História Let's fall in love - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Boo Seungkwan, Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Jeon Wonwoo, Junghan "Jeonghan", Kim Mingyu, Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Lee Seokmin "DK", Personagens Originais, Seungcheol "S.Coups", Soonyoung "Hoshi", Wen Junhui "JUN", Xu Ming Hao "THE8"
Visualizações 13
Palavras 1.836
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Annyeong Annyeong

Im back +++

Vou postar esse hoje pq só vou poder postar o próximo na quinta ou na sexta. VLW FLW

boa leitura !:-))

Capítulo 4 - Capítulo 4


Havia se passado três dias desde que Minghao encontrou o bilhete. Não via Jun desde então. Ele estava começando a pirar. Ele procurava o rapaz em tudo que é lugar. Mas Jun não estava em lugar algum. Esperou ele aparecer entregando água após o treino. Não apareceu. Esperava ele na biblioteca, mas ele não aparecia. Se sentia burro por não ter pego o número do garoto quando teve chance. E se tivesse acontecido alguma coisa? Não gostava nem de pensar.

Era sexta feira, estava quase anoitecendo. Ele estava sentado na escada da varanda de sua casa. Apoiava a cabeça nos braços que estavam com os cotovelos apoiados em sua perna. Pensava seriamente em ir perguntar sobre Jun para um de seus amigos, quando seu celular apitou. Era uma mensagem de Mingyu.

Mingu: Ta ocupado?

Hao: Não.

Hao: Pq?

Mingu: Me encontra na cafeteria em frente o hospital.

Mingu: Rápido. É urgente.

Minghao se levantou e foi. Sabia qual era o lugar. Frequentava muito essa cafeteria quando estava no fundamental.

Assim que chegou em frente o local, avistou Mingyu e Soonyoung. Mingyu parecia agitado.

-O que aconteceu? - perguntou quando se aproximou.

-Mingyu está tendo uma crise. - o mais velhos deles respondeu. Mingyu estava pálido.

-O que houve, Mingyu?

-Ele está lá dentro. - ele respondeu em um fiapo de voz

-Quem? - Mingyu apontou para a grande janela de vidro. E foi aí que Minghao entendeu tudo. Wonwoo estava lá, servindo as mesas. Mingyu era muito dramático. Ele estava afim de Wonwoo, mas parecia correr dele.- Ta de sacanagem! Você está assim por isso?

Soonyoung começou a rir. Tipo, rir mesmo. Estava gargalhando alto.

-Você não vai entrar? - Minghao perguntou a Mingyu. Ignorando a crise de risos do outro.

-Não posso. Não consigo. - o chinês suspirou. Mingyu era assim mesmo, super tímido. Morria de medo de levar um fora.

-Nós vamos com você. - Soonyoung falou parando de rir, limpando os cantos dos olhos que estava lagrimejando de tanto rir. Mingyu olhou para dentro do estabelecimento através da janela, e assentiu.

Já estavam dentro da cafeteria, sentados em uma mesa ao fundo da loja. Mingyu balançava uma de suas pernas, nervoso. Olhava para baixo, brincando com seu dedos.

-O que vão querer? - assim que ouviu a voz de Wonwoo, Mingyu levantou a cabeça na hora. Wonwoo, que até então estava mirando um caderninho em suas mãos, levantou o olhar diretamente para Mingyu. - Ah, é você. - ele disse. E Minghao notou que não tinha nenhum tom de desdém ou deboche na voz do garoto. Usava um tom de voz alegre, o que não combinava nada com sua expressão. Mingyu estava suando.- Então, o que vão querer?

-Você. - Mingyu murmurou. Xu arregalou os olhos e Soonyoug levou sua destra até a testa, desacreditando naquilo.

-Como? - Wonwoo franziu a testa. Tinha ouvido muito bem o que o garoto havia dito. Soonyoung percebendo como Mingyu estava realmente nervoso, resolveu falar algo.

-Dois chocolates quentes, e um americano. Por favor. - disse para Wonwoo. Este anotou o pedido e se afastou da mesa lançando um olhar para Mingyu.

-Que história é essa agora? - Xu quase gritou com seu amigo.

-Eu não sei o que está acontecendo comigo.

-Nem eu.

*

Brigaram com Mingyu até terminarem os cafés e pedirem a conta. Wonwoo foi receber o dinheiro. Saiu da mesa para buscar o troco dos meninos, colcou o troco deles em cima da mesa e saiu novamente. Soonyoung foi quem pegou o troco, conferindo. Abriu um grande sorriso.

