História Let Me Know [Jikook] - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Exibições 50
Palavras 1.099
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Agora que eu percebi que estou atrasando as atualizações de Let Me Know, me desculpam?

Aproveitem o capítulo e me desculpem por qualquer erro. =)

Capítulo 4 - I'm Not Sorry


Fanfic / Fanfiction Let Me Know [Jikook] - Capítulo 4 - I'm Not Sorry

      • Narração •

       – Jungkookieeeee – Cantarola no ouvido do mais novo, ainda envolvido em seus braços acolhedores e cálidos, o mesmo responde com um pequeno riso e maior aperto envolta da cintura de linhas sinuosas de Park que acaba por formar um beicinho em seus lábios. – Oh... não faça isso com seu Hyung Jeon.

        – Jimin-Ah – arrasta as palavras de modo manhoso, contornando os próprios lábios com a língua, abre com cuidado seus olhos revelando as íris fascinantes, Park poderia perder-se naquela infinita galáxia de mistérios.

        – Você me prometeu – Alega, derretendo a expressão triste em um sincero eye-smile, Jeon tira os braços de seu Hyung e o ignora, sua expressão sonolenta era uma das coisas mais fofas que Jimin poderia ter visto na vida, sente seu coração palpitar cada vez mais rápido como um aviso prévio de seu próprio nervosismo.

         – Você não tem que trabalhar, Minnie? – Boceja, virando-se para o outro lado da cama, mantém um sorriso de canto em seus lábios cheios e vermelhos. Sabia que Jimin estava de folga, talvez só quisesse uma maneira de contornar o inevitável.

          – Engraçado você, trabalha comigo e iria ficar dormindo? Que feio Jeon, não tente despistar seu Hyung, certo? – Sussurra perto do ouvido do mais novo, numa distância extremamente perigosa, enquanto isso Jungkook podia sentir o calor chocando-se contra seu corpo em questão de segundos, segurou a mão de Park, como se instigasse ele a ficar mais um pouco.

          – Sim, Hyung – vira-se fazendo com que seus rostos se encontrem mais uma vez naquela manhã, a distância entre os dois era milimétrica e Jeon como um belo provocador mordeu seus lábios, os deixando entre seus dentes e ficando com a boca entreaberta, como se insinuasse algo ele fecha seus olhos e deixa um breve som rouco escapar de sua garganta.
     
           Céus!

[ ••• ]

           – Eu odeio isso, argh  – massageou suas têmporas, tentando se tranquilizar um pouco, Jeon estava com a mente abarrotada de coisas agora que tentava conciliar trabalho e faculdade.

           – Você está brigando com o TCC de novo? Sabe que seu prazo está acabando, certo? – Ouve a voz de Jimin da sala, concluiu que devia pensar de forma bastante alta e apenas respirou fundo, tomando o fôlego necessário para continuar a resolver suas problemáticas questões facultativas, deu uma generosa garfada em seu Kimchi e logo quando mastigou sentiu seu paladar ser agraciado pelo maravilhoso sabor, era como se seu estômago pedisse por mais e de repente ele se pegava totalmente distraído por causa de seu aguçado sentido degustativo.

           Jimin se aproximou em passos lentos e cuidadosos, observou Jungkook de forma constante e então se inclinou para abraçar o dongsaeng pelas costas, sendo surpreendido por um pequeno suspiro, talvez ele estivesse apertando forte demais, o que não deixava de ser confortável, para ambos.
  
             – Hyung – Murmurou, quando tinha acabado de mastigar, levantou seu rosto apenas para conseguir olhar no rosto de Park assim deixando seu pescoço exposto e talvez isto pudesse causar torcicolo mais tarde, quem ligava?  – Eu preciso te dizer agora, não sei se irei criar coragem pra isso depois... Você só precisa me escutar.

              Jimin o encarou com um sorriso singelo em rosto, o qual adornava ainda mais sua feição meiga e criava grande contraste com o tom róseo de suas bochechas. Jimin repuxou ar para seu peito, respirando de maneira ruidosa por alguns momentos, virou-se mantendo contato direto com os olhos do mais velho.

             – Eu sempre soube o que era gostar e talvez eu tenha me acostumado demais com esta sensação, pra mim nunca houve restrições, eu poderia gostar de quem fosse e continuaria tudo bem. Mas você, ah Park Jimin, você é minha exceção. Eu nunca gostei de você, quando estou ao seu lado eu sinto o coração batendo mais rápido e a minha imaginação brincando comigo de modos inimagináveis, meus joelhos fraquejam e eu começo a sorrir, simplesmente porque meu coração escolheu te amar, te escolheu para me contradizer, porque eu costumava gritar para os sete cantos do mundo que não existia amor verdadeiro, porém desde quando te conheci isso mudou. Posso dizer, por mais bobo que seja, que meu sorriso agora tem um motivo, agora que estou ao seu lado eu sei que até mesmo os corações mais frios podem ser capazes de amar, mas eu tinha medo. Medo de te perder por não saber assumir meus sentimentos e foi aí que eu percebi, você é amável e incrível, feito inteiramente de amor e preciosidade e eu nunca achei que encontraria alguém assim para estar ao meu lado, nesta guerra de corações prudentes eu preciso do seu ao meu lado, o único ao qual eu sei que o meu corresponderia as incessantes batidas. Escute as batidas do meu coração, já não posso mais mentir pra você, achei tudo que eu procuro. Me desculpe, eu não mereço seu amor, por ser alguém tão egoísta, não há razões no mundo que englobem o fato de eu não ser a pessoa certa para você.

           – Eu não sinto muito, não sinto por estar apaixonado por você e questionar cada segundo da minha mísera existência apenas pelas decisões que venho tomando que foram afetadas por sua causa, eu não sinto muito que você seja a pessoa que me faz sentir mais vivo. Jeon Jungkook, você é a pessoa a qual eu esperei muito tempo, a outra metade de mim que me faz sentir totalmente completo quando estamos juntos, porque você me faz sentir como se todo este tempo que estive afastado de você era como se estivesse trancado fora do paraíso. O paraíso que é a nossa zona de guerra também, mas apenas do jeito que você é eu te amo e não sinto muito por isso.

         Jungkook se levantou e pouco a pouco se  acomodou contra os braços de seu Hyung, com um sorriso em meio as lágrimas de felicidade, Park devolveu o abraço de maneira apertada e carinhosa, nunca mais iria soltar seu garoto. Em meio aquele pequeno gesto de amor era apenas os dois contra o impetuoso mundo.
        
           – Jeon Jungkook, você me daria a honra de ser meu namorado? – Sussurrou contra o ouvido do mais novo que apenas dizia contínuos "sim" a todo o momento. Jimin mordeu a ponta da língua e tirou um anel de seu bolso, puxou a mão de Jeon de modo delicado e colocou em seu dedo, encaixava perfeitamente. Mesmo que fosse simples, era lindo e sincero.

           "Eles dizem que somos jovens demais para conseguir algo além do que temos, mas olhe em volta, nós trabalhamos duro demais para desistir agora [ ... ] Ele está tão perfeito ali parado e eu sei agora que estou apaixonado."
              

             


Notas Finais


Vocês, sinceramente, gostaram? Eu espero que sim, eu achei fofinho.

Vocês escolhem como vai ser o próximo capítulo, o que querem?

Beijos e Até mais ^-^

Lillew Xx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...