História Let me be more than a friend ? - Capítulo 5


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook
Tags Romance
Visualizações 17
Palavras 1.353
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello
Voltei ♡

Capítulo 5 - Acidente


- Lee Hana e o seu?

 - Min Yoongi. - A música acabou e começou uma bem lenta, Yoong me colou ao seu corpo passei meus braços em seu pescoço, e começos a dançar em ritmo da música. - Eu seria muito abusado se eu falasse que quero te beijar? 

 - Seria. - Rimos. - Mas e se eu te falasse que também quero te beijar. - Ele roçou seu nariz no meu, fechei meus olhos esperando seus lábios, mas não senti nada, abri meus olhos e vi o Jeon discutindo com o Yoongi, não dava para ouvir direito por causa da música alta, mas logo a música foi parada e os dois estavam dentro de uma roda de pessoas.
 - NÃO CHEGA PERTO DELA, SEU IDIOTA! - Jeon estava alterado, era visível sua irritação.
 - E quem vai me impedir? Você? - Yoongi o olhou de cima a baixo com uma cara de deboche, Jeon partiu pra cima do Yoongi e os dois começaram a trocar socos mas logo foram separados pelos seguranças da boate.
 - Yoongi você está bem? - Corri em sua direção e passei a mão em seu rosto, seu lábio estava machucado e ao lado de seu esquerdo estava um pouco vermelho. - Olha o que você fez, você é maluco? - Perguntei para o Jeon que estava mais calmo.
 - Você que está maluca, você estava se comportando com uma vad...- Ele parou de falar.
 - Termina o que você ia falar, vadia? Eu sou solteira fico com quem eu quiser, você me decepcionou mais uma vez. - Ele me olhou arrependimento, dei um beijo na bochecha do Min e sai da boate peguei um táxi e fui para casa.

               Jeon Jungkook  (on)

  Não me controlei quando vi que eles iriam se beijar, eu sei que não temos mais nada, mas não me controlei avancei em cima daquele branquelo e depois que ela foi ver se ele estava bem, minha vontade de quebrar a cara dele só aumentou, e depois de quase chama- la de vadia vi a decepção em seu olhar, e percebi o quão idiota eu fui. Ela foi embora e eu não poderia impedila eu não tinha esse direito.
  Sai daquela boate puto da vida eu estou com raiva de mim, não me importei se meu carro estava a 140 km eu queria extravasar a minha raiva, mas por um momento de descuido eu tirei os olhos da estrada e tudo se apagou.

                 Lee Hana  (on)

