História Lembranças.... - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Chris Evans, Justin Bieber
Personagens Barbara Palvin, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Romance
Visualizações 77
Palavras 1.358
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


LEIAM IMPORTANTE.
Oieeeeeee minhas Amoras💜

Tradução do titulo= Tragédia

Bom venho trazer o primeiro capítulo​ dá fic e estou super animada....

*Como havia deixado claro, no capítulo​ que eu tinha postado de início, essa fic não será de 2, 3 mil palavras será uma fic pequena e simples,nada de máfia ou coisas do tipo, talvez role ação ou até morte, não sei depende do decorrer dá história, mais não prometo nada.

*A fic sou eu quem escrevo com minhas imaginações e mente fértil, então antes que alguém venha me dizer que é Plágio NÃO É, existe milhões de história nesse site(APP) então talvez pode acontecer de ser parecida ou coisas do tipo, mais eu que criei tudo.

*Nessa fic haverá frases, letras de músicas e trechos aleatórios que vemos por ai, então repito não é PLÁGIO.

*As fotos de início serão a maioria tirada do google, então caso vejam as fotos no google não será novidade. (Mais a capa de merda foi eu quem fiz)

*Bom espero que gostem, não esqueça de deixar seu comentário e favoritar a fic, ficarei muito grata.

*Corações roxos pra vocês💜💜💜💜💜


Borá laaaaaaaaaa

Capítulo 1 - Tragedy!!!!


Fanfic / Fanfiction Lembranças.... - Capítulo 1 - Tragedy!!!!

Pov's Mellanie Campbeel 

- Eu juro te amar e te desejar pra sempre, juro estar com você até as ultimas batidas do meu coração, juro te aturar até você morrer e me deixar em paz, juro te irritar e te morder quando estiver na TPM, juro também que viverei ao seu lado até estivermos velhinhos e prometo que meu pau ficará ereto toda vez que estiver de langeri na minha frente, seja em qualquer hora ou lugar, Mell eu sempre vou te amar.- Justin fala as palavras como se fosse a maior declaração de amor do mundo, ajoelhado na minha frente com uma cara de cachorro pidão e um sorriso bobo nos lábios eu ria feito uma louca enquanto ele se declarava.

- Mell você aceita casar comigo? - Juro que por um segundo meu coração parou de bater ao ouvir suas palavras. Ele segurava nas mãos uma caixinha de fosforo com uma argolinha de chaves dentro eu estava me matando de rir dessa cena.

- Sério Justin você acha mesmo que isso é uma declaração de amor? -Falei contendo o riso.- Você me elogia depois me xinga depois elogia de novo e me pede em casamento? Assim do nada? - Falei observando o mesmo se levantar.

- Poxa Mell, eu to aqui ajoelhado em frente a placa de Las Vegas me declarando e te pedindo em casamento com o anel mais caro que eu pude comprar em toda minha vida e é assim que você me agradece?- Ele fala com a mão no peito como se tivesse ofendido.

- Meu amor eu não preciso de placa, de anel e nem de nada nesse mundo pra ser feliz, tendo apenas você do meu lado, com roupa ou sem, novo ou velho, com o pau duro ou não, já esta bom de mais seu amor é oque me basta.- Falei passando meus braços em volta de seu pescoço enquanto o mesmo me prensava no capô do carro.

- Mais fala ai, você aceita se casar comigo? - Ele fala rindo bobo.

-Aceito, mais não hoje e não agora, quando chegar a hora certa saberemos.- Falei dando um breve selinho em seus lábios.

- Eu não vejo a hora desse dia chegar, e você ser só minha por completo.- O Mesmo falou e selou nosso lábios iniciando um beijo calmo e gostoso, ele pediu passagem e eu dei, logo nossas línguas travaram uma batalha e cada um explorava a boca do outro com um certo desejo de perde o raciocínio. Separamos nossos labios por falta de ar, ele me olhou e deu aquele sorriso perfeito que só ele sabe dar.

-Eu te amo.- Ele sussurou perto dos meus lábios e dando um breve selinho.

- Eu também te amo.- Falei fazendo o mesmo.

- Agora vamos, pois nosso aniversário de namoro está só começando.- Ele falou e foi abrindo a porta do carro pra mim, antes de entrar selei nosso labios brevemente.

-E essa noite esta só começando.- Falei e sentei no banco observando o mesmo dar a volta e sentar no  banco do motorista.

-Exatamente Mellanie Bieber. -Ele falou e deu partida.


Pov's Justin Bieber


-Ainda não baby, ainda não.- Ela fala colocando os pés no banco.



(...)


A noite seguiu em muita risada e diversão, aprontamos até quase sermos expulsos de Las Vegas. Nesse momento admiro a boca perfeita de Mellanie enquanto a mesma devora um hambúrguer com batatas fritas, ela ri de coisas bobas como se fossem a maior piada do mundo.

