História Letters for... who? - Vkook - Capítulo 43


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, G-Friend, Got7, I.O.I, Sistar
Personagens Chanyeol, Dasom, Eunha, JB, J-hope, Jimin, Jinyoung, Jungkook, Kim Se-jeong, Kim So-hye, Mark, Personagens Originais, Suga, V, Yu Yeon-jung
Tags Amor, Bangtan Boys, Bts, Cartas, Chanyeol, Dasom, Eunha, Exo, Gfriend, Got7, Ioi, Jaebum, Jeon Jungkook, Kim Sejeong, Kim Sohye, Kim Taehyung, Mais Uma História, Mark Tuan, Markjin, Mistério, Originais, Park Jimin, Park Jinyoung, Romance, Sistar, Taekook, Vkook, Vmin, Yu Yeonjung
Exibições 45
Palavras 1.082
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Seria esse um dos capítulos mais esperados por vcs?

Capítulo 43 - De volta!


Não é a melhor coisa do mundo acordar no meio de uma floresta escura, e olhar para os lados e não ver ninguém. Minha cabeça estava doendo, e eu estava caído no chão bem em frente à  uma cabana. Começou a chover e eu precisava me proteger, levantei rápido do chão ainda meio zonzo e corri para dentro daquela cabana velha.

Estava tudo escuro lá dentro, mas havia uma lareira acesa, o frio começou a tomar conta dali então fui para perto do fogo me aquecer.

Está frio não é mesmo? - disse uma voz vindo de um dos cantos da cabana.

Quem está aí? - perguntei me levantando rápido.

Pode ficar tranquilo Taehyung, sou eu! - Jaebum saiu do canto onde estava e veio em minha direção. 

Então foi você que me trouxe até aqui? O que você está fazendo Jaebum? Não disse que eu deveria confiar em você?

Taehyung não é o que você está pensando! - disse ele.

Foi  você não foi? Você que matou Sohye usando aquela fantasia ridícula na festa não é mesmo? - eu disse indo para cima de Jaebum.

Taehyung me ouve! Não tem nada a ver uma coisa com a outra, não foi eu que fui a festa com a fantasia! E por isso que você está aqui! - disse ele.

Como assim não foi você? Então quem foi? - perguntei.

Já você vai saber! Mas antes você tem que prometer que vai manter isso em segredo! É necessário que você matenha isso em segredo.

O que Jaebum? Manter o que em segredo? 

Jaebum puxou uma pequena corda pendurada no teto da cabana e uma luz se acendeu, ao lado de Jaebum estava uma pessoa com a fantasia parada.

O que é isso Jaebum? - eu disse assustado.

Se acalme! Eu preciso que você fique calmo e que você ouça tudo que essa pessoa tem para te dizer! - disse ele. Você vai ficar um pouco confuso, mas depois nós vamos te explicar exatamente o que está acontecendo. Mas lembre-se, seja compreensível antes de dizer qualquer coisa.

Tudo bem! - respondi.

Jaebum colocou sua mão na máscara e começou a retirá-lá do rosto da tal pessoa, quando foi interrompido e a pessoa fantasiada segurou seu braço. 

Vai ficar tudo bem! Você esperou tempo demais pra isso, já está na hora de por um fim nisso! - disse Jaebum para a pessoa fantasiada.

 Ele terminou de tirar a máscara, olhei fixamente para os olhos daquela pessoa, eu sentia que conhecia de algum lugar. 

Quem é você? - perguntei.

Você com certeza não se lembra de mim! Taehyung sou eu, Jinyoung.

Mas você não estava morto? - eu não sabia como reagir naquela situação. 

Não, nunca estive e também nunca quis que pensassem assim! - disse ele.

É muita coisa para minha cabeça! Como assim? Mark me falou sobre o incêndio, que te viram na sala que Jungkook naquele dia. 

Taehyung, eu acho que eu te devo explicações! Então eu estou aqui para isso! Mas antes eu quero que você saiba que eu não tenho e nunca tive algo a ver com isso que vem acontecendo. Na verdade eu estou com medo por achar que eu posso estar nessa lista também. 

Mas Jaebum já sabia de tudo? Como? - perguntei.

É o seguinte Tae, depois de uma conversa que tivemos no dia do acampamento que todo mundo fez junto, eu resolvi mudar algumas coisas na minha vida. Bom, naquele dia eu voltei para minha casa e não vou mentir para você, eu estava arrasado com o que você tinha me pedido, mas mesmo assim eu fiz. Depois disso eu resolvi ficar longe de todos por um tempo, até que eu acabei decidindo algo que mudaria minha vida.

O que?

Tae no mesmo dia que você e Jungkook iam fugir, eu iria viajar para outro país, eu planejei tudo. Antes de morrer, meus pais me deixaram uma herança e com ela eu conseguiria viver muito bem longe daqui. Então todos os dias que eu acabei me isolando de vocês, eu estava preparando minhas coisas para partir. No dia que vocês iam fugir, e também o dia que eu iria embora, eu estava no meu quarto, já era noite quando eu ouvi Jungkook entrar dentro de casa. Nosso quarto era um do lado do outro, e eu consegui ouvir, ele começou a jogar as coisas na parede e a gritar. Ele veio até o meu quarto e bateu na porta, quando eu abri seu rosto estava todo cheio de lágrimas, e ele parecia desesperado. Eu lembro de perguntar para ele o que havia acontecido mas a única coisa que ele me dizia era que tudo aquilo era injusto, vocês não mereciam aquilo. Eu tentei acalmar ele mas era impossível,  ele me deu um abraço forte e me disse que eu era o irmão que ele nunca teve, e que me amava. 

Mas por que ele estava assim? - meus olhos já estavam lacrimejando.

Eu também não sei! Continuando, ele saiu depressa de casa, e deixou algo cair no chão. Eu peguei, não sabia se era algo importante ou não, então peguei e guardei comigo. Já estava tudo preparado para eu partir, mas algo em mim dizia que eu deveria devolver aquilo para Jungkook, então antes de ir resolvi passar na sua casa. Quando cheguei lá não tinha ninguém, apenas Jaebum estava lá fora.

Isso aconteceu logo após o fim da festa Tae, você e Jungkook subiram para o seu quarto e eu desci e fiquei lá fora para me acalmar depois de tudo que Jimin havia feito. E foi nesse momento que ele me disse o que ia fazer Taehyung! Mas infelizmente  as coisas não ocorreram da maneira certa. - disse Jaebum.

Eu fui entregar isso para ele mas eu acabei ficando para falar com Jaebum e depois fui embora... - Jinyoung abriu sua mão e estava com ele um colar com um pingente de asas. Acho que isso te pertence também não é?

Sim! - meu peito queimava, meu coração apertava, eu só conseguia chorar naquele momento. Ele não merecia isso! Por que ele?

Tae eu e seu irmão estamos aqui para te ajudar! Conte com a gente! - disse Jinyoung.

Eu, Jinyoung e Jaebum nos abraçamos e choramos juntos.

Então agora acho que tenho que te contar a segunda parte disso tudo! - disse Jinyoung.

Qual? - perguntei.

A parte do incêndio e da minha morte que não existiu! 


Notas Finais


Acho que vcs estavam esperando que fosse o Jungkook não é? Espero não ter decepcionado vcs! Sorry!!
E no próximo capítulo, Jungkook volta com mais uma cartinha!! Bjos até!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...