História Lembranças - Yoonkook - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Lemon, Sugakookie, Yoonkook, Yoonkookie
Visualizações 340
Palavras 1.710
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 25 - VINTE E QUATRO


Que porra foi essa?!

Essas são as palavras que rondam a minha mente nesse exato momento. Aliás, muitas coisas passaram por ela durante a invasão daquela louca dentro da catedral.

Ela fez um show e tanto, que quase, digo e repito, quase me convenceu.. Mas eu pensei em tudo o que nós passamos, em toda a dor e sofrimento que eu passei... Se ele me ama, ele não iria me esconder uma coisa dessas, e eu vi em seus olhos o quão confuso ele estava, Jungkook não estava mentindo em falar que não sabia da existência daquela criança.

Mas de uma coisa eu tenho certeza, depois da nossa lua de mel, nós vamos sentar e conversar.

- Ai meu Deus, Yoon - Jiwoo chega do meu lado.- Eu quase tive um infarto!

Começo a rir e logo Dahyun se junta à nós.

- Estava tudo tão lindo, tão perfeito..- Jiwoo fala.- Ai chega aquela megera e acaba com tudo...

- Ei, quem disse que ela acabou com tudo?- pergunto revirando os olhos.- Ela não acabou não, só nós ajudou. Eu ganhei um filho...

— Você vai assumir essa criança junto com o Jungkook?

— Sim, ele é a cara dele, nem tem como eu não me apaixonar por esse bebê.- vejo a mãe de Jungkook vir em nossa direção com o bebê no colo.

- Ei, ele é uma coisa muito fofa e me lembra muito o Jungkook quando era pequeno. Uma cópia! Idêntico! - ela exclama e depois me olha arrependida.- Me perdoe querido, que insensível que eu fui...

- Que nada, eu também acho ele a cara do Kookie, e é uma fofura..- falo e aperto suas bochechas e ele sorri envergonhado - Você descobriu o nome dele?

- Infelizmente não...- ela diz e olha o pequeno que brinca com os cachos dela.- Mas é até bom, nada que venha daquela mulher, eu quero perto do meu neto.

- Isso mesmo... Vou falar com Jungkook para escolhermos qual sobrenome vamos colocar nele - digo e elas em olham surpresas.

- Você vai assumi-lo?- Jiwoo pergunta.

- Por que não? Se é filho do Jungkook, é meu filho também.- sorrio.- Agora me deixe ir, por que meu marido está me procurando.

Levanto da mesa, me curvo para elas e saio a procura de Jungkook. O vejo mais na frente, conversando com seu pai, e seu semblante não está nada bom.

- Kookie? - pergunto meio receoso e ele se vira em minha direção.

- Oi, doçura.- ele sorri e beija minha testa.- Pai, conversamos sobre isso depois.

- Ok Jeon, conversaremos.- o Jeon mais velho fala e sai de perto da gente com uma carranca.

O clima ali ficou pesado, mas eu não quero isso no meu casamento. Tudo tem que estar perfeito.

- Yoonie, você está bem?

- Sim amor, eu estou bem.- digo e sorrio.

- Por um momento lá naquela igreja eu pensei que você fosse jogar tudo pro alto e fazer que nem naquelas cenas clichês de livros de romance...- ele fala e passa suas mãos na minha cintura.

- Eu também pensei, mas ai eu lembrei de tudo o que nós passamos, e nenhuma vadia qualquer vai estragar o nosso amor. Ele é mais forte que isso, muito mais...

- Sobre o bebê...

- Eu o quero.

- Você o que? - ele pergunta surpreso.

- Você pensou o que? Que eu ia mandar você enxotar ele para um orfanato na Suíça? Claro que não, eu queria um filho, com nossas semelhanças...- digo e sorrio triste.- A minha não vai ter, mas a sua vai.

Ele para e olha para o chão e depois sorri e me olha.

- Sabe o que ele vai ter de você? - pergunta e eu nego com a cabeça.- Esse enorme e lindo coração que só você tem. E é por isso que eu te amo.

Fala e cola nossos lábios, num beijo apaixonado.

[...]

Resolvemos nos despedir de todos os convidados. Abraço e comprimento cada um e depois saímos da festa. Entramos na limousine branca, sorrio e me aconchego nos braços de Jungkook.

Nossa lua de mel vai ser na Itália. Vinhos, pizzas, tudo de bom. Passamos no apartamento para pegar nossas malas e depois fomos para o jatinho particular.

Não demorou muito para embarcarmos e depois de horas de viajem chegamos na Itália. O hotel é lindo, a vista é linda, tudo é lindo e é um sonho.

Tomo um banho e quando saio do chuveiro Jeon está com duas taças de champanhe na mão.

- Ao nosso casamento...- sussurra me olhando fixamente e me entrega uma taça.

- À um lindo futuro...- digo e bebo o liquido lentamente, o olhando por cima da taça.

Deixamos nossas taças em cima da mesinha de centro e Jungkook vem em minha direção e me puxa para ele, colando nossos lábios.

— Meu Yoon - ele sorri entre o beijo e me puxa para a cama.

Nos livramos das nossas roupas, aos poucos. Jungkook não tardou a começar distribuir pequenos e leves beijos em meu pescoço para depois descer até meu colo. Beija meus mamilos, mordiscando e me levando a loucura, dando a mesma atenção para o outro.

— Jeon.. vai rápido...- murmuro extasiado e ele ri baixinho, malicioso.

— Calma meu amor, nós temos nossa vida inteira para fazer isso todos os dias.