  Meu telefone toca sem parar, quem me ligaria as 4: 50 da manhã? Eu não sei, um número desconhecido se for trote eu vou xingar tanto, que a pessoa vai se arrepender de ter nascido.
 - Alô. - Minha voz está carregada de sono e minha cabeça parece que vai explodir.
 - S/n? - Murmure um sim. - Somos do hospital central e queríamos te avisar que o jovem Jeon Jungkook sofreu um acidente de carro. - Meu coração deu uma falhada.
 - Ele está bem? Moça pelo amor de Deus me fala que ele está bem. - Eu já estava chorando.
 - Não podemos dar informação por telefone. - Encerrei a chamada e levantei da cama, corri para o banheiro tomei um banho gelado para ver se a ressaca passava um pouco, colocou um jeans um moletom e tênis, tomei um remédio para dor e liguei para um táxi, meu coração parecia que iria sair pela boca, eu estou nervosa, minhas mãos estão suando e meus olhos não conseguem segurar as lágrimas, o táxi chegou informei o lugar e o caminho foi silencioso. Quando chegamos paguei o motorista e sai correndo entrei e fui falar com a recepcionista.
 - Oi, Eu quero saber onde está o paciente Jeon Jungkook. - Ela me olhou e pesquisou algo no computador.
 - Ele está no quarto 114, o Dr. Jay deve estar lá no quarto. - Sai a procura do quarto, vi a porta fechada, estou com medo de abrir e encontrar o Kookie machucado não quero velo assim, a porta foi aberta e um homem que julgo ser o Dr. Jay saiu.
 - Dr, como ele está?
 - Você é a Hana certo? - Concordei. - Sou o Dr. Jay. - Sorriu. - Ele está bem,não corre perigo, tem alguns hematomas pelo corpo e quebrou um braço, acabei de aplicar um remédio para dor nele acho logo ele receberá alta.
 - Posso velo?
 - Claro, ele não parou de falar de você um só segundo. - Dei um sorriso meio tímido e entrei, Jeon estava abatido e conversava com a enfermeira que tentava dar a comida para ele.
 - Deixa que eu dou a comida para ele. - Falei chamando a atenção dos dois para mim, a enfermeira acenou e saiu. - Você me deu um susto, nunca mais faça isso. - Falei tentando parecer séria.
 - Desculpa pelo o que aconteceu na boa... - Eu estava chateada, mas na queria falar disso agora.
 - Shiu. - Coloquei o dedo na boca dele.- Vamos esquecer isso, agora vamos nos preocupar com a sua recuperação, e você tem que tomar toda essa sopa. -  Ele fez uma careta.
 - Comida de hospital é horrivel, se você comer tudo de dou um beijo. - Peguei o prato e fiz ele tomar até a última gota de sopa.
 - Agora quero meu beijo. - Fechou os olhos e fez um bico, beijei sua testa. - Eu não quero um beijo na testa quero na boca, quero língua com língua, quero um beijo de verdade. - Ri alto.
 - Eu não disse aonde era o beijo. - Dei um rápido selinho nele.
 - Por enquanto vou me contentar com esse selinho. - Fiquei a manhã toda com Jeon no hospital, liguei no me trabalho avisando que não iria hoje, liguei para Yujin conversamos sobre tudo o que aconteceu e marcamos de nos encontrar, e umas 2 da tarde kookie recebeu alta.
 - Vamos Jeon, vou te levar até em casa. - Pedi um táxi, fomos o caminho todo conversando, vez ou outra  ele reclamava de dor, mas o Dr recomendou uns remédios para essas dores. Chegamos na casa dele o ajudei a descer a abri a porta o levei até o quarto.
 - Querida Lee Hana, preciso da sua ajuda. - O olhei. - Preciso que me ajude a tirar a roupa, não consigo pelo braço quebrado e pelas dores. - Meu corpo congelou, eu não conseguiria tirar a roupa dele, engoli em seco.
 - Você toma banho de cueca? Porque acho que é melhor você tomar banho de cueca. - Sorri sem graça.
 - Porque? Você já me viu nu várias e várias vezes, e eu não tomo banho de cueca, você só vai tirar minha roupa.

  Me aproximei dele e comecei a tirar a tipoia e desabotoar os botões de sua camisa, seu abdômen definido estava me levando a loucura passei a mão, Jeon fazia umas caretas pela dor, comecei a desabotoar a calça e prendi a respiração ao ver suas coxas grossas, desci a calça lentamente e olhei para a cueca que tinha um pequeno volume, coloquei a mão em sua cueca kookie soltou um baixo gemido fiquei encarando sua cueca, subiu um calor pelo o meu corpo,  sai correndo do quarto e fui para a cozinha joguei uma água gelada em meu rosto e comecei a me abanar.
  Jeon apareceu na cozinha com uma cara confusa.
 - O que aconteceu?
 - Me deu calor e eu vim tomar água. - Ele deu de ombros e saiu da cozinha, fui atrás dele. - Ok, vamos terminar de tirar essa roupa. - Fui no banheiro liguei a torneira da banheira e Kookie entrou no banheiro esperei a banheira encher coloquei sais de banho.
 - Você precisa me ajudar a tirar a cueca. - Fechei meus olhos e puxei sua cueca para baixo e mesmo de olhos fechados tentei ajuda-lo a entrar na banheira.
 - Eu vou pegar uma roupa para você, e uma toalha. - Sai correndo do banheiro.

 Meu Deus me ajude a resistir a esse pecado chamado Jeon Jungkook.
 

  


Notas Finais


Se gostarem favoritem e comentem ♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...