História Leap Of Faith - Synacky - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Avenged Sevenfold, My Chemical Romance, The Used
Personagens Frank Iero, Gerard Way, Johnny Christ, M. Shadows, Quinn Allman, Synyster Gates, The Rev, Zacky Vengeance
Tags A7x, Amizade, Divórcio, Família, Highschool, Lovexhate, Synacky
Exibições 71
Palavras 3.156
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eis que a capa do capítulo é justamente o retrato do fim dele.
Divirtam-se.

Capítulo 20 - Nancy Boy


Fanfic / Fanfiction Leap Of Faith - Synacky - Capítulo 20 - Nancy Boy

"Nancy Boy"

Jennifer esperou até que Zack estivesse completamente sentado em seu banco para retirar a nota de vinte dólares do seu bolso e depositar sobre as notas de Alexis e seu amigo, Frank.

-Você é inacreditável, Zack. – Ela disse, seu olhar divertido enquanto observava o moreno puxar as notas para si, seus olhos verdes radiantes de orgulho.

Zack estava prestes a responder quando Marc se aproximou da mesa do grupo, seu olhar fixo no bolo de notas na mão do menor.

-Recebendo por serviços agora, Zack? – Marc disse rindo enquanto levava um forte tapa no ombro.

-Me respeita. – Ele disse, guardando as notas em seu bolso. – Aposta não é prostituição.

Jennifer virou o resto de seu drink enquanto ria de ambos.

-Ele conseguiu o telefone do dono. – Alexis disse enquanto apontava para o homem parado no balcão do bar.

Zack riu longamente, uma de suas sobrancelhas arqueadas.

-Você acha que isso aqui é o telefone dele? – Zack disse virando o cartão que estava em sua mão, a logo de um hotel de luxo estampada. – É um cartão extra para o quarto dele.

Jennifer riu ainda mais alto, sua mão no ar sinalizando para o garçom para que ele trouxesse mais um drink para todos.

- E o que você ainda está fazendo aqui? – Jennifer perguntou.

Zack deu de ombros, seu olhar parando sobre o de Marc sutilmente, logo após voltando para a mesa.

-Tenho outros planos hoje.

Marc que estava completamente alheio à conversa da mesa recebeu seu drink sem entender as risadas que seguiram o comentário do menor.

-Boa sorte. – Alexis disse enquanto se levantava, suas mãos puxando sua namorada até a pista de dança logo após roubar dois drinks da bandeja do barman.

- Como vai a loja, Marc? – Frank perguntou enquanto recebia seu drink, um enorme sorriso em agradecimento.

- Sensacional. Tenho dois ajudantes agora. – Marc disse piscando para Zack. – Zack tem recebido uma criança prodígio que vai nos fazer engordar noventa quilos até o fim do ano.

Frank o observou curioso.

-Irmã de um conhecido. – Respondeu, virando seu drink de uma vez só para a surpresa de ambos os homens.

-Hoje tem. -Frank disse rindo, enquanto Marc olhou torto para o menor.

-Amanhã você tem o turno da manhã. Não quero ninguém reclamando da ressaca.

Zack riu de Marc enquanto apontava para o celular de Frank que piscava freneticamente na mesa, alertando-o da ligação.

- Quem não reclama de ressaca no sábado de manhã não está vivendo a vida da forma correta. – Zack respondeu observando Frank atender a ligação.

-Oi, amor. Espera que vou lá fora. Não consigo te ouvir. – Frank disse ao telefone, se levantando da mesa e correndo em direção a saída.

Zack se ajeitou em sua banqueta enquanto observava Marc casualmente, os olhos do outro focados na porta de entrada.

- Quando que esses dois vão se casar de uma vez? – Zack perguntou enquanto sinalizava para que o garçom trouxesse outra bebida.

Marc sorriu longamente, olhando na direção em que Frank havia corrido.

- Não deve demorar. Eles são aquele tipo de casal que funciona como um imã gigante.

Zack riu, concordando, lembrando de quando conheceu o casal há dois meses atrás na casa de Jennifer, incomodado com a forma como o namorado de Frank acariciava sua cabeça quando o menor se aninhava em seu ombro.

Assim que notou o garçom retornando com sua bebida, Zack agradeceu, colocando-a sobre a mesa exatamente sobre a ponta de seu guardanapo, seus olhos focados no rosto de Marc, que aparentava muito mais distraído do que o normal.

