História Learning to love- Jikook - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Namjin, Suga, V-hope, Yoonkook
Exibições 406
Palavras 1.788
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Esporte, Festa, Fluffy, Lemon, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Gente, desculpe pela demora, viciei em uma fanfic e esqueci de postar, espero que gostem, boa leitura....

Capítulo 11 - Meu coelhinho


Fanfic / Fanfiction Learning to love- Jikook - Capítulo 11 - Meu coelhinho

                                                        *JEON JUNGKOOKIE*

 

Quando eu pensei que Jimin avia desistido de me procurar eu ouvir passos perto da porta- Estou fudido!-rapidamente fingi que estava dormindo, ouvi a porta se abrindo e comecei a suspirar pelo lugar está abafado, quando ele abriu a porta eu tentei continuar a minha farsa- merda, ele vai descobrir, ele vai descobrir, se ele descobrir eu estou fu.di.do!- ele me pegou no colo e eu só pensava merda, ele podia me deitar na cama de hóspedes, mais não, ele estava me levando para o quarto dele- Eu estou literalmente fudido!- ele me deitou sobre a cama e eu ouvi passos, abri os olhos de vagar e vi que ele foi para o banheiro, escutei o barulho do chuveiro e resolvi chegar mais perto para tentar ouvir o que ele falava

 

-J-jungkook, m-mais...ah rápi-do...ah!- Ele estava gemendo meu nome! Comecei a ficar corado, ele estava se tocando pensando em mim? Eu não sei se acho isso fofo ou nojento, só sei que estou amando ele falar isso, cada gemido que ele dava eu me sentia mais envergonhado , escutei ele gritando meu nome era um gemido ou ele sabia que eu estava aqui? eu tremi até a base será que ele sabe que eu estou escutando tudo? Mais quem não está escutando? Se bobear os vizinhos já devem saber meu nome de tanto que ele geme

 

Escutei o chuveiro sendo desligado, sentei na cama tentando processar o que avia acabado de acontecer, eu estava sentindo meu rosto queimar de tanta vergonha que eu estava sentindo com certeza eu consigo roubar o lugar do tomate ele abriu a porta do banheiro e eu sentir minha entrada pulsar de tanto desejo que eu estava sentindo agora- ele estava só de toalha com o abdômen definido a mostra, estava ofegante, estava com os cabelos molhados colados na testa, minha vontade era de levantar e tirar aquela toalha dele e jogá-la longe e depois beijar todo seu corpo pra mostrar que ele é todo meu mais o que eu realmente fiz?- eu fiquei lá parado feito um idiota todo corado respira fundo e conta até três..1...2...3...

 

-O que você estava fazendo dentro do banheiro?- ele ficou vermelho e desviou seu olhar do meu deve está mais envergonhado do que eu

-Achei que você estivesse dormindo- ele estava tentando mudar de assunto

-E-eu estava- por que eu gaguejei? Devo ter algum problema sério por mentir assim na cara dura- V-vai colocar um roupa- mereço um prêmio de idiota do ano na moral ! não tem como eu conversar com ele nesse estado

-Por que eu tenho que colocar uma roupa? Você que está na minha casa, você que tem que me obedecer, sabe de uma coisa? Hoje tá muito frio, eu preciso de calor humano- ele soltou a toalha e veio na minha direção, eu puxei a coberta e me tampei rapidamente, vi a coberta sendo puxada lentamente então eu fechei os olhos, sentir um ardência na minha bunda e percebi que tinha levado um tapa na mesma- eu quero dormir agarradinho com você minha princesa- eu abri os olhos e vi que ele estava em cima de mim sem roupas, ele me deu um selinho que logo foi virando um beijo, ele pediu passagem com a língua e eu cedi, ele explorava a minha boca e eu fazia o mesmo, mais o ar foi necessário, ele suspirava no meu ouvido e meu corpo se derreteu com aquilo- eu quero você de quatro na minha cama- aquilo estava fazendo eu perder a cabeça eu não posso, ele tem que aprender que eu não sou um objeto sexual dele  empurrei ele de cima de mim e virei de costas pra ele

-Estou cansado, boa noite Jimin- puxei a coberta e me tampei fechando os olhos, eu escutei ele me chamando, eu fingi que não estava escutando, ouvi a porta do quarto sendo aberta e fechada com força ele deve está morrendo de raiva finalmente eu deixei o sono me dominar e apaguei de vez

 

                                                        ~~~~~~~~~~(*-*)~~~~~~~~~~

 

Acordei com alguns gritos vindo do andar de baixo- quem será o infeliz que tá gritando com o Jimin?- levantei e fui fazer minhas necessidades e escovar os dentes, coloquei uma camiseta grande do Jimin que pega na metade na minha coxa e ajeitei um pouco meu cabelo com a mão, olhei para o espelho e tomei um susto- estou tão fofo- resolvi ficar assim mesmo por que eu não tinha mais tempo, os gritos estavam ficando mais altos, desci as escadas correndo e parei na porta da sala quando eu vi ele, Park Chanyeol.

