História Let's Not Fall in Love - Capítulo 37


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Bang, G-Dragon
Personagens Cl, D-Lite (Daesung), G-Dragon, Personagens Originais, Sandara Park, Seungri, T.O.P, Taeyang
Tags 2ne1, Bigbang, Kwon Ji Yong
Exibições 299
Palavras 1.591
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá Pequenos Gafanhotos, tudo bom com vocês?
Agora os chamarei assim. Sim fiz um Fandom pra mim, me deixe... -sqn
Mentira gente, é que acho fofo chamar as pessoas de Pequenos Gafanhotos kkkkkk'
Então antes de postar o Capítulo 37, queria pedir a ajudar de vocês...

Tipo Preciso que comentem nomes para SHIPP de YoungRin e Ji Yong. A tia aqui não tem muita criatividade e precisa da ajuda pra vocês para um capítulo futuro, será que podem me ajudar?

Se sim ficarei muito agradecida!
Agora fiquem com o capítulo 37
Boa Leitura!

Capítulo 37 - Only


Fanfic / Fanfiction Let's Not Fall in Love - Capítulo 37 - Only

 

~* YoungRin ON

Estava ansiosa para o jantar. SeungHyun já havia passado em minha casa para pegar Haru que foi de bom grado com ele. Me doía me separar de minha pequena, pois vivíamos grudadas, porém hoje estava decidida que seria uma noite para mim.

Muitos dos meus amigos diziam que eu precisava sair um pouco e relaxar, pois eu vivia em casa enfurnada, ou trabalhando.

Me olhei no espelho pela décima vez, não queria estar exagerada, pois era apenas um jantar.

“Hey é apenas um jantar, porque está tão nervosa assim? Não estou confortável nessa roupa… Vou mandar uma foto pra Harin pra ver o que ela acha...”

Pensei, pegando o Iphone que Ji Yong insistiu em me dar e ainda não sabendo mexer, por mais que já esteja com o aparelho a mais de um mês, tiro uma foto frente ao espelho e mando a Harin pelo Kakao.

 

 

“O que acha?

                       YoungRin

 

“Nossa, está bem bonita, gostei. É coleção nova?

                                                                            Harin

 

“Sim, decidi usá-la hoje. Ji Yong me convidou para Jantar. Acha que está exagerado?

                                                                                                                              YoungRin

 

“Huum… Não, está perfeito em você. Relaxe Unnie, vai dar tudo certo!

                                                                                              Harin

 

“Tudo bem, muito obrigada!

                              YoungRin

 

Mal terminei de mandar a mensagem e a campainha tocou. Peguei minha bolsa coloquei os dois aparelhos de celular e mais algumas coisas necessárias e desci as escadas rapidamente e pude vê-lo pelo monitor. Meu coração disparou.

Ji Yong estava vestido com um terno, mas não tão formal como costumam ser os ternos, mas tão não tão despojado. Na verdade ele estava lindo e aquilo me arrancou o fôlego.

 

YoungRin OFF *~

 

~*Ji Yong ON

 

Estava nervoso, tinha trocado de roupa umas 5 vezes antes de decidi pela que estou vestido agora. Tomei coragem, entrei em meu carro e dirigi para a casa de YoungRin, apesar de morarmos praticamente um frente ao outro sai de carro, pois o restaurante não era muito perto do condomínio.

Sai do carro, aproximei-me da porta e respirei fundo e toquei a campainha.

Demorou uns cinco minutos para ser atendido e ao abrir a porta gelei. YoungRin estava perfeita. Perfeita pra mim. Linda como sempre. Jovial como sempre. Era incrível que ela ficava mais nova com o passar do tempo

- Bo. Boa Noite Ji Yong! - Disse ela a mim. Parecia nervosa.

- Boa Noite Young, você está linda! - Disse e entrei uma rosa vermelha a ela, que sorriu ao pegá-la.

- Obrigada… - Respondeu timidamente

- Vamos? - Perguntei estendendo minha mão a ela que logo a segurou.