Zack se aproveitou de sua distração, seus olhos vidrados em seu celular enquanto sua mão se ocupava de puxar o guardanapo que se encontrava debaixo da taça fazendo com que ela tombasse por completo e escorresse da camisa até o início da calça de Marc, que se levantou surpreso com o gelado líquido molhando suas roupas.

Zack se levantou também portando sua melhor feição de surpresa enquanto se desculpava, entregando seu guardanapo para que o maior pudesse se limpar.

-Vem, vamos ao banheiro. Esse guardanapo não vai ser suficiente. – Zack disse com um olhar de preocupação, puxando-o em direção ao toalete.

Marc hesitou por alguns segundos, seus olhos novamente na porta de entrada, até que concordou em segui-lo até o banheiro enquanto empurrava os pedaços de gelo batido da sua roupa.

Assim que entraram no banheiro Zack observou o maior se encaminhar até a torneira, logo em seguida molhando um papel para passá-lo em sua camisa branca na tentativa de tirar ao menos o odor de álcool.

-Ainda bem que era transparente – Marc disse, ocupando-se em limpar enquanto observava o estrago pelo espelho das torneiras.

Zack sorrateiramente girou a tranca da porta, encaminhando-se até Marc, puxando três folhas de papel para ajudá-lo a limpar.

O menor se ajoelhou diante de Marc, suas mãos limpando primeiro a mancha que estava na altura de sua coxa, enquanto Marc limpava a barra de sua camisa.

Zack esfregou lentamente até subir, o papel se esfarelando enquanto este aumentava a fricção à medida que chegava perto da braguilha das calças do maior.

Marc o observou agora com desconfiança no olhar, seus próprios movimentos pausados enquanto Zack esfregava fortemente a região, escondendo a diversão no seu olhar.

-Zack...- Marc disse, rindo levemente. – Você não presta.

Zack se fez desentendido, ainda limpando as calças do maior freneticamente, enquanto este tentava pará-lo.

-Zack... – Marc disse novamente, fechando os olhos enquanto ria. – Zack!

Zack finalmente olhou para cima, rindo juntamente com o mais velho, seu sorriso tão tentador que um pequeno nó se formou no estômago de Marc.

As mãos do menor subiram lentamente sua barriga por debaixo da camisa, levantando-se a medida que sua palma explorava o peitoral do mais velho, apertando-o levemente enquanto mordia seu próprio lábio inferior.

Marc revirou os olhos, suas mãos imóveis ao lado de seu corpo, os lábios de Zack encontrando seu pescoço lentamente, o calor de sua boca arrepiando até o último pelo de sua nuca.

-Zack, para. – Ele disse, hesitando quando o menor o empurrou em direção a pia, seus quadris se chocando levemente.

Zacky continuou suas provocações, seus lábios traçando um caminho até os lábios de Marc, lambendo lentamente a lateral com a ponta de sua língua, até que o maior lhe deu passagem, suas línguas se encontrando enquanto suas mãos caminharam até os cabelos de Zack, puxando-o contra si.

Marc o beijou até que sentiu o membro de Zack rijo de encontro ao seu, seus quadris se esfregando um ao outro enquanto parecia que a temperatura do ambiente havia elevado até 40°.

Marc subitamente o empurrou quando ouviu uma batida na porta, ajeitando os botões que Zack havia aberto sorrateiramente.

Zack riu enquanto o puxava para si de novo, afoito com os protestos do maior.

-Vamos para sua casa então. – Zack disse, levemente frustrado quando Marc continuou em repeli-lo.

-Não dá, Zack. – Ele disse, ajeitando-se rapidamente no espelho. – Eu... Eu marquei de encontrar alguém aqui hoje. – Marc disse agora encontrando o olhar do menor. – Sinto muito.

Zack o observou enquanto caminhou até a porta.

-Zee...- Marc disse com preocupação. – Não me olhe assim.

O moreno deu de ombros, trocando sua feição por uma de total indiferença.

- Assim como? Tá de boa. – Ele respondeu andando em direção a porta, empurrando o moreno bruscamente para o lado enquanto a abria.

Marc o chamou novamente em vão, o moreno caminhando rapidamente até a mesa em que Jennifer e Alexis estavam casualmente sentadas tomando seus drinks e rindo de alguma coisa que Frank havia dito.

