História Let's Not Fall in Love - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Bang, G-Dragon
Personagens Cl, D-Lite (Daesung), G-Dragon, Personagens Originais, Sandara Park, Seungri, T.O.P, Taeyang
Tags 2ne1, Bigbang, Kwon Ji Yong
Exibições 279
Palavras 2.025
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Demorei, mas cheguei pessoal, desculpa a demora, mas hoje foi um dia muito atolado e só tive tempo de parar para escrever agora!
Então, fiquem com o capítulo 39!
Boa Leitura!

Capítulo 39 - Happy Birthday Ji Yong


Fanfic / Fanfiction Let's Not Fall in Love - Capítulo 39 - Happy Birthday Ji Yong

 

Era dia 18 de Agosto, ou seja, aniversário de Ji Yong.

YoungRin estava com receio de ir na festa íntima que Ji Yong havia a chamado em sua casa. Ele assegurou que só viriam os mais chegados a ele e que conhecia todos, porém fazia tanto tempo que não os via que tinha medo dos olhares pesados sobre os últimos acontecimentos.

 

“Vocês estão vindo?

             ChaeRin

 

Perguntou pela milésima vez CL pelo Kakao Talk a YoungRin, pois Ji Yong estava ansioso.

 

“Sim, estou terminando de me arrumar.

                                    YoungRin

 

Respondeu YoungRin terminando de fazer a maquiagem enquanto Haru estava sentada na cama a olhando interessada.

 

“Você disse isso das últimas vezes…

Antigamente não demorava pra se arrumar…

Ta querendo ficar bonita pro Ji Yong é?

                                             ChaeRin.”

 

Comentou ChaeRin rindo com o celular na mão.

 

“A vá se ferrar ChaeRin!

Aguarde na disciplina! Kkkk’

                             YoungRin

 

Respondeu rindo do comentário.

 

“Nossa, que agressiva!

Acabou o amor fraternal aqui? Kkkkk’

                                            ChaeRin

 

“Acabou não, mas me deixe terminar de me arrumar…

Em 20 minutos estou chegando!

                                    YoungRin

 

- Ji Yong, elas chegarão em 20 minutos, aguarde na calma! - Avisou CL sentada no sofá ao amigo.

- 20 minutos?? Ela disse isso das últimas 20 vezes! - Disse Ji Yong inconformado.

- Querido amigo, ela agora a arruma e a Haru também. Você acha que arrumar uma criança é rápido, ainda mais Haru que gosta de viver perigosamente! - Comentou Bom.

- Tudo bem, vou me acalmar!! - Rendeu-se e bebeu algo que estava em seu copo.

 

~* Ji Yong ON

 

Pela quinta vez olhava para o relógio e já marcada 9 da noite. Haviam se passado já os 20 minutos que ela havia dito a CL que viria. Estava achando que não viria mais, até que a campainha tocou. Daesung levantou-se de onde estava e fez o favor de abrir a porta pra mim. Assim que a mesma fora aberta a figura feminina mais bela adentrou em minha casa, segurando minha pequena em uma das mãos.

YoungRin estava perfeitamente bonita. Não que ela não fosse, mas ela estava perfeita.

Estava sem reação, congelei ao vê-la se aproximando até que sinto um cutucão em minha costela. Olho para o lado rapidamente e vejo ChaeRin rindo da minha cara.

- Limpa a baba Ji Yong! - Disse ela em deboche.

- Vai de foder! - Disse me levantando de forma rápida e indo em direção a YoungRin.

Todos presentes a olhavam e isso com toda certeza a incomodava um pouco, mas faria de tudo para aquela noite ser boa para ela e para Haru.

De repente, YoungRin solta a mão de Haru e a mesma começa a dar passinhos desengonçados em minha direção, mas sem cair. Sorri de imediato ao vê-la e me abaixei erguendo meus braços em sua direção para que ela continuasse vir até mim.

- Pa… - Disse Haru ao chegar até a mim. Tenho certeza que ela tava tentando me chamar de Appa e isso me fez sorrir de orelha a orelha.

- Appa? - - Perguntei animado e ela afirmou com a cabecinha.

- Feliz Aniversário, Ji Yong! - Disse YoungRin timidamente próxima a mim e Haru.

- Obrigada Young! - Agradeci com um grande sorriso e ela ergueu um pacote prata em minha direção.

- Pra você! - Disse ela sorrindo e entregando o pacote e logo o peguei.

- Não precisava Young, sua presença e a da Haru já são meu maior presente! - Falei a fazendo corar. - Então, vamos até ali, o pessoal está para lá! - Disse apontando para uns sofás da sala onde o pessoal estava sentado. Bebendo e conversando.

