História Lembranças de Outras Vidas - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Academia, Almas, Amoresmemoraveis, Bts, Hoseok, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin, Namjin, Namjoon, Reencarnação, Seokjin, Sugamentor, Taehyung, Texting, Vhope, Vidaspassadas, Yoongimentor
Visualizações 25
Palavras 1.281
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Lemon, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hola Hola

Eis-me aqui galero.
Entom, demorei porque aulas voltaram, focar nas matérias novas, pensar em ter vida ou morar debaixo da ponte :'v
Pois é
Eu ainda não postei a outra fic que comecei a escrever (a que eu falei que vai ser sadfic) porque pretendo fazer beeeem bonito então ainda tô numa corridinha pra descolar alguém que mexe com edição pra fazer uma capa bem bonita, okay?!

Mas já dou um spoilersinho aqui de como vai ser haugsuagsua
Vai ter mortes (já aviso logo) e não garanto os casais/otp's juntos até o final ;-;

Bom, é isso. Boa leitura.

Capítulo 9 - Capítulo 8 - Uma prece por amor


Fanfic / Fanfiction Lembranças de Outras Vidas - Capítulo 9 - Capítulo 8 - Uma prece por amor

[Pov Jimin]

Céus, por que insistes em fazer isso? Deus, por que ordenastes em tua suprema soberania que sejas assim comigo? Que seja assim conosco? Ele não merece. Nós não merecemos. Merecemos? Por muitas vidas vaguei, por muitos tempos viajei, por muitos lugares passei. Todos esses anos, nascendo, encontrando-o e depois partindo com uma meia história. Nunca terminamos o que de fato deveríamos fazer quando caímos por Terra. Tudo bem que minha evolução aconteceste primeiro mas, e a dele? Por quanto tempo mais esperarei para tê-lo na Eternidade comigo? É algo que depende dele mas, o que o ajudará? Ele não pode fazer isso sozinho, ele não conseguiria, por isso estou aqui e estou interferindo. É pecado? Pois me perdoe então, meu Senhor. Não me incomodo em cometer um pecado da carne, em corromper minha alma, em talvez nunca poder passar pela Eternidade, em talvez nunca alcançar a Luz, pois se tudo isso acontecer comigo, terá sido por amor. Não me incomodo em morrer por completo pelo meu amor por ele. Ele, que se recusa a lembra de meu nome, lembrar de minha voz, lembrar de meu cheiro, lembrar de meu toque, lembrar de meu calor, lembrar de tudo em mim que sempre fora o mesmo em todas as vezes que nos encontramos. Talves seja uma tarefa para mim fazê-lo lembrar de tudo, mas com toda a certeza isso me custaria. Eu só queria amá-lo sendo amado por você, Jeon. És tão difícil assim ter isso?










Estou na imensidão de céu e água que é o "mundo dos sonhos" de Jungkook. Apenas ali posso permanecer como um ser de luz e pensar em relativa paz sobre minha situação com o moreno. Ele não estava ali em uma das poltronas o que significava que estava acordado ou se encontrava em algum outro sonho. Eu estava de pé olhando para o inexistente fim do horizonte daquele lugar. Senti uma presença atrás de mim e eu já sabia que era Yoongi hyung.

—Sabes que não poderá ficar aqui por mais muito tempo, não sabes? —Ele proferiu um tanto baixo com sua voz de tom rouco. Senti que carregava ali preocupação.

—Sim, eu sei. Não podes por favor pedir aos superiores mais tempo?

Eu o ouvi suspirar. Sabia que a resposta seria "não" mas eu precisava tentar. Eu não queria partir justo agora. Eu estou tão próximo de Jungkook novamente e já tentei tanto que mais um pouco de tentativas não mudaria, certo?! Eu não queria desistir de Jeon e não vai ser agora que o farei.

—Jimin, sabes que não permitirei que corrompa a própria alma. Não permitirei a mim mesmo ver-te dissipar nas sombras por um amor o qual não vales lutar.

—POR QUE ACHAS QUE NÃO VALE À PENA LUTAR POR ELE? NÃO ÉS VOCÊ SENTINDO EM MINHA INEXISTENTE CARNE A DOR QUE FLUI DE MEU DESESPERO POR ELE! —exaltei-me rapidamente.

—NÃO, NÃO SOU EU EM TEU LUGAR! MAS NÃO VIAJEI VIDAS COM VOCÊ COMO TEU MENTOR PARA VÊ-LO SOFRER POR ALGO FÚTIL! —ele aumentou a voz também.

—Não chames meu amor por Jeon de algo fútil... —Eu não resisto a mim mesmo e começo a chorar. Grossas lágrimas escorriam de meus olhos descendo pelo meu rosto. Ele não entendia, Deus não entendia, ninguém entendia.

