História Lendas: o lado não contado da histora - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lendas Urbanas
Tags Flautista De Hamelin
Exibições 15
Palavras 555
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, FemmeSlash, Ficção, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Steampunk, Super Power, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel
Avisos: Canibalismo, Incesto, Insinuação de sexo, Sadomasoquismo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Capítulo 2 - A ultima musica: a melodia da morte


Apos 10 anos se corroendo com a alma em vingança, ao inves de seu rosto lindo e doce de elfo ele estava com os olhos mortos e raivosos. Sua unica diversão era escrever com um pedaço de madeira embebido em fuligem molhada. Os guardas o tacavam pedras enquanto ele dormia, a cada pedrada ele falava mais uma vez:

- A alma de vocês não sera perdoada, eu juro que os mentirosos não vão mais existir

- Hahaha. Ele acha que pode sair daqui. Vamos vai, cansei de atacar pedras neste idiota

Todos esses anos como uma alma inútil, seu único objetivo era sua vingança, derrepente um homem baixinho e com longos cabelos encaracolados, uma pele apodrecida e olhos azuis, ele apareceu atras dele e disse:

- Então você deseja se vingar deles né?

- Quem é você?!

- Eu sou o homem que vai completar tua vingança

- Ahh então você pode me tirar daqui

- Sim mas pelo preço certo

- Que seria?

- Eu vo ser direto, eu quero 150 crianças, mas todas tem que estar vivas

- Como assim! Não, eu quero a vingança mais não é tão má assim

- Ok, então se vira, boa sorte

- Tudo bem, afinal eles merecem. E outra o que de mal poderia fazer senhor...?

- Rumpelstiltskin esse é meu nome, Rumpelstiltskin

E assim Rumpelstiltskin transformou o lapis do flautista em uma flauta.
Assim que um dos maiores genocidas ganha poder para fazer o que quiser.
Um som doce ecoou diante de toda a masmorra fazendo todos os guardas pegarem suas espadas e se matarem, ele pega uma espada e quebra os dormentes, ao sair a primeira coisa que fez foi ir até Rita ceifar a tua vida, ao se aproximar com a musica:

- Lembra de mim

- Não é possivel, você estava preso

- Eu fui solto por um homem de grande coração chamado Rumpelstiskin

- Ele é o criador da praga de ratos

- Não, vocês mentem, são todos mentirosos, e mentirosos devem morrer

- Por favor amorzinho, eu não queria teu mal

Um som doce fez a mão dela se mexer em direção ao pescoço

- Não por favor, eu ainda o am (gasp-gasp)

Ela cai na cama dura

Sai o flautista com um grande peso em sua consiencia.
Ao sair ele se encontra com Rumpelstisnski:

- Agora você ja conseguiu sua vingança, eu quero meu pagamento

- Eu estive pensando, por que você quer 150 crianças

Rumpelstiskin sai sem falar nada
O flautista finalmente começa a musica final e, todos os menores de 16 anos o seguiram,mais ou menos 164 crianças, ele as trouxe a casa na floresta onde Rumpelstiskin o esperava inpaciente:

- Ora vamos logo, não tenho muito tempo, elas ja começam a me chamar

- Elas?

- Eu acho que você merece ter conhecimento disso

-Do que?

- Eu sou o cara que trouxe os ratos pra cá

- Então a-a Rita não mentiu para mi-mim

- Ela nunca mentiu para você

- Eu matei meu amor

O flautista vai andando em direção a floresta
Rumpelstiskin começa a falar em voz baixa:

- Pronto a alma dos 150 ratos que eu havia roubado estão de volta para vocês, e vocês 14 que sobraram podem voltar para casa

E assim que aconteceu a historia do Flautista de Hamelin

Notas Finais


Essa foi a primeira de muitas historias, o unico que pode dizer se haverá continuações é o tempo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...