YoungRin trancou sua casa e seguimos para meu carro. Abri a porta para que ela pudesse entrar e depois de ter entrado, dei a volta e entrei do lado do motorista.

Dirigia normalmente pelas ruas de Seul e no rádio tocava uma canção popular para a época. YoungRin batia lentamente seus dedos em seus joelhos. Esse era um dos típicos gestos que ela fazia quando estava ansiosa. Sorri ao perceber e peguei delicadamente em sua mão.

- O que há? - Perguntei ao parar no sinal e olhei-a.

- Apenas preocupada com Haru… - Respondeu e sorriu levemente.

- Não se preocupe, ela está bem. - Disse compreensivo.

- Eu sei, mas é a primeira vez que passaremos a noite separadas. - Comentou e eu a achei tão fofa.

- Vai ficar tudo bem. Se quiser podemos buscá-la quando voltarmos. - Sugeri e ela balançou a cabeça levemente negando e sorriu.

- Não, pode ser bom para SeungHyun, quem sabe desperta a vontade de ser pai dele. - Comentou e então rimos.

- Vocês está querendo casar o hyung, não é? - Perguntei rindo e voltei a dirigir.

- Está na hora. SeungHyun está ficando velho ranzinza. - Disse ela e eu ri concordando.

- É o peso dos 30! - Conclui. - Por falar nisso, final de semana é meu aniversário, você irão lá em casa, não vão? - Perguntei animado.

- Está nos convidando para seu aniversário? - Perguntou.

- Claro, não teria graça se não estiverem lá… - Concordei e ela sorriu timidamente.

Sempre adorei o jeito tímido de YoungRin, esse era um dos motivos que me encantava cada vez mais por ela.

- Chegamos. - Informei estacionando o carro. - Já está tudo arrumado. Pedi um ligar reservado para não nos incomodarem. - Disse tentando mantê-la tranquila.

- Obrigada. - Agradeceu e suspirou aliviada.

Saímos do carro e seguimos para dentro onde um funcionário levou-nos para um lugar bem reservado do lugar. Era no andar de cima, porém era fechado para evitar possível problemas naturais, como ventania e chuva.

Pedi para trazer vinho, um de meus favoritos e depois decidiríamos o que comer.

Estávamos sentados em um tipo de sofá, um ao lado do outro. Não queria sentar longe a ela. Pode ser uma atitude possessiva minha, mas dane-se é a verdade.

- Como estão as gravações do novo álbum? - Perguntou ela quebrando o gelo entre nós.

- Muito bem. Acho que terminaremos pro final desse mês. - Disse orgulhoso. Fora ter feito Haru, meu trabalho me dava muito orgulho. - E você, como andam as coisas?

- Estão indo bem. Sábado começam a pré venda do meu livro novo e na próxima semana a loja será inaugurada. - Disse ela animada e muito orgulhosa.

- Que bom, meus parabéns! - Disse expressando todo meu orgulho a ela. - Estaremos na inauguração da sua loja nem que eu faça o Yang mudar a data de shows.

- Obrigada! E obrigada pelo apoio. - Disse ela sendo sincera.

- Young, eu disse a você que sempre apoiaria seus projetos, e é verdade. Tenho orgulho de você. - Disse e ela corou.

- Ouvir isso é muito importante pra mim. - Assumiu em fio de voz.

- Fico feliz em saber disso… - Assumi e então nos olhamos nos olhos.

O celular de YoungRin tocou e a fez desfazer nosso contato. Pegou seu celular e ao ver do que se tratava riu levemente.

- Não sei quem é mais criança. Se é SeungHyun ou Haru… - Comentou ela virando o visor do celular para mim onde vi um vídeo e Haru e SeungHyun brincando no carrinho motorizado de seu sobrinho.

- SeungHyun sendo T.O.P. - Comentei e sorri.

- Fico mais tranquila em saber que Haru está se divertindo. - Disse e sorriu guardando o celular.

- Eu disse que ficariam bem… - Lembrei e ela concordou com a cabeça.

