História Let's not fall in love - (G-Dragon) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Bang
Personagens D-Lite (Daesung), G-Dragon, Personagens Originais, Seungri, Taeyang
Exibições 61
Palavras 1.311
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura 💚

Capítulo 5 - Capítulo 5


Fanfic / Fanfiction Let's not fall in love - (G-Dragon) - Capítulo 5 - Capítulo 5

JiYong ficou comigo até eu adormecer, conversamos e rimos a noite toda, depois que eu dormi ele foi até o quarto de sua irmã e posou com ela.

Acordei com a claridade incomodando meus olhos, mas dessa vez eu estava feliz, feliz pois seria a última vez que eu acordaria nesse hospital que só me trazia lembranças ruins de meu passado. 

O doutor entra no quarto com um sorriso malicioso em seus lábios. Lá vem mais piadinhas.

- Bom dia Hye. Você está feliz demais hoje ou é apenas impressão minha? - ele sorri mais ainda.

- Doutor Lee! Não posso ficar ao menos um dia sem ouvir suas piadinhas? - falo emburrada mas acabo rindo.

- Já disse pra me chamar apenas de Seokmin. E não, não pode. Se não fizesse piadas não seria eu mesmo. - ele sorri fazendo seus olhos se fecharem.

- Mas eu apenas quis dizer que você deve estar feliz porque vai sair daqui hoje, ou por acaso tem outro motivo? - ele sorri me provocando. Não, eu não iria admitir para ele que estava feliz por causa de JiYong.

- Ahhh seu ch... - alguém entra no quarto me interrompendo.

- Ah, desculpe doutor, não sabia que estava aqui. Eu volto mais tarde. - JiYong fala.

- Não mesmo! Eu já estava de saída, entre. - o doutor sai do quarto e JiYong entra novamente.

- Bom dia Hye! - ele vem em minha direção e me da um selinho, fico surpresa mas logo sorri.

- Bom dia JiYong.

- Hoje vocês vão sair daqui. Não quer uma carona pra casa? - suspirei, precisava contar a verdade para JiYong, mentir seria pior.

Talvez ele me achasse louca, mas com muito receio, contei tudo para ele. Várias lágrimas insistiram em cair e dessa vez eu não consegui segurá-las.

- Por favor não me ache uma louca. - chorei mais.

- Hye... - ele me abraçou. - É claro que não, eu entendo você. Não vou te abandonar e você não é louca.

- Obrigada.

- De nada baixinha. - JiYong era baixinho, coisa que o deixava mais adorável ainda, mas mesmo assim eu conseguia ser mais baixa que ele.

- Você vai morar comigo. - ele fala do nada e eu arregalo os olhos.

- Você disse que não voltaria mais para sua casa, pois não queria vê-lo. Então more comigo, minha casa é grande e eu me sinto muito sozinho lá, você não vai incomodar.

- JiYong, eu não posso aceitar.

- Pode e deve. Por favor, pelo menos só até você ajeitar sua vida novamente. 

- Aish, tudo bem. - óbvio que eu queria morar com ele, mas não queria que ele se incomodasse comigo.

- Ótimo! - ele sorri e me beija de surpresa.

Sua felicidade era evidente, nos separamos apenas quando a falta de ar se fez presente. Continuamos com nossas testas coladas uma na outra, apenas sorrindo enquanto olhamos nos olhos um do outro.

- MEU DEUS QUE LINDOS! - Dami entra no quarto gritando e rapidamente nos separamos com o susto.

- Eu sei. - JiYong sorri convencido.

- Eu disse que VOCÊS são lindos, não que você é lindo. - Dami dá um tapinha na cabeça do irmão e ele faz um bico emburrado.

- Agora vá embora! Quero falar com a Hye a sós. - JiYong ignora e permanece sentado na cama ao meu lado.

- Por favor maninho lindo.

- Agora sim. - ele sorri e sai do quarto, logo Dami senta ao meu lado na cama.

- Eu disse que ia dar certo, ele até te chamou pra morar com ele! - arregalo os olhos.

- Dami, você estava nos espionando?

- É-é...desculpe, não me aguentei. - nós rimos.

