História Learning to love- Jikook Em correção - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bottom!jungkook, Jikook, Namjin, Seme!jimin, Suga, V-hope, Yoonkook
Exibições 518
Palavras 2.300
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Festa, Fluffy, Lemon, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpa a demora, eu prometi postar dois capitulo, ontem, mais aí eu acabei dormindo e só escrevi um, o outro não deu tempo por que eu só lembrei agora, foi mal gente, esporo que me perdoem, vou postar o outro amanhã, é um promessa, eu juro que eu vou cumpri ela, obrigada pelos 60 favoritos, eu amo vocês <3, então, boa leitura povo lindo...

Capítulo 10 - Hoje eu não estou com vontade


Fanfic / Fanfiction Learning to love- Jikook Em correção - Capítulo 10 - Hoje eu não estou com vontade

                                                            *JEON JUNGKOOK*

 

-Aonde você pensa que vai?- me virei lentamente e vi um senhor que aparentava ter a idade do meu pai, ele me olhou assustado quando viu meu corpo todo marcado- não me diga que ele fez isso em você...- eu abaixei a cabeça e ele segurou meus braços com cuidado- venha comigo!- eu sabia que ele estava tentando me levar pra sala, eu tentei ir para o lado oposto mais acabei caindo no chão, soltei um gemido alto e parecia que a paciência do homem avia se esgotado- merda!- ele chegou perto de mim e me pegou no colo estilo noiva me levando para a sala

-E-eu sei andar s-sozinho- tentei sair do seu colo mais ele apertou contra si- e-eu já falei que sei andar!- ele entrou na sala e me colocou sentado no sofá e eu quando eu fui me levantar ele me empurrou de volta no sofá fazendo eu bater as costas e morder os lábios para não gritar de dor

-NÃO LEVANTE ATÉ EU MANDAR! – o homem andou de um lado para o outro e minha cabeça estava tentando processar o que é que está acontecendo aqui  Merda, agora fudeu

 

 Jimin entrou na sala junto com uma mulher que era muito parecida com ele se me perguntasse eu diria que era a mãe dele de tanta semelhança que eles tinham ele estava falando algo com a mesma, mais logo que me viu sentado no sofá ele parou de falar na hora e a mulher que estava com ele ficou me olhando de cima até em baixo isso aqui tá muito esquisito o homem veio na minha direção e apontou pra mim

 

-Vai me dizer AGORA o que você fez para esse pobre garoto- Jimin me olhou rapidamente e respirou fundo e logo olhou para o homem- VAI ME DIZER OU VOCÊ PREFERE QUE ELE MESMO ME DIGA?- aumentou o tom de voz e Jimin abriu a boca para explicar tudo, mais o que saiu não foi nada bom

-Eu abusei dele Appa- O homem na minha frente olhava para Jimin com nojo e desprezo então esse é o pai dele e a mulher deve ser a mãe depois de alguns segundos o pai dele me olhou e logo depois me levantou do sofá com muito cuidado- o que você vai fazer? –perguntou tentando chegar perto de mim mais o pai dele o empurrou para trás com certa força e logo não tardou em colocar meu braço em seu ombro

-Você acha que eu vou deixar esse garoto perto de você? Acha que eu vou deixar ele perto de um assassino ? não me faça rir, abre a porta pra gente ir embora- como assim assassino? Ele fez aquilo em defesa, ele fez aquilo para me proteger, ele não é um assassino, ele não é

-E-ele não é um a-assassino, ele fez aquilo para me proteger, e... ele não, bem, ele não fez aquilo porque quis, ele fez aquilo porque estava bêbado e frustrado com os seus problemas, eu sei que foi errado, não nego, mais eu já o perdoei- depois que falei aquilo Jimin ficou sorrindo pra mim eu não o perdoei, mais eu não quero que ele brigue com seu pai por minha causa tirei meu braço do ombro do pai de Jimin e fui em sua direção mais logo fui impedido por seu pai que segurou minha mão

-De fato,Todos nós temos problemas, mais isso não significa que podemos saí por aí e abusar de quem estivéssemos com vontade- ele me puxou para o seu lado e eu soltei um gemido baixo mais eu tenho certeza que ele ouviu, olhou para Jimin com raiva- você é um desperdício como filho, como eu pude ter um filho assim? Isso não é justo comigo, por que você não pode ser como seu irmão? Ele sim é digno de ser chamado de filho!- Jimin pareceu não gostar do que o pai falou ele tem um irmão e eu não sabia? ele resolveu se pronunciar

-O QUE ELE TEM A VER COM A CONVERSA? SE NÃO ME QUER COMO FILHO A PORTA ESTÁ ABERTA, EU NÃO PRECISO DE VOCÊ!- ele foi pra porta e a abriu- SAIAM DAQUI AGORA, E NUNCA MAIS VOLTEM A CHEGAR PERTO DE MIM, VOCÊS ESTÃO MORTOS PARA MIM!- o pai dele estava se segurando para não bater no filho, ele estava apertando minha mão para não perder a cabeça

