História Let Me Love You - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Justin Bieber
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Járbara
Visualizações 207
Palavras 1.846
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Nem sei o que dizer para vocês depois de ficar quase um mês sem atualizar, peço que me desculpem. Mas como eu já havia dito, estou cheia de problemas e isso me deixa bem chateada. Por isso não apareci antes.
O capítulo não está tão grande.

Capítulo 21 - Noah x Matteo


Maya P.o.v 


Me espreguiço na cama sentindo os braços de Justin ao redor do meu corpo, nossa noite havia sido incrível e eu nunca a esqueceria. Me aconchego mais contra o seu corpo e fico assim por alguns minutos até que o serzinho pequeno em minha barriga começa com suas dancinhas matinais -como eu costumo chamar-, ouço a risada baixa e rouca do Justin contra o meu ouvido e ele acaricia minha barriga fazendo o bebê fazer uma festa ainda maior. 


— Nunca vi bebê tão animado pela manhã igual o nosso. — Da risada novamente. — Bom dia querida. — Deixou um beijo molhado em meu pescoço me fazendo arrepiar. — Bom dia bebê do papai. — Se curvou e deixou um beijo molhado também em minha barriga. 


 — Bom Dia. — O puxei para mais perto de mim e aspirei o cheiro maravilhoso do seu peito tatuado. — Dormiu bem? — Pergunto acariciando sua barriga, ele nos vira na cama ficando por cima de mim deixando nossos corpos grudados, beija meu queixo, meu pescoço, minhas bochechas e por último meus lábios. 


— Como a muito tempo não dormia. — Desceu seus lábios para o meu pescoço e começou a depositar beijos, me remexo debaixo dele que sorrir. — Vou preparar nosso café amor. — Levanta não se importando em cobrir sua bela nudez e eu não consigo desviar os olhos de seu corpo, eu não era safada desse jeito, a gravidez que me deixou Assim, e só de olha-lo daquele jeito eu já me sentia molhada. 


— Não me olhe com essa cara de safada, desse jeito vou acabar desistindo de preparar algo e volto pra essa cama e se eu voltar so saímos daí amanhã. — Mordo meus lábios sentindo meu corpo esquentar apenas em imaginar ele voltando pra cama. 


— Eu não reclamaria. — Ele sorrir vindo até a cama e agarra meu cabelos e junta nossos lábios. 


— Eu adoraria, mas tenho que alimentar você e o nosso neném. — Me dá mais um beijo e vai em direção ao banheiro, fico deitada ali até ele sair já de banho tomado e vestido. 


Quando ele sai do quarto me levanto e vou até o banheiro, faço minhas necessidades e escovo meus dentes, noto algumas marcas de chupões por meus seios e pescoço mas não me importo muito, abro o chuveiro e deixo na água morna para tomar meu banho, meu corpo inteiro relaxa quando a água começa a escorrer por meu corpo, saio do banheiro enrolada na toalha enquanto com outra enxugo meus cabelos, depois de vestida penteio meus cabelos e arrumo a bagunça de roupas espalhadas pelo quarto. Coloco-as num canto e vou arrumar a cama, quando saio do quarto já posso sentir o cheiro de café e ovos com bacon. 


 — Que cheiro bom. — Digo vendo a bela imagem do Justin preparando nosso café. 


— Sente aí que eu já vou nos servir. — Me sento e espero Justin trazer os ovos com bacon, ele traz uma cesta com alguns pães e ainda tinha suco de uva, começo a comer depois que Justin nos serve. 


— Temos que escolher o nome do nosso bebê, o que acha de procurarmos alguns nomes? — Justin pergunta, bebo um pouco do suco antes de responde-lo. 


— Eu pensei em um nome, mas podemos pesquisar também. — Falo dando mais uma garfada em meus ovos. 


— Também já tinha pensando, em qual você pensou? — Pergunta terminando seu café, termino o meu também e o ajudo a levar a louça pra pia. 


