História Lembranças - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jogos Vorazes (The Hunger Games)
Personagens Johanna Mason
Tags Drama, Jogos Vorazes, Johale, Romance
Exibições 13
Palavras 2.945
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Tempo recorde de postagem, só demorou uma semana.
Bom espero que gostem do cap, só lembrando que a fic está em reta final, agora chega de mimimi e bora lê

Capítulo 14 - Amizades que nem o tempo apaga



Pov Johanna 
- Bom vou ser rapida e objetiva, mas antes ( vou até à cozinha e pego um copo de whisky e volto para sala, mas Cressida pega o copo da minha mão)  ei qual é, devolve ai
- Não vou devolver  nada, você passou a noite bebendo ( reviro os olhos) quer cortar os efeitos dos seus remédios? 
- Ela está certa Johanna (diz Gale e Cressida levanta a sobrancelha) você desmaiou hoje ( Cressida dá um tapa no meu braço ) é melhor assim não acha ?
- Ok papai e mãe( e dou um sorriso irônico, e tenho como resposta um dedo do meio de Cressida) agora chega de enrolar, bom vocês dois devem está pensando que eu fingi que morri ou algo do tipo, mas não foi bem assim....
- Se não foi isso (diz Clove desconfiada ) conta logo porque estou louca pra saber.
- O Ester cala a boca ( fala Cressida bebendo o meu copo de whisky ) porque você não fica quieta igual ao bombeiro gato 
- Olha só sua vagabunda me respeita e respeita o meu marido ( Clove se levanta ) vamos embora Cato
- Espera não vai, escuta o que eu tenho a dizer ( me levanto e me coloco na sua frente ) por favor 
- Tá legal eu fico ( ela volta e se senta no sofá novamente) mas se aquela ali, ( aponta para Cressida) falar mais alguma coisa vou embora.
- Ela não vai falar mais nada ( pego o copo de whisky dela, que reclama, e logo em seguida coloca os pés no meu colo ) vai parecer estranho, mais o que aconteceu foi o seguinte: bom uma vez meu marido chegou de mais um plantão, dai ele comentou o seu nome (apontei para Cato) e fiquei com a sensação de que seu nome não me era estranho, no mesmo dia quando cheguei no serviço a minha secretaria e Cressida, estavam falando de você novamente, tive um flash...
- Tá porque você teve um flash lembrando do Cato ( diz Clove interrompendo ) sendo que já nós conhecemos ?
- O pintora d...(coloco a mão na boca da Cressida ) eca Mason ( ela diz cuspindo, depois que retiro a minha mão)não põe a mão na minha boca, eu sei lá onde essa mão passou
- Passou sabe a onde? ( arqueio a sobrancelha, ela arregala os olhos e sai correndo lavar a boca ) bom vou resumir tudo, quando meu carro capotou eu perdi a memória, pedi pro primo da Cressida investigar umas coisas, o primeiro que encontrei foi o Gale por acaso, agora tenho inúmeros flashes toda vez que encontro alguém do meu passado, que resulta em dor de cabeça, desmaio ou um ataque epiléptico ( nesta hora Gale abaixa a cabeça ) é acho que é só isso.
- Tá isso é bem doido ( diz Cato, enquanto Clove parece assimilar tudo ) isso tudo é verdade ?
- Sim é verdade, tenho meus exames todos ai e as pesquisas sobre vocês também ( falo tranquilamente) mas nem precisei de mostrar tudo isso pro Gale 
- Não precisou, mas sei que vocês discutiram ( Cress diz voltando do banheiro) e você teve um ataque e se mijou toda, ai depois ele acreditou ( dou um tapa nela ) aiiii!!! mas não estou mentindo
- Eu acredito Jojo ( diz Cato com um sorriso) sempre soube que meu nome era inesquecível ( todos dão risada menos Clove ) 
- Eu não acredito (diz Clove pegando todos ali de surpresa) quero ver os exames ou que droga que seja
- Tudo bem irei buscar meus exames (me levanto e vou até o meu pequeno escritório, pego todos os meus exames e os artigos que falam de cada um deles, volto e jogo na mesinha de centro ) está tudo aqui, bom vou dá uma olhada no Juan
Pov Gale 
- Qual seu problema Clove ( falo indignado por não acreditar em Johanna) poxa vocês eram melhores amigas, e sabe que ela está falando a verdade.