-Tudo bem, melhor nós irmos embora- a mãe dele se pronunciou indo pra porta e dando um breve abraço em seu filho, e saindo do apartamento logo depois

-Eu vou saí mais eu vou voltar pra buscar o garoto, não espere que eu vou deixar ele aqui com você- ele passou a mão no meu cabelo e me deu um abraço- qual seu nome?-  perguntou se afastando do abraço

-Jeon Jungkook- ele pareceu ficar surpreso e passou a mão no meu rosto parando pra pensar, eu já vi ele em algum lugar

-Se lembra de mim?- Eu neguei com a cabeça- Eu já trabalhei para sua mãe, você é a cara dela, só muda o fato de você ser um menino- agora eu lembrei, ele era o sócio da minha mãe, eu lembro do irmão do Jimin, mais por que não lembro do Jimin?- você se lembra do meu filho? Ele se chama Park Chanyeol- eu assenti e ele sorriu- ele vai ficar muito feliz em rever você, que tal um jantar no sábado?- eu não posso no sábado, mais eu queria tanto reencontrar o Chanyeol, eu lembro de como a gente brincava de ser um casal rico e conhecido por todos os lugares e a gente se divertia muito falando que teríamos vários filhos quando a gente crescer,  a última vez que eu vi ele eu tinha seis anos e ele dez

-Eu queria tanto ver ele, mais eu não posso esse sábado, eu tenho uma coisa pendente que eu tenho que resolver em Busan- eu pude notar o olhar triste dele e o do Jimin, que me olhava com raiva, o mesmo estva quase quebrando a maçaneta da porta do apartamento

-Tudo bem, que tal a gente fazer o seguinte, ele vai com você, e assim que vocês voltarem a gente combina o jantar direitinho, o quê me diz?- eu não sabia o que dizer então eu só assenti sem olhar para o Jimin- estou tão feliz em saber que você e o meu filho vão se rever depois de anos, ele sempre fala do quanto sente sua falta, você sentiu a falta dele?- eu corei um pouco com a pergunta e assenti outra vez de cabeça baixa- ele vai ficar muito feliz quando souber que você continua sendo um garoto fofo e que continua corando por tudo, bom, eu peço pra ele te ligar, melhor eu ir- ele acena e sai da casa sorrindo

 

Eu me sento outra vez no sofá e bufo- eu não lembrava do pai do Jimin mais lembrava do irmão dele, mais tudo bem- olhei para Jimin e vi sua raiva evidente- por que ele está assim? Será que ele tá com ciúmes?- ele bateu a porta com força e a trancou, eu fiquei olhando ele andando de um lado para o outro na sala- se ele continuar assim vai fazer um buraco no chão-  Isso já estava me incomodando demais, eu tinha que falar alguma coisa, mais eu estava com medo de como ele poderia reagir

 

-J-jimin...- levantei indo na sua direção e parei assim que ele me fuzilou com os olhos, respirei fundo e parei na sua frente- V-você está bem?- deu pra notar a risada falsa que ele me lançou de longe

-Tá com saudades do meu irmão?- falou sínico e eu sentir minhas pernas tremerem de tanto medo que estava sentindo como ele pode mudar em tão pouco tempo?

-Não tenho motivos para mentir para você, eu e seu irmãos ficamos anos sem nos ver, eu não vou negar que estou com saudades dele- Jimin voltou a andar de um lado para o outro tentando manter a calma eu não tenho a mínima ideia do que fazer entrei outra vez na frente dele e segurei sua mão que estava com o anel de namoro junto com a minha e entrelacei olhando nos seus olhos- Você está com ciúmes do seu irmão? - isso acalmou ele- tá vendo isso aqui na minha mão?- ele assentiu e eu peguei a outra mão dele e coloquei na minha cintura- isso é a prova de que eu sou somente seu, só você pode me ter por completo- ele sorriu e me puxou pela cintura colando meu corpo no seu se isso tá doendo? Pra caralho! Mais bora tacar o foda-se e ser feliz

-É tão bom saber que você é só meu, sabe o que a gente pode fazer agora?- Eu podia sentir sua ereção se formando

-O que a gente podia fazer agora?- perguntei mais inocente o possível

-Que tal a gente ir pra cama e você me mostrar o quanto você é entregue a mim?- é aí a minha deixa sorrir malicioso pra ele e ele devolveu com o mesmo olhar

-Sabe o que é Chimchim...- peguei sua gravata e a puxei sussurrando em seu ouvido- Hoje eu não estou com vontade, quem sabe na próxima vez- saí correndo com um pouco de dor, subi as escadas e entrei no quarto de hóspedes e me escondi dentro do armário

 

                                                                    *PARK JIMIN*

 

