História Lendas Unidas - A História Recomeça - Capítulo 8


Escrita por: ~ e ~Automaton

Visualizações 23
Palavras 1.796
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - Saiyans conspiram com 3 inimigos com interesses misteriosos


Fanfic / Fanfiction Lendas Unidas - A História Recomeça - Capítulo 8 - Saiyans conspiram com 3 inimigos com interesses misteriosos

              Numa base de operações da S.H.I.E.L.D., Todos os agentes estavam pondo Goku na câmara de regeneração para ele recuperar os ferimentos que o raditz tinha feito na batalha que tiveram , estavam  pondo na máquina de regeneração sendo comandado pelo Agente Coulson quando ouvem um barulho

BUMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM.

-Mas o que é isto? - Perguntou Phill preocupado perguntando aos agentes que cuidam da vigilância da agência

-Não sei, senhor. - Um dos agentes começou a ver as câmeras de segurança da base e elas mostraram no grande monitor na parede e lá mostrou Picollo entrando na agência e nocauteando os agentes que via pela frente

-Quem é esse cara? - Perguntou um agente para Phill, bem preocupado

-Ele está aqui pelo Goku. Impeça que ele entre!

-Sim, senhor! - O Agente obedeceu Coulson e levou vários outros para impedir Piccolo

-O que faremos, senhor? Nenhum agente conseguiu detê-lo - Disse um outro agente com medo

-Odeio dizer isso, mas... contate a Beatriz. Não podemos impedi-lo de levar o Goku, mas podemos impedi-lo de fazer algo pior

-Sim, senhor

               Vários agentes cercaram Piccolo para tentar impedi-lo de continuar adentrando o esconderijo

-Vocês são patéticos. Todos vocês - Disse Picollo rudemente

-Daqui você não passa, demônio! - Disse um dos agente com a arma na mão pronto para disparar se Picollo tentasse algo contra eles

-Não me faça rir. Acha mesmo que vai me parar com isso? - Debochou Picollo agarrando o pescoço de um agente enforcando-o - Bom… Se não me impedirem, posso poupá-los - Num ato de reflexo, os agentes sacaram suas armas e atiraram em Piccolo, fazendo um líquido roxo descer pelo corpo de Piccolo e logo depois o local das balas cicatrizar - Ou não - Piccolo quebrou o pescoço do agente e partiu para cima dos outros. Meteu a cabeça de um na parede, enquanto atirava uma Rajada KI amarela contra outro. Dois agentes foram pra cima de Piccolo, e o demônio usou o corpo do agente morto para jogar contra os outros dois e depois lançou uma rajada de calor dos olhos queimando os 3 até a morte

-Agora… Onde está o Goku? - Perguntou Piccolo para o último agente vivo

             Enquanto isso, no centro de Trenton, uma garota que trabalhava até tarde em sua agência de moda estava fechando tudo quando sentiu um vulto, se assustando

-Olá? - A Garota olhou em volta, mas não viu ninguém, porém viu o vulto outra vez - Quem está aí?! - A garota abriu sua bolsa e tirou uma faca, pois já estava muito assustada, quando sentiu algo atrás de si e se virou para atacar mas alguém segurou sua mãe

-Ei! Ei! Sou eu! Espera! - A garota se aliviou

-Aff, Sam! Qual é a tua?! Me assustou! - Sam começou a rir da cara da amiga - Não ri!

-Tá, tá, desculpa. Estou aqui a trabalho

-Nada disso! Não importa o que a Beatriz quer, eu só quero ir pra casa e dormir como uma pessoa normal - A garota saiu andando e Sam começou a segui-la

-A questão é que você não é uma garota normal, Song! Você se comprometeu a ajudar a D.R.S.L. no que fosse e vai cair fora agora? - Song parou de andar, deu um leve suspiro e olhou para Sam

-Tá, o que ela quer?