- Zack! – Jen disse embriagada. - Você não sabe que música você perdeu.

Zachary puxou seu casaco da cadeira em que Frank estava sentado, vestindo-o rapidamente, logo após tirando seu maço de dentro de um dos bolsos e depositando um cigarro sobre seus lábios.

- Você já vai? – Alexis perguntou.

-Sim. – Ele disse, ignorando a presença de Marc assim que o moreno alcançou a mesa.

-Zack, vem comigo. Precisamos conversar. – Marc disse, puxando seu braço gentilmente, preocupação estampada em seu rosto.

Zack puxou seu braço sutilmente, tentando manter a calma.

- Tenho que ir. Conversamos amanhã. – Ele respondeu.

-Não vai ainda, Zack. O Ge disse que chega em cinco minutos. – Frank disse enquanto puxava o cigarro da boca de Zack, se levantando logo em seguida. -Vamos lá fumar enquanto esperamos ele lá fora.

Zack assentiu, se despedindo de todos, evitando se aproximar de Marc, que o olhou com certa irritação e simplesmente acenou de volta, seus olhos vidrados no cartão chave do hotel que Zack puxou de cima da mesa e colocou em seu bolso.

- Vou com vocês. – Jennifer disse, caminhando lentamente atrás dos dois.

Assim que saíram do bar Zack acendeu um dos cigarros e o passou para Frank, logo após acendendo o seu próprio.

-Eu ia te avisar... Mas você deu o bote tão rápido que nem percebi. – Jennifer disse enquanto roubava um trago do cigarro de Zack.

Frank os observou confuso.

-Avisar o que? Bote? O que eu perdi? – Frank riu como uma criança fazendo com que Zack e Jen rissem junto.

-Meu deus, Frankie. Você é muito lerdo. – Jen disse, devolvendo o cigarro de Zack.

-Ele é cego de amor. – Zacky disse revirando os olhos. – Nada faz sentido até o Gerard chegar.

Jennifer concordou, se divertindo com o rubor nas bochechas de seu amigo.

-Não tenho nem como negar. – Ele disse, cobrindo seu rosto como uma criança.

Zack fumou seu cigarro tão rápido que sua garganta coçou, causando uma pequena tosse.

- Jen. Eu combinei de encontrar o Matt aqui. É possível que ele chegue daqui a pouco. Você consegue enrolar ele? – Zack perguntou.

-Sim. Mas eu já estou meio bêbada.... Não demore. Sou ruim em enrolar as pessoas. – Ela riu, meiga como sempre.

-Você é a melhor. – Zack disse dando um rápido beijo na boca de Jen e depois na de Frank, como de costume. – Segure o Ge também. Tenho que ir mas volto antes mesmo de vocês sentirem minha falta. Prometo.

Frank e Jennifer se olharam descontentes, mas sorrindo assim que o menor se afastou.

Zack virou rapidamente em seus calcanhares antes de entrar no táxi, gritando para Jennifer.

-Ah. Qual a música que eu perdi?

Jennifer sorriu de orelha a orelha.

-Chuta.

Zack copiou o sorriso estampado no rosto da professora.

- Killers?

Jen assentiu, seus grandes e brilhantes olhos refletindo as luzes da rua.

- Não acredito que perdi nossa música. – Ele disse observando-a com arrependimento, uma mão apertando seu peito onde estava seu coração. – Prometo recompensar.

Assim que o táxi de Zack saiu Jennifer voltou-se para Frank.

-Qual a música de vocês? – Frank perguntou curioso.

-“Jenny was a friend of mine”. – Ela respondeu sorrindo alegremente enquanto ainda observava o táxi desaparecer dentre os outros carros, buscando as memórias do dia que ela e Zack ouviram a música pela primeira vez na rádio enquanto observavam um dos mais belos céus estrelados de Los Angeles do capô do carro de Marc onde os três estavam deitados, rindo de suas próprias idiotices.

~~.~~

Zack se observou rapidamente no reflexo do vidro do taxi antes de sair do automóvel, mencionando para o taxista que poderia ficar com o troco.

Sorriu assim que avistou Matt apoiado na parede da área de fumantes rindo com Quinn enquanto Jimmy acendia seu cigarro no cigarro de uma morena abraçada com Johnny.

