História Let's Dance! - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Block B
Exibições 65
Palavras 1.921
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Vou deixar o link da música nas notas finais ;)
Espero que gostem

Capítulo 1 - Parceira substituta


Fanfic / Fanfiction Let's Dance! - Capítulo 1 - Parceira substituta

Ja se fazia três semanas desde que comecei a frequentar o estúdio de dança que ficava umas duas quadras de minha casa
Nunca fui uma pessoa muito saudável, na verdade eu era considerada uma couch potator por meus amigos
*couch potator seria uma pessoa preguiçosa, que passa muito tempo sentada assistindo Tv 
O único real motivo de eu ter começado as aulas foi por causa de minha prima, que queria desesperadamente pegar o professor
Que não era pouca coisa não em

**************'*******************

- Por favor, faz isso por mim. Ela pedia do outro lado do telefone
- ACORDAR SETE DA MANHÃ NUM SÁBADO PRA DANÇAR ATÉ AS QUATRO DA TARDE? Eu não to nem louca ainda. Disse argumentando
Mas como sempre, me dei por vencida e aceitei essa loucura
O despertador tocou e eu ja estava pronta para inventar uma desculpa
-hmm meu cachorro ficou doente 
- hmm to com diarréia
- nossa esqueci que eu tinha igreja hoje
- minha prima de terceiro grau que você não conhece morreu :( #rip