— Noah. — Falo vendo Justin começar a lavar a louça. — Você pensou em qual? 


— Noah é um lindo nome, mas eu pensei em Matteo. — Fala e o bebê se remexe em meu ventre. 


— Puxa saco. — Susssurro com minha barriga e Justin me encara rindo. 


— O que ele fez? — Pergunta enxugando as mãos num pano de prato. 


— Esse bebêzinho que é um puxa saco do pai, só foi você dizer o nome e ele já começou a se remexer. — Digo fazendo bico e Justin me abraça e beija meus lábios. 


— Acho que ele gostou da escolha do nome do papai. — Reviro meus olhos. 


— Já entendi que ele gosta mais de você do que de mim. — Saio dos seus braços e vou para o sofá, e fico com os braços cruzados. 


— Não fica brava meu amor, vamos fazer assim, escolhemos o nome Matteo e quando tivermos mais um neném você escolhe o nome e se for um menino colocamos o nome de Noah. — Encaro seu rosto que estava próximo ao meu. 


— E porque não escolhemos Noah? Aí quando tivermos um próximo colocamos Matteo. — Digo. 


— Nosso bebê prefere Matteo. — Justin diz como se fosse óbvio. 


— Mas eu prefiro Noah. — Me viro pra ele. 


— Que tal uma votação? — Propõe e eu penso por alguns segundos ate assistir. 


— Nossos amigos não podem saber nossa escolha, para não interferir na escolha. — Justin me estende a mão e eu aperto sua mão. — Se prepare para perder, Querido. 


— Não esquece que já tenho dois votos em Matteo, nosso bebê também vota. — Dou risada. 


— Eu não vou perder. — Digo convicta. 


— É o que veremos. 


[...]


— As margaridas resolveram aparecer. — Chaz disse assim que entramos no apartamento, Chris estava jogado no chão ao lado de Stella e pareciam assistir a um filme de comédia. 


— Demoraram tanto que até já almoçamos. — Ryan diz saindo da cozinha comendo um pedaço de pudim. 


 — Também já almoçamos no caminho. — Me sento no sofá ao lado de Chaz e deito minha cabeça em seu ombro. — Tô com sono. — Digo fazendo os bobões dos meus amigos fazerem um sonoro HUM. 


— Não deixou a Maya dormir Drew? Safadinho você. — Chris zomba. 


— Acho que se a Maya não tivesse grávida, eles teriam encomendado um neném noite passada. — É a vez do Chaz, e eu lhe dou uns beliscãos. 


— Se vocês não transam, nao encham o saco de quem transa. — Stella diz se levantando do chão e Ryan até se engasga com sua risada. 


— Poderiam ter ficado sem essa. — Justin que está jogado na poltrona diz, vejo Stella ir para a cozinha e me levanto indo atrás dela. 


— O que aconteceu? — Pergunto vendo ela encostada no balcão da cozinha bebendo água. 


— Acho que a Candice esta com alguém, e eu juro que não aguento mais ver ela com alguém e essa pessoa não ser eu. — Seus olhos estão marejados, puxo ela para um abraço. 


— Porque você acha isso? — Pergunto me sentando numa cadeira e ela senta de frente pra mim. 


— Liguei para ela ontem depois que vocês saíram, mas quem atendeu foi outra mulher e disse que ela estava ocupada. — As lágrimas escorriam por seu rosto, e eu a abracei novamente. — Candice nunca deixaria alguém atender seu telefone e ainda mais deixar dizer que ela está ocupada. 


— Não chora, pode ter sido algum imprevisto dela no trabalho e outra pessoa deve ter atendido, vamos fazer assim, que tal saírmos hoje? Só nós duas, uma noite de meninas? Podemos ir ao cinema ou tomar sorvete. — Dou a idéia. 


— Sem os garotos? — Assinto. — Vou procurar algum filme em cartaz, também podemos sair para dançar um pouco. 


