História Lembranças esquecidas. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 67
Palavras 551
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Hentai, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


a imagem da capa é a uma menina parecida com a ideia que eu tenho de como é a Clara

Capítulo 2 - Amizades desconhecidas


Fanfic / Fanfiction Lembranças esquecidas. - Capítulo 2 - Amizades desconhecidas

Durmo durante a maior parte da viagem, e quando não estou dormindo fico imaginando com será viver no Brasil, estarei com novas amizades ou com antigos amigos? uma nova casa ou a mesma de dez anos atrás? Uma nova cidade ou uma cidade natal? Já estive lá, mas não lembro de nada por causa daquele acidente que causou minha perda de memória, o estranho é que não sei nem mesmo como esse acidente aconteceu, não sei se as pessoas de lá sabem sobre a minha perda de memória, isso realmente é um saco, por que tenho que voltar para essa cidade? Durmo durante mais algumas horas até chegarmos no Brasil.

- Clara, filha chegamos no Brasil. - Diz dando leves tapinhas em meu rosto.

- Sério? Nossa, que animação. - Digo sarcástica.

- Para com isso Clara, essa é a nossa cidade natal! se anime vamos! - Tenta me animar, mas não funciona, vamos em silêncio até a esteira pegar nossas malas.

- Mãe, eu conhecia muita gente no lugar onde vamos morar?

- Hum, sim, mas acho que não vão lembrar muito de você - Isso me acalma e solto um suspiro aliviado, espero que esteja certa.

Pegamos nossas malas e vamos em um carro alugado para casa, apesar de ser mais caro eu acho mais seguro do que ir de táxi, já parou para pensar em quem está te levando nesse carro amarelo? minha mãe diz que sou meio paranoica com isso, mas não posso evitar, odeio táxis desde que eu me lembro.

Na nova casa...

- Chegamos.

- É aqui? Bem, acho que deve ser confortável .- A casa não era grande, mas também não era pequena, era o suficiente para duas pessoas, na casa havia dois quartos, um banheiro, uma cozinha, uma sala de jantar ligada à sala de estar, os quartos e banheiro estavam na parte de cima da casa e o resto no térreo.

- Vou devolver o carro, tome algum dinheiro e vá ao mercado. 

- Como vou saber onde é o mercado aqui?

- Use o gps do seu celular, isso não serve só para ligar, eu prometo - diz brincando.

Pego  o dinheiro e coloco o endereço no gps, tem um mercadinho a duas quadras daqui, acho que vou para esse mercado, começo a caminhar e felizmente encontro o mercado, detestaria me perder em uma nova cidade, entro no mercado, o atendente estava arrumando algumas coisas embaixo do caixa e não havia mais ninguém no local, vou até os congelados compro uma pizza e um refrigerante de coca-cola, também compro dois snickers, sabe, mata a sua fome, e vou para o caixa.

- Com licença.

- Ah? Descul- o caixa para de falar ao me ver. - Clara? é você?

- Como sabe meu nome? - Droga! ele me conhecia?

- Não lembra de mim? sou eu o João! eramos amigos durante a infância!

- Desculpe, você deve estar me confundindo com alguém.

- An? Me-me desculpe então.- Ele parece ter ficado envergonhado, me desculpe, mas não sou a mesma Clara de antes.

Pago as compras e vou para casa,minha mãe já havia chegado em casa, comemos a pizza e o snickers e fomos dormir, gostaria de saber quem era ele, que relação tinha com ele, acho que isso é meio impossível.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...