Nem percebi quando ela entrou em meu apartamento
- Pronta? Quero chegar cedo para falar um pouco com nosso professor. Ela disse sentando em minha cama
- Agora que eu parei pra pensar.. O ano ja vai acabar, como você conseguiu uma vaga ?. Peguei a roupa que havia separado noite passada e entrei no banheiro
- Bom, eu tenho um amigo, que tem outro amigo que foi em uma festa comigo e que conhece o professor. Ela explicou como se fosse óbvio
Fiz um rabo de cavalo e com toda a disposição do mundo dei tchau para meu cachorro eu caminhei ao lado da tagarela
- Bom dia professor!. Ela disse dando um sorrisinho e levantando o short
Ele apenas nos olhou de soslaio e conectou o celular ao som
- Chegaram bem cedo em. 
- Sim, não gostamos de nos atrasar. Ela disse seguido de risadinhas 
- E sua amiga não fala?. Ele perguntou olhando para mim pela primeira vez
Minha prima ia responder mas fui mais rápida
- Não de manhã cedo. Disse e sentei no chão gelado
Ele aceitou a resposta e começou a arrumar a sala 
A sala era bem espaçosa, a parede era coberta de espelhos que iam do teto ao chão 
A única coisa que não refletia era o chão marrom escuro e uma pequena porta provavelmente o vestiário
- A parede coberta por espelhos é muito linda, não é?. Minha prima disse me vendo observar a sala
- Sim, mas como não se confundem?.. Com tantos espelhos. Disse ja ficando tonta só de olhar
Minutos depois outros alunos chegaram 
No começo todos nos encararam estranho, mas minha prima fez amizade com a maioria, eu só concordava com o que diziam
Ainda não estava acordada pra opinar 
Só meu corpo estava lá, minha alma se encontrava deitada entre duas cobertas em meu quarto 
- Por favor se alonguem, volto logo. O professor disse com o celular na mão
- Eai o que achou do professor?. Uma das alunas perguntou para lessie.
- cem por cento gato, olha aquela bundinha. Minha prima disse sem disfarçar
- Aposto que só veio para as aulas por isso, bem seu tipo. Uma das garotas que estavam atrás de mim disse
- E eu aposto que sua mãe não te ensinou a se meter na conversa dos outros quando não é chamada, certo?. Lessie respondeu deixando a magrela calada
Arrasa com essa piranha!
Pouco tempo depois o professor yookwon voltou, mostrou um passo e pediu para reproduzirmos
O passo era um tipo de giro que acabava com os pés trocando de lugar
Chegou minha vez e fiz sem muito esforço
- Muito bom, fez aula de dança antes?. O professor perguntou chamando a próxima
- Ballet, dois anos. Respondi 
- Pensei que não falasse de manhã. Ele disse irônico
- Abri uma excessão.
***********************'***************
Mas depois de muitas investidas Lessie desistiu do professor já que ele demonstrava 0/10 de interesse, e com isso ela desistiu das aulas
Eu não paguei 80 reais para deixar a aula na metade do mês
Então continuei minha rotina de sair de casa três vezes na semana para viver um pouco com outros humanos 
Ultimamente o professor u kwon (como muitas chamam) estava um tanto avoado nas aulas, sempre olhando o celular , as vezes indo atender uma chamada e voltando completamente irado
Até que uma aluna decidiu matar nossa curiosidade
Obrigada menina de óculos que eu não sei o nome
- Está acontecendo alguma coisa professor?. Ela perguntou em uma das pausas
Todos prestaram atenção
- Hm? Por que a pergunta Tani?. 
- O senhor anda um pouco estranho, pode nos contar se quiser. Ela ofereceu
Senhor? Quantos anos ela acha que ele tem?
- Minha parceira de dança, não está em condições de continuar os ensaios e a apresentação está próxima, estou pra explodir. Ele disse suspirando
Uma onda de vários "poxa, que pena" surgiram
-Alguma de nós podemos ajudar substituindo sua parceira? Se quiser. 
- Não sei, é pouco tempo de ensaio, não quero sobrecarregar ninguem. Ele disse serio
E outra onda de vários " por mim tudo bem" veio em seguida
Eu era a única que não havia dito nada, e todos me olharam
Credo quanta pressão
- Por mim tanto faz. Disse dando o veredito final 
Ele olhou para mim e sorriu para a turma
- Então vou observar como cada uma se sai hoje, saibam que a escolhida vai ter que ensaiar muito .
Ele pegou uma dança que ja haviamos feito e pediu para que grupos de 3 a reproduzissem 
Acabei ficando com a menina de óculos
E errei todos os passos
Três vezes
Mas..acontece
A aula havia acabado e todas estavam ansiosas para saber
- Na aula que vem eu digo. Ele disse dando um sorriso travesso
- Ei você, pode vir aqui?. Ele disse em minha direção 
Olhei ao redor e apontei para mim 
- Sim, você. Ele disse ja impaciente
- Sim?. Perguntei 
- Precisa de ajuda com os passos?. Ele perguntou tirando a camisa suada
Olha depois dessa vou precisar de ajuda com um cardiologista
- N-não eu só estava distraida. Disse 
- E sua amiga? Ela não vem mais?. Ele perguntou sem fazer muito caso
- Minha prima e não, ela desistiu.
- Ah que pena, e por que você não desistiu? Pensei que só estivesse por causa dela. Ele perguntou bebendo água
Por que eu quis
- Já que começei, vou terminar. Disse pegando minha bolsa
- Faz sentido. Ele disse e saiu em direção a portinha marrom
Cara estranho

