História Let Me Love You - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kylie Jenner, Magcon
Visualizações 9
Palavras 1.140
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii doidas
Bom, faz muito tempo que eu não escrevo e sinceramente acho que esse capítulo tá meio merda kkkk
mas é só pra vcs conhecerem um pouco a Kylie
Quero que vocês me digam o que acharam e espero críticas construtivas tb

Capítulo 1 - Capítulo I


      P.O.V Kylie Daddario

  A claridade invadia o quarto e eu mal conseguia abrir os olhos, me sentei na cama lentamente tentando me lembrar como eu cheguei no hotel, só que foi em vão. Fiquei mais alguns minutos ali, olhando fixamente para o nada e foi aí que eu lembrei.

- Puta merda, o meu voo… - Levantei rapidamente e ao mesmo tempo levei um susto vendo um cara pelado na minha cama, mas no momento não estou ligando para isso, saí procurando o meu celular no quarto todo, quando encontrei tinha várias chamadas perdidas do meu irmão. Liguei de volta e ele logo atendeu.

      Call On

- Onde você estava maluca? - ele disse assim que atendeu.

- Desculpa, acabei perdendo a hora... - ri rezando pra ele não me matar quando eu voltar pra casa.

- Tudo bem, já comprei outra passagem para você e vê se não perde esse voo também! - ele riu.

- Pode deixar maninho, eu sei que você tá sentindo a minha falta. - falei o fazendo rir de novo.

- Quando você chegar aqui vai ter uma surpresa... - ele disse e eu logo revirei os olhos.

- Você sabe que eu odeio surpresas! - saí do banheiro e parei de frente pra cama, fiquei admirando aquele homem maravilhoso dormindo.

- Deixa de ser chata, você vai gostar! - ele falou e eu bufei.

- Tudo bem, agora eu tenho que arrumar minha mala... - falei e o garoto acordou, logo se levantando e vestindo a sua roupa. - Beijo maninho.

- Beijos mana, te amo!

      Call Off

  Observei ele botar a camisa e pegar o celular, ele se virou pra mim e sorriu, e caralho, eu to apaixonada.

- Pode ficar aqui se quiser… - eu falei e ele olhou pra mim sorrindo.

- Bem que eu queria - levantou e andou até mim, ele ficava ainda mais lindo de perto. - Mas eu também tenho um voo pra pegar e eu não posso perder! - ele disse me fazendo rir.

- Pelo menos me diz no seu nome! - ele riu fraco.

- Quem sabe se um dia nos encontrarmos de novo, eu te diga. - ri revirando os olhos e ele me deu um beijo calmo, e que beijo.

  Logo depois ele foi embora e eu fiquei ali sozinha dentro daquele quarto de hotel. Eu ainda tinha muita coisa pra arrumar, roupa minha espalhada por todo o lugar, uma verdadeira zona. Respirei fundo e prendi o cabelo, queria que todas as minhas coisas fossem para a mala num piscar de olhos, pena que querer não é poder.

  Algum tempo depois já estava tudo arrumado, na real eu só peguei tudo e taquei dentro da mala. Fui tomar banho para tirar o suor e as energias da noite passada, botei a minha roupa (1) e desci com a mala pra pegar o táxi.

****

  Já estava quase chegando, eu não gosto muito de viajar de avião, sempre tenho a sensação de que ele vai cair, mas é coisa da minha cabeça.

  Nem acredito que já estou voltando pra casa, depois de tudo que aconteceu, eu consigo encarar as coisas com certa maturidade, desde que eu descobri que o Dave me traía com várias garotas, eu mudei completamente. Cansei de ser uma coisa que eu não era só pra agradar os outros, sinto que hoje eu sou, quem eu sou de verdade e é uma coisa tão boa de sentir. Não vou mentir dizendo que eu não fiquei mal com isso tudo, porque eu fiquei, mas eu tive o apoio dos meus amigos e principalmente dos meus irmãos, eu dei a volta por cima e sinceramente, não quero saber de outro relacionamento agora, só vou viver um dia de cada vez.

  Enquanto o avião aterrissava, eu fechei os olhos respirando bem fundo, queria que aquilo acabasse de uma vez logo.

  Desembarquei e já estava com a minha mala, só faltava encontrar o meu irmão. Fiquei um tempo procurando até que vi uma plaquinha escrito “King Ky” com um coração e o Matt era o único que me chamava assim.

- MAAAATT - saí correndo em sua direção, larguei a mala no chão e pulei em seu colo, ele me abraçou forte e depois me pôs no chão.

- Estava morrendo de saudade de você! - ele disse me abraçando de novo.

- Eu também senti maninho - falei. - Agora, cadê a minha surpresa?

- Vai ter que esperar até amanhã agora. - ele disse rindo e eu logo fechei a cara.

- Aí que ódio Matthew! - dei vários socos de leve nele. - Você sabe que eu odeio isso… - revirei os olhos cruzando os braços.

- Desculpa mana - ele pegou a minha mala do chão. - Mas a culpa é sua de ter perdido o voo! - disse rindo.

****

  Estávamos quase chegando em casa, Matt me contava sobre a faculdade que ele estava fazendo, meu pai queria que meu irmão trabalhasse com ele na empresa, mas Matt sempre gostou de atuar e esse era o sonho dele.

  Meus pais são separados desde quando eu tinha 11 anos, eu tenho mais duas irmãs que moram com a minha mãe, e eu e meu irmão com o meu pai. Eles sempre lutaram pra nos dar tudo do bom e do melhor, mas com isso deixaram de dar uma coisa mais importante, amor. Eu já me acostumei com isso e meus irmãos também, agora tudo que importa pra eles é o trabalho e por sentir culpa de serem tão ausentes nas nossas vidas, nos dão tudo o que nós queremos.

  Chegamos e Maria, a empregada já estava nos esperando na porta daquela casa gigante, ela foi quem cuidou de mim esses anos todos, é da família praticamente.

  Assim que eu saí do carro ela abriu um sorriso enorme, fui até ela a abraçando.

- Aí minha criança, fiquei tão preocupada com você. - ela disse me analisando toda pra ver se eu estava inteira.

- Calma Maria - ri. - Eu não fui pra guerra! - ela me deu um tapa de leve no ombro.

- Vem entra.. - ela me deu espaço para passar. - Você deve estar cansada da viagem, vou preparar alguma coisa pra comer e levo no seu quarto!

- Tá tudo bem, não estou com fome!

- Tem certeza? - eu apenas assenti e subi para o meu quarto.

  Matt levou a mala para o meu quarto e depois saiu para algum lugar, ele tinha mais uma semana aqui até voltar pra faculdade. Amanhã é o primeiro dia de aula mas duvido que eu vou, começar o ano letivo bem, matando aula.

  Como eu senti falta do meu quarto, da minha cama, dessa casa e dos meus amigos, mas é aquilo, eu estou de volta.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...