- Ai a formiga respondeu : Ota, Ota fomiga.- Mellanie caiu na gargalhada assim que terminei de contar a piada mais bosta do mundo, e ainda sim ela riu, como se não houvesse amanhã. Seu sorriso e a coisa mais linda do mundo, uma carreira de dentes brancos, perfeitamente alinhados e retos. Ela termina de comer seu hambúrguer limpa a boca e me chama. Levantei com a mesma me acompanhando, entrelacei nossos dedos e seguimos em direção ao carro.

- Um ano, te aturando, como fui capaz disso? -Ela fala me olhando meiga e com um sorriso sapeca nos lábios.

-Eu sou a melhor pessoa com quem se estar meu bem. -Falei me gabando

-Nem se acha né.- Ela para em frente ao carro e me envolve em seu abraço, beijo o topo de sua cabeça inalando seu maravilhoso perfume de titu-frut. 

- Eu não me acho baby, eu sou.-Falei e ouvir a mesma  rir abafado no meu peito.

-Eu te amo tanto, não consigo ver minha vida sem você. Te conhecer foi a melhor coisa que eu fiz desde que vim pra Atlanta, por mais que eu tenho que aturar seus amigos chatos e aquela biscate da Caitlin mesmo assim eu não me arrependo de nada que fiz por você e ainda sim faria tudo de novo.- Ela falava cada palavra olhando bem no fundo dos meus olhos, era como se sua alma penetrasse na minha e minha vida só dependesse dela e de mais nada nesse mundo, fiquei vibrado naquele ceu azul em seus olhos enquanto a mesma me encarava com um sorriso bobo nos lábios.

-Palavras são incapazes de descrever meu amor por você, sinto como se cada batida do meu coração dependesse do seu toque pra, e se for isso eu não me importo pois quero estar ao seu lado até não tiver mais folego de vida, pois de todos meus acertos você foi o meu melhor erro.-  Agora seus olhos se encontravam marejados de lagrimas e ela ouvia atentamente cada palavra que eu dizia.

- É que eu te amo e falo na sua cara, se tirar você de mim não sobra nada, o teu sorriso me desmonta inteiro, ate o simples estralar de dedos, talvez você tenha deixado eu ir, pra ter o gosto de me ver aqui, fraco de mais para continuar, juntando forças pra poder falar, que eu volto é só você sorrir, eu volto é só fazer assim.- Estralei meus dedos em frente aos seus lábios.

-Eu volto, que eu volto.- Ela completou a música e me beijou, não sei como parece que toda vez que eu a beijo é como se eu nunca a tivesse tocado antes. Juntei mais nossos corpos no intuito de tela dentro de mim. Ela adentrou seus dedos pelos meus cabelos puxando os poucos fios da nuca me fazendo arrepiar da cabeça aos pés. Sua lingua explorava cada canto da minha enquanto me perdia em seus lábios. Encerrei o beijo com selinhos e a peguei no colo rodando a mesma no ar e gritei:

-EU AMO A MELLANIE COMPBEEL.- Ela adentrou o rosto no meu pescoço rindo igual boba. As pessoas em volta aplaudiam e davam risada de nós. Coloquei ela no chão e seu rosto estava tão vermelho que parecia que a mesma iria explodir.

- Você fica linda com vergonha.- Falei e recebi um tapa no braço como resposta.

-Bobo.- Ela falou e foi seguindo pro carro, abri a porta pra mesma que se sentou e colocou o cinto de segurança. Fechei a porta e fui para meu lugar, ignorando o cinto.Liguei o carro dando partida e seguindo rumo a Atlanta. Mellanie cantarolava uma música que tocava no radio e mexia seu corpo feito doida, ri  do seu jeito destrambelhado, amo ver ela feliz, e amo estar com ela. Entrelacei nossos dedos e dei um beijo em sua mão, olhei pra mesma que me deu um sorriso e voltou a olhar pra frente, observava sua animação até a mesma gritar.

-JUSTIN CUIDADO.


Pov's Mellanie Compbell


- precisamos de socorro, houve um acidente na Br-179 repito houve um acidente na Br-179 precisamos de socorro rápido.- Minha visão estava embasada e minha cabeça doía muito, eu me encontrava em um maca, no chão e tudo ao meu redor estava girando. Justin. Olho para o lado a procura do mesmo. A cena era horrível seu corpo estava todo ensagentado e tinha um homen em cima  dele fazendo reanimamento cardíaco, meu coração que quase não batia estava acelerado. Tentei me levantar mais uma mão me impediu.

- Ei não se mova, você esta ferida.- Uma moça fardada de policial me fala calma.

- Me.. Meu namorado... Est... Esta morto? 






É que eu não vejo minha vida sem você

Pois sua vida é a minha

Então baby, não me deixe sem te ter

Pois sozinha eu não sei viver.


Notas Finais


Bom por hoje é só, espero que gostem.
Volto no próximo sábado.


Xoxo Bruh 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...