História Let Me Love You - Capítulo 52


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren, Camreng!p, Laureng!p
Visualizações 1.784
Palavras 2.142
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Policial, Romance e Novela, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 52 - 52


Fanfic / Fanfiction Let Me Love You - Capítulo 52 - 52

 

POV'S LAUREN

 

Cheguei na frente da minha casa vendo o carro da Alycia parado, desci me aproximando dela

 

- O que você fez? -me apressei em perguntar

- Eu bati meu carro no seu muro -respondeu

 

Olhei bem vendo que o carro dela tinha apenas encostado no muro da minha casa, estava longe de ser chamado de batida

 

- Era isso? -arqueei a sobrancelha

 

Alycia tentou andar em minha direção mas cambaleou

 

- Eu vou embora -resmungou se virando pra entrar em seu carro

 

Revirei os olhos me aproximando dela, passei o seu braço por meus ombros segurando em sua cintura

 

- Vem, eu não vou deixar você dirigir nessas condições -falei

 

Levei Alycia pra dentro de casa, larguei ela no sofá andando até a cozinha, voltei com um copo d'água entregando a ela

 

- Por que você sempre bebe tanto hein? -me sentei ao lado dela no sofá

 

Alycia bebeu toda a água, me entregando o copo de volta

 

- Eu estava dormindo tão bem com a Camila, só você pra me acordar no meio da noite mesmo Alycia -revirei os olhos

- Você tem tenta sorte de ter a Camila -Alycia disse- Eu nunca tive ninguém...

- Porque não quer -falei cortando ela- Você nunca dura com ninguém porque você não presta Alycia, se você mudasse de verdade com certeza teria alguém

 

Alycia deu uma risada amarga, a encarei sem entender

 

- Eu amo ela Lauren, mas ela não dá a minima pra mim, sempre foi assim e isso nunca vai mudar, ela nunca me notou -falou e seus olhos se encheram de água

- De quem você está falando Alycia? -perguntei curiosa

- Da Bea, eu amo a Bea -respondeu

 

Arregalei os olhos  e fiquei encerando Alycia por alguns, sem acreditar no que tinha acabado de ouvir

 

Alycia tinha realmente dito que é apaixonada pela Bea? 

 

- Eu sempre gostei dela, mas ela nunca percebeu isso, eu até tentei, mas desisti depois de anos apenas ficando na friend zone -ela se deitou no sofá

- Como assim você ama a Bea? Quer dizer, nunca parece que você gostava dela -falei sincera

- Como nunca? Eu fazia de tudo por ela, até que vi que não valia a pena ficar perdendo o meu tempo, estava fazendo papel de trouxa, só isso -respondeu

- Quando você gosta de alguém você tem que fazer de tudo pra mostrar isso pra pessoa, e isso não é ser trouxa -falei- Talvez se você tivesse insistido as coisas teriam dado certo

 

Por dentro eu sabia que era muito difícil acontecer algo entre as duas, Bea considera muito a Alycia como amiga, e além do mais, ela é hetero

 

- E você ainda gosta dela? -perguntei 

- Eu amo ela -respondeu me olhando

 

Alycia começou a chorar compulsivamente, e eu não sabia mais o que falar pra ela, fiquei ali sentada apenas vendo ela chorar no meu sofá. Elas foi se acalmando aos poucos, até que de repente dormiu 

Busquei uma coberta e cobri a minha amiga, peguei meu celular enviando uma mensagem pra Camila, explicando o porque de ter saído da casa dela no meio da noite, em seguida me deitei no sofá, pegando no sono em poucos minutos.

 

...

 

Camila separou nossos lábios descendo beijos por todo meu pescoço, sendo seguido de chupões

 

- Ohh Camz... -sussurrei

 

Ela subiu a língua lentamente por todo o meu pescoço, apertei os meus olhos com força sentindo a sensação

 

- Camz... -sussurrei novamente sentindo sua língua subir por toda extensão do meu pescoço

 

Sentia uma luz forte bater em meu rosto, trazendo minha consciência de volta lentamente 

 

- Camz para... -pedi empurrando-a

 

Abri meus olhos lentamente vendo Hulk encima de mim me lambendo

 

- Hulk! -o empurrei rapidamente

 

Me sentei no sofá limpando todo o meu rosto e pescoço, olhei pro meu cachorro que estava sentado no chão da sala me olhando

 

- Argh! Hulk! -resmunguei irritada

 

Terminei de secar o meu pescoço, me virei encontrando Alycia dormindo, ela estava praticamente roncando. 

