História Lefgreen's Story - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 15
Palavras 1.171
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Famí­lia, Fantasia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oi!

Postando mais um capítulo, porque o anterior era muito pequeno.

Capítulo 5 - Casamento


Um mês se passou e o dia do casamento de Adrian e Weysni finalmente chegou. Depois de duas semanas, a chuva finalmente dera trégua e agora o céu mostrava um sol radiante, cujas poucas nuvens negras ficavam escondidas diante do céu azul e do arco-íris que havia se formado.

            Naquele dia, August estava muito nervoso, depois de pensar muito, ele decidira que iria tentar pelo menos uma vez lutar pelo objeto de seu desejo. Não importava nada. Não importava seu irmão, sua mãe, o povo, nem mesmo ele ser o padrinho do casamento, tudo o que importava era saber que Weysni seria sua e August tinha certeza que se dissesse para Weysni não se casar, ela não casaria.

 

- Então principezinho... – disse Ally, surgindo do nada – não vai fazer nada? Vai deixar aqueles dois se casarem? Vai deixar seu irmão roubar ela de você, assim como ele fez com todo o resto?

- Resto? Do que você está falando? – disse um atordoado August.

- Não se faça de idiota. Você sabe do que eu estou falando. Ele roubou seu reino, o amor dos seus pais, até as alianças da família foram para ele. Pra você o que sobrou? Nada. Não te deram nada. E agora ele vai roubar a última coisa que te resta: minha prima.

- NÃO! Ele não vai roubá-la de mim. Isso eu não vou permitir.

 

            Ally viu August sair correndo e soube que havia conseguido o que queria: deixar o príncipe tão atordoado a ponto de cometer uma loucura para acabar com o casamento.

            Chegando no quarto onde Weysni estava se arrumando, August abriu a porta com violência.

 

- August... você me assustou. – Weysni falou, com a mão no peito.

- Weysni, você não pode se casar com o meu irmão.

- Por que não? Aconteceu alguma coisa? – perguntou assustada.

- Não, não aconteceu nada. Você só não pode casar com ele.

- Por quê?

- Porque eu te amo! – falou August nervoso.

- O quê? – falou confusa.

- Eu te amo desde que te vi aquele dia do baile da coroação do Adrian.

- Você não pode estar falando sério.

- Eu estou falando muito sério. Eu te amo e eu sei que você me ama também. Larga o meu irmão. Vamos ficar juntos.

- Você está louco. Eu nunca vou deixar o Adrian pra ficar com você.

- Se é por que ele é rei, eu sou o príncipe, também tenho muito dinheiro. – falou, recebendo um tapa no rosto da garota, que estava decepcionada com o que tinha acabado de ouvir.

- Você não me ofenda August. Eu não sou qualquer uma. Eu não me vendo por dinheiro nenhum, ouviu? – falou revoltada – E agora saia daqui ou eu vou começar a gritar.

- Você vai se arrepender Weysni. – fala August antes de sair – Você ainda vai se arrepender disso. Escuta o que eu estou te falando. Você vai se arrepender muito, porque você vai sofrer muito nesse casamento, eu mesmo vou cuidar pra que isso aconteça. – August disse saindo, deixando uma assustada Weysni para trás.

 

_____     x    _____

 

- Adrian, posso entrar? – perguntou Ally.

- Ah, oi maninha, entra aí.

 

            Ally fora criada no palácio junto com os irmãos Runzpens, desde que o pai de Ally foi levado para ser guarda pessoal do rei Árthur a 11 anos. Adrian tinha 7 anos, Ally 10 e August 12 anos. Adrian sempre fora mais espontâneo que o irmão, por isso, para ele era mais fácil se comunicar com as outras pessoas. Quando Ally chegou, Adrian havia sido o primeiro a recebê-la, a chamando de maninha e a tratando como tal.

 

- Ad, você tem certeza do que está prestes a fazer? – a moça perguntou, olhando fixamente nos olhos azuis do rapaz.

- Como assim? Do que você está falando? – perguntou confuso.

- Do casamento. Você tem certeza que quer se casar com a minha prima?

- Que história é essa? É claro que eu quero. Eu amo a Weysni. Eu sempre amei ela, desde que eu a conheci a 10 anos. Eu lembro que naquele dia, assim que eu a vi, sardentinha, de maria-chiquinha, eu pensei que um dia eu ia me casar com ela.

- Mas Ad...

- Lembra que um dia a gente brincou que ia se casar? O August era o padre e você era o pai da noiva. A nossa aliança era feita de grama. – falou com um sorriso lindo e um brilho nos olhos.

- É, eu me lembro sim. Mas agora é diferente. Não é mais uma brincadeira. Não tem como voltar atrás.

- Eu não vou voltar atrás. Eu amo ela Ally. Eu amo aquela sardentinha de maria-chiquinha, que se tornou a mulher linda que ela é hoje.

- Você tem certeza?

- Tenho certeza como nunca tive certeza sobre nada na minha vida. Eu vou ser muito feliz com ela Ally e vou fazê-la muito feliz também.

- Tudo bem então. Eu... vou me arrumar agora.

- Tá bom. Até depois então maninha.

- Até.

 

            Saindo do quarto de Adrian, Ally revoltada, acaba encontrando com o também revoltado August.

 

- E aí principezinho, como foi? Conseguiu alguma coisa? – perguntou, vendo a expressão raivosa do rapaz.

- Não. Eu acabei brigando com ela. Ela me deu um tapa no rosto. – falou furioso e a morena surpreendeu-se, arregalando os olhos.

- Não acredito! Minha priminha, sempre tão calma e certinha te bateu? Mas você deve ter dito muita besteira pra ela ter chegado a esse ponto.

- Digamos que a nossa conversa não foi das mais calmas. Mas e aí? E você como foi?

- Eu também não consegui nada. Infelizmente, não tem nada que nós possamos fazer pra impedir esse casamento.

- Então nós vamos deixar as coisas assim? Eles felizes, enquanto nós estamos aqui, mal?

- E quem disse que eles serão felizes?

 

_____     x    _____

 

            Adrian estava muito nervoso, aguardando no altar. Porém, quando ouviu a música de entrada de Weysni, seu coração se encheu de amor, não continha a ansiedade. Quando viu sua noiva entrando, lágrimas rolaram de seus olhos.

 

_____     x    _____

 

            Na festa de casamento, no Salão da Luz, o novo casal estava muito feliz, o amor entre eles era evidente e contagioso. Todos estavam muito felizes, exceto August e Ally, que no fundo do salão conversavam, arquitetando um plano para acabar com a felicidade dos recém-casados.

            Após os discursos do novo casal, da mãe de Adrian e dos pais de Weysni, August pede silêncio e acaba fazendo um anúncio que deixa a todos surpresos.

 

- Boa noite. Estamos hoje todos aqui reunidos para comemorar a união do meu irmão, Adrian e da sua linda, agora esposa, Weysni. Estamos todos muito felizes com o casamento desse casal. – falou dissimulado e Weysni o olhou desconfiada – No entanto, eu gostaria de um minuto de sua atenção para dar um anúncio, que eu tenho certeza, deixará a todos aqui muito felizes. Eu, príncipe August Runzpens anuncio agora, o meu casamento para daqui a um mês com Allana Menphis.


Notas Finais


Continua...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...