-Resumindo? Nave caindo no centro de Nova York, alienígena super-poderoso, alienígena foi derrotado, não sabemos quantos mais existem

-...Uau. Realmente é muita informação - O celular de Song começou a tocar

-Atende - Song foi pra longe de Sam e atendeu a ligação - Seja o que for, Phill, estou ocupada

-Está com o Sam? - Song olhou pra trás antes de responder

-Estou, por que?

-A Base está sendo invadida, agentes estão sendo mortos

-Por quem?

-Um alien. Verde, olheras pontudas - Song se segurou pra não rir, enquanto Sam, de alguma forma sobrenatural, escutava a conversa de Song e Coulson - Tá, eu sei que é bem clichê, mas é verdade, preciso do Sam

-Tá. Vou falar com ele - Song desligou o celular - Sam… - Song se virou para falar com Sam, mas ele havia desaparecido

              De volta a Base de Operações S.H.I.E.L.D. atacada por Piccolo, o demônio verde se surpreendeu com quem havia aparecido

-Achei que demorariam mais para chegar - Piccolo se virou para ver Dark e Homem de Ferro

-Como estás a ver chegamos e desta vez vamos derrotar-te - disse dark sério - Pagarás por matares os meus amigos

-Eles? Quiseram me impedir de chegar até Goku e o que restaram deles é a morte - debochou Picollo com um sorriso sarcástico, deixando Dark furioso - Não se preocupe, logo se juntarão a eles - Homem de Ferro lançou raios repulsores contra Picollo mas ele revida todas de uma vez, Dark aproveita e usa a sua telecinese para  paralisar o demônio e o Homem de ferro lança um repulsor de energia atingindo Picollo, que fica gravemente ferido. Picollo lança uma poderosa rajada de ki amarela contra Tony, mas Dark usa a sua telecine para parar a rajada, porém Picollo aproveita e aparece por detrás do herói e lhe dá uma braçada fazendo ele voar longe e uma rajada de ki amarela contra Homem de Ferro, que desvia com dificuldade .

-Vocês são surpreendentes. Mas quero acabar logo com isso, então... - disse o demónio verde que aumenta o seu ki e começa a crescer cada vez mais até ficar uma gigante de dez metros e meio, quebrando o teto da base

-É… Parece que temos um problema dos grandes aqui

-Muito engraçado, Tony

             Entretanto na Torre Stark, Gohan estava a dormir profundamente na cama de hóspedes, estava a dormir que não viu um homem com cabelos longos e olhos amarelados e frios e acompanhado por um rapaz de cabelo branco e óculos com olhos pretos ambos observavam o menino dormindo

-Orochimaru-sama, achas mesmo que esse menino pode ser um bom investimento? Ele não parece lá essas coisas - disse o rapaz curioso .

-Kukukukuku. Você disse a mesma coisa do Sasuke, Kabuto

-Pensa em treiná-lo, Orochimaru-sama? - Perguntou Kabuto curioso

-Podes apostar nisso - Orochimaru em seguida fez aparecer uma cobra no seu braço e a cobra deu uma picada no pescoço do Gohan deixando a marca negra nele - Com isso eu poderei controlar esse menino mesmo á distância mas só farei isso quando ele tiver o treinamento suficiente para aprender a controlar o seu poder - Orochimaru colocou sua mão na cabeça, fazendo uma leve cara que dor

-Orochimaru-sama?

-Ahhhhh! - Orochimaru começou a gritar cada vez mais, com muita intensidade

-Orochimaru-sama! Orochimaru! - Kabuto olhou pra trás e viu Soren - Para com isso!

