História Letters - Wake up? - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Britt Robertson, Cody Christian, Crystal Reed, Dylan O'Brien, Harry Styles, Holland Roden, Os 13 Porquês (13 Reasons Why), Thomas McDonell, Tyler Posey
Personagens Britt Robertson, Dylan O'Brien, Holland Roden, Matthew Espinosa, Personagens Originais
Visualizações 8
Palavras 1.891
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


TUTS TUTS TUTS TUTS TE QUERO BEM, HOJE EU FICO CA OUTRAAAA PENSANDO EM VOCÊ sjjsnsndn. VOLTEI COM OUTRO CAPITULO, E ULTIMAMENTE TENHO TIDO UM SURTO DE CRIATIVIDADE E ACHO QUE VOCÊS VÃO GOSTAR BASTANTE, bom espero que sim. Estou me esforçando bastante, e espero que vocês gostem. E lembrem - se, olhos bem abertos

Capítulo 5 - Elise perigosa


Fanfic / Fanfiction Letters - Wake up? - Capítulo 5 - Elise perigosa

- COMO VOCÊ PÔDE TYLER? - Perguntei gritando deixando fluir toda a raiva que eu estava sentindo. Não consegui conter as lágrimas - Como você pôde? - Perguntei com o tom baixo, chorando muito. agora toda a raiva Tinha se transformado em dor, a dor de ter sido traída

Algumas horas antes

- Acordei e vi que estava atrasada - Padrão - Então corri pro guarda roupa procurando algo pra vestir. Achei uma jaqueta vermelha que eu nem lembrava que tinha, peguei uma blusa qualquer, uma calça jeans, me vesti e fui correndo em direção a escada

- AAAAAAAH - Gritei desesperada e subi em cima da cadeira - SOCORRROOOO, MAEEE, PAPAIIII, EU VOU MORRER, ELE VAI ME MATAR

- QUEM? O QUE? - Meu pai saiu desesperado segurando um taco de beisebol

- ALI ALI, TEM UM SAPOOO, DE BAIXO DA MESINHA AAAAAH, ELE VAI ME MATAR - Chorava compusivamente

- Ah, isso? Achei que tivesse sido ele - Meu pai falou indo em direção a mesinha

- NAAOOOO - Ele deu um pulo pra trás

- Não o que menina?

- Ele vai pular na minha cara, deixa eu ir pra um lugar seguro

- E por que ele iria pular na sua cara Elise?

- Ue e por que não? Ta dizendo que o meu rosto não é bom o suficiente para um sapo é isso? Eu sou feia?

- O que? Não é isso

- AAAH EU SOU FEIA - Comecei a chorar

- Não filha, você é linda qualquer sapo pularia na sua cara - Ele falou com a expressão cansada

- Eu sei, eu sei - Falei convencida. Meu pai se abaixou para pegar o sapo

- AAAAAAH NÃO - Gritei e sai correndo em direção as escada. Cai com tudo. Sai me arrastando tentando me salvar do maligno sapo até que meu pai apareceu em meu campo de visão

- Nossa, o senhor é alto - Estava meio tonta

- Sério Elise? Todo esse auê por causa disso?

- Han?

- Era uma bolsinha de moedas de baixo da mesinha

- O que? - Me levantei e ele me entregou a bolsinha

- Ai achei 20 reais - Falei feliz

- Eu mereço - Meu pai saiu andando em direção a cozinha

Sai correndo, estava muito atrasada para a escola.

Ao chegar lá vi Tyler e Ally conversando. Estavam muito próximos, próximos demais

- Iae gente boa tudo bem com vocês? - Falei e tasquei um beijão no Tyler. Infantilidade? Provavelmente, mas eu nunca disse que não era

- Ah, Olá Elise, fiquei sabendo. Parabéns para vocês, saiba que fico muito feliz pelos dois

- Obrigada - Falei e dei um sorriso falso

- Nunca vi o Tyler tão feliz, mas vou logo avisando, não faça mal ao meu melhor amigo, se eu te mato - Ela falou séria e eu arregalei os olhos instantaneamente lembrando de quando ela me sequestrou - Brincadeira gente - Ela falou rindo - Bom até depois

- O que... Vocês estavam conversando?

- Nada demais - O Sinal tocou - Tenho que ir - Ele me beijou e saiu. E eu fiquei ali, parada pensando, não sei ao certo por quanto tempo

- Hey

- NOSSASENHORADOMEUBRIOCO - Falei rápido por conta do susto - Ah é você, tem que parar de ficar me assustando Mel

- Desculpa - Ela falou rindo, e ô diaba do sorriso bonito - O que faz aqui?