- Não enche Gale ( diz ela concentrada nos papeis e nos exames) eu acreditei sim, mas essa história está muito mal contada. Quem foi que pesquisou isto ?
- Meu primo Steve ( responde Cressida) ele era o melhor investigador, mas teve uns rolos ai ele acabou sendo preso, mas o que você acha estranho? 
- Pera eu conheco seu primo, tive algumas aulas com ele, no meu treinamento para ser investigadora ( ela continua analisando os papéis) bom o estranho que nunca reparamos neste tempo todo, é o fato de terem parado à investigação assim que encontraram o carro ( comento que uma amiga minha tinha falado a mesma coisa ) é Gale seu amiga pode ter até razão, bom Cressida você tem ai o telefone do seu primo ?
- Tenho sim, ( ela pega o celular e passa o número dele ) só tem uma coisa não coloque em confusão. 
Clove revira os olhos, bom ainda prevejo que essas duas vão brigar muito ou ser amigas. Quando escuto barulhos na escada.
- Pessoal ela está voltando ( Cressida finge implicar com Clove, enquanto Cato olha os gémeos).
Pov Johanna 
Eles pensam que me enganam fazendo esse teatro, mas entro no jogo 
- E ai Clove acredita agora ( ela diz que sim ) que bom ( Cress coloca de novo os pés no meu colo) o vadia da para tirar os pés do meu colo 
- Eu não estou afim ( e mostra língua ) tá bom aqui, bem confortável 
- O que vocês acham de contar para os outros? ( digo empolgada ) ai trazem eles aqui para conversarmos 
- Não sei Johanna, você já desmaiou hoje ( diz Cato preocupado ) não acho uma boa idéia 
- Ah qual é o máximo que pode acontecer, é eu ter um ataque ( todos me olham de cara feia ) sério gente liguem para eles, e vê se eles podem falar com vocês 
- Ok Johanna, que horas são aí Cato ( ele diz que já 19:00 horas e que vai ser meio difícil falar com os dois ) vamos tentar mesmo assim ( ele me dá um sorriso e sorrio de volta) mas vai ser melhor você ligar Cato, pode ser?
- Bom enquanto o Cato faz as ligações aceitam água, suco ou alguma birita? ( todos pedem suco, só Cressida que pede mais um copo de whisky) já volto com seus pedidos (finjo sendo uma garçonete) espera Johanna eu te ajudo ( Gale se levanta e me segue).
Pov Cato 
Vou até a varanda e ligo primeiro para Peeta, que logo atende
- Fala ai meu parceiro, o que você manda
- Bom primeiro quero saber se vai pro seu restaurante hoje ?
- Vou não, me dei folga pra ficar com a Kat (ele dá uma risada ) mas porque 
- Então quer dizer que você está em casa ?
- Sim, falando nisso tenho que ir buscar ela na academia, porquê acho que ela já deve está fechando 
- Não sai de casa, pois vou ai agora 
- Tudo bem então, só não demore muito 
- Já estou saindo.
Desligo o celular e volto para sala, e está somente Cressida e Clove na sala
- Cade o Gale e a Johanna? ( pergunto me sentando ao lado de Clove ) 
- Foram buscar suco e meu whisky, bombeiro gato ( Cressida responde e dá uma piscada ) é brincadeira Ester
- Eu vou descer a mão na tua cara ( Clove vai pra cima dela) 
- Ei que putaria é essa aqui na sala ( Johanna chega com Gale com as bebidas) vocês duas querem acordar meu filho ( e fuzila as duas com os olhos ) pois se acordarem vocês que vão apanhar
- Mas foi ela que começou ( fala Clove e Cressida ao mesmo tempo, Johanna continua na mesma postura) desculpa ( ambas falam juntas e dou risada juntamente com Gale ).
- Bom e ai Cato conseguiu falar com a Kat e o Peeta ?(pergunta Clove tomando suco ) 
- Consegui sim, estou indo buscar eles agora ( pego a chaves do carro ) acho bom o Gale ir comigo(Clove ia prosterta, mas sou mais rápido ) pois ele é sabe da história e vocês fiquem aqui conversando( Johanna nos leva até a porta ) até daqui a pouco. 
Pov Cressida 
-Carai que fedor é esse ? ( pergunto) parece que alguém cagou no mundo
-  Deve ter sido você que peidou ( Johanna diz e Clove da risada) mas sério tá um fedo de bosta, você peidou Clove? 