Ele estava discutindo com o Jimin e nem notou minha presença- era ele mesmo, por que ele não me notou?- eu estava tão emocionado que lagrimas de felicidade desciam sem eu perceber, eu me lembro do quanto a éramos felizes, só com a presença um do outro- como ele pode continuar tão lindo depois de anos? ele deve ter pintado os cabelos, seus cabelos estão brancos, seus músculos estão definidos, assim ele pode derreter alguém de tanta perfeição em uma pessoa só- eu olhava pra cada detalhe de seu corpo

 

-C-coelhinho?- ele me perguntou surpreso assim que me viu na porta

- C-channie?- ele sorriu assim que ouviu eu o chamar pelo nome, eu deixei mais lagrimas caírem do meu rosto e ele veio em passos largos em minha direção e me girou no alto e eu coloquei as mãos no seu ombro que logos circularam em seu pescoço quando ele me abraçou

-Não chora coelhinho, eu estou aqui, eu estou aqui com você- ele passou sua mão em meus olhos enquanto sorria- Você não sabe o quanto em sofri por você, por que você me deixou?- eu o abracei forte

-Minha mãe precisava assumir a empresa do meu avô que avia falecido, eu não podia deixar minha família- me afastou um pouco para me olhar nos olhos

-Você não sabe o quanto eu esperei ter você nos meus braços, meu coelhinho- Jimin que estava calado resolveu se pronunciar

-SEU COELHINHO? TEM CÚ QUE É SEU!- ele veio na minha direção e me puxou pela cintura me colando na lateral de seu corpo- TÁ VENDO ESSE ANEL AQUI NA MÃO DELE?!- pegou minha mão e levantou mostrando o anel- ELE É MINHA PRINCESA, MEU COELHINHO, SÓ MEU TÁ ME ESCUTANDO ?!- Ele estava apertando minha cintura com força sem se importar se estava doendo ou não

-ELE PODE SER SEU AGORA, MAIS O FUTURO NINGUÉM SABE JIMIN, NINGUÉM SABE!- Jimin ia responder mais a companhia tocou e ele me soltou indo pra porta- Coelhinho...- falou manhoso e eu olhei para a cara de cachorrinho sem dono dele, ele veio na minha direção me puxando pela cintura me abraçando- não me deixei, eu não posso viver sem você

-E-eu não vou, você é parte do meu passado, eu não vou deixar meu passado feliz ir embora e ficar com os infelizes, eu não quero ficar sem você  Channie, você é meu melhor amigo e sempre vai ser- escutei alguém batendo palmas e eu me afastei

-É tão bom saber que vocês estão juntos de novo- falou o Sr Park- Eu falei com seu pai Jeon, ele concordou em unir nossas famílias- falou todo alegre e eu não estava entendendo nada, Jimin estava do mesmo jeito que eu

-D-desculpa mais o que quer dizer com isso?- o pai de Jimin pegou a minha mão e a do Channie e as juntou

-Fácil, vocês vão se casar - Jimin me puxou pelo braço e me colocou atrás dele vou ter que me casar com meu melhor amigo de infância amando seu irmão? Jamais, se for pra casar, eu vou casar com o Jimin e mais ninguém! ele estava repleto de raiva

-Antes vocês vão ter que me matar!- eu fiquei lá parado vendo o circo pegar fogo e Jimin estava ficando quente de tanta raiva e tinha faíscas que saiam de seus olhos, ele estava serrando os punhos

-Não adianta Jimin, não tem nada que você possa fazer, aceita que doe menos- Channie falou sinicamente, Jimin abriu a porta e puxou o pai e o irmão pelos braços e praticamente jogou eles fora do apartamento e depois bateu a porta com força e eu o abracei

-Não me deixe, eu te amo, te amo com todas as minha forças, se você me largar eu juro que faço uma loucura, e você sabe que eu não estou brincando, eu já matei e posso matar de novo- eu assenti, eu sei que ele é capaz de matar o próprio irmão por mim, eu deveria está feliz com a suas palavras, mais não estou, ele mataria o Channie? O meu melhor amigo? O seu irmão?

-Você mais do que ninguém sabe que eu te amo de corpo e alma, eu nunca te trocaria pelo seu irmão, só peço que não cometa nenhuma loucura- ele se afastou de mim e foi mexer em uma gaveta que tinha em baixo da televisão

-Só tem uma coisa que pode me impedir de socar a cara daquele infeliz- eu fiquei confuso  será que ele vai querer me sequestrar e me forçar a trocar de nome e depois saí do país junto com ele?

-Q-qual?- ele sorriu e sussurrou um achei e se levantou e parou na minha frente

-Você se casando comigo- ele segurou minha mão e se ajoelhou na minha frente

-O-o que?- ele abriu a caixinha e pegou um anel de noivado e colocou no meu dedo, ele entrou facilmente no mesmo

-Esse anel foi passado de geração em geração da família Park, todos meus antepassados usaram e cuidaram dessas alianças e agora e a nossa vez de cuidar delas, eu te amo, eu morreria por você, eu mataria por você, se você me pedisse eu compraria a lua pra você, eu faria isso tudo para poder ter seu amor, seu carinho, seu afeto, para ter você em meus braços- senti lágrimas descerem sem parar no meu rosto- eu quero acordar todas as manhãs e te chamar de meu, quero ter filhos com você, quero passar o resto da minha vida sabendo que eu tenho a coisa mais importante do mundo ao meu lado, por isso eu quero te fazer uma pergunta- eu juro que meu coração parou por alguns segundos ele vai fazer a pergunta que eu estou pensando que vai fazer?

Em toda minha vida eu nunca achei que iria encontrar um amor, viver um conto de fadas, mais aqui estou eu, parado na frente da pessoa que mais amo, esperando a pergunta que sempre quis ouvir de sua boca carnuda e atraente como eu queria está beijando seus lábios agora

-Você gostaria de se tornar Park Jungkook?

 

 

 

 

 


Notas Finais


Queria avisar que não deu tempo de corrigir, se estiver algo de errado me avisem, eu também aceito opiniões, fiquei muito triste por vocês não terem lido minhas notas finais do último capitulo que eu mandei : ( mais tudo bem, vou lá pegar meu lencinho e enxugar minhas lágrimas de tristeza...

tchau~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...