- Me de Haru para que possa aproveitar sua festa… - Disse ela, mas neguei com a cabeça.

- Quero ficar perto da nossa filha. Ela me deu o maior presente hoje. - Disse animado.

- Qual – Perguntou confusa.

- Me chamou de Appa e começou a andar. Quer coisa melhor que essa – Digo orgulhoso.

- Então meus ensinamentos na semana deram certo finalmente. - Disse ela sorrindo.

Caminhamos até o sofá e passamos a noite toda conversando. O clima de interrogação e de olhares curiosos por parte dos amigos que não viam YoungRin a muito tempo havia passado e aparentemente ela estava mais relaxada, me deixando mais tranquilo.

Estavam todos ali, até meus pais. O que me deixava mais aflito era a reação de meu pai com minha filha. Espero que ele tenha superado isso tudo e trate minha pequena bem. Amo meu pai e ele tem que entender que agora sou pai também e que nenhum pai gostaria que seu filho fosse renegado.

- Dá? - Pediu Haru apontando pra um balão do Bob Esponja que estava amarrado em alguma coisa atrás de onde meus pais estavam sentados.

- O que a senhorita quer? - Perguntei sorrindo.

- Dá? - Pediu mais uma vez enquanto apontava.

Olhei em direção para onde apontava e então me levantei de onde estava sentado e caminhei segurando sua mãozinha em direção aos meus pais.

- Dá? Papa, dá? - Pediu animada ao ver que estávamos bem próximos do balão.

- Vou pegar o balão pra você, se acalme filha! - Disse tranquilo e achando graça.

Assim que aproximei-me do balão me surpreendi. Meu pai sorriu sinceramente para Haru e virou-se, onde pegou o balão. Abaixou-se até ela e amarrou o balão em seu braçinho livre.

- Minha! - Disse Haru sorrindo ao meu pai.

- Você está bem pai? - Perguntei ainda surpreso com suas reação.

- Sim meu filho, por que não estaria? - Perguntou e então estendeu seus braços a Haru que subiu em seu colo sem nenhum porém.

- Tem certeza? - Perguntei receoso.

- Sim. Está tudo bem, fique tranquilo… - Disse ele sendo sincero e levantando-se com Haru nos braços.

- Não se preocupe Ji Yong, seu pai já aceitou a situação. - Tranquilizou-me minha mãe. - Vá curtir um pouco a festa, ficaremos um pouco com Haru pra matar as saudades. - Disse sorrindo.

- Tudo bem, qualquer coisa, por favor me chame… Ou a YoungRin. - Disse apreensivo.

- Certo. - Afirmaram os dois e então me afastei.

Voltei em direção ao sofá e vi que YoungRin olhava em direção de meus pais, mas principalmente meu pai apreensiva. Sorri para ela tentando passar tranquilidade.

- Ji Yong… - Disse ela baixo, parecia nervosa.

- Está tudo bem, fique tranquila. - Disse somente a ela e sentei-me ao seu lado. - Quer beber alguma coisa?

- Não, obrigada. Estou bem. - Disse ela sorrindo levemente.

- Ah vamos Young, você não bebeu nada a noite toda. Fique tranquila e relaxe. Hoje é meu aniversário e esse é um pedido do aniversariante. - Disse sorrindo.

- Mas sou fraca pra bebidas, e sabe disso… - Rebateu.

- Sei disso, mas pelo menos um drink beberá!

- Espero que não esteja querendo me embebedar. - Comentou e riu baixo.

- Eu? Nunca! Estou ofendido por pensar isso de mim! - Fingi drama.

- Idiota… - Disse e nós dois rimos.

Passamos a noite toda conversando e bebendo e só paramos porque meus pais inventaram de sopar velas do bolo. Qual é? Sou velho pra isso. Só vou fazer isso pra dar exemplo a Haru que daqui 2 meses já fara seus 1 ano de idade. Na verdade são 2 anos de idade, porque aqui contamos que as crianças nascem com um ano de idade, mas como não ligo pra essa palhaçada toda, minha filha fará 1 ano ponto final e ai de quem discutir comigo e com a YoungRin sobre isso.

Caminhei em direção a mesa onde estava o bolo e no caminho peguei Haru em meu colo. Assim que acenderam as velas os meus amigos começaram a cantar o tradicional Parabéns coreano e com o ritmo Haru batia palminhas toda fofa.

Inclinei a pequena junto a mim e sopramos as velas, agora sim. Assumo meus 30 anos.

Haru levou sua mãozinha em direção a uma pequena parte do glacê do bolo e depois passou em meu rosto me sujando todo de glacê.