Na outra aula eu fui a escolhida
- Mas eu nem dancei bem. Argumentei vendo os alunos indo embora
- Nas outras aulas você foi bem, e você faz o tipo ideal para a dança. Ele disse fazendo a carinha do gato de botas
Por fim me dei por vencida de novo
E as quatro da tarde lá estava eu pronta para passar vergonha
- Onde estão os outros?. Perguntei entrando na sala fria
- Para eles a aula ja acabou, venha vou te mostrar a música. U kwon disse me chamando 
O nome era You Know do cantor Jay Park
E era a coisa mais pornô que eu ja vi disfarçada de dança
- Você quer que eu dance ISSO com você?. Perguntei perplexa
- Não se preocupe, os passos não são tão complexos. Ele disse
- Não é com os passos que estou preocupada. Ele me olhou confuso
- Olha isso- apontei para a tela- eu vou praticamente transar com roupas 
Ele riu nervoso
- Se quiser deixar seu serviço pela metade por mim tudo bem. Ele disse me atiçando
Golpe baixo
- Tudo bem, mas podemos evitar tanto contato nos ensaios? Eu nem te conheço direito. Argumentei
- Prazer, Yoo Kwon  24 anos e não, você que dançar ou não?. Ele perguntou ja irritado
Semanas se passaram e cada vez o nosso tempo era mais preciso
As primeiras partes da dança eu fazia com tranquilidade, o complicado ficava quando u kwon entrava 
Meu corpo ficava tenso cada vez que ele tinha que me segurar ou girar 
Em uma parte da dança ele segurava minha cintura enquanto eu "sensualizava"   por dois segundos
Em outra pudia sentir seu membro encostando em minha coxa
 Por que eu fui aceitar isso
E a cada ensaio a sala ficava mais afobada 
Finalizamos a dança e ensaiamos mais vezes
No último ensaio por conta do suor sua mão acabou deslizando mais do que deveria.
O clima ficou tenso
- E - eh vamos parar por hoje, a apresentação é daqui a três dias então vamos fazer um último ensaio amanhã e descansar os outros dias. Ele disse 
Apenas concordei com a cabeça
No último dia de ensaio troquei a leggin por um short, estava muito quente esses dias e ninguem merece
Cheguei mais cedo e ensaiei minhas partes sozinha 
Pouco tempo depois ele chegou
Fizemos tudo até a metade da música onde chegamos novamente na parte em que ele me mantinha no ar
Do nada ele me soltou e trancou a porta
- Mas o que você est- ele me puxou para perto roçando nossos lábios
- Você tem noção do quanto você me deixou louco de tesão esses dias?. Ele perguntou no meu ouvido
Senti minhas pernas estremecerem 
Senti suas mãos passearem por meu corpo enquanto ele continuava a falar
- Quando eu ensaiava isso com minha parceira não sentia nenhuma centelha de fogo, mas você.. caralho você me faz queimar por inteiro
Minha única reação foi o trazer para mais perto fazendo nossas intimidades roçarem
Me sentei em seu colo e começei a rebolar  reproduzindo algumas partes da dança sentido cada vez seu membro ficar mais duro
- Quer ajuda ai professor?. Perguntei apontando para sua ereção aparente
Ele assentiu com a cabeça
Puxei sua box e senti uma luta de borboletas em meu estômago
A música baixa voltou a repetir 
A cada investida em seu membro eu ouvia um gemido puxado e isso já estava me enlouquecendo
Alguns chupões depois ele me mandou parar
- não quero gozar agora, antes vou lhe retribuir o favor. Ele disse tirando minha blusa
Mordiscava e acariciava meu pescoço com a mesma intensidade
Sua mão habilmente deslizou para dentro de meu short puxando minha calcinha
- Se eu soubesse que ia ser assim, teria escolhido você de cara. Ele disse massageando minha área sensivel
Assim que seu membro me preencheu ambos soltamos um suspiro de alivio seguido por gemidos 
Me segurei na barra perto do espelho e ele começou as estocadas
Cada vez ele ia mais fundo, cada vez ele ia mais forte
Olhei para o teto e vi meu reflexo completamente atordoado de tesão
Arranhei suas costas de leve e ele parecia gostar
- Eu não vou aguentar muito. Ele disse arrastado
- Eu tambem não. Assenti apertando seu braço quando senti uma sensação de prazer vir
Sua cara tambem ficou tensa e antes de gozar ele saiu de dentro de mim e se desfez no chão marrom 
Dei um beijo em seu pomo de adão e ele caiu em cima de mim cansado.
Limpamos tudo e estava quase saindo
- Que tal ensaiar na minha casa amanhã?. Ele disse com um tom malicioso
Me fiz de inocente
- Mas você disse que era para descansar.
- Você me entendeu.. Ele disse me dando um beijo rápido
Fechei a porta e fui em direção a minha casa ainda com as pernas bambas


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...