História Let Her Go - Texto de aniversário para Sabrina - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 7
Palavras 1.196
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Famí­lia

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


生日快樂 !!!

(Eu não se está certo, até porque só fiz Ctrl+c e Ctrl+v do Google Tradutor, mas era para ser "feliz aniversário")

Confesso que chorei escrevendo e fazendo minha "seleção" de fotos para escolher as que deveriam estar como capa da história e imagem do capítulo. Estou morrendo de saudade, espero que goste...

OBS: Só escrevi o texto aqui por uma questão de formatação, nada de mais.

Capítulo 1 - Dê amor ao meu texto


Fanfic / Fanfiction Let Her Go - Texto de aniversário para Sabrina - Capítulo 1 - Dê amor ao meu texto

Well, you only need the light when it's burning low 
Only miss the sun when it starts to snow 
Only know you love her when you let her go 
Only know you've been high when you're feeling low 
Only hate the road when you're missin' home 
Only know you love her when you let her go 
                    ...And you let her go  

-Let Her Go - Passenger

 

Acho justo começar o texto com as dificuldades que tive para escrever (que, por sinal, foram muitas). Vou te dizer que chorei muito escrevendo e procurando as fotos de capa, sinto muita saudade, o tempo todo. 

Foram incontáveis as vezes que escrevi e reescrevi cada frase que aqui contém até chegar numa combinação perfeita de palavras, até achar que estava "apto". Incrível como algo que fazemos todo dia e com tanta simplicidade como escrever, se torna algo tão importante e delicado quando dedicados às pessoas certas.

Mudei as músicas várias vezes também. Começou com Count On Me, depois foi para More Than a Band, (entre outras que não me lembro agora) e terminou em Let Her Go. Bem, não tenho certeza, né? Ainda dá tempo de mudar rsrs... 

Staring at the bottom of your glass
Hoping one day you'll make a dream last
The dreams come slow and they go so fast

You see her when you close your eyes
Maybe one day you will understand why
Everything you touch surely dies

 

Me lembro nitidamente do dia em que teve a sua despedida para os familiares, depois de um tempo de "festa", você saiu e ninguém sabia onde estava, eu fui te procurar e me deparei com uma cena que sequer chegava aos meus pensamentos.

Você estava chorando no meu quarto. Não estava esperando aquilo, para mim, você era uma pessoa que nunca chorava, você que sempre enxugava as minha lágrimas quando elas ameaçavam cair, mas estava na hora de inverter os papeis.

Você me falou que que estava triste pois iria perder o Bila, Theo e Lulu crescendo, eu arrumando namorado (como se fosse acontecer...) e tudo mais. Eu dei meu ombro para que você chorasse, te consolei, te levei para cima novamente. Só estava bancando a durona pois, assim que desci, me encolhi no guarda-roupa e chorei. Chorei muito. Coloquei tudo para fora. Chorei tudo o que, antes, não pude chorar pois não queria que se preocupasse comigo.

Ao ir embora, Tia Lela passou pelo meu quarto e eu não queria que ela me visse naquele estado então, como estava escondida no guarda-roupa eu só tentei não fazer barulho. Mas um soluço em meio às lágrimas atrapalhou tudo. Ela descobriu meu esconderijo e perguntou o que eu fazia lá. Eu só precisei erguer meu rosto inchado e banhado de lágrimas para que ela entendesse o que havia acontecido "vou sentir saudades dela" -falei. Mas aí você apareceu por detrás de Tia Lela e me abraçou. Ali estava o ombro do qual eu tanto gostava. Naquele momento, seus braços eram o único lugar em todo o mundo o qual eu desejava estar.

But you only need the light when it's burning low
Only miss the sun when it starts to snow
Only know you love her when you let her go
Only know you've been high when you're feeling low
Only hate the road when you're missin' home
Only know you love her when you let her go

 

Voltei meio mal no dia que te levei para o aeroporto, já estava com saudades,mesmo mal tendo me despedido de você.

Existem rituais que faço. Toda noite, olho uma pasta de fotos que tenho no celular só com fotos nossas (acho bem triste não ter fotos com você que não fossem de menos de 5 anos atrás), escrevo muito, sobre tudo mas, principalmente, sobre você. Algo que ninguém  sabe é que tem uma foto que eu roubei de um álbum meu (daqueles que ficam em vovó) que sou eu e você. Eu carrego essa foto para todo lugar, escondida na bolsa, no meio do caderno, não importa! Sempre estou com ela.

Esses rituais começaram logo no começo do seu intercâmbio para Taiwan. Me sentia triste e culpada ao mesmo tempo, pois não dei um último adeus para você. Digo, até tentei mas disseram que a despedida era só para seus amigos, então eu não fui. Mesmo assim fiquei triste, achava que era sua amiga. Mas enfim, sentia que você tinha levado uma parte de mim para longe. Pensava isso até perceber que você era essa parte. 

Eu costumava dizer que nós éramos mais que primas, éramos irmãs. Só a distância me fez perceber que somos ainda mais do que irmãs, você é uma parte de mim. Talvez a humanidade desconheça o nosso nível de amizade e união, afinal, você é o S do meu 2 e eu te amo muito!

Staring at the ceiling in the dark
Same all empty feeling in your heart
Love comes slow and it goes so fast
Well, you see her when you fall asleep
But never to touch and never to keep
'Cause you loved her too much
And you dive too deep

 

Não, não converso tanto com você mais. Até tento, chego a digitar um "oi, como estão as coisas por aí?" mas não consigo mandar, não sei direito o porquê. Me sinto estranha. É uma das coisas que nunca vou entender...

Hoje, vejo suas postagens e sinto saudades. É verdade que só restaram momentos, só restaram lembranças e pensamentos, mas isso é o necessário para manter nossa amizade do jeito que deve ser pois, como uma amiga minha já me disse, não é o tempo que você dedica a uma pessoa, são os momentos bons que compartilharam juntas e a amizade que cativaram.

'Cause you only need the light when it's burning low
Only miss the sun when it starts to snow
Only know you love her when you let her go
Only know you've been high when you're feeling low
Only hate the road when you're missin' home
Only know you love her when you let her go...

 

Eu nunca vou te esquecer. É I.M.P.O.S.S.I.V.E.L esquecer alguém como você (é por isso que sou parada até hoje com pessoas dizendo "ei! Você é a prima de Sabrina, né? Como ele tá? Tem notícias dela?") até porque você, sem dúvidas, fez parte da minha formação de caráter (e eu espero que tenha orgulho disso) e eu espero que você também não tenha esquecido de mim.

Sim, eu mudei. Agora tenho Toby, mas não deixei de considerar Banca, Cute, Peta, King e Luna meus cachorros também. Virei k-poper, mas não abandonei os Beatles (influência sua e de Tio Ciro). Toco ukulele, mas não deixei o violão, muito menos a flauta (aliás, obrigada por virar a noite antecedente ao meu aniversário para me ensinar). Me mudei para Candelária, mas ainda me confundo dizendo "eu vou lá pra casa (casa de vovó) e depois volto para casa (minha casa)". Não posso mais estar 24h ao seu lado, mas ainda considero pakas! Você não perdeu tanta coisa assim...

...And you let her go

 

Parabêns, Sa. Primas unidas jamais serão vencidas!

Saiba que nem 18725km poderão nos separar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...