História Lemons "Aleatórios" - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Fanfic, Lemon, Yaoi
Visualizações 79
Palavras 1.307
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Lemon, Lírica, Luta, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shounen, Sobrenatural, Terror e Horror, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


•Nai/Scarlet/Hoffu/Hack/Velvet•
Aos seres humanos que estão lendo isso, e que me seguem no Spirit (acho que só a trouxa da Lyssah mesmo [teamu] já que eu vou ficar perturbando ela pra ler colocando o link nas atividades), esses não são Lemons aleatórios, e sim de uma fanfic que eu faço em um RPGzin ae pelo Amino, e envolve omegaverse. Claro que existem 4 sagas, e essa é a primeira -3-
Bom, claro que só o povo lá do Amino vai ler isso aqui, já que O SPIRIT NÃO COLOCA NA ATIVIDADE, NO PERFIL, NEM NADA, NÉ, SPIRIT?
Enfim, fiquem com o Lemon.

Capítulo 1 - Zagbro - I


Ambos manteram-se em silêncio por alguns segundos. Três segundos, mais precisamente. Zagg agarrou os ombros do menor, o jogando na cama, assim conectando seus lábios aos seus com desejo. Um beijo selvagem, uma sensação estranha percorria o corpo inteiro de Vibro. Não sabia o que era, mas queria mais. Muito mais.

Zagg cautelosamente, retira as roupas de Vibro. A blusa, retirada de forma lenta de seu corpo, mas pelo olhar selvagem de Zagg, era provável que sua vontade era de arrancá-las de uma vez só. A calça, um simples movimento com o dedo mindinho para desabotoá-la; levantou as pernas do menor para facilitar a retirada da mesma, assim o deixando apenas de cueca.

Zagg logo despertou um lado meio agressivo: posicionou o menor no seu colo, enquanto dava mordidas e chupadas por todo seu pescoço. Com certeza deixou muitas marcas. Enquanto isso, Zagg descia sua mão até a bunda de Vibro, as colocando dentro de sua cueca e alisando o local. Vibro, entre as mordidas, retirara a blusa de Zagg, o deixando apenas de calça.

Por um lado, Vibro estava assustado. Era a primeira vez que viu o mais velho tão agressivo e selvagem, ele tinha o pressentimento que ele iria ser devorado como um coelho indefeso no meio de uma alcateia. Por outro lado, ele estava feliz, estava realizando seu sonho de longa data: uma noite amorosa e excitante com seu amado desde os 5 anos de idade, a data exata de quando conheceu ele.

--Está assustado, Dudu? -- disse Zagg, sussurrando em seu ouvido, enquanto descia seus nariz e língua pelo pescoço do menor, até chegar em seu peitoral

--G-Gaah...! -- gemeu Vibro, não tão alto, na tentativa de não fazer tanto barulho. -- U-Um pouco.

--Tentarei ser gentil. -- disse Zagg, enquanto descia sua boca pelo liso peitoral de Vibro.

Vibro estava adorando aquilo. Por dentro, ele surtava, mas por fora podia apenas render-se aos toques do de madeixas esbranquiçadas. Ele sentia sua língua salivar seu mamilo, o lambendo circularmente, chupando, enquanto a única coisa que Vibro podia fazer era gemer e abraçar a cabeça de Zagg, assim aproximando-a de seu peito, como um sinal de "quero mais".

Zagg então engatinhou até o membro de porte médio do menor, assim o abocanhando. Vibro soltou um gemido longo porém baixo, era a primeira vez que sentia algo assim. Era a primeira vez que era chupado naquele local. Zagg retirou por alguns momentos, olhou para Vibro e sorriu, logo o colocando novamente em sua boca.

Vibro segurava-se na cama e agarrava o lençol, como seu pênis poderia ser tão sensível? Ele sabia que gozaria, e gozaria logo, mesmo nunca tendo experimentado tal. Claro que já havia colocado em mente fazer aquilo pensando em Zagg, porém nunca o fez.

O alfa, sedento por sexo, chupava com movimentos lentos aquela extremidade pequena e um tanto fofa do ômega. Vibro logo colocara sua mão sobre sua boca, de forma meio sexy, enquanto gemia mordendo a mesma. Logo, derramou-se dentro da boca de Zagg.

--Desculpe... -- disse Vibro.

--Eu não ligo. -- disse Zagg.

Vibro sentiu dois fortes dedos descendo por sua bunda até chegar em sua entrada já lubrificada, com seu natural lubrificante escorrendo. O maior olhou para o menor deitado na cama, sorrindo, e logo um sorriso saiu da boca do azulado, junto de um balanço com a cabeça indiciando afirmação, permissão para algo.

Zagg logo entendeu. Apenas os atos de Vibro eram o suficiente para ele tocar-se disso. O alfa logo deitou o ômega para que ficasse com as pernas para o ar. Um sorriso era visto na cara do menor, e Zagg logo começou a passar sua língua por aquela entrada já lubrificada. Vibro colocou sua mão sobre sua boca, mordendo-a, na intenção de conter seus gemidos.