Subi as escadas indo até o banheiro, tomei um banho tirando toda baba que meu cachorro tinha deixado em mim, sai vestindo um shorts curto e uma cropped preta. Desci as escadas e andei até a cozinha, encontrando Alycia

 

- Você tem algum remédio pra dor de cabeça? -perguntou

 

Peguei o remédio entregando pra ela, continuei parada na sua frente

 

- Me desculpa...? -pediu dando um sorrisinho amarelo, suspirando em seguida- Ta bom, pode me falar, o que eu fiz ontem? Eu já sei que fiz alguma merda

 

Fiquei encarando-a e ri ao me lembrar do que ela tinha me falado na noite anterior

 

- O que foi? Por que está rindo? -Alycia questionou

- Ontem você me contou que ama a Bea, que ama muito ela -respondi

 

Alycia arregalou os olhos, ficou me olhando parecendo não acreditar que tinha me contado aquilo

 

- É por isso que você se tornou uma pessoa tão fria, porque a pessoa que você ama não te correspondeu, você se fechou pra todo mundo -falei

- Eu não quero falar disso -respondeu virando as costas pra mim

 

Ela encheu um copo d'água bebendo o remédio

 

- Você deveria ter conversando sobre isso a muito tempo, você só afastou as pessoas de você Alycia -falei 

- Pra você falar é fácil, você deixou a garota e mesmo assim ela ainda volta pra você, as coisas sempre são fáceis pra você Lauren -retrucou

- Viu só? É disso que eu estou falando, você ataca as pessoas porque na realidade vive em uma briga consigo mesma -disse me aproximando dela

 

Alycia estava com a cabeça baixa, era visível que o assunto estava mexendo com ela

 

- Por que você nunca contou pra ninguém sobre isso? Guardar esses sentimentos todos só acabaram com você -dei mais um passo em sua direção

- Eu não tenho culpa! Que porra Lauren, você fala como se fosse fácil, ela é a primeira e única garota que eu já amei, ela nunca me olhou diferente e nunca vai olhar, contar tudo só estragaria nossa amizade e deixaria as coisas estranhar entre nós -respondeu em voz alta- Eu não acredito que te contei, que merda! 

 

Alycia tentou limpar rapidamente as lágrimas que escorriam por suas bochechas, mas foi em vão, já que logo ela estava chorando pra valer

 

- Não é crime chorar as vezes sabia? -a abracei 

 

Alycia me abraçou de volta deitando a cabeça em meu ombro e desabando em chorar

 

- Ei, calma -pedi 

 

Fiquei algum tempo abraçada a minha amiga, até que cheguei a uma conclusão final

 

- Eu vou te ajudar a conquistar a Bea -falei

 

Alycia se soltou do abraço e riu

 

- Você fala como se fosse super simples -respondeu negando com a cabeça

- Pode não ser simples, mas também não é impossível, a Bea é uma garota super romântica e você sabe disso tanto quanto eu -falei

 

Me virei e abri a geladeira procurando algo pra preparar pro café da manhã

 

- Tá, mas o que que tem? -ela puxou uma cadeira se sentando

- O que eu estou querendo dizer é que você sabe o quanto ela liga para coisas românticas mas nunca fez nada pra ela, como quer conquista-la desse jeito? -a olhei por cima do ombro

- Você queria que eu me declarasse com um boque e um pedido de namoro? -perguntou

- Não né Alycia, mas você poderia ter feito pequenas coisa que mudariam tudo, parece que você tem medo de chegar perto das pessoas, nunca abraça ninguém, alias você nunca elogiou a Bea, como queria que ela te visse de forma diferente desse jeito? -perguntei, ela ficou em silêncio

 

Fiz o café da manhã colocando tudo na mesa, me sentei começando a comer junto com ela

 

- Me desculpa por tudo que eu te falei aquela vez que nós brigamos, eu só sento inveja por você ter a Camila, foi tão fácil pra você -Alycia disse de repente

- Você está totalmente errada, não foi fácil e não esta sendo fácil, mas tudo bem, eu aceito suas desculpas, mas só se você me prometer que vai tentar ser uma pessoa mais carinhosa e agradável -arqueei a sobrancelha

- Eu prometo -Alycia respondeu

 

Terminei de tomar meu café me levantando da mesa, ouvi o meu celular tocar, peguei vendo que era a Camila ligando

 

- Oi amor -atendi a ligação rapidamente

- Oi, eu li sua mensagem, está tudo bem com a sua amiga? -perguntou

- Sim, não era nada demais -respondi

- Fiquei preocupada quando acordei e não te vi na cama -disse me fazendo sorrir

-Vem em casa hoje? Eu posso fazer um jantar pra gente -a convidei

- Eu acho uma ótima ideia -Camila respondeu

- Ta bom, eu vou estar esperando -falei

- Tchau Lolo -ela disse

- Ei, espera -pedi

- O que? 

