História Legado Negro - Capítulo 79


Escrita por: ~

Postado
Categorias Novos Titãs (Teen Titans)
Personagens Asa Noturna, Estelar, Mutano, Ravena, Robin, Wally West (Kid Flash)
Tags Ação, Comedia, Damian Wayne, Drama, Luta, Novos Titãs, Romance
Exibições 39
Palavras 2.335
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Ecchi, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Seinen, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 79 - A História dos Soldados 5


" Onde ele está… "

Se senta em sua fama e agarra um travesseiro o prendendo em um forte abraço e o usa de descanso para o queixo.

- Será que eu peguei pesado demais e acabei o irritando?

Lentamente lembranças dos dias anteriores começam a fluir em sua cabeça, quando começava a se dar bem com Damian seu esforço logo ia para o raro quando ela via Alice e as duas começavam a discutir. Todos esses momentos tinha o desfecho de Rachel derramando sua frustração sobre Damian após suas derrotas.

" Como ela pode ser boa em tantas coisas. " Começando a ficar deprimida Rachel deixa suas costas caírem contra o colchão e começa a ficar o teto.

Após alguns segundos encarando o nada o rosto de Damian começa a vir a sua cabeça e Rachel se dá conta que já está a mais de 3 dias que não passam tempos juntos de forma agradável…

- Aaaan Damian cadê você!? – A morena joga o travesseiro pro alto e começa a rolar na cama de um lado pro alto enquanto tenta se lembrar do calor do moreno.

* Toc Toc *

No instante que a empata ouve as batidas na porta ela para de rolar no mesmo instante e se põem de pé.

" É ele… "

O coração de Rachel dispara enquanto a mesma vai em direção a um espelho na parede e começa a passar as mãos em seus cabelos ajeitando qualquer imperfeição que a mesma tenha feito segundos atrás.

Após confirmar o estado de seu cabelo, seus olhos descem para seu corpo onde ela checa sua camisola azul tentando endireitar as partes amassadas, olhando mais uma vez para o espelho Rachel confirma que sua aparência está ok mas ainda se sente incomodada com seu rosto agitado.

* Toc Toc. *

Mais uma vez a empata ouve as leves batidas na porta mas ela as ignora enquanto respira fundo se acalmando lentamente e conseguindo colocar uma expressão neutra enquanto as batidas de seu coração se estabilizam.

- Já estou indo.

Sua voz sai calma e sem muita emoção enquanto a empata se direge para a porta tirando quando sinal de animação ou ansiedade de seu rosto.

A empata começa a abrir a porta. - Você demo– Rachel interrompe suas palavras ao mesmo tempo em que substitui seu rosto sereno por uma feição irritada. - Por que você está aqui?

- Encomenda!!! – Mia abre um grande sorriso esticando seus braços em direção a Rachel deixando um tablet a poucos centímetros do rosto da morena emburrada.

- Oque é isso? – Pega o tablet da mão da androide e começa a visualizar a tela.

- Uma encomenda do Damian. – Se aproxima de Rachel com um sorriso.

- Do Damian… – Sua atenção se foca na tela eletrônica. - Você sabe oque tem aqui?

- Sim e não. – Abre um grande sorriso parando ao lado da empata e se intrometendo na tela. - Eu ajudei o Damian a redigir a história do passado dele. – Rachel fica atordoada com a informação enquanto Mia entra numa pasta específica com vários textos divididos entre as idades de Damian. - Porém eu não sei sobre o passado dele.

- Como assim. – Rachel toma o tablet da pequena e a encara de frente.

- Ele me fez apagar todas as memórias após terminar de redigir, então eu ainda estou curiosa. – Abri um sorriso inocente para Rachel.

- Huummm. – Rachel encara Mia por alguns segundos antes de dar um sorriso igualmente gentil. - Muito obrigada.

- Até mais. – A morena abraça o tablet contra o peito e volta ao seu quarto fechando a porta quando encontra uma resistência.

- Rachel vamos conversar mais um pouco, vamos matar as saudades. – A empata se vira para a fresta da porta encontrando o sorriso inocente de Mia enquanto ela impede a porta de se fechar.

- Como você reparou nas minhas roupas eu já ia dormir, vamos deixar para depois. – A morena devolve o sorriso e começa a puxar a porta com mais força.

Mia começa a se aproximar mais da fresta para segurar a porta. - Não tem problema Rachel, podemos fazer uma festa do pijama.

- Você ainda está crescendo, você precisa dormir Mia. – Mia insiste colocando metade de seus braços entre a fresta.

- Vamos lá Rachel! Eu também quero saber! Isso é injusto. – Mia joga fora sua abordagem neutra e coloca tudo em pratos limpos.

Rachel abre um sorriso sarcástico. - Claro, se afaste um pouco da porta que eu já te deixo entrar.

- Vamos lá Rachel! Por favorzinhooo!

