História Late Night (Ziam Mayne) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Liam Payne, Zayn Malik
Tags Boyxboy, Drugs, Drunk, Gay, Latenights, Liam, Liampayne, Malik, Payne, Prostitution, Redeyes, Sex, Zayn, Zaynmalik, Zeeyumx, Ziammayne, Ziampalik
Exibições 121
Palavras 1.397
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


perdão pelo horário, hoje eu cheguei tarde em casa e não consegui me programar direito pra postar. mas bem, a história chama late night, então acho que tudo bem postar às 1:59am lkasdçfasdklf

boa leitura <3

Capítulo 4 - I NeEd Ya


Fanfic / Fanfiction Late Night (Ziam Mayne) - Capítulo 4 - I NeEd Ya

Quando Zayn abriu os olhos na manhã seguinte, estava sozinho na espaçosa cama de casal sentindo cheiro de camomila. Ele estava confuso demais para conferir se Liam havia ido embora ou não, mas o som do chuveiro respondeu sua pergunta antes mesmo de ela ser feita.

Malik só reparou no banquete de café-da-manhã posto à mesa quando se forçou a manter-se acordado, e se permitiu olhar em volta. Isso significava que o cheiro de camomila realmente estava presente, e não era apenas fruto de sua imaginação.

"Up against the wall we don't need a title" Liam cantarolou no banheiro com a música de fundo.

Zayn queria rir. Era incrível, e até mesmo inspiradora, a forma como Liam amanhecia bem humorado depois de transar. Ele exalava felicidade, e de uma forma um tanto estranha, o moreno se sentia da mesma forma. Malik não enxergava transar com Liam como sua profissão e ponto final. Ele realmente se dava ao prazer.

Sem se importar com a própria nudez, se levantou e tomou a liberdade de entrar no banheiro. O acastanhado estava de olhos fechados lavando o rosto, e quase teve um infarte quando os abriu novamente.

"Juro que não quis te assustar." Zayn respondeu prontamente, parado na frente da privada para se aliviar.

"Bom dia." Liam sorriu, passando as mãos pelos cabelos. "Tudo bem?"

"Tudo ótimo, e com você?" Acionou a descarga e lavou as mãos.

"Também. Por que não me faz companhia, hum? Cabe mais um aqui."

Zayn estava esperando o convite, mas não admitiria isso também.

"Você vai trabalhar hoje?" Malik perguntou pegando um sabonete para si.

"Eu trabalho todos os dias, mas hoje não vou pra empresa." Saiu debaixo do jato d'água para que Zayn pudesse se molhar.

"Não?" Fechou os olhos ao que ensaboava o rosto.

"Não, tenho um almoço com alguns investidores." Passou sabonete pelas costas do moreno, massageando seus ombros.

"Suponho que vai ser em algum restaurante no centro de Londres, bem longe daqui." Abriu os olhos novamente, se virando de frente para Liam.

"Bom, sim." Riu pelo nariz. "Eu moro no centro, venho aqui só pra te ver."

"Eu sei." Sorriu convencido, passando os braços pelo pescoço do outro.

"Posso ter meu beijo de bom dia?" Perguntou conforme acariciava a pele das costas do prostituto.

"Não somos namorados." Semicerrou os olhos. "E você vai ficar dependente, lindo."

"Eu só quero um beijo seu." Fez cara de dó, e acabou por ganhar um selinho longo e molhado.

"Se você se apaixonar eu vou sumir." Avisou baixinho.

"E se você se apaixonar?" Jogou de volta.

"Eu não me apaixono." Puxou Liam para mais um beijo, fazendo questão de friccionar seus membros.

Payne passou a apertar firmemente Zayn contra si, explorando cada centímetro de sua boca quente e molhada. Era um beijo intenso, caloroso, com grandes chances de causar dependência.

A mão do acastanhado escorregou por entre seus corpos, e segurou o membro alheio já ereto. O moreno ofegou contra o beijo, prendendo as mãos nos ombros musculosos de Liam, e tentou retribuir o contato.

"Shhh, eu que mando." Payne tirou a mão de Zayn de seu pênis, e se colocou de joelhos.

"Oh, sim." Malik apoiou uma mão na parede, e prendeu a outra nos cabelos molhados de Payne.

Liam sorriu atrevido e umedeceu os lábios antes de começar a colocar o membro de Zayn em sua boca, que se sentia nas nuvens. Seu primeiro empenho foi a glande ao que massageava os testículos, e com o passar dos segundos passou a tomar mais centímetros, até sentir sua garganta ser tocada.

"Hum, Sr. Payne." Zayn puxou os cabelos do acastanhado, saindo um pouco antes de estocar em sua garganta.

Payne gemeu enviando vibrações pelo pênis alheio, e intensificou os movimentos com a cabeça a fim de fazê-lo chegar ao ápice, masturbando a si mesmo também.

"Liam, eu-" Zayn se desmanchou na boca de seu cliente, tendo que apoiar as duas mãos na parede para não se desequilibrar.

Payne veio ao mesmo tempo, e rolou os olhos sentindo o líquido quente do outro escorregar pela sua garganta ao que se desmanchava em sua mão. Era uma sensação maravilhosa.

Os dois se ajeitaram debaixo do jato quente de água e uniram seus lábios num beijo suave, apenas o roçar dos lábios, podendo ter em suas bocas o mesmo sabor que Liam.

"Você é delicioso." Payne sussurrou.

"Se você se apaixonar eu vou sumir." Repetiu, mas sua incerteza era quase palpável.

***

Zayn estava quase adormecendo no banco do passageiro, um óculos de sol com as lentes verdes cobrindo seus olhos vermelhos, quando Liam resolveu irritá-lo.