- Vai te ferrar Mason, foram os gêmeos que encheram as fraldas ( faço uma careta ) a onde é o banheiro para que eu possa trocar eles, Johanna? 
Pov Johanna 
Levo Clove até o banheiro e à ajudo a trocar as fraldas dos gêmeos, enquanto conversamos um pouco
- Até que enfim voltaram pensei que tinham morrido, por causa do fedo dá bosta ( diz Cressida rindo ) 
- Para de frescura, que você uma vez na faculdade me ajudou com o Juan ( ela revira os olhos ) e quando o Chris também não podia.
- Jojo me conta como você conheceu o Chris ( pergunto Clove curiosa )
- Ele era o meu médico e foi a primeira pessoa que vi assim que acordei do coma ( digo mechendo no copo ) foi bem rápido namora alguns meses e logo depois casamos 
- Nossa bem rápido mesmo ( dou um sorriso ) mais e ai ele deve está muito feliz, por você está encontrado seu passado
- Ah estamos meio que em crise, por causa disto ( e Cressida dá uma risada) tá rindo porque? 
- To rindo sabe porque? ( ela se senta ) pois vocês estão nesta "crise" por sua culpa, pois começou a procurar tudo sem nem contar pra ele, depois foi atrás do seu ex pra conversarem e hoje pelo fiquei sabendo da discussão que vocês tiveram no estacionamento ( ela balança a cabeça e olha para Clove) Clove você não acha que ele tem razão de está assim ?
- Bom posso não conhecer está Johanna atual ( diz Clove ) mas pelo jeito continua à mesma pessoa impulsiva, e concordo sim com seu marido.
- Obrigado por concordar comigo, quem sabe ajudamos a colocar juízo na cabeça desta oxigenada.
- Olha só vocês podem até concordar ( aponto para as duas ) e você dona Cressida nem sabe o motivo da discussão, então não fala o que não sabe
- Me desculpe Mason, mas faço uma ideia sim ( ela agora pega o meu suco e toma ) foi por causa do Gale, estou errada ?
- Em partes não está sim, mas não tem sentido esse ciúme ridículo ( falo com raiva ), ainda induziu que não era boa mãe e queria me proibir de encontrar meu passado 
- Opa disso ai eu não sabia não, ( diz Cressida indignada ) mas a parte do ciúmes ele tem razão, e você sabe que sim, ( reviro os olhos) você mesma escutou ele dizendo que te ama, aquele dia que fui te buscar, estou mentindo? ( apenas abaixo a cabeça ) e outra ele está se divorciando, e quem ele contratou para ser a advogada dele? 
- Sou obrigado a concordar com a sua amiga novamente (Cressida dá um sorriso convencido ) você pode até não se lembrar mais ele te ama, pode ter te traido, mas aquele tapado te ama e continua te amando, e outra a Madge sempre colocou chifre nele.
- Olha só vocês duas deviam, está brigando e não concordando uma com a outra ( as duas acabam gargalhando ) e depois vou conversar com o Chris sim 
- Aleluia irmão ( diz Cressida levanta as mãos pro alto) agora mudando dá água pro vinho, temos que conversar logo com aquele advogado 
-Sério isso ? Olha a minha cara de vontade de falar nisso agora ( quando Juan desce à escada com o cobertor arrastando ) salva pelo gongo ( me levanto  pego ele no colo, mas percebo que está com a cara de choro ) oh meu pequeno princípe o que foi ?
- Sonho ruim ( me sento no sofá com ele e peço pra que ele conte o sonho ) 
- Meu amorzinho aquilo é só um desenho ( digo passando fazendo carinho em seu rosto ) você quê um copo de leite com marshmallow? 
- Quero sim mamãe ( ele sorri e me abraça ) você é a melhor.
- Ei a tia Cress não ganha abraço ( agora que ele nota a presença de Cressida e Clove) vem aqui meu lindo.
Deixo ele na sala brincando com Cressida e vou para cozinha arrumar o seu leite.
EM ALGUM LUGAR DE CHICAGO.
Pov Gale 
- Nossa como será a reação deles?(pergunto entusiasmado) 
- Calma crianção ( dou risada ) eles iram ficar em choque 
- Verdade, acho melhor buscarmos a Kat primeiro,( Cato pergunta porque) porque vai ser muito mais facil conversar na casa do Peeta, ao invés de conversar no carro
- Você tem razão vai ser melhor assim ( ele muda a rota, e rápidamente chegamos na acadêmica de dança ) bom chegamos, vamos descer 
Pov Katniss
- Até amanhã pessoal, e Rue mande melhoras para sua mãe. ( ela diz que mandará mandara e todos vão embora, e fico esperando Peeta  ) nossa o Peeta está demorando, acho que vou ligar pra ele
- Kat falar sozinha é coisa de doido sabia ( levo um susto, mas logo vejo que é Cato e Gale???) 