-Se deu bem, em , Mingyu. - falou de um jeito malicioso.

-Hm? - Mingyu não tinha entendido. Soonyoug lhe entregou um papel que estava junto do dinheiro. Nele estava escrito "Me liga" e um número. Mas o que surpreendeu Mingyu, foi a assinatura. Estava escrito Wonwoo. Era um bilhete de Wonwoo, diretamente para Mingyu.

*

Seungcheol estava na casa de Jeonghan.

Jeonghan sabia dos sentimentos do mais velho, mas eles nunca deixaram isso atrapalhar a amizade.

Eles faziam aquilo toda sexta a noite. Os pais de Yoon saíam todas as sextas e só voltavam no sábado à tarde. Então ele sempre chamava o mais velho para sua casa. E naquela noite não era diferente.

Jeonghan estava tão entretido com a série que não notou quando Seungcheol pegara no sono. Só foi perceber quando a segunda temporada da série estava começando.

Cheol estava dormindo tão sereno. Estava com as costas encostada no braço do sofá, e a cabeça tombada para o lado, apoiada no encosto do sofá. Estava com os braços cruzados e a boca um pouco aberta.

Jeonghan ajeitou a coberta em seu corpo. Se virou de frente para o garoto adormecido. Levantou a mão esquerda, meio hesitante, e deslizou as pontas dos dedos, desde sua sobrancelha até seu queixo.

Seungcheol conseguia ser mais lindo ainda dormindo.

Passou dois de seus dedos na boca do rapaz, de cima para baixo. Mordeu os lábios, sentindo seus olhos se encherem d'água.

Antes de se afastar tirou um pouco da franja que caía sob os olhos fechados. Fechou o punho direito e levou até seu coração. Fechou os olhos encostando a cabeça do sofá.

-Acho que eu também estou ficando doente, Cheol. - sussurrou.

*

Minghao voltava para casa depois do episódio da cafeteria. Estava sozinho. Andava chutando as pedras que encontrava pelo caminho. Chegou na sua casa, subindo os degraus da varanda com pressa. Paralisou com a mão na maçaneta da porta. Olhou para o lado.

Jun estava ali, sentado no balanço de sua varanda, o olhando. Minghao piscou seus olhos. Estava alucinado? Só percebeu que era 100% real quando ouviu a voz do garoto.

-Estava te esperando.

-Err… - queria perguntar por que ele tinha sumido. Dizer que ficou preocupado, que sentiu saudades. Queria pedir o número do garoto. Mas tudo que saiu foi : - Por quê?

-Bom, eu sumi esses dias. Achei que, já que as provas comessam na segunda, eu poderia vim pra te ajudar a estudar. Acho que estou te devendo essa. - ele falou sem graça.

-Ah! - ele concordou. Só estranhou uma coisa. - Como sabe onde eu moro?

-Eu perguntei para o Soonyoung. Tudo bem pra você?

-Claro, tudo bem. Só fiquei curioso. Vamos entrar.

*

-Ah, estou com fome.

Jun e Minghao estavam sentado no chão do quarto do mais novo. Ficaram duas horas estudando sem parar. Minghao estava morrendo de fome.

-Vamos pedir uma pizza, sunbae?

Jun estava com as costas encostada na cama.

-Pode me chamar de hyung. - Jun disse para o mais novo.

-Certo. - ele olhou para o material espalhado no chão.- De que tipo de pizza você gosta?

-Ah, não. Eu já vou embora. - ele já estava se levantando.

-Embora? Não, ainda está cedo, hyung. - ele fez bico. - Por favor, fica só para comer a pizza comigo, não gosto de comer sozinho. Depois eu te levo embora, eu tenho uma bike super potente.

Jun sorriu ao ouvir aquilo. Foi um sorriso tão lindo na opinião de Xu, que ele se sentiu derreter.

-Ta bom. - cedeu. - Eu gosto de qualquer coisa, menos azeitona.

-Quem não gosta de azeitona? - Minghao perguntou, desacreditando. Jun soltou uma risada.

Seguiu Xu até o primeiro andar. Estava sentado no sofá esperando Minghao, que estava na cozinha pedindo a pizza.

-A pizza vai chegar em 40 minutos. -Minghao disse aparecendo na sala. - Vamos ver um filme?