- Tudo bem. Agora vá para o seu quarto, daqui a pouco vamos sair daqui! - falo animada. Ela me abraça e sai do quarto, logo JiYong entra novamente.

- Você vai mesmo tentar ir na sua casa? E se você se deparar com ele? - JiYong pergunta preocupado.

- Eu sei os horários que ele não está em casa, não se preocupe. Eu preciso ir até la.

- Vou descer com você, se por acaso ele estiver lá eu vou mostrar que você está bem acompanhada. - corei.

- T-tudo bem.

- Vou esperar você e a Dami logo ali. - ele aponta para a sala de espera. - Toma, eu trouxe uma roupa da Dami pra você, acho que vai caber. Até daqui a pouco. - ele me entrega as roupas e sai do quarto.

Esse homem é um sonho. Começo a me vestir, era um vestido preto florido que caiu perfeitamente em mim. Coloquei meus chinelos e sentei na cama novamente enquanto espero pelo doutor. Minutos depois ele chega.

- Bom Hye, acho que isso é um tchau. Espero não ver você nunca mais, pelo menos não dentro desse hospital. Só quando estiver com um JiYong Júnior dentro da sua barriga, é claro. - senti meu rosto arder em chamas com o comentário do doutor.

- Seokmin! - ele ri.

- Vai dizer que não é isso que você quer? Você engana qualquer um menos eu Hye. - não respondi.

- Bom, doutor Lee... - ele me olha apreensivo. - Seokmin. - corrijo e ele sorri. - Talvez eu sinta sua falta.

- Vem cá paciente mais azeda que eu já tive na vida. - ele me puxa para um abraço super apertado, não pude deixar de sorrir.

- Tchau Seokmin.

- Tchau Hye.

Saí do quarto, Dami e JiYong já estavam juntos me esperando.

- Você ficou linda com ele! - ela fala apontando para o vestido.

- Vamos? - JiYong perguntou e eu assenti.

Saímos todos juntos do hospital, a sensação do sol e do vento fresco em minha pele foi simplesmente ótima, finalmente fora daquele lugar. E agora eu estava junto com JiYong, a sorte realmente estava começando a ficar de bem comigo.

Entramos no carro de JiYong, ele levou Dami até a casa dela e depois fomos em direção até a casa dele. Alguns minutos depois chegamos. A casa dele era realmente bem grande, era linda por fora e mais ainda por dentro.

- Eu vou trocar de roupa e vamos sair para almoçar. Espere aqui, eu já.volto.

- Mas JiYong, eu não peguei meu dinheiro em casa ainda! E também não tenho roupa.

- Eu vou pagar, você vai assim, está linda. - ele me da um selinho e sai.

Alguns minutos depois JiYong volta para a sala. Ele usava uma calça jeans preta e uma camisa estampada com desenhos que eu não consegui identificar o que eram. Em sua mão esquerda se encontrava um relógio dourado, e na direita algumas pulseiras e anéis em seus dedos, eram muitos acessórios, ainda sem contar aqueles brincos de argola que ele usava eternamente, eram simples mas o deixavam mais estiloso ainda. JiYong é a pessoa mais estilosa que já vi, me senti um horror perto dele.

- Vamos?

- Vamos. - sorri e saí junto com ele da casa.

- Nós vamos a pé, não é tão longe. Algum problema pra você?

- Claro que não. - sorrimos e saímos andando. 

Depois de uns cinco minutos caminhando JiYong entrelaça seus dedos nos meus, arrepiei com o contato de sua mão na minha e ele sorriu.

- Está cansada? - ele pergunta parando de caminhar.

- Não.

- Eu estou. - ele fala e nós rimos.

- Você fica tão linda rindo. - ele aproxima seu rosto para me beijar, porém uma voz nos impede.

- JiYong... você nunca aprende, não é? - um homem com os cabelos rosados surge do nada e fala. JiYong pareceu ter ficado muito tenso com aquilo, ele me puxou para trás de si e segurou forte em minha mão, seu semblante era irritado e surpreso.

 

 

 


Notas Finais


Gente leiam a fic da minha amiga, ta demaiss. É do BTS, mais especificamente do Jungkook, vou colar o link aqui, favoritem e amem ela, pq eu to amando 💜
https://spiritfanfics.com/historia/this-is-love-7085704


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...