— Cala boca e vai logo, Jungkook - puxo seus cabelos - Eu esto- AHH MEU DEUS - grito alto quando sinto ele envolver seus lábios em meu membro, começando a sugar rapidamente enquanto tira e coloca meu membro em sua boca de novo. Sinto minhas pernas ficarem que nem gelatinas e meu orgasmo estar perto.

— Amor... eu vou gozar - reviro os olhos pelo prazer e ele morde fraquinho a ponta do meu membro, fazendo-me jorrar meu líquido em sua boca, líquido o qual ele engole até a última gota.

Seu corpo sobe em cima do meu e nossos lábios se juntam em um beijo cheio de malícia, sexo e amor. Passo minhas mãos em seu abdômen e o empurro pra trás.

— Minha vez - murmuro mudando de posição, ficando por cima dele.- Agora eu que vou fazer isso em você.

— Isso o que, doce? - ele pergunta sorrindo malicioso e eu sinto minhas bochechas corarem - Deixar eu foder sua boca?

— Não fale palavras tão sujas assim, pelo amor de Deus - digo me abaixando em frente ao seu membro e evitando de olhar em seus olhos.

— A única coisa que irá ficar suja aqui são nossas bocas cheias de gozo - ele arqueia a sobrancelha e eu mordo seu pênis um pouco forte para lhe castigar - Porra, Min, eu quero ter filhos.

— Filhos com quem? - pergunto chateado tirando seu membro de minha boca - Eu não posso engravidar, Jeon, eu sou um homem. Vai me trair?

— Nunca, desculpe, doçura - ele diz baixinho e afaga meus cabelos - Falei sem pensar, me perdoe.

— Vai se foder - resmungo.

— Você está muito malcriado, merece umas palmadas e porra! - ele grita assim que eu raspo meus dentes em seu falo, sorrindo travesso ao ver ele me olhar sério.

— Sem dentes - ele levanta meu queixo de levinho - Anda, amor.- seu polegar passa no cantinho dos meus lábios, limpando os resquícios do pré gozo.

— Que sem graça - dou de ombros e começo o meu trabalho de levar meu marido a loucura.

Faço movimentos repetitivos de vai e vem, até ele segurar meus cabelos e estocar em minha boca, indo no fundo de minha garganta e voltando. Sinto meus olhos se encherem de lagrimas e seguro sua mão um pouquinho, ele pede desculpa e logo depois afasta meu rosto

— Vou gozar, amor - seus olhos estão fechados e seus lábios entreabertos, suor escorrendo em sua testa.

Uma cena que eu quero lembrar para sempre, coloco novamente seu membro em minha boca e sinto seu gozo ser jorrado, este que eu engoli até a última gota, fazendo ele abrir os olhos e ficar me observando mordendo os lábios.

— Chega de brincar - ele diz e em um instante inverte as posições, ficando por cima de mim, e afastando minhas pernas lentamente, me deixando exposto para si.

Em um minuto minhas pernas são dobradas e antes mesmo de perguntar algo, sinto sua língua naquele lugar. Arregalo os olhos quando uma onda de prazer me invade e minhas unhas se arrastam no lençol, os apertando com força logo que sinto aquele músculo dentro de mim. Jeon Jungkook está me fodendo com a língua, e porra, que coisa maravilhosa

— Eu.. eu não vou aguentar - fecho os olhos com força e sinto suas mãos abaixarem minhas pernas com leveza, para depois as abrirem mais.

Abro meus olhos e vejo o mesmo pegar um tubo de lubrificante e colocar em seu membro, o alisando. Ele sorri e sussurra um: eu te amo, antes de começar a se colocar em mim. Seu membro encosta em minha entrada e ele ri baixinho ao notar o quão desesperado eu estou.

— Vai logo, porra - grito e depois mordo os lábios com força ao sentir ele colocar a ponta de sua cabeça.

— Hum, que apressadinho, amor - ele ri e captura meus lábios em um beijo apaixonado e entra de uma vez, me fazendo gritar muito alto.

— Caralho! - grito - Você quer me deixar sem andar, seu filho da puta?

— Meu Deus, Yoon - ele ri e beija meus lábios - Você é tão mau comigo, porque tão estressado?

— É porque não é você que está com uma tora em sua bunda.- praticamente grito e vejo ele rir baixinho.

— Desculpe, quer que eu saia? - Jeon se faz de inocente.

— Se você ousar sair de dentro de mim eu arranco seu pinto - digo e fecho os olhos ao sentir ele se movimentar devagarinho.

— Senti essa ameaça, meu amor - ele ri e beija minha bochecha. - Eu te amo.

— E-eu hummm eu te amo também - fecho os olhos e sinto suas mãos se entrelaçarem nas minhas, em cima de minha cabeça.

Meu Deus isso é tão delicioso, caralho eu estou viciado em Jeon Jungkook e em senti-lo dentro de mim.

Começamos a nos movimentar. Corpos suados, respirações aceleradas e juras de amor, assim foi nossa primeira noite na lua de mel.

 Depois dessa, teve outras e outras repetições, ou seja, era quase de manhã, quando finalmente nos deitamos com a intenção de dormir, e não transar.


Notas Finais


aaaaaaa mds eu não presto para fazer lemon, desculpa..

Queria dizer pra vcs que minhas ferias acabam amanhã, ou seja, vou trabalhar das 8 às 20... então eu possivelmente vou atualizar somente tarde da noite, desculpa, não desistam da yoonkooka aqui.


Um cheirinho 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...