— Tem um tempo que não saio pra dançar. — Digo. — Então vamos no cinema e depois vamos dançar um pouco. — Falo com animação e ela bate palmas dando um gritinho. 


— Quanta animação, do que estão falando? — Justin entra na cozinha com os garotos. 


— Eu e a Maya vamos sair para dançar hoje à noite. — Justin encara nos duas agora com uma postura séria. 


— Sair para dançar? Não é perigoso? — Pergunta. 


— Claro que não, balançar o esqueleto as vezes faz bem. — Stella faz uma dancinha idiota com o corpo me fazendo rir. 


— Mas a Maya já está com sete meses... — Ryan comenta. 


— Não é como se meu bebê fosse decidir nascer enquanto eu estiver dançando. — Falo revirando os olhos e Stella concorda. 


— E se for nascer eu faço o parto, sou formada em Grey's Anatomy sou praticamente uma cardio... 


— Cardiologista não faz parto. — Chris a corta. 


— Cala boca. — Stella manda. — Não precisam se preocupar, minha noite e da Maya será bem legal. 


— É, relaxem. — Falo acompanhando Stella pra fora da cozinha e me deito no sofá e ela vai para outro, os gostos voltam e Justin levanta minhas pernas e se senta colocando minhas pernas sobre seu colo. 


— Eu e a Maya precisamos da ajuda de vocês. — Ele diz enquanto começa a fazer uma massagem gostosa em meus pés. 


— Em que? — Perguntam. 


— Temos duas escolhas de nomes para nosso bebê, e como não conseguimos entrar em consenso queremos que vocês votem no melhor. — Justin diz. 


— Só não entramos em consenso porque você é um cabeça dura. — O acusei. 


— Você que não quis deixar ele com o nome que eu escolhi. — Rebateu. 


— Antes que vocês comecem a brigar, qual é o nome que escolheram? — Ryan pergunta. 


Noah ou Matteo? — Pergunto para eles que ficam pensativos. 


Patrícia P.o.v 


Estava lendo um livro que tinha ganhado de Jeremy quando ouvi batidas na porta do meu quarto. — Entre. — Marta entrou em meu quarto com o telefone em sua mão. 


 — Telefone pra senhora, é uma moça que se chama Briana. — Pego o telefone e agradeço a ela que sai do quarto. 


"-Briana querida, quanto tempo não nos falamos, Como você está? Está cuida do bem do meu bebê?"- Ouço um fungado do outro lado da linha e fico preocupada. 


"-Há Pattie, eu não sei do Justin, nós não estamos mais juntos, aquela mulherzinha conseguiu roubar ele de mim."- Levanto da cama e ando ate a janela. 


"-Que mulherzinha? Achei que vocês estivessem juntos desde que ele voltou para aí."- Indago. 


"-Estávamos juntos, até aquela vadia ir morar com ele por causa do bebê que ela está esperando, me desculpe pelo que vou falar agora Pattie, só o Justin sendo muito burro para acreditar que o filho que a Maya está esperando seja dele, ela é uma vadia." 


"-Ela tá grávida e está dizendo que é do meu filho?"- Briana confirma. "-Eu não acredito que o Justin foi cair na lábia dela novamente, ela já machucou ele muitas vezes e não irá fazer isso novamente pois eu não vou deixar, e não se preocupe querida, você e o Justin voltaram a ser um casal assim que eu chegar aí e colocar essa vagabunda pra correr." 


Desligo o telefone e vou até o closet pegar uma mala, o Justin só pode estar louco se acha que vai ficar com aquela vadia.


Notas Finais


Acabei sorteando dois nomes! Então quero que vocês escolham o melhor.
Noah ou Matteo?

E se alguém aqui nunca leu minha outra Fanfic que já é terminada vou deixar o link aqui.

My Angel:

https://spiritfanfics.com/historia/my-angel-4950946

Beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...