- Eu tô contanto quantos armários tem no corredor - Falei irônica

- Nossa, a falta do que fazer ta foda né

- E tu garota? Ta fazendo o que aqui?

- Ah, tô matando aula, odeio álgebra. Vem - Ela falou me puxando

- Onde louca?

- Anda logo - Ela saiu me arrastando, literalmente, porque eu cai e ela não me deixou levantar e saiu me arrastando até o ginásio.

Ao chegarmos lá, todos da turma estavam lá, Harry, Matthew e Jack

- Hey galera - Mel chegou cumprimentando todos, e em seguida beijando Matt. - Essa é a Elise, ela é a novata e namorada do Tyler

- SOCORRO, LEVA, TIRA, LEVA ESSE DEMÔNIO DAQUI, ELA VAI ME MATAR - Gritou Matt

- Relaxa Matthew, paz e amor cara, eu sou um Amorzinho

- Ata, por isso começou a me bater e a dizer que eu tinha atirado em você né?

- Foi um mal entendido. Desculpas? - Estendi a mão tentando fazer uma trégua. Ele me olhou de cima a baixo antes de pegar na minha mão

- Tudo bem - Ele respondeu

- Então.... O que aqui? Rola cannabis? - Falei tentando ser engraçada

- Han? - Eles perguntaram em uníssono

- Sabe, cannabis - Eles continuavam me olhando sem entender - Maconha - Falei batendo a mão na testa

- Aaaah, Não, temos algo bem melhor, nos siga - Segui eles para as arquibancadas, e atrás de uma eles tiraram, algodão doce, isso mesmo

[...]

- Deus, isso é muito bom - Falei enquanto comi o algodão cor rosa

- E não é? - Jack falou enquanto comia o algodão rosa também

- Gostei de vocês, mas.... Cadê a Ally?

- Sla, na aula eu acho. Ela e Tyler não gostam muito de matar aula - Falou Harry

- Eles são bem amigos né?

- Sim - Foi a vez de Mel falar - Eles se conhecem desde pequenos. Há quem diga que eles se gostavam

- E quem dizia isso Mel? - Perguntou Jack

- Eu - Ela falou sem graça - O sinal tocou, teria aula de artes

- Bom, vou indo. Foi um prazer matar aula com vocês e comer algodão doce rosa - Falei enquanto ia em direção a porta

Cheguei ao corredor e peguei meu livro de física no armário.

Quando fechei o armário percebi que não tinha mais ninguém no corredor. Ue o sinal bateu e eu não ouvi? Comecei a caminhar em direção a sala de física. Ao chegar lá, não tinha ninguém, literalmente ninguém. Comecei a olhar na outras salas e a cena se repetia, comecei a caminhar mais e mais rápido a procura de alguém. Ninguém. Corri até que acabei entrando no ginásio. Todos estavam lá, calados, parados, olhando para o nada. Comecei a me aproximar deles devagar, mas eles pareciam não demonstrar reação alguma, até que eu avistei Harry. Fui na direção dele, mas quando ia colocando a mão em seu ombro, ele simplesmente sumiu, se transformou em uma poera azul, a mesma que encontrei no quarto da mãe de Thomas. Fiquei assustada, ele sumiu diante dos meus olhos e o mesmo começou a acontecer com todos dentro daquele ginásio, quando dei por mim, estava totalmente coberta por aquele pó, desesperada e chorando. Até que notei a ultima pessoa naquele ginásio. Ally. Ela me entregou um pedaço de papel, e foi levada pelo vento, suavemente. Olhei o papel.

" Está acontecendo mais rápido do que pensa. Você tem que parar O tudo isso, ou será o fim. Lembre - se, a realidade te espera"

Senti o ar indo embora, não conseguia respirar, tudo começou a roda e tudo o que eu conseguia ouvir era alguém chamando pelo meu nome, o som era alto e ecoava, então eu voltei. Estava no corredor, lágrimas tentavam sair mas eu as continha, era a Mel a voz que me chamava, vi que várias pessoas estavam à minha volta, preocupados, talvez, assustados?

- O que aconteceu? - Perguntei pra Mel

- Eu não sei, você começou a gritar, parecia a mc melody, bateu o armário e colocou as mãos na cabeça, parecia que estava numa espécie de transe - Ela me olhou preocupada - Está se sentindo bem? Vem, vamos a infermaria

- Não, estou bem. Eu.. Eu preciso achar o Tyler - Falei e sai andando enquanto Mel me chamava

- Lise, espera, não vai ele est.....