* - Não me faça me arrepender disso. – Rachel suspira se sentando em sua cama.

- Claro que não. – A androide se joga na cama e toma o tablet da morena e mexe nele por alguns segundos antes de criar um grande holograma da tela do aparelho. - Viu! Já está valendo a pena.

A empata bufa ainda com um pouco de incômodo enquanto toma o tablet da pequena e começa a procurar onde ela parou.

- Vejamos… – Os olhos de Rachel começam a folhear as páginas até que ela encontra seu objetivo.

Após o incidente com os lobos e eu ter sido salvo pela garota eu fiquei dois dias descansando e sendo tratado por ela.

Durante meus dois dias de tratamento eu comecei a conhece-la melhor, ela é quatro anos mais velha do que eu além de ser uma amante da vida selvagem.

Ela me contou um pouco de sua história, tendo o básico, essa é a 14° aventura dela, tendo sendo antecedida por vários 'acampamentos' ao redor do mundo, tendo em vista meses de sobrevivência em florestas, desertos e até alto mar.

No começo eu me senti incrédulo e um pouco receoso por chama-la de mentirosa e deixar aquele local, afinal ela salvou minha vida mas não durou muito para esses sentimentos e pensamentos sumirem quando ela começou a me contar o básico sobre como sobreviver em tal ambiente e um algumas boas dicas sobre como escapar dos predadores selvagens. *

* No terceiro dia quando eu tinha me recuperado por completo tanto minha cabeça quanto o coração só possuíam um desejo.

- Por favor seja minha mestra. – Damian se ajoelha no chão e abaixa a cabeça em direção a garota.

- Interessante pedido mas primeiro se levante. – Ouvindo as palavras da morena Damian se levanta e a encara vendo seu sorriso. - Por que eu deveria lhe aceitar como meu aprendiz.

Damian continua encarando a morena por alguns segundos antes de voltar a abrir a boca. - Por favor me treine. – Novamente se prosta perante a morena.

E assim se seguiu mais quatro horas com meus pedidos sendo negados até ela aceitar enquanto segura a vontade de me estrangular.

Após isso começaram 5 semanas treinamento árduo, aprendendo a se acostumar com o frio, formas para rastrear animais e como reconhecer seus locais de caça e claro, um pouco de treinamento de caça porém esse último foi quase totalmente teórico já que eu não era permitido a caçar qualquer coisa que demonstrasse perigo e quando nos deparamos contra qualquer predador carnívoro a professora me ordenava a observar enquanto ela os abatia habilmente.

Essas 5 semanas passaram voando, com os treinamentos pesados desde o nascer ao por do sol e o restante da noite eu devorava avidamente a carne adquirida de manhã e depois me esforçava ao máximo para me manter acordado junto com minha professora porém em 100% das vezes o sono levou a melhor e eu adormecia enquanto ela continuava a apreciar a noite fria.

Após aqueles dias congelantes e noites aconchegantes, descemos a montanha enquanto eu continuava absorvendo as informações que ela me passava, foi uma descida tranquila até a aldeia mais próxima até que pela primeira vez eu conheci palavras que poderiam machucar.

- É aqui que nos separamos pequeno. – Abre um grande sorriso colocando a mão no topo da cabeça de Damian bagunçando seu cabelo.

- Nos separar? Como assim? – Para a mão sobre sua cabeça e olha para a garota incrédulo.

- Retornamos em segurança a civilização, agora está na hora de você ir pra casa. – Mantém seu sorriso gentil enquanto encara o pequeno.

- Mas… Eu pensei que… Você não... – Cada vez que a boca de Damian se abre ela se fecha no próximo instante.

Entendo a reação do garoto a morena não consegue deixar de abrir um sorriso ainda maior enquanto dobra seus joelhos deixando seus rostos na mesma altura. - Você tem sua casa e eu tenho um objetivo a seguir, nossos caminhos tem que se separar agora.

Ouvindo as palavras gentis o coração de Damian não consegue deixar de inundar de tristeza e o mesmo abaixa e rosto tentando esconder sua careta de tristeza. - Mas eu ainda sou sua mestra não sou? – A voz dela surpreende Damian que rapidamente volta a encara-la. - E como sua mestra é meu trabalho fazer você se tornar um grande homem.

- Mestra... – A expressão do garoto se suaviza enquanto tristeza em coração é substituída por alegria porém a dúvida ainda permanece no mesmo. - Você não disse que iríamos nos separar?

- Sim, iremos nos separar. Mas lembre-de Damian, isso não é um adeus, é um até logo. – Novamente põem a cabeça nos cabelos do garoto e os bagunça o deixando incomodando mas ainda sorrindo alegre.

- Tudo bem mestra. Então eu vou esperar por você. – A olha firmemente.

