História Lembranças - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Culpa É Das Estrelas, Cidades de Papel (Paper Towns), Querido John
Personagens Personagens Originais
Tags Erika Graziele, Henrique Lima, Rick Lima
Visualizações 22
Palavras 1.703
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá meus amores ❤
Espero que gostem ❤
Boa leitura...

Capítulo 6 - Capítulo VI


Fanfic / Fanfiction Lembranças - Capítulo 6 - Capítulo VI

Meu maior poder é o de afugentar as pessoas. Sempre dou um jeito de afastar todo mundo. 

 

Erika Graziele - São Paulo. 


No capítulo anterior...


- Ok. - Seu rosto estava em meu pescoço, sua mão estava em minha cintura, nossos corpos juntos. - Boa noite meu amor. - Ele sussurrou baixo em meu ouvido.

  - Boa noite. - Eu sorri e fechei meus olhos, senti a respiração de Alex ficar mais calma, segundos depois, acabei adormecendo.


Agora... 


Estávamos sentados em minha cama, Alex estava a minha frente, me olhando, seus olhos brilhavam e ele sorria.

  - Alex ? - Ele franziu a testa, mordeu seu lábio inferior e ficou a me olhar.

  - Fala. - Eu suspirei o olhando, eram 8 da manhã, não havíamos tomado café, apenas estávamos sentados na cama, encarando um ao outro a mais de 10 minutos.

  - Por que você fez aquilo comigo ? - Alex ficou me olhando, não sabia o que responder, respirou fundo.

- Por que, como eu já disse, eu te amo e você é minha, então você não pode ficar com ele.

  - Alex.... - Eu não sabia o que falar, não sabia como dizer para ele eu não era sua, sem o magoar. - Eu....

  - Você não me ama, eu sei. - Ele disse sério. - Mas com o tempo, você vai.

  - Nós somos amigos, Alex. - Ele balançou a cabeça negando, parecia querer negar para si mesmo.

  - Não somos mais. - Sua voz estava fria, ele ficou me olhando, agora em meus olhos. - Ele não gosta de você, só quer o seu corpo.

  - Mesmo se for assim, você não pode querer impor uma coisa que você não tem nada a ver. - Alex franziu a testa, se levantou lentamente e ficou parado, me olhando.

  - Erika não fale isso para mim, já disse que você é minha, acabou.

  - Você está ficando doido ? - Ele baixou a cabeça.

  - Você me deixa assim. - Sua voz estava com um tom magoado.

  Eu me levantei lentamente, fui até o mesmo e o abracei, Alex no mesmo instante que meus braços o abraçaram ele me abraçou, seu abraço era aconchegante, seu rosto ficou emu pescoço, assim como o meu estava no seu.

  - Me perdoa. - Ele sorriu contra minha pele, aproximou seu rosto do meu e ficou olhando para minha boca.

  - Você não precisa pedir. - Alex colou sua boca na minha, começamos um beijo lentamente, ele pediu passagem com a língua e eu logo concedi, Alex desceu suas mãos até minha cintura, colando nossos corpos, as minhas mãos ficaram em seu pescoço.
 
  - Erika você está acordada ? - Era a voz do Bruno,  tentei parar o beijo, mais Alex levou sua mão até minha nuca, impedindo que parasse de o beijar.

Escutamos alguns passos irem para longe, Bruno havia ido embora, Alex ainda me beijava, nosso beijo estava calmo, porém intenso.

Ficamos mais alguns segundos nos beijando, até que o fôlego nos faltou. Alex se separou de minha boca,  mas continuou com seu corpo colado ao meu.

  - Eu sempre sonhei com isso. - Ele sussurrou baixo contra meus lábios. - Sempre.

  - Eu também. - Disse sem perceber, as palavras voaram de minha boca.

  - Viu ? Você também me ama, só que ainda não percebeu. - Alex olhou para meus olhos, sorriu abertamente e mordeu meu lábio, o puxando para si. - Não  fica  mais com aquele cara, por favor...

Eu suspirei pesadamente, olhei para seus olhos, eles estavam calmos.

  - Alex... não faz isso comigo. - Alex fechou seus olhos, colou sua testa na minha e suspirou contra meu rosto, seu ar quente bateu em minha cara.

  - Ok, só não me deixa. - Sua voz era baixa e triste. - Por favor.

  - Nunca vou. - Alex sorriu, beijou meus lábios lentamente e abriu seus olhos.

- Obrigada, agora eu tenho que ir embora. - Alex se afastou de meu corpo. - Não se preocupada, seu irmão não vai me ver.

Alex foi até minha janela, a abriu e me olhou sorrindo antes de sair por a mesma, eu fui até ela, caminhando em passos lentos, a fechei e balancei a cabeça sorrindo.

Fui até meu closet, peguei uma calça preta, rasgada nos dois joelhos, ela tinha o cós alto, peguei minha lingerie branca, uma camiseta de mangas compridas azul, ela ficava colada ao meu corpo, peguei meus tênis nike, eles eram totalmente brancos, peguei minha toalha e fui para banheiro.

Deixei as coisas  em cima da pia do banheiro, fechei a porta, me despi rapidamente, abri o chuveiro e entrei para baixo do mesmo, deixando que a água levasse todo o meu estresse e me relaxasse. 

20 minutos depois...

Já estava vestida, meu cabelo estava arrumado, liso como sempre, minha maquiagem estava pronta, já tinha colocado meu perfume.

