História Let Me Love You - Camren - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Personagens Originais
Tags Camren, Comedia, Drama, Guerra
Exibições 625
Palavras 1.087
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Luta, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura amores e tenham uma boa tarde.

Capítulo 36 - Capitulo 36


P.O.V  Lauren

Peguei na rapidez a minha roupa no closet,não me conformo de ter acordado quase atrasada.Camila está dormindo com a boca aberta até roncando,soltei um riso e tirei a minha roupa do corpo,coloquei uma calça camuflada verde.Camisa cinza e um Ray ban em meu rosto,nos pés meus inseparáveis coturnos.Tenho que ir para a base interrogar o James e eu vou me atrasar se eu não for rápido,fui até a cama e me estiquei dando um beijo na bochecha da minha namorada.

- Tenha um bom dia pequena – Murmurei.

- Huum – Camila resmungou e abriu os olhos – Onde vai Lolo?

- Lembra que o Bruce me chamou para interrogar o James na base militar? – Ela acenou para mim e coçou os olhos – Então eu tenho que ir,estou quase me atrasando.

- Se cuida Lern.

- Eu te amo princesa – Deixei um selinho generoso em seus lábios – Volte a dormir,ainda é cedo.

- Ta bom amor,eu te amo.

Deixei uma Camila sonolenta na cama e então eu sai de casa as pressas,corri para a garagem vendo meu lindo Camaro novo.Entrei dentro dele e arranquei com tudo fazendo aquele barulho de motor soar alto,dirigi pelas ruas em alta velocidade fazendo o meu trajeto para a base.Olhei para o relógio que tem no carro e são 7:57 da manha,puta merda eu tenho que ta lá as oito horas.Cortei vários carros que buzinavam para mim indicando que estão irritados mas eu nem liguei,então finalmente consegui chegar na base.

- Bom dia tenente Jauregui – O soldado que cuida do portão bateu continência e abriu o grande portão em dando liberdade de passar.

- Bom dia.

Entrei dentro da base e estacionei meu carro na vaga que tem ali perto,sai do carro e vi vários soldados batendo continência para mim.Eu apenas acenei com a cabeça e comecei a andar pelo pátio da base,toda hora que eu passava por algum corredor algum soldado me cumprimentava de maneira formal.Finalmente entrei na sala do Willis e olhei no meu celular vendo que são oito e dois,apenas dois minutos atrasada.

- Coronel Willis – Bati continência – Me desculpe o meu atraso.

- Sem problemas Tenente Jauregui – Willis sorriu amigável – Veronica e Dinah estão esperando você na sala de interrogatório.

- Pensei que elas estivessem de férias – Comentei confusa.

- E estão,mas eu fiz questão de chamá-las para participar disso.

- Tudo bem,vou lá.

Sai da sala e comecei a andar despreocupada pelo corredor,até que encontrei a porta de interrogatórios.Abri a mesma vendo a Vero e Dinah conversando animadamente e rindo que nem hienas,mas logo as duas me olharam e sorriram em minha direção.Abracei elas e puxei uma cadeira para mim sentar.

- Eu to doida para bater um papo com o James – Dinah sorriu maligna.

- Tenho medo de você – Comentei divertida.

- Esse James vai falar por bem ou por mal. – Vero bateu hi-five com a Dinah.

- Oi meninas – Enrique entrou na sala com copos de café na mão – Trouxe a vocês.

- Obrigada Enrique – Eu e Dinah agradecemos.

- Esse é o meu irmãozinho – Vero puxou o Enrique para um abraço e depois eles soltaram um riso. – Obrigada maninho.

Enrique soltou uma piscadela e saiu da sala entre sorrisos,Vero é uma boa irmã mas também quando quer pegar no pé Deus me livre.Tomei um gole de café que desceu com tudo esquentando meu estomago,a porta novamente foi aberta revelando dois soldados uniformizados com o James entre eles.O infeliz que causou tudo aquilo na guerra está algemado e com um olhar vago,eu mal percebi quando os soldados deixaram o James na cadeira e saíram.

- Bom vamos começar – Me levantei e parei em frente a ele – James como é bom te ver.

- Não enche.

- Garoto não faz isso – Vero disse entre os dentes.

- James vamos começar com uma pergunta importante – Tomei mais um gole de café – Porque você um britânico está trabalhando para outro país?

- Isso importa?

- James eu posso acabar com a sua vida em segundos,então me responda – Suspirei paciente.

- Não vou responder.

- Seu desgraçado – Dinah puxou o cabelo dele – Fala de uma vez.

- Não.

- James responde por bem ou por mal.

Foi a vez de Vero ameaçar o James e o mesmo ficou olhando para ela como se desafiasse,minha amiga louca deu um soco com tudo no nariz dele que ouvi o barulho de se quebrando.Logo um sangue dominou o seu rosto,Dinah gargalhou alto e eu neguei com a cabeça.Interrogatório para as duas é diversão.

- ISSO DÓI.

- É pra doer mesmo – Voltei a falar com ele – James responde antes que a Vero mete mais um soco em você.

- Tudo bem – Suspirou – Na verdade estou trabalhando para uma união,estilo isso.Ajunta vários países e eu como estava atrás de uma boa grana,comecei a participar disso.

- Okay,como você conseguiu entrar para essa união? – Perguntei segurando na sua cadeira.

- Meu amigo que sabia dessas coisas e ele me ajudou.

- AH sim,chegamos na questão que eu quero – Falei irônica – Quem é o seu amigo que seqüestrou a minha namorada junto com você?

- HÁ ACHA MESMO QUE EU VOU FALAR.

Eu nem fiz nada,esperei que alguém das minhas amigas fizessem algo e dessa vez foi a Dinah.Minha amiga aplicou um chute bem na barriga de James que ele caiu com a cadeira e tudo,Vero soltou um grito de animação assim como a Dinah.Fui até a cadeira e levantei colocando novamente o babaca nela.

- Olha só,se for pra eu te bater vai ser pior do que elas – Falei entre os dentes – Então diga.

- Brad Simpson é o meu amigo.

- Isso é ótimo – Sorri – Porque pegaram a Camila?

- Isso realmente eu não vou falar.

- James porque você queria tanto o dinheiro?

- Meu pai naquela época estava com câncer e eu queria muito dinheiro para pagar o tratamento dele,então eu consegui só que tempos depois ele morreu.

- Tenho certeza que seu pai não iria gostar nada disso,pobre homem ter um filho tão desgraçado – Soltei um riso irônico – Anda me diga porque seqüestrou a minha namorada – James começou a rir como se fosse a piada do ano e então eu peguei meu copo de café e despejei em sua cabeça fazendo queimar ali. – DIGA.

- O SENHOR CABELLO ESTÁ COM UM PROJETO CRIANDO UMA NOVA ARMA PARA A CIA E ESSA UNIÃO QUER O PROJETO – James falou em um único fôlego.

Então ai eu soube do que se tratava,Camila corre ainda perigo e não apenas ela,Sinu,Alejandro e Sofia também correm perigo.


Notas Finais


Ferrou


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...