- Eu te amo -declarei 

- Eu amo você -declarou de volta 

 

Sorri feito boba ao ouvir o que ela tinha dito, ainda parecia um sonho pra mim

 

- Eu vou indo embora, já dei muito trabalho pra você -ouvi a voz da Alycia atrás de mim

- Pode ficar se quiser -dei de ombros

- Minha cabeça tá explodindo, vou passar o dia todo na cama -falou me fazendo rir- Tchau Laur

- Tchau Aly -respondi

 

Ela iria sair quando se virou pra mim 

 

- Só não conta pra Bea sobre nada que eu te falei -pediu

- Eu nunca contaria Alycia, pode relaxar -respondi

- Ta, valeu -agradeceu

 

Fiquei jogada no sofá de casa assistindo Os Simpsons, não sabia se era porque estava ansiosa pra ver a Camila, mas as horas pareciam não passar.

Peguei meu celular entrando no facebook, vi que Dinah tinha acabado de postar uma foto da Chloe, uma entre mil fotos que ela postava todos os dias da bebê, mas não posso julga-lá, Chloe é tão fofa que todos devem ver sua fofura. Sai do facebook indo nos contatos, achei o número da Dinah e liguei

 

- O que? -ela atendeu a ligação

- Nossa, quanta educação Dinah -revirei os olhos

- Aqui é a Normani! -falou- Dinah eu vou matar você... -ouvi Normani gritar

- Está tudo bem aí? -Normani murmurou um "uhum" como resposta- Queria saber se vocês duas não querem vir jantar em casa hoje

- Na sua casa? -perguntou 

- Sim -respondi

- Pode ser, acho que a gente não tem nenhum compromisso hoje. Isso se eu não matar a Dinah até lá -murmurou a última parte 

- Ta bom -falei rindo

 

Me despedi da Normani, após mandar meu endereço pra ela por mensagem, voltei a prestar atenção no desenho.

 

Já tinham se passado algumas horas, estava deitada com os dois filhotes do meu lado, quando ouvi o latido forte do Hulk sendo seguido da campainha, me levantei em um pulo do sofá

Andei até o portão e abri, Lorenzo logo correu na minha direção pulando em meus braços

 

- Oi filhote -falei sorrindo

- Oi mamãe -ele beijou o meu rosto

- Lorenzo eu não falei pra você não correr?! -Camila brigou com ele fechando a porta do carro

 

Ao se aproximar trocamos um selinho rápido, entrei depois dela fechando o portão atrás de mim. Me virei pra frente vendo meu cachorro passar ao lado da Camila

 

- Você não tem mais medo do Hulk? -juntei as sobrancelhas confusa

- Dá última vez eu entrei aqui e ele não me mordeu, me senti mais segura -Camila respondeu

- Ele gosta de você Camz -falei vendo ele passar por ela diversas vezes, querendo sua atenção

 

Ao ver os dois filhotes Lorenzo logo correu na direção deles, fazendo carinho nos dois

 

- Eu chamei a Dinah e Mani para jantarem aqui hoje -avisei me sentando no sofá

- Faz um tempinho que não vejo elas -Camila comentou

 

Ela se sentou ao meu lado no sofá, senti seu cheiro maravilhoso

 

- Humm...Você está cheirosa -passei a ponta do meu nariz por seu pescoço

- Eu acabei de tomar banho -respondeu

 

Subi lentamente até chegar em seus lábios, iniciando um beijo calmo

 

- Lauren... -ela encerrou o beijo

 

A olhei esperando a mesma falar

 

- Você tem que dar um jeito na Bella -respondeu

- Como assim? -questionei confusa

- Quando eu cheguei ela estava parada na frente da sua casa -contou- Eu estou começando a ficar com medo dela

- Não precisa ter medo, eu vou dar um jeito -assegurei

- Não! Não fala com ela, eu acho que ela pode ser perigosa -ela disse rapidamente

- Eu vou conversar com ela, Bella não é perigosa, ela só é meio...louca e obsessiva... 

- Tá, mas toma cuidado -pediu 

 

Passei meu braço por cima dos ombros dela, Camila deitou a cabeça em meu ombro

 

- Não sei porque está tão tensa assim... -falei olhando-a- O que a Bella poderia fazer? 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...