Decidimos em pedir o jantar e não demorou muito para que chegassem nossos pedidos. Depois do jantar decidimos dividir uma sobremesa, já que concluímos que o que queríamos seria em uma porção grande.

- Sabe Young… Me senti tão bem saindo com você essa noite… - Comentei e ela deu mais um de seus sorrisos tímidos.

- Eu também me senti bem… - Concordou.

- Poderíamos repetir isso mais vezes, o que acha? - Sugeri.

- Podemos… - Concordou.

- Então se eu te chamar de novo pra sair, você aceitaria?

- Provavelmente!

- Então pensarei em algum lugar legal para irmos. - Informei e ela concordou com a cabeça.

- Ji Yong…

- Sim?

- Obrigada pela noite…

- Magina, eu quem agradeço a sua companhia, mas por que está dizendo isso? Ainda não acabou… - Avisei.

- Não? Onde vamos? - Perguntou curiosa.

- Dar uma volta. Espero que seus sapatos não lhe machuquem…

- Não vão. Meus sapatos são criados para maior conforto de quem usa. Tudo é criado para conforto. Tanto a parte feminina, quanto a masculina… - Disse e eu assenti.

Terminamos a sobremesa, paguei pelo jantar e então voltamos para o carro. Dirigi mais um pouco, mas dessa vez a viagem fora curta. Estacionei frente ao Rio Han. Saímos do carro e então seguimos a pistava de caminhada para chegamos a ponta do Rio.

Andamos o momento todo em silêncio. Estava vazio o lugar. Tinha alguns casais por ali sentados, mas graças a Deus nenhum deles notou nossa presença ou se quer reconheceu.

Chegamos a margem do Rio e nos sentamos. YoungRin olhava as estrelas, admirada.

- A noite está bem bonita, não acha? - Comentou enquanto olhava a lua.

- Sim, mas a algo mais bonita que a noite… - Disse com coragem.

- A lua? - Perguntou ainda olhando pro céu.

- Não. É algo mais bonita que a lua… - Disse a olhando e a fazendo baixar o rosto e me olhar nos olhos.

- O que? - Perguntou, mas tenho certeza que ela já sabia a resposta.

- Você… - Disse sorrindo sem parar de olhá-la.

Os olhos de YoungRin sempre foram fonte hipnótica para mim. Seus olhos tinham algo que me prendiam.

Sentia algo que nos ligava e me fazia cada vez mais nos aproximarmos. Estávamos tão próximos que podia sentir sua respiração misturando-se com a minha. Fechei meus olhos e então lhe dei um beijo leve. Tinha que esperar sua permissão, não aprofundaria se ela não me desse essa permissão.

Ji Yong OFF *~

 

YoungRin sentia-se atada a Ji Yong naquele momento. Não tinha reação alguma negativa pelo ato do maior. Sua mente esvazio e não conseguia mais pensar em nada e então o beijou deixando Ji Yong surpreso e feliz ao mesmo tempo.

Era um beijo calmo e apaixonado. Ji Yong levou sua mão a cintura de YoungRin e a trouxe para mais perto enquanto ela tocava-lhe a lateral de seu rosto carinhosamente.

Depois de um bom tempo separaram-se com muito custo, pois o ar faltava, mas permaneceram com as testas encostadas.


Notas Finais


MEU DEUS ELES SE BEIJARAM! SOCORRO MEU DEUS EU ESTOU SURTANDO, ALGUÉM ME SEGURA! MEU PAI, MEU JESUS, OXALÁ, O QUE FOR! ME SEGURA QUE EU NÃO TO BEM! /surtando
O que acharam?

Então pessoal, como eu disse nas "Notas do autor" Preciso que vocês comentem dando ideia para nomes de SHIPP de YoungRin e Ji Yong. O que eu escolher ou o que mais aparecer aqui nos comentários eu usarei em um capítulo futuro. Será que podem me ajudar?

NÃO ESQUEÇA DE COMENTAR!
Até o Próximo Capítulo! (Que talvez TALVEZ, poste hoje!)

ROUPA DE YOUNGRIN: http://www.polyvore.com/new_younrin/set?id=209618014


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...