Percebo o olhar de arrependimento de Yoongi e o mesmo se aproxima de mim estendendo suas mãos ao meu rosto. Sinto seu suave toque, um carinho nas minhas bochechas secando as lágrimas que ali molhavam.

—Perdoe-me Jimin, feri mais ainda teu coração. Não mereces tudo isso que estás passando. Eu me preocupo com você e por isso o privo. Estou há tanto tempo ao teu lado vendo-te distanciar mais e mais tua alma da Luz da Eternidade. Eu poderia passar por ela contigo, minha função de mentor não é fixa. Podes ter minha companhia.

Sinto o olhar pesado de preocupação mais uma vez. Eu amo Yoongi. Ele sempre esteve ao meu lado como um mentor depois de minhas primeiras evoluções, porém, o tempo transformou essa relação em algo muito forte. Eu passaria a Eternidade com Yoongi, mas ele não é alma que fora destinada à mim, não é aquele que caíra por Terra inúmeras vezes junto a mim. Não era com ele que eu tentava, de uma vez por todas, findar uma história completa. Eu continuaria tentando com Jeon, até conseguir.

Passo minhas mãos pelas suas que ainda estavam em meu rosto e as seguro firme. Olho em seus olhos e, como num sussurro, suplico.
—Yoongi... Por favor... Peça aos superiores. Por mim. Pelo que sente por mim.

Ele olha no fundo dos meus olhos como se perguntasse se eu tinha certeza daquilo e depois os fechou. Tombou a cabeça para trás como que encarando os céus de olhos fechados. Permaneceu assim por alguns segundos. Eu ainda apertava suas mãos. Ele abriu os olhos e depois me encarou.

—Eles lhe deram mais um pouco de tempo, mas apresse-se. És sua última tentativa por Terra. Se depois daqui você não o tiver feito lembrar, sem intervir no livre arbítrio, partirá para nunca mais vê-lo. Você atravessará a Eternidade comigo ou sua alma sumirá nas sombras. —Ele disse e de maneira involuntária eu sorri largo. Eu teria mais tempo com o amor da minha vida e teria mais chances para fazê-lo lembrar, e não as desperdiçarei.

—Muito obrigada, Yoongi. Eu atravessarei sim a Eternidade contigo se eu não conseguir, juro. —Eu digo sorridente e beijo suas mãos para depois soltá-las.

—Sei que sua verdadeira felicidade se encontra naquele rapaz, Jimin. Por tanto, acorde-o! —Ele diz firme e após isso desaparece num piscar de olhos deixando o lugar.

—Tentá-lo-ei...












[Pov Yoongi]

Deus, por que ele não entende? Jimin não sabe o quão perigoso é intervir diretamente no mundo dos vivos, na dimensão paralela à nossa. Aquele lugar já nos pertenceu mas não é mais parte de nós. Viemos de lá mas devemos lembrar onde estávamos antes, onde estávamos antes de cair por Terra.

Minha existência não fora muito diferente da dele ou das demais. Eu também vinha à vida carnal, morria, voltava ao mundo de Luz e mais uma vez me tornava carne, tudo num ciclo interminável. As reencarnações. Mas a diferença foi que eu não tive muita sorte com minha alma gêmea. 

Como todas as almas, eu também tinha uma que me era destinada, que tinha uma marca de mim e eu uma dela. Eu pude viver sim algumas vidas ao lado dela, e lhe garanto que posso afirmar, foram as minhas melhores vidas. Mas tudo terminou quando os superiores viram o quão evoluído eu estava e me deram o gratificante cargo de Mentor de almas. Mas é aí que vem a parte complicada. Mentores não caem mais por Terra, não possuem almas gêmeas, então aquela que era minha destinada passou a outro. A minha marca que havia nela deixou de existir para dar lugar a de outro alguém, e a sua que havia em mim e que eu tanto adorava sentir também desapareceu para nunca mais. 

Eu levei tempo para superar o sentimento que nem sempre sentimos por sermos da luz e não mais da Terra, mas a dor da perca de um amor é muita. A dor de sentir um pedaço à menos no seu coração é insuportável, mas eu tive que relevar tudo isso ou não aguentaria. E quando pensei que eu nunca mais voltaria a sentir essa dolorosa mágoa, eis-me aqui como mentor daquele que um dia fora destinado à mim para passar pela Eternidade, aquele que tinha um pedaço de mim eu um dele, mas que agora, carrega no coração e mente parte de outro. 



































Eu te odeio muito Park Jimin, mas consigo te amar mais.



Notas Finais


Olha só

"Nosan Bia, Yoonmin?"
Sim, yoonmin. Porque eu amo e porque eu quis

Não pera

Brincadeira gente

Tá parei


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...