-Zacky! – Matt aparentava extremamente empolgado com a visão de seu melhor amigo, puxando-o para um abraço embriagado.

Zack retornou o abraço, seu ar sendo rapidamente constringido pelo aperto de seu amigo.

-Matt. Não consigo respirar. – Ele disse, rindo com dificuldade.

-Por que você demorou tanto? – O maior disse assim que o soltou.

Zack deu de ombros, empurrando a mão de Jimmy quando esse puxou seu braço para analisar o imenso roxo em seu braço.

- Você tem uma chance para acertar o que o nosso pequeno Zack estava fazendo. Vou te dar a dica, Shadows, mas só porque você está embriagado. Esse suor no encontro da testa com o cabelo, os lábios vermelhos, a camisa desarrumada e o olhar de agitação. Preciso falar mais alguma coisa? – Jimmy disse enquanto tragava seu cigarro, reclamando quando Zack roubou o maço do bolso de sua camisa. – hey, cadê o que você comprou hoje de tarde?

- No meu pulmão. – Zack respondeu evitando os olhares de Matt e Quinn, a perversão evidente em seus rostos.

-A Jen contou que você foi fazer uma visita ao patrão do bar. Como foi sua aventura? – Quinn perguntou rindo, visivelmente tão embriagado quanto Matt quando por pouco não errou a parede na hora de se encostar.

-Meu deus, eu vou precisar beber a madrugada inteira para chegar no estágio que vocês estão. – Zacky disse enquanto observava as mensagens que não paravam de chegar em seu celular.

Brian surgiu ao lado do moreno com as mãos cheias de garrafas de cerveja, um cigarro aceso plantado entre seus lábios, seus olhos tão vermelhos quanto suas bochechas.

-Culpa desse idiota do Brian. – Johnny disse puxando uma das garrafas para si. – Precisamos sair mais vezes sem as meninas. Ele ganhou bebida a noite inteira da garçonete mais gostosa do bar, esse cuzão.

Brian sorriu maliciosamente enquanto a morena estapeava o ombro de Johnny.

Zack guardou seu celular assim que Brian o ofereceu a última cerveja que tinha em suas mãos, olhando-o diretamente nos olhos.

- Pode ficar. – Brian disse receoso, porém ainda estendendo a cerveja na direção do menor, sendo este momento a maior interação que tiveram nos últimos quatro meses.

Zack pegou a cerveja que o maior lhe oferecia em silêncio, brindando com a garrafa que Matt levantou no ar.

-Um brinde... – Matt disse. – Ao Zacky, que não tem medo de ir atrás do que ele quer. Que todos nós tenhamos essa determinação com nossos desejos.

O grupo de amigos riu e brindou, enquanto Zack fingiu um sorriso, sendo esta a última coisa que sentia no momento.

Brian se manteve sério, as palavras brincalhonas de Matt lhe atingindo muito mais do que gostaria.

Zack bebeu vários goles de uma só vez, observando todos os cantos para ver alguém com um isqueiro, até que avistou Marc e Jennifer vindo em sua direção com um homem ao lado de Marc.

-Zacky! – Jennifer disse se apoiando em seu amigo. -Que bom que você achou os meninos. O Matt não parava de me perguntar onde você estava nas últimas duas horas.

Zack riu enquanto deixava a loira se aninhar em seu pescoço, seu cigarro parado entre seus dedos enquanto ainda fingia procurar por um isqueiro e ao mesmo tempo ignorava a presença de Marc, até que ele e o homem estavam parados ao seu lado.

- Zack, esse é o Aiden. – O homem estendeu uma mão na direção de Zack.

Seus olhos verdes escanearam o homem de cima abaixo antes de pegar sua mão e cumprimenta-lo com um sorriso forçado.

-Prazer, Zacky. Ouvi falar muito de você.

Zacky escondeu seu desconforto sorrindo educadamente.

-Espero que coisas boas.

Aiden confirmou, voltando seu olhar para Marc, dando a oportunidade de Zack observá-lo atentamente.

Seu cabelo e barba eram escuros, e sua pele tinha um tom quase dourado. Seu sorriso era um dos sorrisos mais encantadores e charmosos que Zack já havia visto, e seu físico parecia ter sido esculpido por Michelangelo. Se Zack não estivesse completamente dominado de ciúmes naquele momento, com toda certeza estaria desejando o acompanhante de Marc.

