História Letters To Ourselves - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Boo Seungkwan, Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Jeon Wonwoo, Junghan "Jeonghan", Kim Mingyu, Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Lee Seokmin "DK", Seungcheol "S.Coups", Soonyoung "Hoshi", Wen Junhui "JUN", Xu Ming Hao "THE8"
Tags Jeongcheol, Junhao, Meanie, Soonhoon, Verkwan
Exibições 58
Palavras 1.035
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OLAR, VOLTEI

Vou ser uma boa pessoa e dar um aviso: guardem esse capítulo no coração de vocês, ok? Ele é muito importante. Quando as coisas começarem a ficar confusas lá na frente, é daqui que vocês têm que tirar informações. Óbvio que não tem nada muito claro agora (na verdade tem sim, depende do nível da capacidade de associar informações "pegas do ar" que vcs tem), mas tem informações chave esse capítulo inteiro, sem exceção, em praticamente todos os parágrafos (e nunca se esqueçam das cartas. Eu juro que elas ajudam). As coisas que vocês acham que são do capítulo são dicas. Já to avisando. E mesmo avisando aposto que vocês não vão conseguir ver tudo. Eu até ia colocar pov de outra pessoa ainda nesse cap, mas seria informação demais.

Enfim. Boa leitura! (e perdoem os erros)

Capítulo 20 - Latente


[POV Joshua]

"Eu peguei sua carta."

Fora essa simples frase que fez Vernon quase cuspir a água que estava bebendo. Não esperava ser abordado tão cedo, tampouco de modo tão... Indiscreto. Aliás, eles estavam na cozinha. Quem fala assuntos assim numa cozinha? Seu hyung era muiti inocente, isso podia prejudicá-lo um dia.

"Não fale uma coisa dessas tão diretamente, Joshua hyung", Vernon ainda se recuperava do susto. Na sua carta não havia nada de mais, mas ainda não estava acostumado esse novo jeito do mais velho. Perguntava-se se alguém seria o "culpado" por essa mudança.

"Me desculpe", e Joshua sorriu o seu sorriso mais doce. Era bom naquilo e Hansol esperava que o mais velho nunca soubesse que aquilo realmente funcionava com as pessoas. "Então... Pode começar a falar", seu tom de voz pareceu esperançoso aos olhos do mais novo. 

"Falar...?", se Hansol Vernon não se fizer de desentendido, algo está errado. Estava tão acostumado a fazê-lo que nem percebia mais quando o fazia. Era tão natural que agora as pessoas não sabiam diferenciar quando ele estava fingindo não saber de quando ele realmente não sabia. Isso poderia gerar problemas mais tarde, então era algo que precisaria resolver.

"Eu sei que algo te incomoda, Hansol, e acho bom você me falar", seria mentira dizer que Vernon não fico surpreso com a firmeza de seu hyung. Algo estava bastante errado. Ele nunca falara consigo naquele tom. Mas talvez não fosse ruim, no final das contas. Tudo o que é novo causa certa desconfiança no começo. "Eu não quero te obrigar a nada, obviamente, mas não acha que seria bom tirar um pouco desse peso de você? Você não precisa suportar isso sozinho, eu estou aqui pra isso. Me deixe te ajudar, Vernon."

"Eu pensei que tinha dito na carta que eu não queria e não preciso de ajuda", o mais novo não estava sendo grosso, apenas evasivo, como aprendera a ser depois de tanto tempo. Poderia ser o jeito mais seguro pra se manter forte, foi o que a vida lhe ensinou na infância. Foi uma lição bem útil na época, mas agora Vernon sabia que não poderia ser sempre assim. Dividia o dormitório com mais doze pessoas, e eles não eram desconhecidos por si, então como poderia fingir uma distância que não havia como existir? Talvez ele devesse aprender com o Wonwoo. Aquele sim era uma parede legítima.

"E você disse. Mas eu não acredito em você."

"Hyung!", ele sabia que Joshua não estava sendo grosso, ele sabia, mas não sabia de onde viera aquela sinceridade tão descarada. Ele deveria se preocupar? Esperava que não. Já tinha bastantes problemas.

