História Lendas: o lado não contado da histora - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lendas Urbanas
Tags Flautista De Hamelin
Exibições 8
Palavras 469
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, FemmeSlash, Ficção, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Steampunk, Super Power, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel
Avisos: Canibalismo, Incesto, Insinuação de sexo, Sadomasoquismo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


Segunda parte de Yggdrazil

Capítulo 4 - Punhos que queimam como uma estrela


Meu primeiro dia nas forças especias milfhein que animação, minhas mãos tremem e eu estou suando demaisiadamente. Chamam meu nome, meu pai e minha mãe choram muito, eu ando em direção ao palco e isso parece durar uma eternidade, eu queria correr, mas não devo, afinal isso é fruto de meu treinamento.

Toco o meu pé no palco e sinto um enorme espirito em minha frente, a cada passo sentia esse espirito mais forte. Cheguei ao lado de um general que disse umas coisas sobre como eu posso servir ao mundo, mas eu ignorei, eu só queria minha Katana e meu uniforme.

Um homem de ou- 30 anos apareceu correndo avisando que o Dangai(barreira mistica) estava fraco.

Assim que ouviram isso todos presentes correram, ahh vocês não tem espirito de aventura.

Derrepente escuto um estrondo e um rugido, meu sangue ferveu, eu queria lutar, quando derrepente aparece um drake(classe mais fraca entre os dragoes, um lagarto enorme sem asas). 

Aquele monstro era enorme, o maior ser que ja havia enfrentado era um pequeno ogro, mas mesmo assim ele foi para cima.

Ao pular em direção ao drake foi lançado ao chão pelo homem que trouxe a notícia, ele dizia:


-Você é louco, ele é um monstro muito forte


Derrepente ele ataca o monstro, mais é ineficaz, pois sua espada não perfura a couraça do drake, ele recebe uma patada do drake e cai a minha frente. "E agora" era a única coisa que eu pensava, eu olhava a espada dele que era lilás e cinza, e se eu atacar será que fará diferença, derrepente escuto outro rugido, e um ataque direto contra mim, na época de treinamento eu era o mais rapido, e quase não consigo desviar.

Eu vi meus pais aterrorisados e decidi atacar, peguei a espada no chão e sua cor mudou para azul marinho e branco (como aquelas porcelanas antigas) e ficou cheia de desenhos azuis.

No primeiro ataque que fiz eu não causei nada, e fui lançado longe. Meu corpo doia e eu não conseguia me mexer, quando o segundo golpe veio, eu senti meu corpo leve e, ao abrir os olhos estava numa linda sala com um pequeno homem ao meu lado.

Ele me perguntava se eu queria viver e eu respondia que sim, mas isso tinha um preço, cada vez que eu usasse o golpe ficaria mais forte e consumiria mais poder, mesmo assim eu aceitei e firmei um contrato com um homem de nome engraçado era...Rumpelstiskin

Ao voltar ao normal vi o golpe de novo e meu corpo ainda doia, enquanto a mão do drake se aproximava seus punhos liberavam um fogo azul bem claro que seria sua liberdade daquele problema.

A pata estava a uma mútua distância dele quando ele desferiu um golpe com o poder capaz de derrubar o drake e mata-lo, esse golpe recebe o nome de first the north stars


Notas Finais


O unico que pode dizer se haverá continuação é o tempo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...