História Levado pelo ar - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Yaoi
Visualizações 24
Palavras 716
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 5 - Cap. 4 -Laços


Fanfic / Fanfiction Levado pelo ar - Capítulo 5 - Cap. 4 -Laços

 

MIKAEL~

 

-Por favor não fale nada até eu terminar de contar-falei esperando a sua reação.

-...- Ele apenas assentiu.

-Vamos lá- respirei fundo e comecei a contar.

 

Flashback on~

 

 

Estava mais uma vez largado no canto da escola sem me importa com os olhares e os risos nunca fui de me importa com isso.

Sempre fui assim nunca fui de ter amigos nunca fui de ter aquela dependência de atenção.

Sempre preferir ficar sozinho pensando em qualquer coisa até conhecer um certo alguém.

Não sei se foi sorte ou maldição, mas na hora nem pensei.

-Ei você está bem? - ouvi uma voz me chamar.

-Estou. - Respondi sem me importa ou até mesmo o olhar.

-Se importa se eu me assentar aqui? -..

-Eu não se você não ligar de ouvi risadinhas por esta perto de um esquisito da escola, por mim tudo bem. - Afirmei agora olhando para ele.

Agora que percebi ele era alto olhos tão escuros quanto os meus e é trajava um sorriso que parecia animar qualquer um.

- Obrigado- a sentou ao meu lado sem troca uma palavra durante o tempo que passamos juntos naquele lugar.

Os dias foram passando e fomos ficando cada vez, mas "próximo" assim disser

No decorre da semana fomos conversando sobre nós mesmo e sem percebe já éramos amigos.

Quando estava pra baixo ele vinha e me animava o mesmo era para ele.

Até que um dia o pior aconteceu.

De um dia para o outo começou umas fofocas sobre mim na escola, nó começo eu não liguei, mas percebo que "ele" começou a se afasta.

Tentei ao máximo descobri quem tinha começado a espalhar "aquilo" sobre mim, mas foi em vão.

Cheguei ao ponto de matar aula mentindo para minha mãe que estava passando mal ou que não tinha aula no dia.

Fiquei assim durante duas semanas até vê que quanto mais eu me remoía mais as fofocas pioravam.

Conversei com minha irmã que na época era minha confidente, ela falou para mim criar coragem e enfrenta isso de frente por que na vida temos nossas quedas para quando levantar estarmos mais fortes.

Segui seu Conselho e voltei a ser aquele garoto estranho e sem ligar para os outros.

No começo pareceu que eles tinham parado nas só piorou de pois de três semanas.

 

Flashback of~

 

Comecei a chora

 

-Ei se acalma Mikael. - Falou preocupado.

-Estou bem, sô que ficar me lembrando disso meio que ainda me afeta. - falei limpando os olhos com as costas das mãos.

-Olha não precisa me conta. - Ele começou, mas o impedir.

-O problema não o ocorrido em si, só que eu tenho medo de te conta. - Falei olhando o chão.

-Como assim? -Perguntou meio perdido.

-Como posso explicar. Faz muito tempo que não sinto esse sentimento de amizade por alguém mesmo que nos sô nos conhecemos a poucas horas e de um jeito nada normal. - ri ao me lembra de como nós conhecemos.

-Eu sinto o mesmo, parece que te conheço a séculos ...-parou e olhou para uma árvore um pouco distante dali.  -Olha vamos fazer assim. -Falou já me puxando em direção à árvore.

-...- eu apenas o seguir.

-Você me conta o resto do ocorrido quando achar melhor, não irei te força a nada. - falou com um sorriso.

-"Que merda de sorriso, toda vez que ele o da eu fico viajando nele. “-penso-Fechado.

-É eu vou te fala mais uma coisa e ser preciso irei repetir – Falou num tom sério- Quando precisar saiba que estarei aqui, tanto pra chora, tanto pra rir , até mesmo se for só por estar, saiba que estarei aqui pra te ouvi. Sei que parece uma idiotice, mas estarei ao seu lado para o que dê e vier. -Falou com um sorriso maior e mais belo que os outro.

-Obrigado. - Abaixando a cabeça contendo as lágrimas.

"Eu não sei se vou conseguir conta para ele que o motivo da minha expulsão foi por começarem um boato de que eu era “gay” numa escola homofóbica, eu sentia os olhares em mim ouvia os rumores de mim.

Não queria que isso acontece se de novo nem que ele perdesse o respeito do amigo.

Pois queria saber o que era aquele sentimento que ele estava sentindo “

 


Notas Finais


Espero que tenham gostados e até a próxima🙌🙌🙌


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...