Enquanto eu estava atrás do pirralho que acordou meu amiguinho eu estava pensando em quando eu tinha oito anos de idade

 

                                                           *FLASHBACK  ON*    

 Eu perguntava para o meu irmão por que eu não podia conhecer o amigo dele e ele sempre falava que o coelhinho era só dele e de mais ninguém, na época e não entendi o que ele quis dizer, eu sempre achava que ele estava falando de um coelho, mais um dia eu entrei no quarto do meu irmão escondido e vi um garoto desenhando no chão, ele tinha olhos profundos e eram pretos como seu cabelo, sua pele era alva como a neve, ele parecia ser muito frágil, mais eu não entendia o por quê do meu irmão ter dado a ele aquele apelido, foi aí que eu tomei um susto

 

-O que você pensa que está fazendo aqui?- vi meu irmão atrás de mim

-Eu queria conhecer seu amigo, eu posso?- ele ia negar mais assim que o garoto veio correndo na sua direção sabia que ele teria que me apresentar

-V-você demorou muito, eu fiquei com medo de você não voltar- ele falou chorando

-Calma meu coelhinho eu estou aqui, não estou?- o pequeno assentiu corado e foi aí que eue notei o por quê do meu irmão chamar ele de coelhinho, ele abriu um sorriso que mostrou seus dentinhos de coelho, aquele foi o sorriso mais lindo de toda a minha vida- Quem é esse hyung?- perguntou tímido

-Esse é só o meu irmão, vamos voltar a brincar!- meu irmão me empurrou pra fora do quarto sem deixar o garoto se apresentar pra mim e trancou a porta, depois daquele dia sempre que eu via o garoto brincando eu tentava chegar perto dele mais ele sempre se afastava de mim me ignorando, ele não se desgrudava do meu irmão em vice versar, eu parei então de chegar perto dele por que eu estava cansado de ser ignorado e desprezado pelo mesmo, com o tempo ele começou a chegar perto de mim só pra me humilhar junto com meu irmão, um dia meu irmão não estava em casa mais ele sim, eu resolvi ver o porque dele fazer isso comigo mais acabou que ele não me respondeu nada, ficou quieto no quarto do meu irmão como se fosse o boneco de porcelana, e quando meu irmão chegou ele se despediu dele e saiu chorando e meu irmão descobriu uma semana depois que o coelhinho avia se mudado.

Depois de alguns anos, meu irmão se fechou para todos a sua volta, ele falava que a vida dele era só escola, trabalho e dinheiro, ele não tinha nem tempo para arranjar uma mulher, sempre tinha uma mulher, mais sempre era mulher de uma noite só, ele sempre tinha pesadelos sobre o garoto, e sempre chamava o coelhinho nos sonhos e pesadelos

 

                                                                  *FLASHBACK OFF*  

 

Então aquele garotinho que me ignorava e me desprezava era o meu grande amo, Jeon Jungkook, o coelhinho- agora ele é meu, meu irmão não tem mais o direito sobre ele, mais eu sim!- eu procurei em todos os lugares possíveis, eu já estava ficando cansado, menos meu amigo que estava quase gritando por atenção, fui no último cômodo da casa que eu não tinha olhando, entrei e ouvi vários suspiros dentro do armário e o abri dando de cara com o Jungkook dormindo, o peguei no colo e o levei para o meu quarto e o deitei na cama e resolvi me aliviar sem ele, fui no banheiro e liguei o chuveiro, tirei minhas roupas e libertei meu membro da Box, o mesmo estava pulsando por atenção, passei a mão no meu membro e soltei um gemido abafado, coloquei a cabeça encostada no azulejo e fiquei imaginando Jungkook bem na minha frente me chupando, fiz movimentos de vai e vem no meu membro, cada vez que eu mais imaginava Jungkook ali eu soltava um gemido alto sem me importar se ele estava me escutando ou não, sentir que estava prestes a gozar então aumentei a velocidade dos movimentos e gemi cada vez mais alto, me desfiz gemendo o nome do Jungkook, tomei um banho e saí do banheiro para pegar minhas roupas, abri a porta e vi Jungkook todo corado me olhando com os olhos arregalados

 

-O que você estava fazendo dentro do banheiro?  

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado do capitulo, eu sei que eu só comecei essa fanfic faz seis dias e tals, mais eu tava pensando e começar outra também, o que vocês me dizem?

Ela seria sobre Jikook e Vkook, só não vou falar como ela vai ser, mais se vocês não quiserem ela agora eu posso continuar com essa até terminar a primeira temporada e depois quando eu voltar com a segunda temporada, eu já vou voltar com uma nova fic também, se vocês concordarem lógico, eu conto com as suas opiniões, ela vão me ajudar muito a tomar essa decisão, qualquer comentário é bem vindo.

Desculpem pelos erros do capitulo, não consegui checar pra ver se estava tudo certo, se tiver algo de errado peço que me avisem para mim ajustar corretamente, bjs : 3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...