--A-Aaargh... Z-Zagg... -- disse Vibro, já ficando duro.

--Relaxe. -- disse Zagg.

Porém, a fala do alfa adiantou de nada. O olhar selvagem de Zagg indicava que o maior iria devorar o de madeixas azuladas, explorando cada parte do seu corpo. E ele nem estava no cio. Zagg logo enfiou sua língua ali, fazendo Vibro soltar um gemido meio alto. Ali era uma área sensível, e a primeira vez que alguma coisa era introduzida em seu ânus.

Zagg, ora tirava, ora inseria novamente, fazia movimentos de trás pra frente e circulares. Tudo aquilo fazia Vibro delirar. Ele estava ansioso para sentir seu mestre dentro de si, sentir ambos em um só. Mas tudo havia seu tempo, e aquele ainda não era o momento para tal.

--Preparado? -- sussurrou o alfa no ouvido do ômega, enquanto já posicionava suas pernas ao redor de sua cintura.

Vibro não falou nada, apenas abraçou o pescoço de Zagg. Aquilo era claramente um "sim". Desabotoou sua calça, abriu seu zíper e retirou seu membro, já ereto, de sua cueca. Sem ao menos pensar, o inseriu por inteiro em Vibro com força. Zagg sentiu seu pescoço ser apertado.

--G-GAAAH!

--Apenas relaxe.

Em recompensa por começar de forma bruta, Zagg começou com movimentos lentos, para acostumar Vibro. Mesmo com um alto desejo de sexo, ele não queria que seu desejo machucasse seu amado.

Suas estocadas faziam um barulho excitante, o barulho de dois corpos chocando-se, sentindo o corpo quente e a pele macia de Vibro. "Céus, como ele consegue ser tão sexy..." era o que pensava Zagg naquele momento. Adorava seu jeito de gemer, os movimentos que faziam, sua voz trêmula gemendo seu nome, tudo aquilo enlouquecia o alfa.

Vibro já estava com arrepios. Uma sensação enorme de prazer percorria seu corpo. Doía, mas era bom. Era como se o prazer escondesse a dor, e o fato de estar fazendo aquilo com seu amado escondia a vergonha de perder sua virgindade anal. Vibro não ligava mais para o que acontecia ao redor. Ele só queria aproveitar daquela noite prazerosa como se fosse a última.

--Está bem? -- sussurrou Zagg no ouvido dele, enquanto ainda o estocava de forma meio lenta.

--Mais rápido... -- disse Vibro enquanto gemia loucamente o nome de Zagg.

Zagg interpretou aquilo como um sim, e aumentou a velocidade das estocadas. Porém, seu desejo falou mais alto, e o fazia com tanta força que já atingia o limite de Vibro. Para o menor, aquilo era ótimo. Sua voz já estava trêmula de tanto prazer, e o barulho dos corpos de ambos chocando-se era excitante o suficiente para que os inteirores do azulado fossem abertos em larga escala. Vibro pegou uma mão do ativo, e a colocou sobre seu membro, que já estava duro. Zagg logo entendeu, e começou a masturbá-lo.

Zagg sentia que logo chegaria a seu limite, e encheria o inteiror de Vibro com esperma. Por isso, ele ajoelhou-se na cama, levantou uma das pernas de Vibro e a colocou sobre seu ombro, abrindo espaço para que Zagg assim aproveitasse mais daquele ânus quentinho e apertado de Vibro, enquanto suas estocadas já estavam rápidas demais. Até o de cabelos brancos estava não só gemendo, mas urrando de prazer.

--Z-Zagg...! Ngh! -- gemeu Vibro, agarrando o lençol da cama com suas unhas. -- E-Eu vou...!

Zagg aumentou ainda mais a velocidade. A partir dali, ele não estava mais sendo gentil. Vibro sabia disso muito bem, porém não ligou nem um pouco. Ele apenas queria estar fazendo aquilo com seu amado, nem que fosse ele retirando sua primeira vez de forma brusca.

--Eu... -- disse Zagg, em seu ouvido. -- Te amo... Gh! Aah!

Vibro gemeu alto e em sincronia com o alfa. Ambos gozavam; Vibro melava o lençol, e Zagg preenchia Vibro com seu esperma quente. Era muito sêmen. Zagg retirou seu membro do ânus de Vibro, e deitou-se ao lado dele. Ambos estavam ofegantes. Zagg aproveitou a situação para abraçar Vibro por trás. Ele estava quente.

--Você gostou? -- perguntou Vibro.

--Não só gostei... -- disse Zagg, mordendo a orelha dele. -- Eu amei... -- sua boca descia por seu pescoço.

--Você é mesmo insaciável, idiota. -- disse Vibro, virando-se para Zagg. -- E eu adoro isso em você. -- selou os lábios de ambos com um beijo.


Notas Finais


•Nai/Scarlet/Hoffu/Hack/Velvet•
Gostaram? Não? Ata.
Beijos no cu.
-3-👌


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...