- Que saudades Cato ( dou um abraço nele ) o que ele tá fazendo aqui ?
- Olá Katniss ( Gale estende a mão e o comprimento)
- Bom você ja vai saber Kat ( acabo estranhando Cato e Gale juntos ) vamos, não podemos perder tempo
Contínuo estranhando o tom de voz de Cato, mas entro no carro, que segue em direção para minha casa.
Pov Peeta 
Escuto uma buzina, vou dá uma olhada e vejo o carro de Cato, abro a garagem. Só estranho a terceira pessoa 
- Fala ae parceiro ( faço o nosso comprimento) tá tudo bem com a Clove? E porque você trouxe esse traste aqui ?
- Ela está bem, e vamos acalmar ai pois ele tem uma coisa muito importante pra falar para vocês ( acabo estranhando ele defender Gale ) podemos entrar
- Vamos entrar logo, ( diz Katniss) pois estou muito cansada e quero muito tomar um banho.
- Aceitam uma cerveja ( eles recusam ) bom mais qual é o assunto? 
- Acho melhor esperarmos a Katniss ( se pronuncia Gale) 
Apenas concordo, e ficamos esperando Katniss que não demora muito e logo se junta à nos.
- Pronto Gale já pode começar a falar ( ele olha pro Cato, depois olha para Katniss e eu ) 
- Bom vou ser direto logo, Johanna está viva ( ele começa a uma história ) então é isso 
- Você tá zuando né?
- Não Peeta não estou, estamos vindo da casa dela agora ( Cato fica quieto ) ela quer ver vocês 
- Cato isso é verdade?
- Sim, inclusive Clove está lá ( ele diz serenamente) sei que tudo isso parece louco, mas tudo que o Gale disse é verdade
- E ai vocês vão? ( pergunta Gale ) porque se forem tenho que falar como agir, pra que ela não force muito a memória e acabe desmaiando ou coisa pior.
Após acalmar Katniss, não pensamos duas vezes de ir, Gale nos instrui. Seguimos o carro de Cato até o apartamento dela.
APARTAMENTO DE JOHANNA 
- Mamãe cadê o Hathor que não chega logo ( diz Juan impaciente, pois ele me escutou  comentando que Gale estava demorando pra trazer os meus amigos que não lembro, mas parece que ele só escutou o nome de Gale ) ele tá demorando muito.
- Meu filho vai dormir, amanhã você tem que ir pra escolinha ( ele faz beicinho arrancando risadas de Clove e Cressida) sem fazer beicinho, pode ir logo pra cama ( até que a campainha e ele começa a pular no sofá e vou abrir a porta ).
-Hathor!!!!!!! ( Juan sai correndo e pula no seu colo ) você demorou 
- Mas você não estava dormindo ? (ele pergunta jogando ele pro alto e depois ele coloca ele no chão) bom Johanna eles estão aqui, preparada?
- Sim, pode manda eles entrarem ( eles entram em uma mistura de emoção e timidez) a qual é venham aqui.
EM ALGUM BAR DE CHICAGO 
-Porque você demorou tanto (pergunta tomando um martin) e ai ?
- Já ouviu falar em trânsito ( me sento no bar e peço ao barman uma água com tônica ) bom fiquei seguindo os passos de todos hoje,( agradeço ao barman) bom ele não vem? 
- Não, temos que ficar espertos agora, pois o primeiro plano falhou
- Verdade era pra ela ter morrido naquele acidente, ainda bem que ela perdeu a memória
- Mas agora ela achou todos os amigos 
- Bom agora tenho que ir, ficarei alerta agora 
Fico observando a figura desaparece em meio a multidão - Ah Mason, matar seus pais foi fácil agora você está dificil, você só tinha que morrer para ficar com toda a sua herança 
O barman chega pergunta se quero mais alguma coisa, digo que não pago a conta e vou embora








 
 


Notas Finais


Bom até o proximo, fantasminhas apareçam, não esqueçam de comentar, favoritar e recomendar. É isso beijos falou e fui


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...