História L'avventura - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Feia Mais Bela
Personagens Fernando Mendiola, Letícia "Lety" Padilha Solís, Omar Carvarral, Personagens Originais
Tags L'avventura
Visualizações 51
Palavras 1.082
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi gente. Nesse capítulo eu tentei escrever um hot do nosso casal favorito como sempre demonstrando o que sentem um pelo outro, espero que gostem. O capítulo de hoje é "Provando".

Capítulo 11 - Dimostrando


   Após o jantar, Lety e Fernando se despedem dos pais de Lety e de Tomás e voltam para a casa de Fernando, que agora era oficialmente de Lety também. Fernando ficou muito feliz e impressionado por Lety querer continuar morando com ele. No quarto, eles conversavam antes de dormir:

-Meu amor, eu nem acredito que você preferiu continuar morando comigo ao voltar para a casa dos seus pais.

-Depois de tudo o que já passamos você acha mesmo que eu conseguiria dormir sem você? Ou você quer que eu volte a morar com eles?

-Claro que não meu amor, eu fiquei foi com medo de não ter você ao meu lado todas as noites e de acordar e não te ver ao meu lado na cama.- Fernando diz dando um beijo carinhoso em Lety.

-Sabe de uma coisa Fernando, estamos juntos a pouco tempo, mas eu tenho a impressão que estamos juntos desde sempre.

-Eu também tenho essa sensação Lety, mas eu penso também que eu só passei a viver depois que eu me apaixonei por você.

-Meu amor, você vai mesmo vender essa casa, aqui sempre foi o seu lugar...- Diz Lety.

-Eu vou, precisamos de mais dinheiro pra prosseguir com a campanha da Realtà. Mas não é só por isso.

-Não, e por qual motivo mais você venderia a casa que foi o seu lar durante tanto tempo?

-Vai dizer que a futura Senhora Mendiola, não imagina o motivo?

-Na verdade não?

-Apesar desse ser o meu lar eu não posso esquecer o quanto eu sofri aqui desde que começou todos aqueles mal entendidos entre nós. E também não é justo com você meu amor. Eu quero construir um novo lar com você, um lar onde seremos muito felizes e poderemos criar os nossos filhos.

-O quê? Eu não acredito, Fernando Mendiola falando em filhos.- Diz Lety sorrindo.

-E por que não, ou por acaso a minha noiva não quer ter filhos comigo? -Fernando fingiu estar chateado.

-Mas é claro que eu quero, é que às vezes eu ainda acho que estou sonhando, como eu fazia há alguns meses.- Lety diz, agora emocionada.

-Então estamos sonhando os dois. Eu ficava imaginando o dia em que eu poderia ser feliz de verdade com você. E finalmente esse dia chegou.

-Chegou, e eu não vejo a hora de me casar com você. Eu sei que temos que recuperar a Conceitos antes...- Fernando a interrompe.

-Eu não quero que a gente coloque a Conceitos antes de tudo nas nossas vidas. Se você quiser eu me caso com você amanhã mesmo, já que agora temos a bênção do seu Erasmo.- Diz Fernando sério.

-Eu já me sinto casada com você desde o dia em que me trouxe pra ficar aqui. Mas no começo eu fiquei com medo de estar atrapalhando.

-Aí eu tive que usar o meu charme pra te fazer entender que você nunca me atrapalha, ao contrário, você só me faz bem meu amor e eu amo ter você aqui.- Diz Fernando próximo ao ouvido de Lety.

-Isso é verdade, você consegue ser bem convincente. Até me convenceu de que eu sou bonita.

-Na verdade, você quem me convenceu disso primeiro, mesmo sem saber.

-Mas como Fernando?

-Você me conquistou sem perceber que fazia isso a cada carícia, a cada beijo, a cada olhar. Eu passei a te ver de outra forma, você me convenceu de algo que nem você mesma acreditava.

-E como eu posso ter certeza que o você me diz é verdade? -Diz Lety maliciosa.

-Está me desafiando senhora Mendiola?

-Não...- Nesse momento Fernando beija Lety.

-Não é o que está parecendo.

-E o que está parecendo?

-Que eu vou ter que te convencer mais uma vez do meu amor.

-E como vai fazer isso?- Diz Lety olhando nos olhos de Fernando.

-Oferecendo o meu corpo, a minha alma e o meu coração pra você fazer o que quiser comigo. Você sabe que eu sou seu, mas eu não me importo se eu tiver que te provar isso todos os dias.

- Eu posso fazer o que eu quiser? -Diz Lety se levantando e tirando a camisola, ficando apenas de lingerie.

-O que quiser. -Responde Fernando admirando-a.

Lety então tira a calça e a camisa de Fernando, o deixando apenas de cueca e após pede para que ele se deite na cama. Ela então beija e acaricia todo o corpo de seu amado com muito carinho e desejo. Fernando ficou parado sentindo aquelas carícias vindas da mulher de sua vida. Ela sempre foi tímida, mas naquela noite não. Fernando estava amando isso, mas ele não estava aguentando e quando pensou em inverter as posições Lety o impediu:

-Não senhor, hoje eu vou fazer o que quiser com você.

-Não me torture tanto meu amor, você sabe o quanto eu te desejo.- Diz Fernando.

- Eu ainda nem comecei...

Lety começa a tirar a parte de cima da sua lingerie, deixando Fernando louco. Ela estava sentada em cima do membro dele, que ainda estava com a cueca, rebolando e provocando. Fernando estava amando. Ela então decide tirar a sua calcinha, a cueca dele e sem avisar o introduz em si o fazendo gemer.

Lety controlava o ritmo e Fernando a acompanhava naquela jornada em busca do prazer. Ficaram assim por um tempo, mas estava ficando difícil ele se segurar, e Lety percebeu:

-Agora é a sua vez amor, faz o que quiser comigo. -Pede ela o beijando com mais desejo ainda.

Imediatamente ele assume o controle, passando a ficar por cima de Lety. Enquanto a amava, acariciava seus seios, fazendo Lety gemer de satisfação. Ele continuava seus movimentos e dessa vez, ela quem não estava aguentando:

-Fernando, eu não estou aguentando...

-Você não me pediu pra fazer o que eu quisesse, eu só estou obedecendo meu amor- Diz Fernando aumentando os movimentos fazendo Lety chegar a um clímax pela primeira vez naquela noite.

   Fernando estava se segurando, pois não queria que esse momento acabasse, mas estava ficando cada vez mais difícil. Como ele amava aquele corpo, como ele desejava aquela mulher. Seu corpo sempre queria mais e mais. Lety ainda recuperava, enquanto Fernando começa a se movimentar com mais rapidez e fica nesse movimento até perceber que Lety chegaria ao auge novamente e deixa se levar junto com ela. Os dois chegaram juntos ao prazer máximo com seus corpos suados, suas almas em paz e seus corações mais felizes do que nunca. Eles adormecem assim, unidos, por toda a noite...


Notas Finais


Esse capítulo foi curto, mas eu espero que tenham gostado. Beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...