-Vi o que fizeram com os agentes - Estavam todos mortos - Não deixarei que machuquem essa criança - Orochimaru ajoelhou-se no chão sentindo uma dor terrível e agoniante, quase como se fosse eterna, como se seu crânio estivesse derretendo pouco a pouco; Kabuto criou uma lâmina de chakra em sua mão e partiu pra cima de Soren, mas logo começou a sentir as mesmas dores de Orochimaru

- Não adianta, não podem me vencer - Disse Soren sério  encarando-os friamente mas foi surpreendido pelo sorriso de orochimaru - Está debochando de mim? Péssima idéia - Orochimaru levantou sua cabeça devagar e deu um sorriso vitorioso

-Adeus - De repente uma fumaça branca apareceu em volta de Orochimaru, e quando a poeira abaixou, Soren viu que Orochimaru havia sumido

-Não… - Kabuto se surpreendeu por Orochimaru tê-lo abandonado ali

-Agora está na hora de confessar

             Enquanto isso, em uma galáxia muito distante da Via Láctea, um homem de uma espécie desconhecida estava falando com seu chefe sobre o Tesseract

-O Tesseract despertou - Disse o homem de capuz preto ajoelhado em frente a um trono virado para trás - Está em um mundo pequeno, um mundo humano - Disse referindo-se a Terra - Eles acham que conhecem seu poder, mas nosso aliado o conhece como eles nunca conhecerão… Ele está pronto pra liderar, e nossa força, nossos Chitauri, o seguirão… Um mundo será dele… O universo… seu - O homem saiu dali e foi em direção a três homens, um deles era Loki, o irmão do Poderoso Thor

-E a minha vingança? - Perguntou Loki, deixando o homem zangado, a ponto de dar um soco em Loki

-Sua ambição é pequena… Terá sua vingança, no tempo certo. Assim como vocês terão suas Dragon Balls - Disse referindo-se as duas figuras ao lado de Loki, um alto e careca e outro baixinho e de cabelo espetado, mas os dois usavam armadura e um rastreador, assim como as vestimentas de Raditz. O careca usava uma armadura igualzinha a de Raditz, mas ao contrário dele, usava um rastreador azul, enquanto o baixinho usava uma armadura amarela com uma camiseta azul por baixo e um rastreador vermelho

-Assim esperamos, The Other - Disse o baixinho bem sério

-E aí, Vegeta, usaremos as esferas pra reviver o Raditz? - Perguntou o careca, revelando que o baixinho se chama Vegeta

-Hunf, não seja idiota, Nappa! Raditz morreu pois foi descuidado, subestimou os humanos. Além disso, nem sabemos se ele morreu mesmo - Disse Vegeta reclamando da petulância de Nappa

-Mas foi você quem disse que os humanos eram fracos!

-Em sua maioria sim… Não disse todos

-Você queria ele morto, não é?! - Perguntou Nappa zangado

-E por que isso importa, Nappa? Ele só era um peso morto na equipe… Já aquele garoto, o filho do Kakarotto, se as histórias forem verdadeiras e sangue de Saiyajins misturado com outra espécie for mais forte que Saiyajins puros, aquele fedelho seria uma ótima aquisição ao nosso time - Disse Vegeta rindo maldosamente

               De volta a Terra, mais especificamente no deserto de Suna, Deidara tinha entrado na vila pelo céu com seu pássaro de argila

-O que é aquilo? Não parece ser uma ave da vila - disse um dos ninjas seriamente

-Até que o design artístico dessa vila não é tão ruim, hm – Comentou Deidara – Realmente vai valer a pena destruir tudo isso, hehe

-Quem é você?! Se identifique ou vamos derrubá-lo! – Disse um dos ninjas ameaçando Deidara

-E lá se vai meu ataque surpresa. Hm! – Deidara soltou uma dúzia de aranhas de argila na direção dos guardas e as explodiu na cara deles – Hora de abandonar o ataque aéreo – Deidara pulou de seu pássaro, pousando ao lado dos corpos dos guardas. Hora de procurar o Jinchuuriki... – Antes que Deidara pudesse terminar a frase, ele foi preso por duas mãos feitas de areia e, quando olhou pra frente, deu de cara com Sabaku no Gaara, o Godaime Kazekage e Jinchuuriki do Shukaku – E falando no diabo... Você me poupou de perder tempo te procurando

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...