Precisava saber se Tyler também tinha tido aquele visão, se tivemos o mesmo sonho e pessoas estão desaparecendo de deixando cartas pra gente, ele tinha que ter tido aquela visão, era tão real e tão assustador. Era assim que eles sumiam? Um vento bizarro vinha e os levava?

Não encontrava Tyler em lugar nenhum o procurei em todos os lugares, então resolvi ir ao jardim, único lugar que não tinha procurado

Ao chegar lá, não acreditei no que meus olhos estavam vendo, isso só podia ser mentira. Tyler estava beijando a Ally. Então ele me viu, e a raiva me consumiu.

- Lise?! E.. Eu posso explicar - Ele falou se aproximando

- COMO VOCÊ PÔDE TYLER? - Perguntei gritando deixando fluir toda a raiva que eu estava sentindo. Não consegui conter as lágrimas - Como você pôde? - Perguntei com o tom baixo, chorando muito. agora toda a raiva Tinha se transformado em dor, a dor de ter sido traída.

- E... Eu não quis, eu, desculpa Lise - Ele falou tentando tocar em mim

- NÃO ENCOSTA EM MIM - Gritei com raiva

- EU TE PERGUNTEI CARALHO. PERGUNTEI SE VOCÊ AINDA GOSTAVA DELA, E DISSE QUE NÃO, SEU FILHO DA PUTA

- Desculpa, por favor, aconteceu - Não acreditava no que tinha ouvido, ele só poderia estar brincando

- Ah, bom Tyler, então me desculpe também pelo o que vai acontecer - Falei e então ele arregalou os olhos ao perceber o que eu ia fazer

- Vá pro inferno - Atirei nele, e o barulho do tiro ficou ecoando e ecoando e então eu voltei, essa era a realidade, pelo menos eu esperava que fosse. A realidade onde tudo isso não passava de um sonho. Uma realidade onde eu gritei tanto enquanto dormia que meus pais tentavam me acalmar. Só mais um sonho

- Tudo bem filha? Está melhor? Meu pai perguntou

- Sim, foi... Só foi um pesadelo - Estava atordoada - Está Tudo bem, podem ir dormir, sonhei que pandas estavam me devorando

- Nossa filha eu quase infartei, achei que tivesse sido ele - Ela respirou fundo - Okay, boa noite - Eles me deram um beijo e sairam. Rapidamente liguei para Tyler

- Você está bem? - Perguntamos ao mesmo tempo

- Você teve o sonho? - Ele perguntou

- Sim

- E por que eu estava beijando a Ally? Por que você sonhou isso?

- Provavelmente você que queria beijar ela

- Por que eu beijaria ela se posso beijar você? Eu não controlo esses sonhos, achei que fosse você - Ele parecia confuso e nervoso

- Okay, mas e aquelas pessoas desaparecendo?

- Que pessoas?

- Da minha visão. O que você sonhou Tyler?

- Sonhei falando com a Ally, tive aula normal e depois fui ao jardim

- Enquanto estivemos separados o sonho mudou. Okay isso está cada vez mais estranho. O que ela disse?

- Foi estranho, ela chegou falando que estava tudo acontecendo rápido e que eu tinha que parar tudo isso, ou seria o fim. Eu sai sem falar o que ela tinha dito porquê nem eu entendido, então fui atrás dela pra perguntar, não a encontrei então fui pra aula. No jardim ela chegou do nada falando que tínhamos que a realidade me aguardava então só me beijou.

- Tínhamos que acordar, por isso ela te beijou, pra eu atirar, assim como quando acordamos quando Matt atirou em mim.

- Faz sentindo, mas não consigo entender por que temos esses sonhos, por que caralhos eles não fazem sentido

- Não é verdade Tyler, agora eles começam fazer sentindo, eu sei como as pessoas estão desaparecendo. Mas o mais estranho é que depois que chegamos da casa de thomas eu simplesmente apaguei, nem lembro como cheguei na minha cama

- Nem eu, isso tudo ta me deixando muito confuso - Ele estava aflito, parecia sufocado pelas várias perguntas sem resposta - Mas como as pessoas estão desaparecendo?

- Lembra da visão que eu mencionei no sonho?


Notas Finais


Foi isso amoras, espero que tenham gostado, e se gostaram muito muito, podem comentar, eu deixo ajsn, e please divulguem a fanfic, é isso. Xoxo :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...