bem

   Então ele nos cobriu e o abracei. Acordei sozinha na cama com dor nas partes de baixo. Vi um remédio para dir em cima da bancads e tomei me deitando novamente... faltava algo, o Rafa entra no quarto com uma bandeja cheia de comida na mão

- Bom dia meu bem, ta com muita dor?

- Olha... eu nunca esperei o você me perguntando isso?! Mas respondendo sua pergunta, não, a dor ta indo embora

- Toma, eu trouxe comida oara gente (ele me deu um beijo) prometo que da proxima vez vai ser a melhor coisa de sua vida

- Já foi a melhor coisa da minha vida, quando vi que minha primeira vez foi com o cara que eu amo


Notas Finais


Tava faltando algo ein?!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...