História Levado pelo ar - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 11
Palavras 1.586
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Vocês não vão consegui entende o título, mas é so espera os de mais capítulos que vao enteder.

Desculpa qualquer erro e boa leitura

Capítulo 10 - Princípio~


Fanfic / Fanfiction Levado pelo ar - Capítulo 10 - Princípio~

MANUEL~

As demais aulas passaram normalmente, recebi uma mensagem de um número desconhecido.

Mensagem on~

-“Não se esqueça estarei lhe esperando na portaria de baixo, perto da lanchonete que tem lá. “

Como que a Lucy consegui meu número?!

-“Está bem quendo bater o sinal de final das aulas eu irei direto pra la, e como você consegui meu número ?”

-“Eu e sua mãe viramos melhores amigas, então peguei seu numero e passei o do Mika pra ela.”

Sinceramente eu não entendo essas duas.

-“Não quero nem saber sobre o que vocês conversam, tenho que desligar estou sentindo um olha de curiosidade nas minhas costas.”

Mensagem off~

Volto minha atenção ao Mika que parece um pouco estressado com minha falta de atenção com ele mas logo mudo quando precede que minha atenção agora é toda sua.

MIKAEL~

Vejo o Manuel mexendo no celular sem me dá atenção fico com raiva mesmo tentando não demonstra sei que ele percebeu pois voltou a mida toda sua atenção.

Ficamos conversando até que vejo um dos amigos e Manuel chega.

-Tudo bom Manuel? -Se eu me lembro bem esse é o Isaque “melhor amigo” dele.

-Tudo bem sim é você? – fico incomodado com a aproximação deles mas sou tirado dos meus pensamentos quando vejo uma menina supe frenética bulando ao meu lado.

-Olá tudo bom? Muito prazer me chamo Lara, somos da mesmas sala mas ainda não tivemos a oportunidade de nos fala já que o Manuel não deixa ninguém se aproxima de você. – vejo ele fazer uma careta pra ela volta a conversa com o Isaque.

-É um prazer te conhecer me chamo Mikael, ainda não tive a oportunidade de falar com todos da sala. – falo isso mas na verdade eu que não estava afim de fala com eles é o Manuel só me ajudou a evitá-los.

-Sei que fala isso do nada e tipo bem nos conhecemos mas eu shipo .- na hora não entendi o que ela quis dizer mas parei pra pensar é.

Fiquei vermelho muito vermelho acho que estava parecendo um cosplay de pimentão de tão vermelho que estava.

E eu vejo que ela percebeu e o sorriso que estava em seu rosto só aumentou.

-Qualquer coisa e só me pergunta.- me entregou um pedaço de papel com seu número eu apenas conformei com a cabeça por que pra fala a verdade iria precisar da ajuda dela pra algumas coisas…….

Saio dos meus pensamentos quando o sinal toca voltando pra sala vejo que o Manuel está com aquele cara de pensado de novo começo a rir dele.

MANUEL~

Eu não acredito no que o Isaque me falou, esta tão na cara que eu gosto do Mika que até ele percebia.

Sei que ele só deve ser  por culpa da tentem mas estou com medo conheço muito bem a tentem sei o que ela pode fazer quando “shipa” alguém e sinceramente estou com medo dela mas ao mesmo tempo feliz sei que se for preciso ela me ajudará a ficar com ele mas tenho que ir com calma vou conversa com a Lucy e minha mãe antes de qualquer ação da minha parte.

O resto da aula passou normal a e eu pude percebe que o Mika e a Tentem ficam bem próximos até de mais pro meu gosto, estou me sentindo estranho estou incomodado deles estarem tão próximos que acabo encarando de mais.

-Ei tira essa carranca da cara.- Isaque fala se virando pra mim.

-Não consigo já tentei mas ta difícil, estou incomodado com a aproximação deles.- sério isso estou falando logo com o Isaque.

-Posso não ser a melhor pessoa pra você fala sobre isso mas acho que a tentem só está querendo ajudar.

Ele deve está certo vou tentar me concentra na aula mesmo que seja de arte.

MIKAEL~

Quando nos voltamos pra sala a Lara veio conversa comigo sobre um monte de trem que eu não fazia a menor ideia dou uma olhada pro Manuel e vejo a cara dele sobre nós parecia que ele estava incomodado pela a aproximação que eu estava tendo com a Lara, não poderia ser tenho que para de pensar sobre isso

-Mika posso de chama assim ne? – confirmo com a cabeça.- então você pode me chama de tentem.

-Claro tentem.- gostei do apelido dela.

- Voltando ao que eu ia fala parece que o Manuel está com ciúmes de nos dois.- o sorriso dela era tão grande que só um idiota pra não percebe.

-Você acha?!- não sei mas estou começando a criar expectativas.

-Com certeza, olha não quero te empurra pra cima dele nem nada mas se eu fosse você eu investia.- oi? Como assim não estou entendendo nada aqui.