Minghao pegou uma maleta que estava na estante da televisão, e a abriu. Dentro tinha vários dvds espalhados.

-Você não conhece Netflix? - Jun falou rindo.

-Nah. Pode escolher.

Jun olhava os dvds com atenção, já tinha visto quase todos que estava ali. Achou um que ainda não tinha visto.

-Esse. - entregou o dvd para o garoto. - Eu nunca vi.

-A Era do Gelo? Você nunca viu? - primeiro a azeitona, e agora o filme. Jun não parava de o surpreender. Jun apenas negou com a cabeça, inflando as bochechas de forma infantil.

-Tá, vai ser A Era do Gelo então.

*

Estavam vidrados na televisão. Jun sentado no sofá e Minghao deitado no tapete fofinho que cobria o chão da sala. Xu levantou em um pulo quando sua campainha tocou. Desaparecendo da sala.

Reapareceu minutos depois com duas caixas de pizza na mão, colocando em cima da mesinha de centro da sala.

-O que vamos beber? - perguntou mais para si mesmo do que para o convidado. - Ah, já sei. - desapareceu da sala novamente.

Jun nem prestava atenção no que o outro fazia, estava focado no desenho.

Minghao voltou com um garrafa de vinho na mão e um grande sorriso no rosto.

-Eu não bebo. - o mais velho disse ao notar a garrafa.

-Ah, qual é, hyung. Só uma taça.

Não deu nem tempo de responder, Minghao já estava enchendo duas taças. Jun se sentou no chão ao lado do garoto.

Comeram e beberam em silêncio, assistindo ao filme.

Xu estava quase dormindo quando o filme acabou.

As duas caixas de pizza estavam vazias. E a garrafa de vinho também. Acontece que Jun não bebera apenas uma taça, e sim quatro. Estava levemente alterado por conta do álcool. Diferente de Minghao, que estava super bem.

-Ah, agora eu preciso ir embora. - já ia dar onze horas da noite.

-Eu vou te levar, hyung.

Saíram da casa de Minghao. Jun teve de esperar um pouco pelo mais novo, que tinha ido até a parte de trás da casa para pegar a bicicleta.

-Como é que você vai me carregar nisso? - Wen perguntou assim que Minghao voltou com a bicicleta.

-O que?

-Não tem garupa.

O mais novo riu da cara do colega.

-Tem pedaleiras. - disse como se fosse óbvio. Jun revirou os olhos. - Vai, sobe aí.

Junhui colocou as mãos nos ombros de Minghao, delicadamente, se apoiando para subir.

-Pronto? - perguntou depois de Jun lhe falar onde morava. Virou a cabeça para trás, no intuito de olhar o mais velho. Ele olhou para o rosto de Minghao e sorriu, mostrando os dentes. Minghao levou aquilo como um sim, e se preparou para pedalar.

Jun sentia o vento frio bater em seu rosto. Era uma sensação ótima. O mais novo pedalava rápido. Ele se sentia leve. Nunca, em todos seus 18 anos de vida, havia se sentido daquele jeito.

Jun estava tonto. Só não sabia se era por causa do álcool ou por causa dos diversos sentimentos que lhe invadiram de uma só vez.

Desceu da bicicleta quando chegaram em frente sua casa. Suas pernas estavam bambas. Minghao continou montado na bicicleta.

-Eu me diverti muito hoje. - era Jun quem falava.

-Eu também, hyung.

-Vamos fazer isso mais vezes, por favor.

-É só marcar. - e caíram em um silêncio estranho. Ficaram parados se olhando por poucos segundo, mas que pareceram horas. Minghao estava nervoso, não sabia o que fazer a seguir. Então ele fez uma coisa que sentiria vergonha para o resto de sua vida.

Ele levantou a mão direita e disse :

-Bate aqui. - Jun olhou para sua mão erguida, e depois para seu rosto. Sentiu seu coração quente, não querendo que Minghao fosse embora. Ele riu e bateu na mão do mais novo, se despedindo.

Virou novamente quando estava chegando a porta de sua casa. Minghao ainda estava lá. Só sairia dali quando o mais velho entrasse em casa.

-Você é legal, Minghao. - e em seguida entrou.

Minghao ficou mais alguns segundos mirando a porta por onde o menino tinha acabado de entrar. Não sabia ao certo, mas achava que estava se apaixonando.


Notas Finais


*jogando purpurina em vocês*

haahah i love Jeongcheol so much

obrigada por ler.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...