- Hey! - Disse rindo e logo ela gargalhou. - Ta se divertindo com a minha cara, não é?

- Tá! - Afirmou e balançou a cabecinha positivamente.

- Tá uma beleza hyung! - Zombou SeungRi vendo a cena e todos nós rimos.

Depois do corte do bolo aos poucos as pessoas foram indo embora deixando apenas YoungRin, Haru que já dormia em seu quarto que havia feito em minha casa, caso um dia ela fosse dormir aqui, e eu.

- Já está tarde, acho melhor ficarem aqui em casa. - Disse preocupado.

- Não quero incomodar Ji Yong, e moramos logo ali… - Disse YoungRin.

- Não está incomodando em nada, por favor, fique? - Pedi.

- Tudo bem, mas então o ajudarei arrumar a bagunça! - Disse firme, e sabia que se eu não concordasse ela arrumaria do mesmo jeito.

- Ok, mesmo se eu dissesse não, você arrumaria da mesma forma. - Comentei e ela sorriu.

Arrumamos toda a bagunça da casa e quando vi já eram quase 4 da manhã. Subi correndo ao meu quarto e peguei uma camisa minha para que ela pudesse usar para dormir.

- Obrigada… - Agradeceu envergonhada e então subiu ao meu quarto pra tomar banho, como havia sugerido.

Assim que ela terminou de tomar seu banho ela desceu, e então foi minha vez.

 

Ji Yong OFF *~

 

*~ YoungRin ON

 

Estava com a cabeça a mil, mas isso não era só de hoje. Todos os segundo que se passaram desde a noite do beijo estou assim. Pensava em várias coisas e o medo voltava, sem contar agora que estava de volta a aquela casa onde tudo começou e onde tudo terminou.

Peguei um copo d’água gelada e depois caminhei até a pequena sacada da sala onde fiquei observando a lua escorada na mureta.

Lembranças de tudo que passamos naquela casa vieram em minha mente como um filme e mal percebi que Ji Yong já havia tomado seu banho e que havia adentrado na sacada.

- Elas também me dão oi. Todos os dias… - Disse ele me fazendo tomar um susto. Por sorte não derrubei o copo que já estava vazio.

- Do que está falando? - Perguntei.

- Das nossas lembranças. Não há um momento que eu passe nessa casa que as lembranças chegam. - Disse e suspirou. - Faço questão de não esquecer os melhores momentos da minha vida, por mais que eu tenha estragado tudo.

- Não guardo magoas de você, Ji Yong. - Digo me virando a ele e colocando o copo na mesa da sacada. - Você tem me mostrado que realmente mudou, e eu acredito verdadeiramente nisso. - Completei e ele sorriu. - Só que tenho medo…

- Não precisa ter medo YoungRin. Não deixarei nada, nem ninguém atingir você. Estou decidido em assumir tudo. Sem enrolações. Quero te fazer feliz, e ser feliz. E não há felicidade sem você ao meu lado. - Disse ele e sorri.

- Eu sei Ji Yong, mas vamos com calma, tudo bem? - Pedi e então ele segurou minhas mãos delicadamente.

- Tudo como quiser… - Respondeu e então deu-me um selinho nos lábios e o retribui.

- É difícil me segurar quando estou perto de você. Queria ter ficado o tempo todo ao seu lado. Segurando sua mão e ter te beijado na frente de todos, mas respeito seu tempo. - Assumiu.

- Agradeço por isso.. - Disse corada.

- YoungRin…. - Chamou ele se aproximando nossos lábios e olhando em meus olhos.

- Apenas faça… - Disse me rendendo, pois queria o beijo tanto quanto ele.

 

YoungRin OFF *~

 

Sem mais, Ji Yong beijou-a de forma apaixonada enquanto envolvia seus braços na cintura de YoungRin que correspondeu o beijo da mesma forma, enquanto acariciava os cabelos do maior.

Enquanto beijavam-se o clima esquentava e então Ji Yong desceu seus beijos pelo pescoço de YoungRin que arrepiava-se com o toque.

- Ji Yong… - Chamou ela com a voz falha.

- Hum? - Respondeu e apertou com força sua cintura.


Notas Finais


Roupa de YoungRin: http://www.polyvore.com/youngrin_ji_yongs_party/set?id=209817430

IIIIIIIH o clima ta quente gente! Será que vai rolar HOT?
Que dia fofo foi hoje, e estou contente que o Pai de Ji Yong está aceitando Haru como neta.
E o que acharam?

NÃO ESQUEÇA DE COMENTAR!
Até o Próximo capítulo e não esqueça de mudar a hora, pois o horário de verão começou!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...