"Não to te pagando pra dormir." Cutucou as costelas do prostituto.

"Você não ta me pagando pra nada." Rebateu se encolhendo pelas cócegas.

"Verdade, ainda precisamos ir no banco."

"Eu to muito brisado." Suspirou apoiando a cabeça no vidro.

"Tudo bem?"

"Tudo ótimo." Garantiu. "Tem uma agência no fim dessa avenida."

"Okay." Diminuiu a velocidade conforme chegavam a um semáforo fechado, e apoiou a mão na coxa desnuda do prostituto.

"Eu to morrendo de sono." Disse em meio a um bocejo, gemendo ao final.

"Pode dormir, eu só tava te provocando."

"Eu não, vai que você me sequestra."

"Prefiro ver de outra forma." Engatou a marcha e voltou com a mão para a perna alheia. "Quem sabe uma oferta irrecusável de, sei lá, morar comigo."

"Mas aí eu teria que mudar de ponto e perderia vários clientes."

"Hum, eu aposto que não sou o único que atravessa a cidade pra te ver."

"Não querendo me gabar, mas é verdade sim." Tirou o cabelo dos olhos. "Mas eu não moraria com você, de qualquer forma."

"Não?"

"Não, docinho. Estou bem onde moro, mas agradeço o convite."

Novamente, a velocidade do carro fora diminuída, mas dessa vez para que Liam pudesse passar no banco. Zayn aguardou no carro, mas não por muito tempo. Payne fora rápido.

"Aqui." Deixou um envelope sobre as pernas do prostituto antes de sair da vaga.

"Uh la la." Sorriu para a quantidade de notas.

"Tem duas mil libras aí dentro."

"Obrigado, babe." Deu leves tapinhas na bochecha de Liam, guardando o envelope em sua bolsa na sequência.

"Serve como indenização também por todas as suas roupas que eu rasgo."

Dessa vez, Zayn gargalhou.

"Acho bom mesmo, eu tinha posto minha calcinha favorita ontem e você destruiu a pobre coitada."

"É mais forte do que eu."

O restante da viagem fora silencioso. Zayn havia finalmente caído no sono enquanto Liam se distraía com as músicas que tocavam no rádio. Ele sabia muito bem onde Malik morava, então não tinha dificuldades.

"Zayn." Chamou um tempo depois. "Estamos chegando."

Malik despertou ao ouvir a voz do outro, mas demorou um tempo para retornar à Terra e perceber onde estavam. Payne sabia que isso aconteceria, por isso havia se antecipado.

"Eu tava roncando?" Perguntou preguiçoso.

"Muito, nossa. Sorte sua que já paguei, senão ia tirar uma boa parte por danos auditivos."

"Verdade?" Malik cobriu a boca com uma das mãos, envergonhado.

"Claro que não." Liam se permitiu rir e acabou ganhando um soco no braço.

"Eu quase acreditei." Fez bico, tendo que desfazer a careta ao que um bocejo tomava conta de si.

"Cuidado com os mosquitos." Tentou atrapalhar Zayn.

"Vai se foder." Choramingou.

"Chegamos." Puxou o freio de mão, mantendo o carro ligado.

"Que ótimo, não tava mais te aguentando." Fez menção de sair do carro, mas teve seu braço segurado.

"Faltou o meu beijinho."

"Não sou obrigado." Se soltou de Liam e desceu do carro, dando a volta no mesmo para abrir o portão.

"Fiquei magoado." Payne fez um bico digno de criança pidona, e certamente Malik não resistiu.

"Exagerado." Segurou o maxilar do acastanhado entre as mãos e se curvou perante a janela do carro para pressionar seus lábios aos de Liam por três segundos. "Satisfeito?"

"Não muito." Passou a língua pelos próprios lábios, apreciando o calor do toque.

"Desculpe, não posso fazer muita coisa." Se afastou irônico, finalmente destrancando o portão.

"Vai trabalhar hoje?"

"Eu trabalho todos os dias, mas hoje não vou pro ponto." Imitou a voz de Liam.

"Você é péssimo." Negou com a cabeça. "Entra logo pra eu poder ir embora."

"Não te segurando." Bufou, fechando o portão depois de entrar.

"Ta sim, meus olhos estão presos a você." Piscou.

"Liam?" Chamou, mas ele já havia saído. "Te espero semana que vem." Disse para si mesmo.


Notas Finais


acho que não vou postar um capítulo só com os agradecimentos, e espero sinceramente que não se incomodem de ler uma nota bíblica :)

na verdade eu nem sei como agradecer alkdnfçasdf faz tempo que não termino alguma fic, devo estar perdendo a prática. anyway

primeiramente gostaria de agradecer a liamp e zmalik por existirem, né? é importante

eu até agradeceria aos meus pais, mas eles nem podem sonhar em ler essa fic. o conteúdo é muito... como posso dizer? FORTE para a mente pura deles. sem contar que provavelmente me achariam uma pervertida por escrever sexo explícito, mas bem, talvez eu seja mesmo

de qualquer forma, quero agradecer à todos vocês que reservaram e ainda reservam parte de seu tempo para ler as coisas que eu escrevo. vocês tem um lugarzinho especial no meu coração *limpando as lágrimas*

espero que tenham gostado dessa short, que confesso ter pensado várias sobre postar tudo num capítulo só, mas consegui chegar à conclusão de que da forma que ficou fica mais interessante, e tudo mais. as reações de vocês me cativam a escrever mais, e eu to ficando muito sentimental skdsakfljads sorry about that

ANYWAY

a tia ama vocês

beijo de língua <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...