- Ótima resposta, parece que você está facilitando meu trabalho em torna-lo um grande homem. – A morena sorri uma última vez para Damian antes de se virar e sair caminhando. - Minha última instrução, espere nesse lugar por mais uma hora, após isso haja normalmente e aguarde meu retorno.

Seguindo as últimas palavras de sua mestra Damian permanece no mesmo lugar enquanto observa as costas dela desaparecerem lentamente no horizonte.

E assim Damian ficou enterrado no mesmo lugar por uma hora exata e já se preparava para buscar seu rumo quando em sua visão encontra seu avô se aproximando com um sorriso.

- Eu tinha certeza que você iria conseguir superar esse desafio meu neto. – Rha's se aproxima com um sorriso gentil colocando sua mão no ombro do garoto.

Damian fica alguns segundos estáticos vendo seu avô até que recupera sua postura. - Estou agradecido por sua confiança vovô. – Responde com respeito.

- Não Damian, você realizou um grande trabalho. Eu estava pronto para lhe esperar por mais alguns dias mas você foi o primeiro a superar o teste na data marcada. – Ouvindo as palavras de Rha's o coração de Damian se enche novamente de alegria. - Vamos, vamos retornar para casa, a partir de hoje você não é só mais meu neto, você é o grande gênio da Liga. *

" Vocês o deixaram a própria sorte e depois voltam o bajulando. " Rachel fica um pouco indignada com a situação.

- Eu penso se o Damian reagiria da mesma forma se ele fosse um pouco mais velho. – A mente da empata imagina um Damian rabugento discutindo com o avô e não consegue de deixar de abrir um sorriso.

- Quem sabe.

Rachel toma um leve susto se lembrando da presença de Mia. - Ainda está lendo? – Se vira para Mia.

- Na verdade eu terminei de ler assim que você me deixou entrar no quarto. – Mia da de ombros abrindo um sorriso. - Agora estou te ajudando a ler enquanto estou ajeitando isso melhor.

Rachel levanta uma sobrancelha. - Me ajudando?

- Enquanto você lia você conseguia ouvir as palavras sendo lidas com a voz do Damian certo?

As palavras de Mia pegam a empata de surpresa que logo desvia o olhar mas ainda curiosa concorda com a cabeça esperando a resposta de Mia.

- Então… – Mia fala com um grande sorriso. * Era eu que estava lendo em voz alta. * No instante seguinte a voz de Damian escapa pela boca de Mia deixando a empata espantada.

- Co-Como você fez isso? – Rachel encara a pequena com seus olhos cheios de descrença.

* Mia é minha maior realização. * A voz de Damian surge com um ar orgulhoso. - Você já esqueceu que eu sou uma androide projetada pelo Ciborgue e o Dami? Converter voz é trabalho de criança, se eu quisesse eu poderia hackear o pentágono ou vazar fotos do presidente tomando banho desse sua infância até os dias de hoje. – Mia novamente da de ombros.

- Você estava esse tempo todo convertendo e lendo a história como se fosse o Damian? – A empata não consegue crer no que continua acontecendo em sua frente.

- Eu já converti a fala de todos a muito tempo, oque eu estava fazendo era isso.

Outro holograma aparece em frente mostrando a foto de Damian, a empata encara a foto sem entender o significado até que Damian começa a diminuir lentamente, sua pele ficando mais suave, seus cabelos diminuindo, seu rosto ficando mais infantil...

- Você fez a aparência do Damian com 4 anos!? – Rachel tira a visão da tela rapidamente e se vira para Mia com ainda mais descrença.

- Não não, isso eu fiz a muito tempo quando eu estava, minha obra de arte é essa.

Mia abre um grande sorriso e a tela do holograma escurece por alguns segundos antes de um grande letreiro aparecer.

Os olhos da empata encaram as letras. - As Incríveis Aventuras do Passado Secreto Escondido do Grande Damian Wayne.

- Eu fiquei sem criatividade para escolher o título.

Rachel da uma espiada em Mia antes de voltar a olhar para tela que começa a mostrar uma planície branca com algumas árvores sendo soterradas pela neve que cai lentamente, com o único destaque de um menino com cabelos negros e olhos verdes andando pela neve. * Frio. *

Toda a descrença que Rachel sentiu em toda a sua vida não pode ser comparada com a que é transmitida em seus olhos nesse exato momento, seus olhos saem da tela e vão até Mia.

- Ler é legal mas como é uma história real um bom filme realista se encaixa melhor. – Mia responde com um sorriso orgulhoso.

- O quanto disso você já fez? – Volta a olhar a tela ainda perdida com a imagem super realística.

- 82% de todo o arquivo, daqui a uns 5 minutos devo completar tudo. – Responde indiferente.

- Você pode deixar rodando da parte em que o Damian volta pra ca- Pronto.

Mia da um sorriso enquanto a história a frente de Rachel começa a ganhar vida.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...