Tinha pegado meu celular e estava indo para a cozinha, quando cheguei lá, Bruno estava de costas para mim, Giovanna estava sentada em uma cadeira, ao seu lado direito, de cabeça baixo, ainda não tinha me visto, nem um dois, Bruno estava vestido apenas com uma calça moletom cinza clara, nos seus pés estava com uma chinela de dedos,  Gionavva vestia apenas uma camisa branca, como o jeito que ficava em seu corpo, só podia ser o Bruno, mas espera, o que esta acontecendo aqui, Bruno e Giovanna juntos ? Como assim, o que eu perdi ?

  - Bom dia. - Gio me olhou rapidamente, seu rosto ficou corado e ele abaixou o olhar para a mesa a sua frente.

  - Bom dia Erika - Giovanna me disse, Bruno me olhou e sorriu de canto.

  - Bom dia maninha.

  - Posso perguntar o que está acontecendo aqui ? - Gio ainda olhava para baixo, Bruno ficou me olhando e respirou fundo.

  - Estamos... - Ele olhou rapidamente para a Gi e voltou a me olhar. - Estamos ficando.

  - Ficando ?  - Gi me olhou e deu de ombros rapidamente, Bruno a olhou r voltou a me olhar.

- Sim, algum problema?  - Caminhei até a geladeira, a abri e olhei rapidamente para ele.

  - Não, dês que você não magoe ela.

  - Estamos só ficando, Erika, não viaja. - Bruno terminou de fazer suas panquecas, as colocou em cima da mesa e se virou para me olhar.

  - Ok, só não venham chorar nas minha costas depois.

  - Ok senhorita super preocupada.

Eu peguei minha nutella dentro da geladeira, fechei a mesma e peguei um colher, abri a embalagem e como um pouco.

  - Ok. - Bruno se sentou na frente da Gi, ela me olhou rapidamente e sorriu.

  - Henrique ligou hoje cedo, ela queria te avisar que ia vir aqui para te buscar para comer alguma coisa. - Bruno disse pegando uma panqueca e a colocando em um prato a sua frente.

  - Que horas ele vem ? - Bruno me olhou rapidamente e olhou para a Gi.

- Ele vem as 10 horas. - Eu virei e olhei para o relógio em cima da geladeira, eram 9 horas e 30 minutos.

  - Obrigada.

  - Vocês estão juntos ? - Bruno me perguntou, Gi virou ma minha direção e ficou esperando minha resposta.

  - Não, só... - Suspirei baixo e fiquei olhando para os dois. - Ficamos ontem.

  - Ok, não namora com ele não, tá ? Ele não é menino pra você. - Bruno ficou me olhando enquanto falava, Gi voltou a sua posição normal e voltou a comer.

  - Tá. - Disse comendo minha nutella.

30 minutos depois...

Eu estava sentada na sala, vestido a mesma roupa, apenas com uma jaqueta preta a mais e minha bolsa, a campainha tocou e eu me levantei rapidamente, olhei para Bruno e Gi sentados no sofá da sala e sorri para ele, dei um tchauzinho com a mão  direita, abri a porta e lá estava ele, ele estava vestido com uma camiseta preta, uma calça jeans colada ao corpo, um tênis vermelho e seu cabelo estava todo bagunçado, o deixando lindo.

  - Olá. - Henrique sorriu me olhando, eu sai e fechei a porta, ele aproximou seu rosto do meu e beijou meus lábios rapidamente.

  - Olá. - Henrique pegou em minha mão direita e caminhou em direção ao elevador.

  Entramos juntos no elevador, Henrique ficou encostado na parede do elevador, ele me puxou para sua frente, me abraçando assim, seu rosto ficou em meu pescoço, o dando leves beijos.

  - Você dormiu bem ? - Henrique sussurrou conta meu ouvido, fazendo meu corpo todo se arrepiar.

  - Dormi e você ? - Ele mordeu o lóbulo da minha orelha e deu um leve beijo abaixo da mesma.

  - Dormiria melhor se você estivesse lá. - Eu sorri de canto, o elevador abriu suas portas, Henrique me soltou e saiu caminhando lentamente, após pegar minha mão.

  - Onde vamos ? - Estávamos caminho para fora do condôminio, ele caminhou até seu carro preto e me encostou rapidamente no mesmo, me prensando contra ele, levou suas mãos até minhas cintura e deixou seu rosto próximo ao meu ouvido.
 
- Podemos ir para a minha casa se quiser. - Minhas mãos estavam na sua cintura, o segurando.

  - Eu estou com fome. - Disse baixo.

  - Tem comida na minha casa. - Ele falou baixo, mais próximo ao meu ouvido.

  - Eu sei, mas se eu for lá...

  - Você vai ser a sobremesa. - Henrique completou minha frase, beijou meu pescoçoe foi subindo até minha boca.

  - Eu sei, mas eu não posso fazer isso. - Henrique puxou meu lábio com os seus e ficou os mordendo.
 
  - Não vai doer nada.  - Henrique olhou para meus olhos e sustentou meu olhar.

- Eu sei, mas eu não posso. - Ele olhou para baixo e beijou minha bochecha direita.

  - Ok, então eu vou te levar em um lugar que eu gosto. - Ele deu alarme no carro, abriu a porta para mim e ficou me olhando.

  - Onde é ? - Entrei no carro, Henrique fechou a porta, deu a volta no carro lentamente e entrou.

  - Surpresa. - Ele colocou a chave ma ignição, ligou  o carro e deu partida.





Notas Finais


Gostaram ?
Obrigada por lerem ❤
Um beijo e até o próximo capítulo ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...