- Só coisas boas... – Aiden disse sorrindo novamente de forma tentadora. -Boas até demais. – brincou, provocando uma leve risada em Zack, aliviando a tensão no menor momentaneamente.

- Relaxa, eu levo a relação patrão e subordinado bem a sério. – Zack respondeu, fingindo seriedade. – Inclusive temos uma senha de emergência quando as coisas vão longe demais. – Zack continuou, recebendo um tapa de Jennifer e um olhar de reprovação de Marc.

Aiden simplesmente riu, não aparentando nem um pouco ofendido pela provocação de Zack.

Brian observou curiosamente a situação a sua frente, bebendo um gole da cerveja que Matt lhe ofereceu, distraído em conversa com Johnny e Jimmy.

-Brian, cadê as gêmeas? – Jennifer perguntou tentando evitar com que Zack falasse mais coisas inapropriadas, se arrependendo logo em seguida quando se recordou da forma que Zack e Brian estavam se tratando nos últimos meses.

- Elas foram viajar com os pais delas para um casamento de família fora da cidade. Voltam só semana que vem. – Brian respondeu acendendo outro cigarro enquanto Zack ainda segurava o seu, apagado.

Zack observou Marc acender seu próprio cigarro enquanto Aiden, Jen e Brian engataram em uma conversação sobre o casamento ser na mesma cidade onde a família de Aiden morava.

Assim que Marc percebeu que Zack segurava um cigarro estendeu seu isqueiro na direção do menor, que permaneceu imóvel sem aceitar.

Marc manteve no ar por alguns segundos até que desistiu, guardando em seu bolso e bufando.

-Sério? – Ele disse baixo antes de Zack virar o rosto para fingir que prestava atenção na conversa dos três. – Zack. – Marc disse agora mais alto, recebendo a atenção do menor, seus olhos se encontrando.

Zack o observou atentamente, sua expressão completamente séria, até que um sorriso se formou em seu rosto, sua feição divertida, como se tivesse um segredo em sua mente que só Marc saberia desvendar.

O grupo ficou em silêncio voltando a atenção para os dois homens que se observavam, Marc completamente sério e Zack sorrindo, perversão escrita por toda sua face.

O menor virou o último gole de sua cerveja,  jogando-a em uma lixeira atrás de si sem tirar os olhos de Marc.

-Zack, você roubou esse cigarro para ficar acariciando ele ou você vai fumar essa porra? – Jimmy perguntou irritado.

Zack finalmente desviou o olhar de Marc, largando Jennifer para andar até a direção de Brian, que estava novamente distraído com a conversa de Johnny e Quinn, quando se assustou assim que Zack ficou a poucos centímetros de seu rosto.

Marc os observou enquanto Aiden e Jen conversavam casualmente.

Os olhos castanhos de Brian encontraram os de Zack pela primeira vez em meses, as pintinhas escuras no verde somente perceptíveis daquela mínima distância. 

Após alguns segundos olhando atentamente nos olhos do menor, Brian entendeu o objetivo de Zack quando esse encostou a ponta do cigarro que estava preso entre seus lábios na ponta acesa do cigarro do maior, que também estava em sua boca, puxando o ar até que seu cigarro se acendeu por completo, logo após se afastando lentamente.

Marc riu sutilmente quando notou Zack puxar Brian em direção ao bar novamente, seus amigos completamente alheios à suas atividades pelo estado de embriaguez que todos se encontravam.

Brian se deixou ser conduzido pelo menor até que fora empurrado para dentro do bar, Zack olhando uma única vez para trás novamente para encontrar o olhar de Marc, divertido e incrédulo ao mesmo tempo enquanto soltava a fumaça de seu cigarro no ar.

Zack piscou rapidamente, retribuindo o sorriso e provocando-o até que se virou e seguiu o outro guitarrista bar adentro.

 

 

 


Notas Finais


Disclaimer pra novos personagens de uma paixão antiga. Frerard <3
Desculpa a demora. Prometo postar mais rápido agora que terminei a monografia, hehe. (Isso se o resto das minhas leitoras voltarem pra mim) :'( espero que gostem, muaak .
Aiden: https://filmreviewonline.com/wp-content/uploads/2013/03/beauty-and-the-beast-114-011.jpg


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...