"Mas é verdade! Eu sei que você não está bem", às vezes Hansol odiava isso, esses momentos estranhos que Joshua fixava seus olhos castanhos em si e o olhava como se pudesse ler sua alma. Era incômodo parecer ser tão transparente. Ser transparente significava ser exposto, e ser exposto era dar margem para pessoas ruins fazerem coisas ruins. "Parece estranho falar isso, mas eu vejo nos seus olhos. Faz anos que nos conhecemos, e eu te conheço mais do que você imagina. Eu passei pelo o que você passou, mas sei que não é só isso. Você está escondendo algo de mim, mas não vai esconder por muito tempo."

"Isso é uma ameaça, hyung?", dizem que a melhor defesa é o ataque, e Hansol estava testando a vericidade disso. Joshua não era seu inimigo, nunca fora, mas agora ele estava começando a ficar assustador.

"Claro que não. Eu não faria uma coisa dessas", Joshua não pareceu ofendido com a pergunta. Possivelmente o sarcasmo que Vernon usara ajudara muito para não acontecer nenhum desentendimento mais sério. "Mas saiba que eu não vou desistir de você, garoto. Nem que eu tenha que esfregar uma Bíblia na sua cara" e aí estava o Joshua que Hansol conhecia. Bem, quase isso.

"Joshua hyung", chamou após respirar fundo.

"Diga."

"Você está bem?", perguntou com a expressão mais preocupada que pôde. Hansol não podia se entregar antes da hora.

"Sim, por que não estaria?", Joshua era esperto... Mas não o suficiente.

"Mas você está tão violento, hyung...", e agora era a hora do teatro. Hansol se apoiou no ombro do mais velho, continuando com o semblante sério. "Eu sinceramente não sabia que você poderia ser assim. Você precisa voltar pra igreja, Hong Jisoo."

"Aish, esse moleque...", Vernon podia contrariar qualquer coisa na vida, mas não poderia negar que a risada de Jisoo o trazia uma sensação boa. Aquela risada sincera sempre o lembrava de bons momentos que passara ao lado do seu hyung preferido, e isso era algo que ele não queria perder. "Eu aqui preocupado com a sua condição mental e você aí fazendo graça comigo. Mostre mais respeito pelo seu hyung!"

"Talvez... Não agora", a única coisa que precisava agora era rir um pouco.

"Hansol Vernon Chwe!", o mais novo não tinha boas lembranças de quando falavam seu nome completo, mas parecia simplesmente engraçado quando era o Hong quem o fazia. Sem contar que um de seus hobbies durante o período de transição era irritar (superficialmente) o californiano, uma brincadeira boba que arranjara para fugir. "Eu sou mais velho que você, ok? Na verdade sou um dos mais velhos do grupo."

"O maknae da hyung line, você quis dizer", e se tinha uma coisa que havia aprendido bem era não deixar as oportunidades passarem.

"Isso é só um detalhe, Vernon."

"Da terra longínqua da qual viemos...", era necessário um certo drama na hora de falar, certo? "... não existe essa coisa de chamar os mais velhos de hyung ou os mais novos de dongsaeng... E aposto que você nem ligava pra isso. E agora que veio pra Coreia e tem que ficar usando esses termos você ficou bem arrogante, não é? Quer ser respeitado mais do que os outros, vê se pode! Que péssimo exemplo, Joshua Hong... Eu sinceramente esperava mais de você", e era nesse tipo de momento que Hansol se perguntava se não estava indo pelo rumo errado. Ele poderia muito bem ser ator, ele tinha talento pra coisa.

"Vernon! Você anda muito abusado, garoto", o tom era de falsa repreensão. E enquanto fosse assim, tudo ficaria bem.


Notas Finais


Lembrando que por ora os capítulos são simultâneos. Enquanto eles conversam o Dino tá na escola, dois moços foram pro dormitório, Mingyu tá filosofando e Soonhoon tá conversando.

O próximo deve demorar um pouquinho (só um pouco) porque eu tenho Legados pra escrever. Então até a próxima pessoal -qq


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...