História Lendas e fatos sobrenaturais - Capítulo 70


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lendas Urbanas
Personagens Personagens Originais
Tags Lendas Urbanas
Exibições 121
Palavras 649
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


Espero que gostem

Capítulo 70 - Ligação


Que Jogue a primeira pedra quem nunca recebeu ligações por engano no celular. Os motivos são variados. Gente que confunde na hora de digitar o número do telefone e acaba digitando o seu. Bancos de dados de lojas que estão desatualizados ou com erros. E há também, gente que dá um número qualquer, que calha ser o seu, na hora de comprar em lojas ou fazer cadastros diversos.

Claro que atender ligações feitas por engano é chato, mas existe coisa pior … até mesmo que de call center de operadoras de celular ou TV a cabo oferecendo daqueles pacotes de serviço imperdíveis.

Em 12 de setembro de 2008 um trem urbano de Los Angeles colidiu de frente com outro trem de carga exatamente às 16h22 e muitos passageiros morreram, um deles Charles Peck. O acidente foi tão feio que as equipes de resgate tiveram um trabalhão para resgatar os corpos, que demorou mais de quinze horas de muito esforço. O corpo de Charles Peck foi um dos últimos a serem resgatados e pelo estado em que foi encontrado ficou clara sua morte instantânea no momento do acidente. O problema é que até às três da madrugada, ou seja, durante as onze horas que se seguiram ao acidente, a noiva, a mãe, irmãos e filhos do finado receberam ligações em seus celulares cujo número de quem ligava era de … Charles Peck. Quando atendiam ouviam apenas estática até que a ligação caia. Assim retornavam dava caixa postal. E tudo indica que seu celular tenha sido destruído no momento do acidente!

Mas esse tipo de fenômeno não acontece exclusivamente com telefones celulares. Em 1979 os pesquisadores paranormais Scott Rogo e Raymond Bayless lançaram um livro clássico intitulado “Phone Calls from the Dead” onde compilaram vários casos.

Também em 2008, um inglês relatou aterrorizado que logo após o enterro de sua esposa, foi ao pub encher a cara ao invés de voltar para a casa onde viveram juntos por tantos anos. Lá pelas tantas seu celular sinalizou uma ligação perdida, porém o aparelho não havia tocado. O homem consultou os registros e verificou que a ligação perdida tinha sido feita de sua casa … onde não havia ninguém. Imediatamente voltou para lá achando que havia sido invadida, mas estava tudo como deixara. Algo, porém, o fez fugir do local, um cheiro que pairava fresco no ar, uma mistura da fumaça do cigarro que sua esposa fumava e do perfume que sempre usava.

Recentemente, pesquisadores paranormais divulgaram o resultado da análise das circunstâncias casos de ligações telefônica fantasmas é um tipo de EVP (electronic voice phenomena) ou, em bom português, fenômeno da voz eletrônica, com casos relatados em diversos países, apesar de ainda serem pouco documentadas, porque muitas vezes são breves e inaudíveis, além de faltarem provas definitivas de que ocorreram, já que não deixam registro no histórico de chamadas recebidas. Apesar disso, pesquisadores paranormais já conseguiram identificar alguns padrões desse tipo de comunicação dos mortos com os vivos. Segundo eles, a maioria das ligações fantasmas costumam se dar no período de 24 horas após o falecimento, porém raramente oferecem mais que estática quando atendidas. Já ligações fantasmas com vozes audíveis diretamente ou através de gravação tocada em velocidade reduzida são mais raras e muitas vezes são feitas por entidades falando em nome de outros espíritosSegundo pesquisadores paranormais, o fato dos telefones celulares funcionarem com base em radiação eletromagnética facilitaria a interferência por parte de espíritos desencarnados, algo bem mais complicado com linhas telefônicas comuns que operam por cabeamento.

É comum ouvirmos de parentes, amigos e colegas de trabalho reclamações do telefone tocando de madrugada e quando atendem não há ninguém do outro lado ou de registros de ligações perdidas de telefones cujo número que ligou não está disponível. Da próxima vez que isso acontecer com você lembre-se: pode ser alguém do outro lado do véu da morte querendo falar com você rs


Notas Finais


Bjss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...