-Por que você acha isso, tem coisas que não são pra brinca.- falei sério pra tentar esconde o medo.

-Não precisa mentir ta na cara que você gosta dele, e se essa reação foi por culpa de esta com medo não se preocupe eu não tenho preconceito.

Fiquei sem reação por um instante.

-Você acha que ele sente o mesmo que eu?- no que é estava pensando quando diz essa pergunta.

-EU SABIA!- ela literalmente Gritou pra todo mundo da sala ou da escola escolta.

-Ei não grita!

-Desculpa não consegui me segura.- todos da sala voltaram sua atenção pra o que estavam fazendo.

-Deixa quieto por em quanto não tenho coragem de fala isso pra ele mesmo eu achando que ele vai me aceitar mas não sei se vai aceitar meus sentimentos - me encostei na cadeira com a cabeça pra trás.

-Ele vai eu sinto isso mas é melhor você ir com calma nunca se sabe o que pode entra em nossos caminhos.- vi ele se ajeitando na cadeira e sentando perto de mim.- mas assim eu vou adora brinca com a cara do Manuel.- ela estava rindo meu Deus em que merda eu me meti, ela me abraçou rindo atoa, os olhos do Manuel voltaram como fogo pra nós.

- Você tem muitos problemas muitos. -comecei a rir junto com ela.

-eu sei por isso já somos amigos não e mesmo?

-Claro que somos.- o sorriso dela só ficou maior .

-Eu ouvi que vocês vai sair amanhã, então hoje a noite você me liga pra nós apontamos tudo pra quando vocês forem você o fisgue.- ela me cutucou com o cotovelo piscando pra mim, eu literalmente fiquei igualzinho a um tomate.

De pois disso ela me explicou que não era nada de mais que só era pra mim “ficar lindo” pra que ele não consiga olha pra outra pessoa além de mim.

Continuamos a conversa até a aula acabar.

MANUEL~

Me parece que o Mika e a tentem viraram amigos fico feliz e ao mesmo tempo com ciúmes, não que eu possa fica já que ele não é nada meu, mas ainda fico.

As aulas restantes passaram normalmente está faltando uns cinco minutos pra aula acabar e então resolvi e falar com o Mika.

-Mika não vou ir em bora na frente.

-A tudo bem eu ia te fala que não ia poder te acompanha hoje meu pai vai me busca pra “conversa”.- ele estava com uma cara estranha.

-Como assim conversa?

-Não sei ele acordou estranho hoje então tenho que espera pra saber.- ele estava com um olha abatido.

-Mika Qual quer coisa me liga e saiba que eu estarei disposto pra ir de ajudar nem que eu tenha que enfrenta seu pai.- não queria saber de nada nem de ninguém se alguém ousar fazer algo o Mika eu irei impedir.

-Obrigado mas não acho que vai chegar a tanto. -o seu sorriso sempre me acalma.

-Você deveria sorri mais e lindo sabia.- falei acariciando sua bochecha vendo ele ficar vermelho. – fofo.

- Eu não sou fofo.- fazendo esse bico fica mais ainda.

- está bem você não é fofo.- o sinal bateu eu me despedir dele e fui correndo pra trás da escola.

Chegando lá me de paro com a Lucy e minha mãe conversando como se elas se conhecessem a anos.

-Vamos já estou pronto, falei me aproximando delas.

-Claro entrem no carro temos muito o que conversa quando chegarmos na cafeteria.

Apenas as segui.

MIKAEL~

Eu quase tive um infarto na hora que ele começou a acariciar minha bochecha, mas ao mesmo tempo fiquei calmo, me pergunto com seu toque pode me deixa assim.

O Manuel saiu correndo da escola nem pude me despedir dele direito.

Junto minhas coisas e vou saindo.

-MIKAAA ME ESPERA!.- me assusto e olho quem está me gritando desde jeito e vejo que é a tentem.

-Não precisa grita.

-Se eu não gritasse você não ia me espera.- você leu minha mente, acho que estou andando muito com a Lucy to ficando igual a ela.- Vamos até o portão juntos já que seu pai vai lhe busca e o meu também.

-Quanto da Minha conversa com o Manuel você escoltou?

-Quase tudo mas deixa pra la vamos.- me puxava como se eu fosse sua boneca.

Chegando la me despeço dela e vou em direção ao carro do meu pai.

-Vamos a onde?- pergunto colocando o cinto .

-Vamos pra um restaurante aqui perto, acho que já é um bom lugar pra conversa.

-Claro .

“Estava com medo e que meu pai ia me pergunta, mas tenho que ser forte e enfrenta isso não quero mas se um garoto que dependo da irmã pra se defende sempre, quero poder lutar com minhas próprias forças quero poder está lutando ao seu lado”


Notas Finais


Não sei o dia que irei posta, pois estou um pouco atrasado, e só vou poder escreve no domingo ou na segunda então provavelmente só vai te capítulo la pra quinta ou sexta.

Até a próxima🙌🙌👏


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...